Pular para o conteúdo principal

Gonzalez fala do abuso que sofreu do padre Maciel, seu pai

O jovem Rau Gonzalez
 com João Paulo 2
Forte e alto (1,82m), o mexicano Raul Gonzalez, 30, se comoveu quanto contou a jornalista sobre os anos em que, na adolescência, sofreu abusos sexuais do seu pai, o padre Marcial Maciel (1920-2008).

Sua mãe é Blanca Gutierrez Lara, que foi uma das amantes do padre. Quando Gonzalez nasceu, ela tinha 22 anos, e o seu pai, 60. Em 1991, nasceu o seu irmão Christian.

Em sua infância, Gonzalez via o pai uma vez a cada quatro meses. Ele sempre ficava em hotel. Blanca dizia que “o senhor Raul”, o pai, era agente da CIA, o que explicava estar sempre em viagem. Mas o ausente era generoso nas remessas de dinheiro a Blanca.

Aos nove anos, Gonzalez viajou a Roma para se encontrar com o “senhor Raul”, a pedido deste. Foi quando os abusos começaram.

Gonzalez chorou quando lembrou o que lhe ocorreu em um quarto de hotel em Londres, após o pai lhe ter mostrado algumas revistas de pornografia pesada. “Nos feriados, um abuso se convertia em outro abuso.”

Aos 17 anos, ou seja, em 1997, Gonzalez soube que o “senhor Raul” era na verdade o poderoso Marcial Maciel, fundador da ordem ultraconservadora Legionários de Cristo. A revista mexicana Contenido tinha estampado a foto do padre em uma reportagem que fazia referência a sua agitada vida sexual.

O “senhor Raul” disse para o filho que era tudo mentira e lhe enviou US$ 2.000 para que comprasse das bancas todos os exemplares da revista.

“Nós [Gonzalez e sua mãe] ficamos chocados. Foi quando soubemos que a Legionários de Cristo era uma congregação poderosa. Não fizemos escândalo porque temíamos que eles [da Legionários] sumissem com a gente.”

Ele contou que foi levado pelo pai a uma pequena capela no Vaticano para conhecer João Paulo 2. O próprio Maciel teria fotografado os dois juntos [reprodução acima]. O papa rezava uma missa, e Gonzalez não se lembra se recebeu comunhão. De uma coisa, tem certeza: “Eu beijei o anel [do papa]”

Maciel então  já tinha prestígio com JP2, que viria a escrever que o fundador da Legionários de Cristo era um exemplo a ser seguido por todos os padres.

Contou que depois ficou sabendo que seu pai dizia aos seminaristas ter autorização do papa para que ele fosse masturbado e ter sexo com penetração para livra-lo de dores terríveis, ora no abdômen, ora nas pernas.

Lembrou também das recomendações que seu pai lhe dava quando era pequeno: "Seja um bom menino, seja honesto, não minta e, não deixe de ir à missa".

Ainda revelou que em Roma conheceu seu meio-irmão Omar, três anos mais velho e também vítima de abusos, até com mais frequência do que ele. Foi ainda apresentado a sua meia-irmã Normita, de um pouco mais de um ano de idade. Sua mãe é Norma Hilda Baños, a quem ele chamava de 'tia'.

Reverenciado na ordem como “Nuestro Padre” (Nosso Pai), Maciel era viciado em cocaína. Além de estuprar seus filhos, coroinhas e seminaristas, dava golpe do baú em viúvas milionárias, abastecendo os cofres da ordem.  Apesar disso, ele foi afastado pelo Vaticano da direção da Legionários alguns anos antes de sua morte, quando já estava doente.

Uma as vítimas mais velhas do padre é Juan Vaca, hoje com 73 anos. Em 1947, aos dez anos, entrou na Legionários e aos 12 começou a sofrer abusos.  Em 1976, deixou a ordem e enviou uma carta de 12 páginas  ao Vaticano revelando que tipo de padre Maciel era e citou, além dele, outras vítimas de violência sexual.

O Vaticano preferiu acreditar nas alegações de Maciel segundo as quais o ex-legionário era um caluniador. A ordem já remetia à Santa Fé significativas contribuições em dinheiro.

Hoje, a ordem encontra-se sob intervenção do Vaticano, e até o fim do ano o papa deverá nomear uma comissão para substituir a atual diretoria. Intervenção que ocorre, portanto, com atraso de pelo menos 34 anos.

Gonzalez e outros filhos de Maciel reivindicam milionárias indenizações, e agora a direção da Legionários já não tem como sustentar que eles são difamadores do “Nuestro Padre”





Com informação do National Catholic Reporter, de texto de Jason Berry, autor e produtor de "Votos de Silêncio", filme-documentário sobre o padre Marcial Maciel.

 Pervertido se passou por santo pelo Vaticano, diz revista católica
maio de 2010

Marcial Maciel, o devasso.    

Comentários

Anônimo disse…
O caso do padre Marcial Maciel é realmente uma tristeza e uma vergonha.

Mas já foi notificado neste blog pelo menos mais de 40 vezes.

Tanta repetição seria falta de assunto?

Está faltando notícia para o blog ?

Olha, são quase 500 mil padres vivos na ICAR, e este aí até já morreu.

Que tal investigar todos os outros para encontrar notícias novas?

A repetição de um mesmo caso tantas vezes dá impressão que a investigação jornalistica não tá conseguindo muita coisa nova do interesse do blog, ou então está encontrando muita coisa boa na ICAR e a solução ideológica é repetir os mesmos casos negativos muitas vezes.

Por questão de justiça, transparência e evidência de imparcialidade, proponho ao autor do blog sortear aleatoriamente 10 padres por mes e publicar suas realizações.
Anônimo disse…
Se há tantos padres ruins não há necessidade de repetir N vezes um caso ruim.
Anônimo disse…
É uma boa proposta do anonimo acima, considerando que no blog há obsessão por notícias de padres - ao menos pode ser mais justa, transparente e imparcial.
Anônimo disse…
Caro Paulo,
Mesu parabéns por dar publicidade ao tema, a Legião, como bem disse o Arcebispo americano Obrien é uma instituição formados por mercenários e não legionários de Cristo. Seus padres, em maioria só sabem venerar este monstro fundador e sobretudo, buscam enlouquecidamente perpetuar todo o seu mal. Uma vítima de pedofilia, nunca mais será um homem balizado. Esta congregação deveria ser extinta, mas como para Roma, infelizmente, o valor material é maior que o moral e o espiritual, o mal vai como sempre triunfar na Igreja Católica.
Pobres Católicos,
Deus nos proteja.
Anônimo disse…
Iniquidade, teu nome é Igreja Católica Romana.
Ainda há quem duvide, que esta é a meretriz consumada na idolatria, e na feitiçaria, de que fala a Escritura? Julgai-a pelos seus atos, que está escrito na Palavra de Deus..."pelos seus frutos os conhecereis". Qual mentira foi mais propagada, mais acreditada em toda a face da terra, e hoje é comprovadamente uma falsifição, que a chamada "Doação de Constantino"? Qual sistema econômico usurário, capaz de engordar os ricos e escalpelar vivos os pobres, esta prostituta não apoiou? Qual tirano, qual potentado, qual genocida, como Fernando o Católico, Leopoldo da Bélgica (protestante, mas aliado diplomático), Hitler, Salazar, Franco, Vargas, Perón, esta meretriz não abençoou? Este sacrifício incruento e simbólico (não menos satânico, nem menos cruel!) de crianças não é sinal de nada? Propagando-se "Puros e maníacos por CASTIDADE", ESSES LOBOS CELERADOS E ESSAS HIENAS DE BATINA E DE HÁBITO, violaram, destruíram, moralmente assassinaram , OS PRIVILEGIADOS, OS PREFERIDOS DO REINO DOS CÉUS, as crianças!!! Inocentes crianças, a tais monstros demoníacos confiadas, quem acreditaria, se elas contassem? Quanto pavor, medrou neste silêncio! Quantos não desesperaram, e com razão , do próprio Deus?
Senhor, em vossa infinita misericórdia, acolhei estes pobres inocentes, e vossa Justiça faça precipitar os abutres no mais profundo do inferno. Amém.
Anônimo disse…
Quem não tem pecado atire a primeira pedra...
palavras estas sairam da boca de cristo não para acusar os sedentos de justiça, mas olhar para o transgressor com olhar de missericórdia.
Não digo que não haja impunidade a este caso imoral pelo fato que existe pessoas lesadas o que gostaria de comentar aos comentarios acima citados é que todos os casos de pedofilia envolvendo padres não se compara a vida matrimonial e a própria vida solteira onde existe depravados que satisfazem seus desejos desordenados... isso significa que a Igreja Católica não perde sua honestidade devido a "milhares e milhares" de padres e leigos que vivem santamente segundo as ordem do magistério da Igreja... quantas obras sociais, institutos educacinais e secuçares e, varios hospitais que dão exemplo fortissimo de compromisso com seus envolvidos.

Posts + acessados hoje

Pastor de Manaus é acusado de ejacular ‘esperma de Deus’ em obreiras

90 trechos da Bíblia que são exemplos de ódio e atrocidade

Líder religiosa pagava quem trabalhava em sua empresa com promessas de salvação divina