Pular para o conteúdo principal

Após resistir em suspender cultos, o hipócrita Malafaia quer ajudar vítimas do vírus

Paulo Lopes / Opinião  O pastor Silas Malafaia é um hipócrita.

Até ontem, ele era visceralmente contra a proibição pelas autoridades de celebração de cultos, para impedir agrupamento de pessoas e, consequentemente, maior contágio do coronavírus.

PASTOR MUDOU DE OPINIÃO
EM 24 HORAS, FOI MAIS RÁPIDO
QUE UMA CONTAMINAÇÃO
DO CORONAVÍRUS

Como a Justiça em vários estados determinou a suspensão dos cultos e não há transporte público para os fiéis comparecerem às celebrações, Malafaia mudou completamente sua atitude: agora ele ofereceu os templos de sua congregação para serem usados como hospitais de campanha.

Rápido no gatilho, ele é um espertalhão: como seu nome estava ficando associado aos amigos da pandemia, com o do presidente Bolsonaro, agora pastor deu uma invertida do dia para a noite.

Malafaia passou a dizer que quer ajudar os infectados os quais, antes, ele pretendia aumentá-los com seus cultos.


Dessa gente só se pode esperar o pior.

A sociedade e o Ministério Público precisam ficar atentos: pastores como o Malafaia são capazes de pedir aos fiéis dinheiro para socorrer as vítimas do novo coronavírus, sem haver transparência sobre a destinação de fato da ajuda, como é notório em relação às igrejas.




Psicóloga diz como é possível manter o equilíbrio emocional em tempo de pandemia

'Patroa' contaminada não avisa empregada doméstica, que morre de coronavírus

Igrejas pedem que fiéis rezem contra a pandemia. Alguém avisou o coronavírus?

Morre de coronavírus o presidente do conselho do Santander em Portugal

Supremo derruba liminar que sugeriu soltar presos por causa do Covid-19

Justiça de SP dispensa trabalho presencial de professores de escolas particulares




Comentários

Posts + acessados hoje

Antes de dizer em live 'aceitem a paz do Senhor', pastor xinga sua mulher

Vídeo mostra que filho de Testemunhas de Jeová já discrimina colega da escola

Justiça de Angola determina o fechamento de todos os templos da Igreja Universal