Ateus são o grupo que menos apoia a pena de morte


63% dos católicos
defendem a execução

O Brasil é uma nação de população cuja maioria (acima de 90%) segue uma religião, a cristã, que, em tese, defende a vida e prega o amor ao próximo.


Mas o maior grupo que se opõe à pena de morte é o de ateus, mais de 50% do total deles, de acordo com o Datafolha.


Os católicos se destacam como os maiores defensores da condenação, com 63%. Do total, 34% são contra.

Dos evangélicos, 50% são favoráveis e 45% contrários.

O Datafolha entrevistou 2.765 adultos em 192 municípios nos dias 29 e 30 de novembro de 2017.

Em relação à totalidade da população, houve um aumento para 57% de adesão à pena de morte, na comparação com os 47% verificados em 2008.

O apoio à execução é maior entre os mais pobres e os menos escolados.

Por faixa etária, o segmento que mais apoia a pena é o de 25 a 34 anos, representando 61% deles

Com informação da Folha.




83% dos ateus não apoiam a punição de mulher por aborto

Comentários

  1. 06.02.18
    O JOGO DA VIDA E DA MORTE NO BRASIL: DIABO (10 MIL) VERSUS JEOVÁ E JESUS (O1). NARRAÇÃO: GRANDE MÍDIA ABERTA BRASILEIRA, DROGADA E PROSTITUÍDA. O Império Brasileiro das Comunicações jamais falou uma frase em favor do ateísmo, tampouco mencionou a estreita relação entre o ateísmo, o método científico e os grandes cientistas da humanidade, do passado e do presente. Nós sabemos o porquê. Para essa Grande Mídia fake e fajuta, a Ciência é apenas uma vaca que lhe dá o leite e os meios tecnológicos para faturar bilhões. Todavia, é muito triste acordar pela manhã e constatar as imbecilidades e os crimes contra a humanidade praticados por esses impostores e bagunceiros arrumadinhos contra uma população indefesa. O Terceiro Mundo é terrivelmente escarnecido por suas respectivas religiões, principalmente o Brasil com seus 12 milhões de analfabetos e seus 120 milhões de analfabetos funcionais (pessoas com o máximo de escolaridade até o Ensino Fundamental). Essas pessoas, sem saber que estão sendo enganadas e vilipendiadas, quase chegam ao orgasmo quando leem ou escutam imbecilidades tais como: “Enquanto o Anticristo e seus exércitos atacarem Jerusalém, Deus intervirá e Jesus Cristo voltará. O Senhor destruirá os exércitos, capturará o Anticristo e o Falso profeta e os lançará no lago do fogo” (Apocalipse 19.11-21). Senão vejamos: A religião judaico-cristã nesses 3500 anos (?) de existência já provocou centenas e centenas de milhares de armagedons, apocalipses, genocídios, torturas, perseguições. Moisés e Josué foram dois assassinos e genocidas. Sendo assim, podemos considerar Jeová e Jesus os verdadeiros anticristos. É estarrecedor o ponto ao qual pode alcançar a imbecilidade humana em acreditar piamente na bondade e na perfeição desses mitos religiosos. Por outro lado, é também muito divertido assistir a manipulação e a lavagem cerebral diárias impostas aos telespectadores incautos, pela grande mídia brasileira. Sabemos que no país mais cristão do mundo, o Brasil, morrem 50 mil pessoas por ano em desastres no trânsito e mais 60 mil mortos pela violência e ou criminalidade. E estamos mencionando somente de dois tipos de tragédias. Que país maravilhoso, abençoado por Deus e por Cristo, não é mesmo? Pois bem, quando um ou outro infeliz escapa com vida dessas estatísticas macabras a Grande Mídia Drogada e Prostituída faz um grande alarde invocando milagre! Nem sei mais se esse Brasil é cômico ou trágico. É verdade, é tragicômico! O mais dramático e estarrecedor é que as próprias vítimas das tragédias e da violência começam com toda essa baboseira de “milagre”. Ou seja, o Diabo, sozinho, ganha de Deus e de Jesus por MILHARES a UM OU DOIS, talvez 6. Entretanto, quando Deus e ou Cristo fazem um gol a galera quase chega ao orgasmo ou à turgescência. “Eu voooou pra galeeeeeeeeeeeera! LUÍS CARLOS BALREIRA. PRESIDENTE MUNDIAL DA LEGIÃO CIENTÍFICA BRASILEIRA.


    ResponderExcluir
  2. 21.05.2018
    BRASIL CRISTÃO DE RIQUEZAS MIL, DOS BARÕES ASSINALADOS E MARAJÁS REABILITADOS. TERRA ADORADA, AQUELES QUE VÃO MORRER TE SAÚDAM! Brasileirinhos que estão para nascer, se escaparem das balas perdidas dentro do útero materno então, bebês bem-vindos a bordo deste magnífico coliseu. Neste ambiente circense, espetacular e mortífero, onde tu, criança, vais sobreviver, qualquer juizeco de primeira instância pode perfeitamente ganhar salários e penduricários de 500 mil reais por mês, bem como morar em majestosa mansão de 50 milhões de reais. Você pequenino cristão brasileiro que estás para nascer, lá da tua “comunidade” verás como um marajá cristão brasileiro não foge à luta pela propina. Qualquer “juizeco” também pode manter um harém de mulheres aterrorizadas em seu luxuoso circo de horrores privado. Lei Maria da Penha? Dá pena! Seu advogado vai muito bem lhe defender. Este filho da OAB, que também defende outros crápulas, corruptos, marajás e barões assinalados, vai dos filhos milionários deste solo, desta Pátria Amada, desta Mãe Gentil, também extorquir milhões em legais “honorários”. Este filho pródigo do “saber jurídico” se deu conta também que não vale a pena ganhar a vida honestamente; preferiu entrar para esse poderoso sindicato do crime advocatício e tornar-se protegido da lucrativa Justiça cega, surda, muda e paralítica do Brasil. Assaltar instituições bancárias pode ser perigoso; é melhor que os outros se arrisquem, que façam o serviço sujo pelo nobre advogado. O “zé-povinho” que se dane, que viva das migalhas do “Bolsa-família”. “Quem mandou nascer pobre?” Quem mandou seus ascendentes e progenitores “crescerem e se multiplicarem”? Idem esses pobres cristão morar na “Minha Casa, Minha Vida”, preciosas e eleitoreiras moradas. Basta que o infeliz entre dentro delas que já começam a rachar e desmoronar. Ah! Diz o político canalha, o Zé povinho vai ficar sem TV! Como então eles vão assistir nosso “nosso notável saber político?”. Se essas massas de manobra via midiática não tem Emprego, Saúde, Transporte e Justiça, como vamos controla-los sem a Televisão. Vamos lá pessoal vamos dar-lhes o Kit Digital, para que possamos entretê-los com o futebol, com o STF, com os debates políticos e com a Religião. Vamos lá, “Zé-povinho”, continuam a gerar mais cristãos, as arenas do Brasil romano e das políticas cesarianas mal podem esperar para rir e chorar por ti. Pare de tomar a pílula herege e anticristã dos cientistas loucos, imitadores de Deus e fabricantes de monstros. O berço circense dos espetáculos midiáticos estão abertos ao grande público e ansiosamente aguarda teus rebentos. Zé-povinho, tomai e comei, esta é a República das “Diretas Já”; é o sacrifício que espero de meus filhos; portanto não afaste de ti esse cálice de vinho tinto de sangue. Não desejo mais o sacrifício de teu filho Isaque, Abraão, portanto cuida bem dele. Cuidado! Protege essa criança das balas perdidas! Brasileiros, protegei teus feto na santa manjedoura uterina, da mesma forma que Collor de Mello é protegido pelo seu priminho do mais poderoso reino ministerial da “Justiça” dos homens brasileiros. Zé-povinho, guarda bem esta quadra de um profeta minúsculo e desconhecido. Porém de lógica mais preciosa do que as de Nostradamus, que sequer previu a peste ou a morte do amado avô, em Saint-Rémy-de-Provence; tampouco as mortes de sua própria mulher e de seus dois filhos, que por causa de sua omissão e imprudência proféticas não morreram de bala perdida e sim por causa e efeito da peste negra, na época também de origem desconhecida, não profetizada. LUÍS CARLOS BALREIRA. PRESIDENTE MUNDIAL DA LEGIÃO CIENTÍFICA BRASILEIRA

    ResponderExcluir
  3. 27.05.2018
    E AÍ, IGREJA UNIVERSAL, O QUE O TEU DEUS DA PROSPERIDADE COMENTA SOBRE A GREVE DOS CAMINHONEIROS DO BRASIL? TODOS OS “EU SOU A UNIVERSAL” FORAM BLINDADOS? O QUE VOCÊS VÃO QUERER AGORA, MANÁ, CODORNAS OU ÓLEO DIESEL? Observem o testemunho de uma mulher com necessidades físicas especiais falou no Templo de Salomão: “Pastor, eu sou uma vencedora, eu não tinha nada; agora tenho um milhão e meio de reais. Minha escolinha para crianças prosperou, estou pensando em abrir mais uma, enquanto todas as demais estão falindo”. Parece que o aleijume ou mutilação dos cristãos está mais agravada na mentalidade do que no corpo. Esta é a legítima mentalidade judaico-cristã: “Mil cairão ao teu lado e dez mil à tua direita. Mas tu não serás atingido (...). A mentalidade diabólica da prosperidade cristã é bem conhecida. Nas Américas, em nome da teologia da prosperidade de católicos e protestantes, ou evangélicos, foram escravizados negros e índios, por 400 anos. Mas os efeitos colaterais sempre aparecem mas os cristãos nunca aprendem. Nos Estados Unidos da América foi a Guerra de Secessão e as lutas libertárias dos negros norte-americanos. Nenhum arrebatamento, nenhum levantamento, nada. Milhares de anos de espera. Nada. Só lero-lero, só conversa-fiada. E dê-lhe dízimo, dê-lhe ofertas, dê-lhe “dá ou desce”. A escravidão agora é em nome do miserável salário-mínimo brasileiro. Os evangélicos das “Diretas Já” nunca prosperaram tanto. Todavia, os efeitos colaterais da escravidão humana andam passo a passo com a servidão humana trabalhista. Registros de milagres bíblicos e intervenções divinas somente antes dos modernos dispositivos fotográficos ou imagéticos científicos. Intervenções eficientes e eficazes de padres, pastores, bispos, apóstolos, profetas, atuais, de carne e osso, só na hora da “sacolinha”. O máximo que conseguimos durante as justíssimas greves dos caminhoneiros do Brasil foi o surgimento do “profeta” Carlos Marun, do reino das “Diretas Já”. Parece que esse Deus dos hebreus e dos cristãos prefere mais fechar portas do que abri-las. Caminhoneiros, não desistam! Vocês são agora a última esperança do povo brasileiro. Não confiem nos canalhas das Diretas Já. Preço certo somente nas bombas dos postos de combustíveis, aqui e agora. Vamos todos fazer greve de fome até que o último corrupto seja castigado, punido exemplarmente atrás das grades, sem mordomias. Vocês, caminhoneiros, já transportaram tantos alimentos para nós brasileiros que boa parte da população está obesa. Está na hora da dieta! LUÍS CARLOS BALREIRA. PRESIDENTE MUNDIAL DA LEGIÃO CIENTÍFICA BRASILEIRA.








    ResponderExcluir
  4. 31.05.2018
    BRASIL SAVANAS. OS REPRESENTANTES PREDADORES DAS “DIRETAS JÁ” (LEÕES, HIENAS, LEOPARDOS, ETC.) E O “POVINHO” ELEITOR (GNUS, ZEBRAS, GNUS, ETC.). Você já observou, caro leitor, que a Grande Mídia Aberta Brasileira, Drogada e Prostituída (GAMADAP), jamais mostrou – nem mesmo na calada da madrugada – o festim dos leões devorando presas recém-nascidas nas savanas da África na estação de nascimento dos filhotes? Sim, bebês dos gnus, zebras, gazelas, etc. que saem do ventre de suas mães diretamente para as mandíbulas das feras? O mesmo está acontecendo há mais de trinta anos nas savanas da Republica Brasileira das “Diretas Já”, tudo sob o pano de fundo midiático da “Democracia” e do “Estado de Direito”. É, aquele “Estado de Direito”, do perdão cristão aos predadores do povo. É a “Democracia” do Estado Laico, onde a cruz ou o crucifixo fica acima do símbolo da República nos prédios dos Três Poderes. É o Brasil savana da criminalidade dos poderosos e da impunidade desses crápulas. É a “Democracia” de tipos como Paulo Preto e Gilmar Mendes. É o Estado de Direito dos predadores. Todavia, nesta greve dos dias mais recentes, ou melhor, dos últimos dias do Brasil-Pompéia, os predadores se depararam com um grupo de “Búfalos” com “B” maiúsculo. Os leões das Diretas Já tremeram na base, nervosos, apavorados corriam de um lado para outro, saltitavam inquietos e apreensivos da sala para a cozinha. Estavam com muito medo de perder a “boquinha”. Os búfalos unidos venceram. Os leões foram dormir com fome. Menos verbas para a corrupção e para as mordomias dos predadores da savana afro- brasileira. As presas unidas venceram. As demais presas (gnus, zebras, girafas, etc. se acovardaram, ficaram só olhando, do alto e de longe; e se queixando dos preços, das adulterações, da falta do combustível, das filas intermináveis e dos pesados tributos aos predadores. A conta da corrupção, da impunidade e dos privilégios leoninos na savana brasileira já está em mais R$ 5 trilhões. É algo impagável. Pelo menos não são dos predadores que irão pagar. É claro que serão dos gnus e as zebras brasileiras, aqueles dos quais “todo poder emana”. É, o famoso governo do “povo, para o povo, e pelo povo”. KKKKKKKK! KKKKKKKKK! KKKKKKKK! Na década de 1970, em pleno Regime Militar, uma anedota percorreu todo o Brasil. É mais ou menos o seguinte: “Representantes de vários povos do mundo foram se queixar para Deus pelos privilégios que Ele deu aos brasileiros. O maior país do mundo em terras cultiváveis ou agriculturáveis, país sem tornados, sem terremotos, maremotos ou tsunamis, etc. Nesse tom seguiam as lamúrias alienígenas. Até que num dado momento, o Criador do Universo, já contrariado pelo assédio dos inconformados, bradou irritado: calados, calados, calados, parem de se lamentar e observem o povinho vagabundo que eu botei lá!”. LUIS CARLOS BALREIRA. PRESIDENTE MUNDIAL DA LEGIÃO CIENTÍFICA BRASILEIRA.


    ResponderExcluir
  5. 31.08.2018

    NOS TEMPOS BÍBLICOS PESSOA COM DEFEITO OU DEFICIÊNCIA FÍSICA NÃO PODIA OFERECER SACRIFÍFIOS A DEUS EM CULTO RELIGIOSO. ANIMAIS DEFEITUOSOS TAMBÉM NÃO PODIAM SER OFERECIDOS A JAVÉ, O CRIADOR DO UNIVERSO. Até que os cientistas como Gutemberg, Giordano Bruno, Kepler e Galileu Galilei, dentre outros, tivessem popularizado a Ciência, assentando a pedra fundamental do respeito e do prestígio do conhecimento científico moderno, a maioria da humanidade vivia ainda nas trevas da superstição, das crendices, dos descalabros, dos ultrajes ideológicos. As religiões bisavós das religiões atuais viviam de bestialidades e preconceitos. Alguns rituais eram totalmente bestiais, animalescos, sem sentido, como sacrificar uma das crianças gêmeas, e até mesmo o esquartejamento de crianças albinas. Tudo era feito em nome dos deuses e durou dezenas de milhares de anos. A ignorância levou aqueles seres primitivos a inventar os deuses, que passaram a comandar tudo e todos. Nossos ancestrais Homo sapiens se tornaram cada vez mais fanáticos religiosos, movidos pela total falta de conhecimento científico. Milhares de sacrifícios humanos chegavam a ser realizados num só dia em nome da sede dos deuses por sangue. O futebol, que os brasileiros tanto adoram, por exemplo, foi inventado como um jogo divino onde a bola era a cabeça do inimigo. Ainda hoje no Brasil católico seguidamente temos a oportunidade de ver espetáculos de sangue semelhantes na briga de torcidas. São verdadeiros primatas animalescos. Mas é uma “paixão nacional”, o que se há de fazer. A maioria dos infanticídios dos povos antigos porém era totalmente lógico, funcional, necessário. Seria impossível, por exemplo, sustentar indivíduos com defeitos genéticos que não pudessem se locomover por si mesmos, que não pudesses caçar, pescar, lutar contra as tribos inimigas. Não podemos esquecer que nossos ancestrais de milhões de anos eram nômades e viviam andando pelo mundo atrás de comida. Se bem que até hoje isso acontece, principalmente por causa de uma ordem divina, isto é: “Crescei e multiplicai-vos”. Cadeira de rodas nas selvas ou em qualquer outro tipo de terreno, “impensável”, como diria Etchegoyen, ou, então, “incogitável”, como diria Temer. Seria muito mais fácil o povo brasileiro ser dizimado pela epidemia de sarampo e ou outras pragas do que fechar a fronteira com a Venezuela. A Deusa ONU jamais iria permitir. O que existe de real e não de conversa fiada dos hipócritas midiáticos é que se não fosse o infanticídio a espécie humana seria uma espécie monstruosa, se tivesse sobrevivido alguns espécimes, é claro. Seríamos muito piores que os Walking deads. A raça humana seria muito semelhante aos indivíduos da ilha do Doutor Moreau. Haveria todos os tipos de bestas piores ainda do que os papas, que os evangélicos numeraram com 666. Teríamos seres humanos com cara e mãos de lagarto, com cara de lebre, porco, canguru, etc., tudo misturado. Aliás, nossa espécie já se encontra a meio caminho disso. Nossa única esperança está na deusa Ciência, em sua filha, a deusa Tecnologia, e em seus sacerdotes, os cientistas. Por isso, todos os governos da Terra devem unir esforços e investir mais pesadamente em engenharia genética, nanotecnologia da medicina, e outras áreas convergentes, para que ´possamos consertar as besteiras de Javé, o irresponsável Criador dos Céus e da Terra. Esse infeliz, esse pai desnaturado que nos deixou como herança o ódio das guerras religiosas milenares e dezenas de milhares de doenças. LUÍS CARLOS BALREIRA. PRESIDENTE MUNDIAL DA LEGIÃO CIENTÍFICA BRASILEIRA.



    ResponderExcluir

Postar um comentário

-------- Busca neste site