Pular para o conteúdo principal

Justiça impede construção de estátua de São Sebastião de R$ 3,175 milhões

A Justiça de São Sebastião (SP) anulou o decreto do prefeito daquela cidade litoriana que autorizava o gasto de R$ 3,175 milhões para construior uma estátuda do padroeiro do local.

A pedido da Atea (Associação Brasileira de Ateus e Agnósticos), o juiz da 1ª Vara Cível de São Sebastião, André Quintela Alves Rodrigues, já tinha suspendido em março de 2020 liminarmente (em caráter provisório) a edificação no Morro do Araça.

Na época, o prefeito Felipe Augusto argumentou que a estátua de 40 metros ia incentivar o turismo religioso na cidade.

Agora, em sua decisão definitiva, o juiz Rodrigues, concordando com a ação civil pública da Atea, afirmou que os recursos devem ser destinados para resolver problemas graves de infraestrutura.

“A cidade é carente de infraestrutura básica, como o sistema viário e o de saneamento básico, o que causa transtornos nas temporadas, como engarrafamentos e lentidão no trânsito e falta de água, bem como saturação dos serviços de atendimento médico de urgência e de coleta de lixo, entre outros serviços públicos, o que é notório em toda a região do Litoral Norte”, afirmou.

Ressaltou que a vocação da cidade é o ecoturismo e não o turismo religioso.

Ainda assim, de acordo com o juiz, se o prefeito estiver preocupado com o patrimônio cultural, ele deveria cuidar da manutenção, preservação ou restauro arquitetônico, inclusive de origem religiosa, como “as capelas caiçaras centenárias, sítios arqueológicos e o próprio centro histórico da cidade, composto de vários quarteirões tombados”.

São Sebastião, na
versão dos Simpsons

Com informação do Diário do Litoral e de outras fontes.


Vídeo mostra que filho de Testemunhas de Jeová já discrimina colega da escola


Comentários

  1. Tenho orgulho de financiar a ATEA. A Igreja Católica é rica, ela pode muito bem construir esse padroeiro com os milhares de ouros que possuem no Vaticano.

    ResponderExcluir
  2. Os fiéis pedem proteção aos santos, mas os santos não protegem nem a si mesmo e muito menos uma estátua protege a si mesmo. Daí que é correto quebrar as estátuas dos santos para mostrar que elas não protegem ninguém.

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Posts mais acessados na semana

90 trechos da Bíblia que são exemplos de ódio e atrocidade

Vereador quer leitura da Bíblia em escolas. E desperta a reação de educadores, OAB, UNE e terreiros

Angola vai julgar bispo da Universal por lavagem de dinheiro e associação criminosa