Pular para o conteúdo principal

'Conheço a história de um Testemunha de Jeová que abusou de uma criança'

Depoimento de um ex-TJs
Eu conheço uma história em que um certo senhor abusou de uma criança até ela completar seus 14 ou 15 anos de idade. Não sei ao certo a idade em que começou o abuso, mas ela tinha menos de 10 anos. Era uma menina. Um detalhe é que esse senhor era Testemunha de Jeová já por décadas. A criança não. Ninguém da família da criança era da religião.

Ela não tinha ligação com a família desse senhor. Ele, enquanto ainda abusada da criança, foi designado Servo Ministerial e se manteve nesse cargo até que a criança, já com seus 14 ou 15 anos, contou toda a história para a sua mãe.

A mãe da criança denunciou o caso para a polícia. O senhor quando soube disso fugiu para o interior do Estado e chocou toda a Congregação. Ela foi desassociado. Muitos da Congregação nem sabem direito da história.

Contar para a polícia, sem passar por anciãos, é muito melhor.

No caso de um assassinato, será que uma Testemunha de Jeová irá falar para os anciãos primeiro? Acho que não. Teria que ter duas testemunhas também? (Isso envolve uma pessoa ou alguma prova material do que eles consideram pecado - Isso são duas testemunhas: Duas pessoas ou uma pessoa com prova material).

O que é considerado crime em um país deve-se denunciar para as autoridades locais. Nunca para religiosos. Isso é ser ingênuo. A religião só quer causar impressão de sua pureza. Tem nada de Deus no meio disso.

O caso desse senhor me chamou atenção para uma coisa curiosa.

As Testemunhas de jeová dizem que é o Espírito Santo que designa os Anciãos e Servos em um Salão do Reino. Mas se esse senhor já abusava dessa criança por muitos anos e só depois se tornou Servo Ministerial.

Rntão quer dizer que o Espírito Santo designa pessoas que cometem pedofilia? É uma pergunta honesta. Está claro para mim que não parece ser o caso. São coisas puramente humanas. Não tem nada de Divino nisso.

Antes que alguém diga que eu só estou falando o que ouvi, saiba que eu era Testemunha de Jeová e conhecia esse senhor e posso garantir que ele nunca transpareceu ser a pessoa que é agora. Era alguém que todos confiavam e aparentava ser de boa moral. Tanto é que foi designado Servo Ministerial. Ele saiu da cidade em fuga, literalmente. Não se sabe do paradeiro dele até o momento.

A religião lhe ensinou a cometer esse crime? Claro que não! Mas esse relato mostra que essa religião manteve um homem que comete crimes e depois de causar uma desgraça na vida de uma criança e só por ter sido denunciado por pessoas que não são da religião, foi que ele foi desassociado.

Não estou criticando quem está ainda na religião, mas como eu disse, não tem nada de Espírito Santo nas designações. Todos nós erramos, mas dizer que é A Verdade e que o E.S faz designações de criminosos, é o cúmulo da ingenuidade.

Por qual razão o E.S iria designar uma pessoa que cometia um crime horrível desses? Não estou falando de "achismos", conheço o caso.

Se você quer ficar na religião, a escolha é sua. Mas vá sabendo desses defeitos que podem custar a vida de alguém.

A criança (hoje adolescente), já tentou se matar. O senhor, sumiu. E no Salão do Reino, será que tem mais alguém cometendo algo do tipo e mesmo assim tem cargos importantes? Ah, mas deve-se ficar na religião por Jeová e não pelos erros e acertos dos outros! Ok! Mas com esse relato e fama negativa que cresce entre e sobre as T.J, será que é mesmo Jeová que cuida dessa religião?

Os erros cometidos são diferentes na ordem dos erros de pessoas relatadas na Bíblia. Não misture as coisas.

Exemplo: Davi foi designado rei sobre Israel, mas cometeu o assassinato de Urias. Veja! Um homem de Deus cometeu um erro dentre o povo de Deus. Sim, mas Davi foi punido pelo seu erro.

E outra coisa é que Davi foi designado rei décadas ANTES de matar Urias. Então Deus não sabia que ele iria matar ou a omnisciência de Deus não é como você pensa.

Diferentemente do relato do senhor que descrevi. Davi cometeu erros enquanto era rei também, mas foi punido pelo próprio Deus, segundo o relato. Nada disso aconteceu com o relato desse senhor. São casos diferentes.

Família da
menina não
era da religião




Saiba por que a seita Testemunhas de Jeová é um paraíso para pedófilos

MP-SP faz busca de provas de abuso infantil em salões das Testemunhas de Jeová

Corpo Governante das Testemunhas de Jeová abrigou molestador por 36 anos

41 pessoas contam a jornal que foram abusadas por Testemunhas de Jeová

Comentários

Emerson Santos disse…
Espírito Santo nomeia os anciãos ... Ah tá
Anônimo disse…
O Espírito de Porco que nomeia os anciões dessa seita.
Anônimo disse…
Vocês só publicam comentários favoráveis ao que o blog escreve?

Posts + acessados hoje

Derrota de Crivella abala projeto de poder de Bolsonaro e o de Edir Macedo

Bolsonaro impõe sigilo em telegramas de interferência em crise da Universal em Angola

'Penha me transformou em monstro', afirma ex-marido