Pular para o conteúdo principal

Legião de Cristo admite que 33 de seus padres e diáconos abusaram de 175 crianças

Marcial Maciel
Mulherengo e estuprador de
coroinhas, o padre Marcial Maciel
teria abusado de dois de seus filhos


por Deutsche Welle

Pelo menos 175 crianças e adolescentes foram vítimas de abuso sexual cometidos por membros dos Legionários de Cristo entre 1941 e 2019, 60 deles pelo próprio fundador da entidade, Marcial Maciel Degollado, de acordo com um relatório interno da poderosa congregação católica.

Os abusos foram cometidos por 33 religiosos, sacerdotes e diáconos, conforme o relatório elaborado pela Comissão de casos de abuso de menores do passado e atenção às pessoas envolvidas, e que abrange casos ocorridos desde a fundação da congregação, em 1941, até 16 de dezembro de 2019.

"Em sua grande maioria, as vítimas eram crianças adolescentes entre 11 e 16 anos", detalha o relatório, divulgado no site ceroabusos.org no dia 21 de dezembro de 2019.

O documento foi publicado após o papa Francisco ter eliminado nesta semana o segredo pontifício para as denúncias de abusos sexuais, um pedido das vítimas visando garantir maior transparência diante de uma série de escândalos que abalam a Igreja Católica.

O texto tem importância principalmente pelo fato de o Vaticano ter por décadas refutado todas as acusações de abuso de menores contra Maciel.

Muitos afirmam que o atraso do Vaticano a responder às acusações era resultado da ligação do fundador dos Legionários com o papa João Paulo 2°, do qual Maciel era considerado uma pessoa próxima.

As primeiras acusações públicas contra Maciel apareceram nos anos 90. O Vaticano não reagiu a elas até 2006, quando o então papa Bento 16 determinou que ele se retirasse para uma vida de "oração e arrependimento".




Natural do México, Maciel morreu em 2008 aos 87 anos. Além de suas tendências pedófilas, ele também tinha três filhos com ao menos duas mulheres diferentes, fruto de uma "vida dupla".

A congregação, fundada em 1941 por Maciel, argumenta que, com 45 das vítimas, houve progresso em um processo de "reparação e reconciliação", embora reconheça haver necessidade de se facilitar esse processo para as demais.

O relatório indica que, dos 33 padres que cometeram abusos, além de Maciel, cinco estão mortos, oito não são mais padres, um deixou a congregação e 18 ainda fazem parte da entidade, mas estão afastados de trabalhos públicos ou que envolvem contato com menores.

Dos 33 padres que cometeram abusos, 14 deles foram, eles mesmos, vítimas na Congregação, o que evidencia, segundo o informe, a existência de "cadeias de abuso" onde "a vítima de um legionário, ao longo dos anos, se convertia, por sua vez, em agressor".

"Nesse sentido, é emblemático que 111 dos menores abusados ​​na Congregação tenham sido vítimas do padre Maciel, de uma de suas vítimas ou de uma vítima das suas vítimas", afirma o texto.

A comissão, criada em 20 de junho de 2019 pelo superior geral dos Legionários de Cristo, padre Eduardo Robles-Gil, afirmou que "não pretende que seu estudo tenha sido capaz de descobrir todos os casos", uma vez que estes ocorrem de maneira oculta, as denúncias das vítimas podem levar anos e as informações são incompletas.

"É provável que haja mais casos de abuso do que os relatados no relatório, e as estatísticas precisarão ser atualizadas periodicamente", alerta.

Os Legionários de Cristo, que têm centros educacionais em vários países, se distanciaram de seu fundador Maciel, um agressor sexual que já foi protegido pelo Vaticano e cujo nome hoje é hoje totalmente desacreditado.

Filme “Obediência Perfeita”
conta a história do padre devasso



Deutsche Welle é a emissora internacional da Alemanha e produz jornalismo independente em 30 idiomas. O vídeo foi acrescentado ao texto por Paulopes.





Pedófilo, ladrão e drogado. Esse foi o criador da Legionários de Cristo

Gonzalez fala do abuso que sofreu do padre Maciel, seu pai

Karol Wojtyla sempre soube da devassidão do padre Marcial Maciel

Maciel dizia a seminaristas ter permissão papal para sodomizá-los

Padre da Legionários aparece em fotos com mulher e filha

Legionários de Cristo mantêm veneração ao padre devasso

Casa-se a milionária filha do criador da Legionários de Cristo

Padre se protegia de acusações de pedofilia subornando até o papa

'Diabo de batina' tinha plano de ser sepultado em Roma

Pervertido se passou por santo com as bençãos do Vaticano

'Distinção que Vaticano deu ao Legionários é um escândalo'

‘Líder da Legionários de Cristo foi cúmplice da devassidão de Maciel’

Destino do dinheiro da Legionários de Cristo continua um mistério

Padre diz que a Igreja ainda não entendeu a seriedade dos abusos sexuais




Comentários

  1. Respostas
    1. Sou católico e repudio tanto a atitude desses clérigos abusadores quanto ao seu comentário. Não se pode generalizar.

      Excluir
  2. Assistente Religioso23 de dezembro de 2019 12:12

    "7.Eu, Daniel, era o único a ver essa aparição; meus companheiros não a viram, mas se apoderou deles um tão grande pavor que fugiram para esconder-se."
    Daniel, 10 - Bíblia Católica Online

    Leia mais em: https://www.bibliacatolica.com.br/biblia-ave-maria/daniel/10/

    "Podem ter breves alucinações, como de luzes que só eles enxergam ou ver vultos com os cantos dos olhos, também só vistos por eles."
    https://www.minhavida.com.br/saude/perguntas/19573-que-tipo-de-esquizofrenia-e-a-cid-21

    ResponderExcluir
  3. Nada de novo....
    Os Bilionários de Cristo são 1 máfia

    ResponderExcluir
  4. Porta dos fundos que é o escândalo kkkk pedofilia, charlatanismo, enriquecimento ilicito, genocídio de comunidades indígenas isso pode. Queria que ver o mesmo furor de indignação para estes casos. Geralmente passam batido. No máximo são mandados fazerem uma peregrinação em Santiago. Hipocritas.

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Editor deste site
Paulo Lopes é jornalista
Trabalhou no jornal 
abolicionista Diario Popular, 
Folha de S.Paulo, revistas da
Editora Abril e em outras 
 publicações. 
Contato

POSTS MAIS LIDO EM 7 DIAS

Hospital de campanha de evangélicos em Nova York não aceita voluntários gays

Cristianismo é a religião que mais perseguiu o conhecimento científico

O dia em que Bill Gates, defensor da ciência, previu a pandemia, em 2015