Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens com o rótulo Angola

Presidente de Angola rejeita pressão de Mourão em defesa de interesses da Universal

> PAULO LOPES jornalista

Rompida com o comando brasileiro, Universal de Angola elege novo líder

LUSA    Os novos membros

Bolsonaro impõe sigilo em telegramas de interferência em crise da Universal em Angola

Para não expor sua interferência

'Não podemos compactuar com crimes financeiros', diz bispo dissidente de Angola sobre a Universal

por Tatiana Merlino / Agência Pública

Justiça de Angola determina o fechamento de todos os templos da Igreja Universal

A pedido do Ministério Público,

Mulheres de pastores angolanos da Universal protestam contra imposição da vasectomia

Mulheres de pastores angolanos da Universal fizeram hoje (14/3) passeata em Luanda contra a imposição da vasectomia ao seus maridos pela Igreja. "Não à violação da Constituição da República de Angola, não à evasão de divisas, não à vasectomia, que é um direito constituir família”, diz um cartaz da passeata, que foi obrigada pela polícia a parar cem metros da catedral do Maculusso. As manifestantes pediram que os "senhores bispos e pastores não mintam no púlpito". Nádia Monteiro, integrante da Universal, disse haver uma queixa-crime contra a direção da Igreja.  “As mulheres dentro da igreja têm sofrido muitos maus tratos,  muitas delas por causa da opressão chegam a fazer o aborto porque os pastores têm obrigação de fazer vasectomia.” Odete Carla, da catedral do Morro Bento, disse que “não é justo o que os brasileiros [pastores] estão fazendo com os angolanos”. O movimento de pastores angolanos contra a matriz da igreja brasileira ocorre desde nove

Bispo rebelde da Universal de Angola revela como a igreja desvia o dízimo

BISPO VALENTE LUÍS ESTIMA QUE A IGREJA ARRECADA NO PAÍS 80 MILHÕES DE DÓLARES POR ANO Com 30 anos na Igreja Universal de Angola, o bispo Valente Luís (foto) se tornou o líder de um grupo de pastores que se insurgiram contra o desvio do dízimo para o Brasil e outros países, entre outras ilegalidades. Em entrevista ao jornal angolano “O País”, Luís ele disse que o dinheiro sai (ou saia) para Moçambique via Namíbia. Muitas vezes, o dinheiro era escondido dentro dos pneus dos carros. Outra forma de tirar ilegalmente dinheiro da Universal de Angola, segundo ele, é por intermédio das viagens de missionários ao Brasil, para conhecer o Templo de Salomão, em São Paulo. Ele citou o exemplo do pastor que trouxe para a sede da Universal no Brasil US$ 15 mil e a sua mulher igual quantia. Há também, de acordo com a entrevista, um esquema de contratação de empresas prestadoras de serviços que cobram preços superfaturados da Universal. Nesse caso, a diferença entre o preço r

Pastores da Universal em Angola acusam bispos brasileiros de desvio e rompem com Edir

Pastores angolanos acusam os brasileiros de discriminar os funcionários; Igreja nega estar havendo um cisma Mais de 300 pastores da Igreja Universal de Angola acusaram os bispos brasileiros de desvio de recursos e declararam independência de Edir Macedo, o fundador dessa vertente pentecostal com representação em vários países africanos.

Pastores de Angola acusam Universal de forçá-los à vasectomia

Pastores não sabiam que programa de  planejamento os deixariam estéreis por  Voz da América Uma equipe de advogados angolanos remeteu recentemente à Procuradoria-Geral da República um processo-crime contra a Igreja Universal do Reino de Deus (IURD), por submeter os seus pastores a vasectomias.

Jornal de Angola diz que Igreja Universal impõe vasectomia a pastores

O “Jornal de Angola” publicou denúncia de mães de duas jovens denunciando que a Igreja Universal obrigou os noivos de suas filhas a vasectomia. Eles são pastores.

Templo da Universal em Angola sofre tentativa de roubo de R$ 200 mil

Autoridade estranhou a quantia não estar em um banco Quatro homens tentaram roubar no dia 6 de maio de 2018, um domingo, 13 milhões de kwanzas, equivalentes a 200 mil reais, do cofre do templo da Igreja Universal de Kilamba, na Grande Luanda, Angola.  

MP de Angola acusa pastores da Igreja Universal de homicídio

No 'Dia do Fim' 10 pessoas morreram pisoteadas e 120 ficaram feridas O Ministério Público de Angola denunciou (acusação formal à Justiça) seis pastores da Igreja Universal por “homicídio voluntário” por considerá-los responsáveis pela morte de dez pessoas no dia 31 de dezembro de 2012, na “ Vigília da Virada - Dia do Fim ”. O MP também acusou os pastores de “ofensas corporais” por causa dos feridos, que chegaram a 120 Ao divulgar o evento na época, a Igreja conclamou que todos levassem sua família porque haveria solução para problemas como “doenças, miséria, desemprego, feitiçaria, inveja, separação e dívida”. Na avaliação do Corpo de Bombeiro, mais de 250 mil pessoas compareceram ao Estádio da Cidadela Desportiva, em Luanda, local da vigília, cuja capacidade máxima é de 70 mil. Houve um tumulto e dez pessoas (incluindo quatro crianças) morreram por asfixia ou pisoteio. Como punição, o governo de Angola suspendeu as atividades da igreja por 60 dias. O Ministéri