Atirador cristão norueguês pede absolvição ou morte

Anders Breivik, cristão fundamentalista
No primeiro dia de julgamento, Breivik fez saudação romana

O cristão fanático Anders Behring Breivik (foto), 33, disse nesta quarta-feira (18) em Oslo que a Justiça deveria absolvê-lo ou condená-lo à morte. Em julho de 2011, o norueguês matou 77 pessoas em um protesto contra a imigração na Europa, principalmente a dos muçulmanos. Hoje foi o terceiro dia do seu julgamento. 

Ele disse que uma condenação à prisão para ele é “patética”. Na Noruega, não há pena de morte e a condenação máxima é de 21 anos de prisão. Apesar disso, Breivik deverá ficar preso para sempre porque é certo que será considerado formalmente pela Justiça como perigoso para a sociedade.

"Se você abraça a morte antes de entrar em ação, você fica dez vezes mais forte", disse Breivik. "Eu abracei a morte."

Ele reafirmou que em 2011 foi um dos fundadores do um grupo batizado de Cavaleiros Templários.

Quando ele foi preso, disse que o grupo se chamava “Novos Pobres Cavalheiros de Cristo”. No manifesto intitulado “Declaração Europeia de Independência” que tinha escrito havia um símbolo da antiga ordem dos templários da Igreja Católica. Na Idade Média, os templários davam proteção aos cristãos que faziam peregrinação a Jerusalém. A ordem durou cerca de dois séculos.

Breivik disse ser uma pessoa “de confiança” do Cavaleiros Templários, que é, segundo ele, uma organização composta por cédulas independentes.

Com informação das agências. 

Direita euroupeia se inspira nos piores vilões da cristandade.
por Edson Aran em julho de 2011

Atirador da Noruega.

Comentários

  1. É importante que fatos como esse não sejam esquecidos. Eles demonstram como as religiões podem ser nocivas ao homem.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Mata este corno...manda ele pro inferno logo, fica falando em nome de deus.


      PUNK NOT DEAD.

      Excluir
    2. PUNK NOT DEAD.

      É o que acontece quando a pessoa é fanática por cristo.

      Excluir
    3. Ih, continuam dizendo que o terrorista norueguês (que se confessa darwinista, agnóstico e pró-gay) é "cristão fanático", "cristão fundamentalista"...

      O cinismo e a safadeza de certos ateus não têm limite.

      Excluir
    4. Céus, o assunto e sobre o assassino norueguês e alguns já estão levando a conversa para darwinismo (?) e já começaram a citar os gays (?). É serio o que tem de errado com vocês?

      Excluir
    5. Este cara é um ateu cristão,ele não segue a cristo,mas ele vê ao cristianismo como uma cultura européia,veja no site WWW.BREIVKISMANIFESTO.COM,lá ele explica quem realmente ele é,não se deixe enganar.

      Excluir
    6. A lei de Deus contém 10 (dez) mandamentos, presentes na Bíblia no Livro do Êxodo 20:1.
      Não terás outros deuses diante de mim.
      Não farás para ti imagem de escultura, nem alguma semelhança do que há em cima nos céus, nem em baixo na terra, nem nas águas debaixo da terra. Não te encurvarás a elas nem as servirás; porque eu, o SENHOR, teu Deus, sou Deus zeloso, que visito a maldade dos pais nos filhos até à terceira e quarta geração daqueles que me aborrecem.
      Não tomarás o nome do SENHOR, teu Deus, em vão.
      Lembra-te do dia do sábado, para o santificar.
      Honra a teu pai e a tua mãe, para que se prolonguem os teus dias na terra que o SENHOR, teu Deus, te dá.
      Não matarás.
      Não adulterarás.
      Não furtarás.
      Não dirás falso testemunho contra o teu próximo.
      Não cobiçarás a casa do teu próximo; não cobiçarás a mulher do teu próximo, nem o seu servo, nem a sua serva, nem o seu boi, nem o seu jumento, nem coisa alguma do teu próximo...

      ESTE HOMEM NÃO CONHECE A DEUS POIS QUEM O CONHECE OBEDECE SEUS MANDAMENTOS.......

      Excluir
  2. Pra ele ser um cavaleiro do Cristo, ele tem que fazer o que o Cristo disse.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Mas ele faz, a bíblia diz claramente que aquele que renega o espirito santo deve ser atirado à morte, ele não fez nada mais do que o que a sua bíblia cristã diz.

      Excluir
    2. E quem deve atirar à morte? O Cristo disse quem?

      Excluir
    3. E quem foi que disse que a Bíblia é minha?

      Excluir
    4. "Não cuideis que vim trazer a paz à terra; não vim trazer paz, mas espada;
      Porque eu vim pôr em dissensão o homem contra seu pai, e a filha contra sua mãe, e a nora contra sua sogra;
      E assim os inimigos do homem serão os seus familiares.
      Quem ama o pai ou a mãe mais do que a mim não é digno de mim; e quem ama o filho ou a filha mais do que a mim não é digno de mim.
      E quem não toma a sua cruz, e não segue após mim, não é digno de mim.
      Quem achar a sua vida perdê-la-á; e quem perder a sua vida, por amor de mim, achá-la-á."

      Mateus 10:34-39

      Prevejo comentários como: "está fora de contesto", ou "é uma metáfora", ou "quem é você para questionar a amada, idolatrada, salve salve bíblia?"

      Excluir
    5. Achei incrível como o Analista Man quer ir fundo na interpretação da passagem em que Cristo fala sobre quem renenga o espiríto santo, mas na hora de interpretar o "o que a sua bíblia cristã diz" ele fez a interpretação da frase como um analfabeto funcional faria.

      Excluir
    6. V. Coelho, eu perguntei: quem disse que a Bíblia é minha? O anônimo é que disse que a Bíblia é minha. E eu apenas li, não interpretei.

      Também perguntei: quem deve atirar à morte?

      Excluir
    7. V. Coelho, por acaso o anônimo é deus e você um religioso, querendo dizer que o anônimo quis dizer uma coisa diferente do que disse?

      Excluir
    8. V. Coelho, se o anônimo está se referindo à Bíblia dele, do atirador, esse é outro significado para a expressão sua, que é ambígua, de duplo sentido.

      Excluir
  3. Que seja a pena de morte então.

    "...foi um dos fundadores do um grupo batizado de Cavaleiros Templários."

    Aí Nosce te ipsum, um dos seus "trutas"... hehehehehehehe.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Este comentário foi removido pelo autor.

      Excluir
    2. Ele pode dizer o que quiser ninguém o impede.

      Quanto a ser cristão o próprio que seria mentira se dissesse isto e se diz Darwinista. ele diz que também maçom já comentei no primeiro paragrafo.

      Ele é tanto meu truta como os ateus Stalim, Mao, Pol pot, são os seus.

      Hitler se dizia cristão e dái, falar até papagaio fala.

      Pelos menos os ateus Stalin, Mao são superiores aos religiosos, manteram coerência mataram gente pra caramba e n ficaram com a pecha de religiosos assassinos.

      Excluir
    3. Então, ele não é um truta de verdade...
      Quem esperava uma resposta menos óbvia?

      Excluir
    4. >>"Ele é tanto meu truta como os ateus Stalim, Mao, Pol pot, são os seus."

      -Bom Templário, dizem que eles eram ateus e comunistas, portanto não eram meus amigos, pois sou agnóstico e não sou comunista. Ao contrário de você e seu "truta" aí, ambos são cristãos e ambos são templários [apesar de que cristão templário é pleonasmo].

      Excluir
    5. Templário... Nada é mais deprimente que saber que tem marmanjo barbado sentado atrás de um monitor brincando de cavaleiro medieval.

      Tira essa foto daí e vai lavar a louça que você não tem mais idade pra ficar procurando frase em latim no Google.

      Excluir
    6. V. Coelho:

      -Qual o problema do Templário usar tal pseudônimo? O motivo de ele usar tal pseudônimo, assim como eu, é pelo fato de que não queremos nos identificar, apenas usamos esses nicknames para ficar fácil a nossa diferenciação nos debates, em relação aos anônimos.

      Excluir
  4. Morte seu paspalho!!!
    Por que não fazer uma exceção?
    Não há motivos para deixar um verme como ele vivo.
    Ele está satisfeito pelo que fez e acho que deixá-lo preso só vai fazê-lo desfrutar da tragédia que cometeu.

    ResponderExcluir
  5. Se os mortos fossem ressuscitados, eles poderiam ficar brigando como nos joguinhos de video-game, no modo de vida infinita.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pega leve na canabis ,cara...

      Excluir
    2. Que tal assim? Se eles estivessem brigando no video-game, não estariam brigando de verdade.

      Excluir
  6. Que seja julgado como manda a lei de seu país e que seja estudado para garantir que isso não volte a acontecer.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pra que isso não volte acontecer, só se for criado o modo de vida infinita.

      Excluir
  7. Vejamos

    Se ele for condenado a morte, como ele quer, será considerado pelos seus, como martir. Mas, isso não vai acontecer porque não existe pena de morte naquele pais.

    Se for condenado a prisão, ficara no máximo, 21 anos e, inclusive, poderá ser posto em liberdade antes disso.

    Se for considerado insano, poderá ficar a vida toda em um hospital psiquiátrico. Mas para uma pessoa como ele, deveria ser um hospital de segurança máxima, porque ele se mostrou uma pessoa agressiva.

    A meu ver, deveriam dar uma oportunidade para ele. Deveriam vesti-lo de palhaço e atira-lo de um avião a grande altitude, munido de um guarda-chuva.

    Uma outra opção seria a Lobotomia com aplicação regular de eletrochoques, visto que ele gosta de rememorar o passado.

    Mas uma coisa é certa. Esta pessoa nunca mais deveria voltar a sociedade e seus "miguxos" templários deveriam ser identificados e detidos para averiguação.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Em minha opinião, caras como esse deveriam servir de cobaia para experimentos científicos, para o bem da humanidade. A equação seria simples: um humano assassino por um animal indefeso.

      Excluir
  8. O cara é maluco, usou a religião para dar um propósito nas mortes que queria causar. Se fosse de uma torcida organizada teria matado gente de outra torcida. Simples assim, psico total.
    Não sou a favor das religiões assim como não sou das torcidas organizadas mas o caso dele não é religioso, ele usou aquilo que estava mais próximo.
    Já da eutanásia sou bastante a favor e ele já declarou seu desejo, já que não poderá absolvido que metam uma bala na cabeça desse ser.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Concordo, apesar de isso parecer em parte a falácia do escocês, o clássico "ele não é um cristão de verdade", também acho que o cara é maluco e continuaria sendo maluco com ou sem religião. A religião foi só um facilitador, uma desculpa, para ele liberar seus impulsos insanos e matar uma monte de gente. Ele só precisava de um empurrãozinho, e é isso que a religião proporciona: Motivação para malucos fazerem maluquices.

      Excluir
    2. Israel como sempre incitando o odio contra a religião e a crença de terceiros.

      Sua colocação:
      '''Ele só precisava de um empurrãozinho, e é isso que a religião proporciona: Motivação para malucos fazerem maluquices.
      É a tipica falacia do espantalho.

      Também apelo a ignorância.

      Excluir
    3. Aponte onde houve incitação ao ódio, e me diga onde há mentira na afirmação de que religião é constantemente usada como desculpa para malucos fazerem maluquices.

      Eu não disse que todo religioso é maluco. Disse que malucos usam a religião como desculpa para sua maluquice, como no caso de Breivik.
      Note que eu disse claramente que mesmo sem religião ele continuaria sendo um assassino em potencial, e a religião foi só o apoio que ele usou para externar esse impulso.

      A religião, com a promessa de verdade absoluta e vida após a morte, é um prato cheio para pessoas desequilibradas cometerem atrocidades sem peso na consciência, cerentes de que são heróis da justiça divina.
      Mas, obviamente, seu "argumento" vem do fato de ter ficado bravinho por terem pisado no calo dos seus amiguinhos fanáticos.

      Excluir
    4. Quem lhe disse que são meus amigos,e quem disse que estou bravo com vc por ter falado deles,fale avontade,um bom debate depende disso.

      Apenas intepretei o teu texto,e ao fazer isso ,eu o leitor pude entender que vc o emissor,tem la no fundo aversão ou raiva a todos os religiosos em geral.

      Excluir
    5. Ah, eu tenho sim, eu os acho idiotas e incômodos. Mas isso é diferente de incitar o ódio contra eles. Todos têm o direito de ser idiotas, portanto, o que eu acho ou deixo de achar é irrelevante.
      Mas a questão de a religião ser usada como desculpa para pessoas desequilibradas fazerem suas loucuras não é o que eu acho, é um fato, e esse caso do atirador é a maior prova disso.
      Não quer dizer que todo religioso vai usar a religião como desculpa para fazer besteiras. Mas junte um lunático por natureza com religião, e temos uma chacina.

      Excluir
    6. Ô garanhao de itajai,manera na arrogancia né...pega mal.

      Excluir
    7. Sério, se eu sou de alguma forma arrogante, é por culpa de anônimos como você, que ao demonstrar sua burrice total, faz eu me sentir um gênio.
      Qual parte do "o que eu acho ou deixo de achar é irrelevante" você não leu? É isso que você chama de arrogância?
      Ou você não leu (e portanto é burro de querer responder sem ter lido), ou não sabe interpretar textos simples (e portanto é burro também).

      Excluir
    8. Ei israel,,eu sou anônimo Apr 18, 2012 05:18 PM e o AnônimoApr 18, 2012 06:36 PM.

      Vc parece ter tuas razões, com bases nos fatos, do por que não gostar dos cristãos,porém vc na sua ultima fala apos a minha argumentação,realmente falou que todos são idiotas,neste termo vc num liberou ninguem entre eles,ai vc errou por generalizar o termo idiota,simplesmente por vc não conhecer a todos.
      De fato vc jugou todos idiotas sendo que por poucos exemplos de idiotice,sacou agora por que o outro anônimo te respondeu!

      Excluir
    9. Calma gostoso, pra ficar tão defensivo assim a carapuça deve ter servido...

      Excluir
    10. Anônimo das Apr 19, 2012 05:15 PM,

      "Eu os acho" é diferente de "eles são e ponto final". O que eu acho é algo estritamente pessoal e passível de erros, ou posso ser simplesmente tendencioso. Num debate, só o que importa são os fatos apresentados e argumentos lógicos, não achismos. E eu deixei bem claro que isso é o que eu ACHO.
      Cada um pode achar o que quiser. É diferente de sair ofendendo as pessoas.
      Só que eu não sou hipócrita de mentir o que eu acho só para agradar os outros; e como foi dito que no fundo eu não gosto deles, eu confirmei. Sim, NO GERAL , não gosto.
      Conheço muitos religiosos inteligentes ao seu modo e que são pessoas legais, mas no fim das contas, eles ainda acham que foram criados magicamente por um velho mágico invisível que os ama muito mas que vai mandá-los para o inferno se não derem dinheiro para ele. E isso é extremamente idiota. Não importa o quão inteligente e foda seja a pessoa, ela vai ter o seu lado idiota se acredita nessas besteiras sem sentido. É isso o que eu acho.
      É diferente dos religiosos que, em sua maioria, não se limitam a achar que ateus ou pessoas de outras religiões são malvadas e blá blá blá; eles as atacam e odeiam. Causariam mal real a elas se tivessem oportunidade.
      E, os exemplos de idiotice não foram poucos, não... Na verdade, tristemente, são muitos mais do que eu gostaria. Ou acha que eu acho legal viver num mundo onde há gente que acredita em toalhinhas com suor mágico que cura doenças e afins?
      Melhore sua interpretação de texto. Achei que tinha deixado bem óbvio que essa opinião é baseada em sentimentos (que não são controláveis. Não tem como evitar gostar/não gostar de algo, você no máximo controla isso através da razão, mas não vou passar a magicamente gostar de crentes porque isso é politicamente correto) e não na razão, e que ela não influenciaria num julgamento racional - os únicos que importam.

      Excluir
  9. Em que parte vcs esqueceram do 5o mandamento "NÃO MATARÁS" ?
    Não me venha dizer que ele fez o que era a vontade de Deus.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. AnônimoApr 18, 2012 03:00 PM

      Moisés recebeu esse mandamento quando estava no monte Sinai. E o que fez Moisés quando desceu do monte?

      Vejamos:

      Êxodo 32:27-28 E disse-lhes: Assim diz o SENHOR Deus de Israel: Cada um ponha a sua espada sobre a sua coxa; e passai e tornai pelo arraial de porta em porta, e mate cada um a seu irmão, e cada um a seu amigo, e cada um a seu vizinho. E os filhos de Levi fizeram conforme à palavra de Moisés; e caíram do povo aquele dia uns três mil homens.

      Portanto, anônimo, parece que esse mandamento não vem sendo cumprido desde o seu pronunciamento.

      Vá ler a bíblia. Mas, leia-a inteira.

      Excluir
    2. Nossa a quanto tempo isso acontceu?
      willpapp o fato se deu a mais de 3500 anos atrás.
      Não vem dizer que isso é justificativa pro seu argumento.
      Seu argumento é a famosa falácia do espantalho.

      Excluir
    3. Gozado né, e o irmão de Moses que fez o bezerro de ouro morreu?
      Só para pansar um pouco:

      Moises tinha acabado de receber as leis, será que ele tinha noção naquele momento do que era aquilo?

      Será que o povo escolhido sabia o que era ser o povo escolhido?


      Jesus n disse que desde a época de João Batista até hoje o reino do céus é tomado pelos violentos?

      O próprio n disse que veio para cumprir a lei?

      Excluir
    4. Enumeremos suas falácias:
      1-apelo ao emocional.
      2-inspiração folosófica.
      3-inversão do significado de palavras(trocou a palvra esforço por violência)
      4-falacia do espantalho.

      Aconselho vc a fazer um curso de interpretação de textos.
      Não defendo religiosos como o citado acima,tampouco os ateus,analizo os fatos apenas.
      Ele não tem as provas do argumento que o motivo da violência do acusado foi por causa da Biblia,constitui uma falácia pobre e desprovida razões, ate ele postar uma prova concreta valida.

      Excluir
    5. AnônimoApr 18, 2012 05:11 PM

      Não é quanto tempo isso aconteceu. É há quanto tempo isso acontece. Isso acontece desde o início da promulgação da lei, dos mandamentos. Isso significa que esse mandamento de "não matar" já nasceu "letra morta". É um mandamento que NUNCA foi seguido.

      Eu não estou argumentando nada. Só estou demonstrando a inexistência do cumprimento do mandamento que você apresentou. Esse mandamento, assim como todos os outros, nunca foram cumpridos. Nem pelos judeus e nem pelos cristãos.

      Se você quiser apresentar algo, apresente algo válido e, não apenas, sonhos e ilusões.

      Excluir
    6. Cara eu não defendo o os tempos da lei, mas preste atenção:
      Segundo a história de Israel e Judá na antiguidadde,os mandantes responsaveis pelas mortes ,eram sacerdotes,ou levitas,e ambos eram na época como: ...digamos..como policiais e delegados nos dia de hoje.
      Eles matavam os errados, para fazer valer a lei da época ,assim como o policial hoje mata um bandido para manter a ordem e segurança nos dias de hoje.
      Vc sabé né ,que se eu ou vc ou qualquer cidadão matar um outro,a justiça brasileira nos condenará,pois na constituição é errado matar,(exerto para os legisladores,eles podem matar em nome da lei e da ordem).
      Lembre-se,na ocasião à lei tinha principios religiosos e também direitos civis,a influencia da religião era forte sobre a lei nos antigos tempos.
      Se um judeu ou Israelita matasse a outro como ele, seria julgado pelos sacerdotes e levitas,e seria morto também como punição.

      Vc fala como se eles matassem simplesmente, por pervesidade ou sem motivos constitucionais,e na História não rola assim com esta imparcialidade.

      Excluir
    7. AnônimoApr 19, 2012 05:41 PM

      Mas, lembre-se que o foco da questão não são as leis dos homens, mas, sim, os mandamentos de Deus. O que se discute é sobre o "não matarás".

      Eu demonstrei que, exatamente, logo após Moisés descer do monte Sinai com as tábuas dos 10 mandamentos ele, em nome de Deus, mandou que se matassem vários "irmãos". Por que? Porque eles estavam adorando o "Deus errado" e o "Deus verdadeiro" ficou bravinho.

      O que se demonstra é que o "não matarás" nunca foi respeitado. Quando se mata em nome de Deus não se pode alegar que isso foi para manter a ordem social ou outro motivo HUMANO.

      Excluir
  10. OHHHH MY CIENCE só podia dar nessa m**** isso que dá juntar um skinhead com um cristão fanático,anyway se até um grupinho qualquer de cristãos racistas tem uma bandeira legal pq a nossa é tão feia e sem nexo...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Alto lá! Tire os skinheads dessa história pq tem muita inverdade por detrás desse negócio dos skinheads como racistas e xenófobos ultra-radicais e violentos! Primeiramente os skinheads jamais poderão ser racistas ou xenófobos já que a origem dos mesmos veio da mistura dos imigrantes jamaicanos (negros) com os operários das indústrias de Londres e dos estivadores do porto, afora que surgiu como cultura de solidariedade entre os trabalhadores.
      Só a partir da década de 80, e após o revival skinhead de 1977 vindo junto com os punks, que os partidos de extrema-direita europeus começaram a ver nessa juventude perdida um filão pra propagação de suas idéias racistas, e como se sabe sempre existe uma laranja podre em qualquer grupo (afinal somos todos humanos e passíveis de erros) e surgiram os militantes dos partidos de extrema direita como os militantes do National Front (inglês) e do NSDAP (alemão ocidental) com tendências racistas e xenofóbicas. Juntou com os velhos discursos de criminalização do imigrante (que está ressurgindo na Europa) e eis que surgiram os White Powers (aqui no Brasil o mais próximo são os Carecas, mas tb existem White Powers espalhados pelo sul do país e em SP).
      Os casos de violência causados por esta minoria acabou servindo de combustível pra jornais sensacionalistas de toda espécie e acabou que os skinheads que não tinham nada haver com isso, acabaram sendo timbrados como tal comparados aos mesmos White Powers que os mesmos combatiam. Portanto só peço que antes de acusar qualquer um pesquise.
      Existem excelentes livros que podem levar um pouco de esclarecimento sobre isso, mas infelizmente são poucos pois não se torna muito interessante pros grupos majoritários um esclarecimento melhor sobre quem é quem.
      - MARSHAL, George. A Bíblia do Skinhead (Tradução de Glauco Matoso). São Paulo: trama Editorial, 1993.
      - COSTA, Márcia Regina da. Carecas do Subúrbio: Caminhos de um nomadismo moderno. São Paulo: Musa Editora, 2000.

      Excluir
  11. Breivik, ele é o cara, ficou famoso, um maluco e não teme a morte. Vida a ele, precisamos estudar uma mente dessa.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. A sua também.

      Excluir
    2. E também de muitos ateus.

      Excluir
  12. O cara é tão malandro, que reclama a dos imigrantes muçulmanos que ao invés de fazer um atentado numa mesquita ou bairro muçulmano, ele vai e explode uma bomba no centro da cidade e atira em noruegueses.

    Seria o mesmo que um muçulmano colocar um carro bomba numa mesquita para protestar contra o cristinismo

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Bem observado.

      A estória do atirador norueguês permanece muito mal contada.

      Mas, obviamente, certos "jornalistas", "progressistas", militantes ateus et caterva vão continuar com a abordagem que lhes convém e dando seqüência ao conto da carochinha que interessa à sua própria agenda política.

      Excluir
    2. Nossa, temos um vidente comentando no blog!
      Ja que vc preve o futuro, que tal me dizer os números premiados da próxima megasena?

      Excluir
    3. Não é uma questão de "vidência".
      É EVIDÊNCIA, baseada no que vemos os ateus e comparsas fazendo o tempo todo.
      Já sabemos que eles vão continuar com sua mentirada costumeira.

      Excluir
  13. Este cara não é cristão,ele criou a própria religião dele.

    ResponderExcluir
  14. Heheh, tava demorando para alguém dizer isso com as palavras exatas.
    Chega a ser engraçado. É tipo quando uma criança quebrou alguma coisa, você sabe que foi ela, mas ela diz que "já estava assim quando eu cheguei" - exatamente o que você esperava que ela falasse, porque é o que todas dizem. É tão clichê que chega a ser engraçado.

    ResponderExcluir
  15. Tipica falácia do apelo ao emocional.
    Antes de comentar leia as reportagens dos jornais norueguêses não somente a postagem do blog.
    seja inteligente não se prenda a apenas uma fonte.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. A quem vc esta se referindo? Deixa de ser pombo enxadrista..

      Excluir
    2. As minhas palavras são para o Israel:
      Tipica falácia do apelo ao emocional.
      Antes de comentar leia as reportagens dos jornais norueguêses não somente a postagem do blog.
      seja inteligente não se prenda a apenas uma fonte.

      em resposta ao anônimo Apr 19,2012 05:37 AM

      Excluir
    3. Você não faz a manor idéia do que significa falácia do apelo emocional, né?

      Excluir
  16. Saudades da boa e velha União Soviética, lugar onde este terrorista assassino poderia ser fuzilado ou mandado para os campos de trabalho.

    ResponderExcluir
  17. Absolvição ou morte, é o pedido dele!
    Mas, nada como o tempo pra azedar as convicções.
    Ele deve ser preso até que a velhice e a doença o alcancem.

    ResponderExcluir
  18. A VERDADE!

    Atirador norueguês, está mais para ateu do que para "cristão."

    O manifesto afirma o seu autor é "100 por cento cristã", mas ele não é "excessivamente religioso" e se considera um " cristão cultural "e um" moderno cruzado ". Sua manifesto afirma "Eu não vou fingir que sou uma pessoa muito religiosa, como isso seria uma mentira", chama a religião uma muleta e uma fonte para a elaboração força mental, e diz: "Eu sempre fui muito pragmático e influenciou pelos meus arredores seculares e meio ambiente ", a respeito do termo" cristão cultural "que ele diz significa preservação da cultura europeia, ele observa que" É o suficiente para que você é um agnóstico cristão ou um cristão-ateu (um ateu que quer preservar, pelo menos, os princípios básicos do legado cultural europeu cristão ...) " Além disso, Breivik afirmou que "eu e muitos mais como eu não têm necessariamente uma relação pessoal com Jesus Cristo e Deus ". No entanto, ele afirmou que planejou a orar a Deus em busca de sua ajuda durante seus ataques.

    http://en.wikipedia.org/wiki/Anders_Behring_Breivik#Religious_and_political_views

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Huahauahauahauahuahauah

      A gente morre e não vê de tudo. E eu achando que já tinha visto as piores demonstrações de desespero do Cristão-Fernando... Mas ele sempre consegue se superar.

      Excluir
    2. /facepalm

      Cristão-ateu. WTF????
      Ah sim, deve ser o Botton.

      O Israel Chaves tem razão. O cara é louco, só isso.

      Excluir
    3. Qualquer pessoa SENSATA ao ler esse trecho pode concluir que o cara:
      É um louco.
      NÃO é ateu.
      Cristao-fernando quer tirar a religiao dele da reta a qualquer custo.

      Excluir
    4. Filho de Abraão como sempre falando merda e se expondo ao ridículo aqui na internet enquanto o pasterco do chiqueiro, ops! digo! igreja que ele frequenta está queimando o dinheiro do dízimo que ele paga com garotos de programa, supositórios de cocaína e pedofilia.

      Excluir
    5. Filho de Abraão, cê não é o brother que quase perdeu a cabeça, por pouco, se não fosse o aviso de um anjo dizendo para seu pai que estava indo longe demais tascando a peixeira como Javé ordenara? Que raiva do anjo! Que custava ter feito pipi no meio do caminho, dava tempo de curtir o abate!

      Excluir
  19. Os atos praticados por fanáticos religiosos no mundo tende a aumentar...

    ResponderExcluir
  20. O Assassino Anders Behring era Cristão ou não?

    Um dos meus leitores me escreveu fazendo a seguinte alegação:
    “... aí vai mais uma cria do cristianismo: "Anders Behring Breivik", que se apresenta como cruzado e fundamentalista cristão, o assassino em massa da Noruega acusado pela morte de 93 pessoas, que é anti-islamico, racista, e que considerava o Brasil uma m...”

    O Assassino Anders Behring era Cristão ou não?


    Em uma procura rápida pela internet voce poderá constatar o poder de DESINFORMAÇÃO da internet. A pergunta é: O Assassino norueguês Anders Behring era Cristão fundamentalista ou não? Oh Anders Behring, voce é Cristão fundamentalista?

    Ninguém melhor do que ele mesmo para responder a estas perguntas não é? Ele deixou uma grande quantidade de material ainda disponível na internet. Aqui esta o Manifesto do Assassino http://www.breiviksmanifesto.com/ . A historia explica mas não justifica. Então o que eu vou fazer é simplesmente deixar que ele responda a estas perguntas:

    ResponderExcluir
  21. CONTINUAÇÂO :O Assassino Anders Behring era Cristão ou não?

    O Rafik pergunta: Como foi que voce começou a ODIAR os muçulmanos?

    Ele conta no seu dossiê que ele começou a observou que a imigração de muçulmanos estava afetando a qualidade de vida na Noruega. Ele também presenciou muitas vezes, Noruegueses serem atacadas por gangs de muçulmanos. Ele relata o seguinte:

    “É um milagre como eu consegui passar pelos meus anos de vulnerabilidade sem ter sido atacado pelas gangs de muçulmanos uma única vez. Eu sei que existem centenas e ate milhares de incidentes todos os anos (eu pessoalmente presenciei cerca de 50 incidentes) onde os jovens Norueguesas entre 14-18 anos de idade serem agredidas, espancadas, estupradas e roubadas e a cada ano está ficando pior. Eu realmente não invejo as novas gerações e os desafios que eles enfrentarão sobre a subjugação muçulmana.”

    Então ele não aprendeu a odiar com os versos da Bíblia do Antigo Testamento? Não foi na escola dominical ou na missa que ele aprendeu que devemos odiar aqueles que nos agridem, espancam, estupram, e roubam?

    Parece que o problema começou quando ele se deparou com o problema da imigração. No entanto ele também relata que se tornou amigo de alguns paquistaneses mas também observou que os ataques se tornavam mais freqüentes e concluiu que o problema era a “imigração islâmica” que estava destruindo o seu pais. Foi neste ponto que ele passou a estudar a religião Islâmica. Quanto mais ele OBSERVAVA E ESTUDADA o Islam mais ele CONCLUÍA que o problema não era tão somente a imigração mas principalmente o Islam.

    Ele tentou entrar na política para dar uma solução a este problema, mas as portas lhe foram fechadas. Ele então tentou levar o assunto a imprensa, mas a imprensa também o chamava de islamofobico.

    Foi durante esta época que ele chegou a conclusão que uma solução pacifica era impossível. Foi somente então que ele começou a desenvolver uma atitude de apologia a violência e a crueldade para se resolver os problemas da Noruega.

    Bom, como ja sabemos, a historia explica mas não justifica. POREM a acusação foi que ele aprendeu a ter ódio baseado nos seus princípios cristãos fundamentalistas. Não é engraçado que ele mesmo nunca descreveu que o Cristianismo lhe ofereceu qualquer base para a violência?

    ResponderExcluir
  22. CONTINUAÇÂO: Anders Behring era cristão ou não ?

    O Rafik pergunta: Onde voce aprendeu que matar pessoas seria a solução para os problemas? Foi na Bíblia?

    Como eu ja disse acima, ele tentou entrar na política mas percebeu que qualquer um que questionava o Islam era chamado de racista e era marginalizado. Ele percebeu que criticar o islam era uma perda de tempo e que tentar fazer isso democraticamente era ilusão.

    “Não faz nenhum sentido participar de um processo democrático quando você não pode levantar questões importantes, sem estar sujeito a perseguição política e social através da estigmatizacão e do ridículo. É hora de reconhecer que nós, os conservadores culturais da Europa Ocidental, estamos nos enganando ao pensar que é remotamente possível mudar o sistema democraticamente.”

    Interessante que ate agora ele não fala nada de que a Bíblia o inspirou. Mas ele continua e diz que em 2000 ele concluiu as suas tentativas de se lidar com o problema da imigração e do Islam foram bloqueadas pelos políticos e pela imprensa. Ele percebe que a imprensa tinha culpa em tudo o que estava acontecendo sem oferecer ao publico a verdade sobre o Islam. Ele então explica o próximo passo:

    “Para se penetrar nesta cultura da censura da mídia marxista e multiculturalista, somos obrigados a usar operações expressivamente mais brutais e de se tirar o fôlego, que resultem em vítimas. Para que o ataque ganhe influencia, assassinatos e o uso de armas de destruição de massa deverão ser empregadas”

    Voce não esta decepcionado que ate agora ele não usou nenhum verso da Bíblia para matar aos infiéis? Então todo este ódio se deve a que ele vê o problema e não pode resolver o problema de forma pacifica? Se ele fosse cristão fundamentalista ele não saberia que é justamente a violência que Jesus condenou? Sera que o exemplo de Martin Luter King Jr não fez nenhum efeito?

    Anders Behring so via uma possibilidade para se quebrar as barreiras que a mídia e a política tinham criado em torno do islam: o uso da violência.
    O mais interessante é que Anders Behring usou uma frase que John Kennedy disse em 1962: “Aqueles que tornam impossíveis as revoluções pacificas, farão as revoluções violentas inevitáveis.” Em 1999 ele relata que ja tinha intenções de fazer algo chocante e violento. Voce não estava esperando mais deste suposto “cristão fundamentalista”! Em vez de citar a Bíblia ele cita um presidente americano! Que Cristão é esse que nunca cita a Bíblia?

    Ass: Durval Almeida

    ResponderExcluir
  23. CONTINUAÇÂO : Anders Behring era cristão ou não ?

    O Rafik pergunta novamente: Onde voce aprendeu mesmo que matar pessoas ajuda a solucionar problemas? Anders Behring revela que ele APRENDEU estas táticas com os próprios terroristas muçulmanos:

    “Os muçulmanos nos mostraram que os ataques chocantes e mortais são as únicas ferramentas que temos ate o momento que irão nos garantir que nossa voz seja ouvida.”

    Vejamos se voce prestou atenção ate aqui: Escolha a resposta certa:
    Quem foi que deu a inspiração para Anders Behring se tornar um terrorista?

    Khalil Gibran
    Mickey Mouse
    Jesus

    Os Três Patetas
    Rambo
    Islam

    Voce acertou? As loiras que me perdoem por ter feito uma pergunta tão difícil. Pense bem! Quem diria que foi o próprio Islam que inspirou aquele doido a fazer o que fez? Não é bom ouvir a historia da própria pessoa em vez de ouvir de terceiros?

    ASS; Durval almeida.

    ResponderExcluir
  24. Não podem presenteá-lo com a morte, seria tudo o que ele queria, pois sua intenção é virar um mártir. O que ele tem é que ser preso, por pena máxima, numa instituição psiquiátrica de segurança máxima. Esse seria seu pior castigo. Como cristãos fanáticos tem orgasmo de se desfazer da própria vida. Todos querem morrer, todos acham que não pertencem a este mundo, pois que se matem, mas não matem quem não tem nada a ver com seus delírios, seus canalhas! Ass: Winston Smith

    ResponderExcluir
  25. CONTINUAÇÂO : Anders Behring era cristão ou não ?

    O Rafik pergunta: Porque a mídia e os muçulmanos se apressaram em chamar Anders Behring de terrorista cristão fundamentalista, quando ele mesmo deixou milhares de paginas explicando que ele tirou a inspiração no proprio Islam?

    O Rafik pergunta: Oh Anders conta ai pra gente que tipo de cristão voce é!

    “Se você tem um relacionamento pessoal com Jesus Cristo e Deus, então você é um cristão religioso. Eu e muitos outros como eu, não temos necessariamente uma relacionamento pessoal com Jesus Cristo e de Deus. Nós, porem, acreditamos no cristianismo como uma plataforma cultural, social, identidade e moral.”

    Como é? Ele não tem um relacionamento pessoal com Jesus e com Deus e somente adota o cristianismo como uma plataforma cultural? Ele referiu a si mesmo como um “Cristão ateu”. Note que ele mesmo definiu corretamente quem é um cristão religioso: “Aquele que tem um relacionamento pessoal com Jesus e Deus” e ele mesmo diz que ele não faz parte deste grupo de pessoas. Voce não acha isso significante? Mas porque a mídia ocultou isso de voce?

    Então o próprio Anders Behring se considerava um cristão cultural e que não seguia os ensinos e exemplo de vida de Jesus.

    O estilo de Cristianismo de Anders Behring Breivik não tem nada a ver com devoção a Deus mas sim como cultura. Tudo indica que a religião em si não tinha a mínima importância para Anders. Tudo o que ele queria defender era a sua IDENTIDADE CULTURAL que a fé cristã criou na Europa.

    “Com respeito a minha relação pessoal com Deus, eu penso que não sou um homem muito religioso. Eu sou antes de tudo um homem de lógica. No entanto, eu sou um defensor de uma Europa cristã mono cultural”.
    Ele acredita na lógica e defende a cultura européia? E Jesus e a Bíblia e Deus?

    Eu não vou fingir que sou uma pessoa muito religiosa, que seria uma mentira. Eu sempre fui muito pragmático e influenciado por meu ambiente secular. Me lembro que no passado, eu costumava pensar: “A religião é uma muleta para as pessoas fracas”. Qual é o objetivo em se crer em um poder superior, se você tem confiança em si mesmo? Patético.”

    Esta frase so poderia ter saído de algum que é com certeza de alguém muito religioso, voce não acha? Mas porque a imprensa e a comunidade islâmica nunca apresentam estes fatos? O terrorista norueguês não pode ser enquadrado na categoria de cristão religioso e sim na categoria de agnóstico.

    Ass: Durval Almeida

    ResponderExcluir
  26. CONTINUAÇÂO : Anders Behring era cristão ou não ?

    O Rafik pergunta: Oh Anders fala pra gente qual foi a influencia da Bíblia e dos ensinos de Jesus no seu ataque terrorista? A visão dele sobre o islam foi moldada pelos ensinos da Bíblia? Ja esta mais do que claro que o Cristianismo e os ensinos de Jesus não tiveram nenhum efeito sobre a vida de Anders e na sua decisão de matar aquelas pessoas.

    Um cristão verdadeiro é aquele que ama os ensinos de Jesus, que entesoura estes ensinos no seu coração e os segue. Jesus mesmo disse: “Vós sois meus amigos, se fazeis o que vos mando.” (João 15:14) Não existe outra forma de ser AMIGO de Jesus. Um cristão não é aquele que nasceu em uma cultura influenciada pelos ensinos de Jesus. Um cristão verdadeiro é aquele que vive uma vida de coerência com os ensinos da Bíblia e de Jesus.

    Jesus disse que devemos amar os nossos inimigos: “Eu, porém, vos digo: amai vossos inimigos, fazei bem aos que vos odeiam, orai pelos que vos maltratam e perseguem. (Mat 5:44). A Biblia diz que quem AMA procede de Deus e aquele que ODEIA o seu próximo procede do DIABO. A Bíblia diz que devemos estar em paz com todas as pessoas, e que devemos orar pelos nossos governantes e que devemos honrar a todas as pessoas.

    Se uma pessoa então começa a dar tiros em adolescentes e a matar outros seres humanos fica evidente que esta pessoa não sabe nada sobre os ensinos de Jesus e que não segue os ensinos dele. O próprio Jesus disse que estes não sao dignos de serem chamados seus seguidores.

    Então quem era o assassino da Noruega Anders Behring Breivik? Ele era um racista, anti comunista, anti imigração, anti Islam, um secularista fundamentalista e um cristão NOMINAL e cultural.

    A imprensa culpa e condenar todos os ATEÍSTAS pelos crimes de Mao Tse Tung, Stalin, Pol Pot entre outros? Estes senhores na tentativa de se criar uma sociedade sem religião, mataram cerca de 100 milhões de pessoas, nem por isso todo ateísta é condenado.
    A imprensa culpa e condenar todos os AGNÓSTICOS pelo ataque terrorista de Oklahoma? Timothy James McVeigh se dizia um AGNÓSTICO. Ele dizia que a ciência era a sua religião. Nem por isso todo agnóstico é condenado.

    Mas então porque a imprensa culpou e condenou o CRISTIANISMO quando um SECULARISTA, (meio agnóstico) da Noruega se dizendo Cristão cultural e nominal, que nem sequer acredita na Bíblia e na mensagem da Bíblia? Não seria estranho culpar o CRISTIANISMO?

    Vocês possivelmente irão pensar que a mesma regra se aplica ao ISLAM. A coisa não é tão simples. Nos últimos 10 anos desde o ataque de 11 de Setembro ja ocorreram mais de DEZOITO MIL (18,000) ataques terroristas foram feitos em nome do Islam.

    O ateísmo, o agnosticismo, o budismo, o hinduismo, o cristianismo, entre outros não comanda ninguém a lugar contra os que não crêem na sua ideologia.

    Porem no Islam é diferente. O Islam é a ÚNICA RELIGIÃO DO MUNDO onde existe um comando explicito de se atacar e subjugar aqueles que não são muçulmanos. Os muçulmanos são comandados por seu próprio profeta e por suas próprias escrituras a matar e a dominar aqueles que não adotam o Islam como religião.

    O Islam é mais propenso a violência e ao derramamento de sangue, do que qualquer outra religião ou ideologia anti-religião.

    Ass; Durval Almeida

    ResponderExcluir
  27. CONTINUAÇÂO : Anders Behring era cristão ou não ?

    ONDE ESTÃO AS PROVAS? Nos noticiários, nos números de atentados terroristas ao redor do mundo e nos números de mortes em nome do Islam.
    
Thousands of Deadly Islamic Terror Attacks Since 9/11

    http://www.thereligionofpeace.com

    Perguntas para a sua reflexão:

    1. Quais são as evidencias que Breivik praticava o Cristianismo ou era membro fiel de algum estudo bíblico, ou freqüentava uma igreja regularmente?
    2. No Manifesto de Breivik, ele citou qualquer verso da Bíblia ou ensino de Jesus que explicava a razão dele ter agido daquela forma?
    3. Porque a Imprensa insiste em dizer que um terrorista islâmico que ora cinco vezes ao dia, memoriza o Alcorão e encontra toda a inspiração no exemplo de Mohammed e no Alcorão e que freqüenta regularmente as mesquitas, não são muçulmanos de verdade?
    4. Porque a imprensa erroneamente se nega a admitir que o Islam sanciona a violência?
    5. Se Breivik foi motivado pelo ódio ao Islam, então porque ele atacou um alvo que não tinha nada a ver com os muçulmanos?
    6. Qual foi a verdadeira inspiração para Breivik fazer um atentado chocante daqueles?

    Aguardo o seu comentário
    Rafik

    Ass: Durval Almeida.

    FONTE: http://rafik-rafikresponde.blogspot.com.br/2012/04/o-assassino-anders-behring-era-cristao.html

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Durval

      “Um cristão verdadeiro é aquele que ama os ensinos de Jesus, que entesoura estes ensinos no seu coração e os segue. Jesus mesmo disse: “Vós sois meus amigos, se fazeis o que vos mando.” (João 15:14) Não existe outra forma de ser AMIGO de Jesus. Um cristão não é aquele que nasceu em uma cultura influenciada pelos ensinos de Jesus. Um cristão verdadeiro é aquele que vive uma vida de coerência com os ensinos da Bíblia e de Jesus.”

      “1. Quais são as evidencias que Breivik praticava o Cristianismo ou era membro fiel de algum estudo bíblico, ou freqüentava uma igreja regularmente?”


      Que ridículo. Como é evidente a FALÁCIA DO ESCOCÊS.

      Excluir
    2. Um videozinho para você ver:

      http://www.youtube.com/watch?v=7BztYgSF2k0

      Excluir
    3. >>"Anders Behring era cristão ou não?"

      -Sim ele era cristão, o que é discutível é o fato dele ser um fundamentalista ou não, que foi destacado pela mídia. Creio que ele não matou em nome do cristianismo, mas sim em prol de uma sociedade européia homogenia. Eu li um pouco do manifesto escrito por ele, e um dos principais argumentos usados por ele, se não o mais, é que o multiculturalismo pode destruir uma sociedade, tanto é que ele cita o Brasil como exemplo. Ele acredita que o islamismo está destruindo a cultura dele, e que dialogar com os islâmicos é inútil, por isso usou das mesmas táticas de grupos extremistas islâmicos como o Al-Qaeda para ser ouvido e chamar atenção, para o que ele diz ser um problema [claro que isso não justifica o ato].

      O meu ponto é que o fato dele ser cristão ou não é irrelevante, pois ele defende a homogenia de suas terras, ou seja, o principal motivo dele ter feito tal ataque foi por xenofobia.

      Excluir
    4. Este comentário foi removido pelo autor.

      Excluir
    5. Porra, cansei dessa besteira se ele era cristão ou não, fará alguma diferença? Fará ele ser menos ou mais culpado pelos seus crimes? O que importa aqui é que ele é um assassino e esse é o ponto, céus que coisa mais chata.

      Excluir
    6. Acredita em Jesus Cristo e segue (ainda que de maneira distorcida) seus ensinamentos? Usa a Bíblia como fonte de referência para seu modo de vida, sejam valores morais ou explicações sobre o mundo? Diz fazer essas coisas?
      Se as respostas são sim, é cristão, e ponto final. Os outros cristãos gostem ou não.
      Da mesma forma que para ser ateu basta não acreditar em deuses, para ser cristão basta acreditar no cristianismo. Todo o resto é um bônus.

      Excluir
    7. Sabemos que na Bíblia existem contradições, aqui vai mais uma:"Porque nunca falei a vossos pais, no dia em que os tirei da terra do Egito, nem lhes ordenei coisa alguma acerca de holocaustos ou sacrifícios."
      Jeremias 7:22

      Excluir
    8. Por causa das contradições bíblicas, é que existem muitos cristãos que vão para a igreja e se concentram em cantar músicas gospel, não dando tempo de ler as contradições.

      Excluir
  28. Podem ter certeza, ele é um ateu marxista.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. E vc é um troll crente.

      Excluir
    2. Seu codinome no campo de treinamento KGB era Viking

      http://decryptedmatrix.com/live/norway-shooter-underwent-paramilitary-training-in-belarus/

      Na década de 60 os valorosos libertadores do Brasil voltaram com a cabeça cheia de idéias humanitárias e democráticas da China Cuba URSS. Mas nunca foram comunas tá?

      Excluir
    3. Fora o braço estendido com a mão fechada, é uma saudação esquerdista comuna

      Excluir
    4. O Templário parece estar com a razão, pois a saudação romana não é usada com os punhos cerrados, mas sim com a palma da mão estendida e virada para baixo. Isso parece ser uma saudação comunista, apesar dele ter dito que não é comunista em seu manifesto.

      Excluir
    5. Não, não é. É de extrema direita.

      Mas, foda-se, por que isso é importante?

      Excluir
    6. De fato, Luan, isso é irrelevante, pois ele não matou em nome do cristianismo, muito menos em nome do comunismo, matou em prol de uma sociedade europeia hegemônica [como eu já disse].

      Excluir
    7. Comunista ele não é, pois é anti-Marxista.

      >>"Q: If you were to coin a word for the ideology or movement you represent, what would it be?

      Cultural conservatism or a nationalist/conservative direction known as the Vienna school of thought. As for the political movement; I would describe it as a National Resistance Movement, an Indigenous Rights Movement or perhaps a Conservative Revolutionary Movement.

      Justiciar Knights are not an ideologically homogenous group. Many Justiciar Knight Commanders would probably reject some of my personal views as I would with theirs. Some are deeply Christian while some are Christian agnostics or even atheists. Some are individualists while others not so much so, some puritans. The primary factors that unites us is that we are all nationalists, anti-Marxist, anti-Islam(isation), we support indigenous rights and we are revolutionary, willing to martyr ourselves.
      "

      Fonte: http://www.breiviksmanifesto.com/interview/coin-a-word-for-your-ideology

      Excluir
    8. Bapho a imprensa joga que ele é de extrema direita (n sei porque)

      Lembra do caboclo terrorista da França? a imprensa se apressou a dizer que o atentado de extrema direita.

      E depois a folha de SP disse que o atentado foi um aviso ao presidente Sarkozy devido ao endurecimento das leis.

      De qualquer forma os caras sempre acham um jeito de culpar a direita.

      Viu só Sarkozy? os caras se sentem prejudicados e infelizmente são obrigados a cometer atos terroristas

      E pior, a mesma imprensa disse que era um ato isolado mas logo depois vem um grupo terrorista apoiando o cara.

      Excluir
    9. Ele fez uma salada de ideologias.

      Mas de qualquer forma foi fazer treinamento na treinamento na bielorussia comuna.

      Excluir
  29. AnônimoApr 19, 2012 06:37 AM
    CONTINUAÇÂO : Anders Behring era cristão ou não ?

    Sim, cristão.

    Agindo naturalemente como tal.

    Próxima pergunta?

    Att.,

    Espancador de Pastores

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Falácia do Apelo a Ignorância.
      Já que vc não sabe o que significa vou explicar:
      Está evidente que o Anders Behring era um psicopata xenófobo, e vc nega isto sem lógica existente.

      Além de vc elaborar a (F.F.A)Falácia da Falsa Analogia vc está com o famoso
      O Complexo do Pombo Enxadrista,a evidencia são suas afirmações.

      Excluir
    2. Ninguém disse que ele não é xenófobo.
      Mas ele, além disso, também é cristão.
      Só é possível ser uma coisa ao mesmo tempo? E não seria a junção das duas coisas, xenofobia e cristianismo, mais alguns outros fatores como o cara ser doido de pedra, que causaram a catástrofe?
      Podem dizer que ele é o que quiserem, ele é mesmo um monte de coisa. E uma delas é ser cristão. Parem de tentar fingir que ele não é, vocês sabem que sim.
      Falácia do escocês também é feio, sabe?

      Excluir
  30. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  31. Durval Almeida. Texto muito esclarecedor para quem anda na luz e esta na luz, os ateus estão nas trevas como o Anders Behring.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eh! Pelo visto você não cansa de excretar suas besteiras por aqui, né?!

      Excluir
    2. O texto é de um blogue cristão especializado em difamar o Islã.

      Quanto amor e compreensão cristãs.

      Excluir
    3. Se fosse um blog ateísta especializado em difamar o cristianismo, aí beleza! Seria uma fonte válida e confiável.

      Excluir
    4. O Deus de Amor, joga o pecador no inferno. Quando permanecem no pecado.

      Excluir
    5. Pelo pecado que ele mesmo foi a causa.

      Excluir
    6. >>"O Deus de Amor, joga o pecador no inferno."

      -Mas quanto amor, hein?!

      Excluir
    7. "O Deus de Amor, joga o pecador no inferno."

      Será possível que esses crentes não conseguem ver a lógica furada de frases absurdas como essa?

      Excluir
    8. "O Deus de Amor, joga o pecador no inferno".

      - Você realmente leu essa merda que escreveu, Filhote de Abraão?! Essa é a contradição mais absurda que já li!

      Excluir
    9. Este comentário foi removido pelo autor.

      Excluir
    10. "O Deus de Amor, joga o pecador no inferno."

      Sim, porque Ele é também é o Deus de justiça.

      Excluir
    11. >>"Sim, porque Ele é também é o Deus de justiça."

      -Ah sim, Deus da justiça... claro... não importa o quão benevolente foi a pessoa, ela irá para o inferno por não acreditar nele, por ser gay, por pertencer a outra religião [dizem que estas vão para o Limbo], entre outras "justiças" divinas.

      Deus da justiça por deus da justiça, eu fico com Diké, Tyr e Maet, garanto que estes são mais justos.

      Excluir
    12. Voce Ja mentiu? Ja roubou ou furtou algo mesmo pequeno? Ja adulterou? Então voce é um pecador.

      O salario do pecado é a morte.

      Excluir
    13. Uuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuh... Hipócrita!

      Você já mentiu Filho de Abraão?
      Com certeza já, assim como todos nós, portanto já que o preço do pecado é a morte, mate-se. Faça isso em nome de seu "benevolente" Deus.

      Seus argumentos são ridículos Filho de Abraão, se é que eu posso chamar isso de argumentos.

      Excluir
    14. AnônimoApr 19, 2012 02:52 PM

      "Se fosse um blog ateísta especializado em difamar o cristianismo, aí beleza! Seria uma fonte válida e confiável."

      Depende. Se existissem evidências para suportar as críticas feitas.

      Excluir
    15. Baphomet, para encerrar essa conversinha, SIM já cometi muitos pecados e sou pecador. Mas me esforço a cada dia para abandona-los cada vez mas POIS DEUS DA GRAÇA AOS HUMILDES. Pois o amor de Deus garante perdão ao pecador arrependido.

      Excluir
    16. Eu sou o Exú que ando montado no meu cavalinho ele manda eu sair dar pulos eu me divirto em cima do meu cavalinho chamado cristão fernando.

      Excluir
    17. Adão pecou e não morreu no dia em que pecou. O salário de Adão foi pago com atraso.

      Excluir
    18. Este comentário foi removido pelo autor.

      Excluir
    19. Filho de Abraão:

      Então, de fato, seu Deus é muito "justo" e "benevolente", pois não importa se a pessoa seja melhor do que você, pelo simples fato de não crer já está condenada, agora se a possa é assassina, estripadora, ladra, etc. e acredita em Deus não tem problema, pois Deus perdoa em que nele crê. Muito interessante o senso de justiça do seu deus.

      Como eu já disse Filho de Abraão, já que o preço do pecado é a morte, como você cegamente afirma, então faça um bem para a humanidade, mate-se.

      Continuo afirmando que Diké, Tyr e Maet, com certeza, são mais justos que o deus de Abraão.

      Excluir
    20. Eu já disse isso , por exemplo o maníaco do parque estrupador e assassino fez várias vítimas destruiu várias família e por exemplo se a mãe de uma dessas vítima do maníaco do parque for ateia não basta o sofrimento de ter visto a filha dela ter sido morta por um maníaco e ainda assim depois de tanto sofrimento vai sofrer mais vendo o maníaco do parque indo para o céu porque aceitou jesus se converteu e etc e ela a mãe ateia que teve sua filha morta pelo maníaco do parque tendo que ir para o inferno só porque era ateia. Só um doente mental perturbado pra não perceber as constrigências deste deus assassino e ainda quer pagar de moralistas estes negativo.

      Excluir
  32. Segundo o racio(símio) de alguns aí, basicamente: se ele era cristão, não era um verdadeiro cristÃO, ou seja, era um fanfarrÃO. Se era ateu: malditos comedores de criancinhas!

    ResponderExcluir
  33. O Deus de Amor, joga o pecador no inferno

    bipolar.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Para que todos pensem um pouco,e discutam civilizadamente o tema(ciencia e religião farão as pazes ?) que não está em questão aqui.

      Eu deixo esta pequena trollagem educacional,que são as considerações de um dos maiores filósofos da história contemporânea:

      Feyerabend, Paul (1924-1994)

      Filósofo da ciência americano, de origem austríaca, que advogava a inutilidade da própria FILOSOFIA DA CIÊNCIA. Segundo Feyerabend, qualquer tentativa de identificar um método, ou sequer um conjunto de métodos, na história da ciência está condenada ao fracasso. Isto acontece porque, segundo ele, a ciência tem tanto de racional — e de irracional — como qualquer outra actividade humana, seja ela a religião, a alquimia ou o ocultismo. O chamado "sucesso" da ciência deve tanto à razão como ao desleixo, ao caos, ao acaso, à incompetência, à retórica ou ao oportunismo dos cientistas. Longe de se procurar eliminar estes aspectos, é até desejável que eles actuem livremente no seio da ciência. Por isso Feyerabend se opõe à ideia de método e defende uma concepção anarquista da ciência. Considera também irrelevante a questão de saber o que distingue a actividade científica de outras actividades não-científicas. As ideias de Feyerabend, principalmente defendidas em obras como Contra o Método (1975; trad. 1993, Relógio d'Água) e Adeus à Razão (1987; trad. 1991, Edições 70).

      Esse cara tinha um intelecto singular,o que ele afirma é realmente interessante.

      Excluir
    2. AnônimoApr 19, 2012 06:03 PM

      Sua postagem (que por si só não é "trollagem", mas está fora de contexto com o post do autor do blog). Melhor copiar e colar em outro post mais condizente.

      Sendo conciso: o método científico, mesmo não sendo perfeito, não pode ser comparado à religião e ao misticismo, quando se fala de razão conjugada com experimentação. Há o caos, há o acaso e há o oportunismo, mas somente através do método científico podemos por ex. sintetizar vida e matéria, ou estarmos mais próximos do conhecimento. Como falei, copie e cole em outro lugar mais condizente.

      Excluir
    3. As palavras do grande filosofo,são antagônicas as suas,prefiro ficar com a opinião dele,concordo que a ciência não é o método mais eficaz para se explicar tudo,ele deixou claro isso através dos muitos estudos feitos por ele.

      O cara é um gênio da filosofia,muito inteligente.

      Excluir
    4. Anônimo de Apr 20, 2012 07:40 PM
      Ok, o próximo passo é criar um culto à ele, daí daqui a alguns séculos haverá gente como o atirador norueguês (para não fugir do tópico) disposta a matar pela verdade revelada. OBVIAMENTE, o que escrevi aqui é hiperbólico, mas analise o que você escreveu. Coloque alguém no pedestal e fatalmente quebrará a cara. Newton por exemplo é considerado um dos mais brilhantes cientistas da história, mas ele também escreveu algumas bobagens (como as interpretações literais da bíblia etc.). Pessoalmente me interesso muito por filosofia da ciência, e levo muito em conta as opiniões de Karl Popper. Até fiquei interessado em ler o que Feyerabend escreveu (vi que no Amazon o livro "Against Method" é bem cotado), mas, depois desse endeusamento desnecessário... Talvez leia daqui a alguns anos, pois minha lista de livros a ler é mais extensa que minha miserável (assim como a sua) vida.

      Excluir
  34. Faz muito sentido o pensamento deste ser repugnante. "Tem muito muçulmano aqui, por isso vou sair e matar alguns NORUEGUESES." Fazendo uma analogia, isso é o mesmo que tomar veneno pra evitar que alguém lhe envenene.

    ResponderExcluir
  35. Toda ideologia (grupos) seja lá qual for cria extremistas mesmo que involuntáriamente.Desta maneira podemos observar que dogmas e doutrinas não são exemplos de moral e ética.

    ResponderExcluir

Postar um comentário