Pular para o conteúdo principal

Mulher de 58 anos é a quarta vítima fatal do coronavírus no Rio

A Secretaria de Estado da Saúde do Rio de Janeiro anunciou, nesta segunda-feira (23), a quarta morte por coronavírus no estado, sendo a primeira na capital. 

A vítima é uma mulher, de 58 anos, que tinha outros problemas de saúde. O número de casos confirmados no estado subiu para 233.

Segundo a secretaria, as outras três mortes foram registradas nos municípios de Miguel Pereira, Niterói e Petrópolis.



Todas as vítimas eram idosas e apresentavam comorbidades, de acordo com a secretaria, sendo classificadas como grupo de risco para a Covid-19.

A capital do estado segue com o maior número de infectados, com 212 casos, seguida por Niterói, com 10 casos, Petrópolis, 3, São Gonçalo, 3, Barra Mansa, Guapimirim e Miguel Pereira, com um caso cada. Houve ainda dois casos confirmados de turistas estrangeiros.

Agência Brasil.




Jornalista da Itália compara a pandemia a uma invasão de alienígenas

O que Saramago diria sobre os insanos Edir Macedo, Malafaia e Bolsonaro?

Após resistir em suspender cultos, o hipócrita Malafaia quer ajudar vítimas do vírus

Vídeo: guru de Bolsonaro, Olavo de Carvalho diz que ninguém morreu de coronavírus

Vídeo: Covid-19 elevará o desemprego; e R.R. Soares pede dinheiro

Vídeo: Covid-19 elevará o desemprego; e R.R. Soares pede dinheiro

Psicóloga diz como é possível manter o equilíbrio emocional em tempo de pandemia

'Patroa' contaminada não avisa empregada doméstica, que morre de coronavírus

Igrejas pedem que fiéis rezem contra a pandemia. Alguém avisou o coronavírus?

Morre de coronavírus o presidente do conselho do Santander em Portugal

Supremo derruba liminar que sugeriu soltar presos por causa do Covid-19

Justiça de SP dispensa trabalho presencial de professores de escolas particulares




Comentários

Posts + acessados hoje

Vídeo mostra que filho de Testemunhas de Jeová já discrimina colega da escola

Antes de dizer em live 'aceitem a paz do Senhor', pastor xinga sua mulher

Justiça de Angola determina o fechamento de todos os templos da Igreja Universal