Pular para o conteúdo principal

Valor econômico da água doce equivale a 60% do PIB global ou US$ 58 trilhões por ano

Organização não governamental fez a estimativa do custo da água para chamar a atenção sobre as consequências de uma crise hídrica 


BRUNO BOCCHINI
jornalista

Agência Brasil
empresa financiada
pelo governo brasileiro

O meio ambiente fornece, pelo menos, US$ 58 trilhões anualmente apenas em água doce para as pessoas e ao planeta. O valor é uma estimativa, divulgada hoje (16) pela organização não governamental WWF, no relatório O Alto Custo da Água Barata: o Verdadeiro Valor da Água e dos Ecossistemas de Água Doce para as Pessoas e para o Planeta. 

O documento chama a atenção para os riscos e o alto custo que uma crise hídrica no planeta pode representar.

De acordo com o documento, os benefícios econômicos diretos, como o fornecimento de água doce para o consumo nas residências, agricultura irrigada e indústrias, chegam a um valor mínimo de US$ 7,5 trilhões por ano. 

Já os benefícios invisíveis, que incluem a purificação da água, a melhoria do solo, o armazenamento de carbono e a proteção das comunidades contra inundações e secas extremas, são sete vezes maiores, com valor de aproximadamente US$ 50 trilhões por ano.

No total, os US$ 58 trilhões equivalem a 60% do Produto Interno Bruto (PIB) global, considerando dados de 2021.

Relatório de ong lembra que
a água não vem da torneira, 
mas de ecossistemas saudáveis

“Embora seja impossível atribuir um valor monetário a todos os benefícios, a contabilização dos diferentes usos da água é importante para uma tomada de decisão eficaz. Este relatório visa quantificar os valores de uso direto e indireto derivados da água doce em todo o mundo para esclarecer os benefícios, que são cronicamente subvalorizados”, diz o texto do documento.

Segundo o relatório, dos US$ 7,5 trilhões de benefícios diretos, US$ 5,1 trilhões são utilizados pela indústria mundial; residências usam US$ 1,5 trilhão; agricultura (US$ 380 bilhões); transporte terrestre, energia hidrelétrica e recreação (US$ 460 bilhões).

Já dos US$ 50 trilhões dos benefícios indiretos, US$ 27 bilhões são advindos dos “serviços” feitos pelo meio ambiente, como a melhoria da qualidade da água e da saúde do solo, o fornecimento de sedimentos e nutrientes, e o armazenamento de carbono; a mitigação de eventos extremos, como secas e inundações usam US$ 12 trilhões; e a manutenção da biodiversidade em terra e em ambientes marinhos e de água doce, US$ 11 trilhões.

"Precisamos lembrar que a água não vem de uma torneira, ela vem da natureza. A água para todos depende de ecossistemas de água doce saudáveis, que também são a base da segurança alimentar, pontos críticos de biodiversidade e o melhor amortecedor e seguro contra a intensificação dos impactos climáticos", destacou a líder do WWF para Água Doce, Stuart Orr.

• Redução de peixes de água doce na América Latina e Caribe chega a 83%

• Cientistas anunciam descoberta de grande quantidade de água em Marte

• Fortalece a teoria de que origem da água do mar foi bombardeio de asteroides

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Veja 14 proibições das Testemunhas de Jeová a seus seguidores

90 trechos da Bíblia que são exemplos de ódio e atrocidade

Carl Sagan escreve sobre um 'pálido ponto azul' nos cosmos, a Terra

Vicente e Soraya falam do peso que é ter o nome Abdelmassih

Veja os 10 trechos mais cruéis da Bíblia

Contar o número de deuses é difícil porque são muitos, dezenas de milhares, milhões

Pastor de Sorocaba tratava funcionário como escravo

Trechos bíblicos cuja existência crente finge não saber

Mudanças climáticas preocupam 8 em cada 10 brasileiros, revela pesquisa