Pular para o conteúdo principal

Rússia prende ‘Jesus da Sibéria’ por submeter seguidores a abuso mental

Agentes policiais da Rússia prenderam ontem (22 de setembro de 2020) preventivamente o líder de seita conhecido por “Jesus da Sibéria” e também por Vissarion porque ele diz ser a reencarnação de Cristo.

Trata-se do ex-guarda de trânsito Sergei Torop, 59, que há 30 anos fundou a Igreja do Último Testamento, com milhares de seguidores que vivem isolados em regiões da Sibéria.

As autoridades acusam o “Jesus da Sibéria” de extorquir dinheiro dos fiéis por intermédio de abuso mental — lavagem cerebral e apelos emocionais.

Quando fundou a Igreja ele não se apresentava como encarnação divina. Dizia que Jesus estava em uma órbita da Terra zelando pelas pessoas e a Virgem Maria era a administradora da Rússia.

Torop começou a dizer que era a encarnação de Jesus quando deu uma incrementada na seita: misturou o budismo ortodoxo com visões apocalípticas e defesa da ecologia, adotando o veganismo.

O julgamento de “Jesus da Sibéria” está previsto para o final do ano. 


Ex-guarda de
trânsito virou Jesus

Com informação das agências.


Vídeo mostra que filho de Testemunhas de Jeová já discrimina colega da escola


Comentários

Emerson Santos disse…
o russo eh phoda ... corta o mal pela raiz ...

Posts + acessados hoje

Pastor de Manaus é acusado de ejacular ‘esperma de Deus’ em obreiras

90 trechos da Bíblia que são exemplos de ódio e atrocidade

Líder religiosa pagava quem trabalhava em sua empresa com promessas de salvação divina