Isenções fiscais da Igreja

Templos do Sul obtêm desconto de 25% na taxa de luz e telefone
agosto de 2013

Igrejas obtêm R$ 20,6 bi por ano com dízimo, venda e aplicação
janeiro de 2013

Itália confirma que Igreja Católica começa a pagar imposto em 2013
novembro de 2012

‘Gatos gordos’ da religião não devem ter isenção, diz Dawkins.
julho de 2012

Isenções livram igrejas dos EUA de pagarem US$ 71 bi por ano.
junho de 2012

TV Mackenzie questiona isenção de impostos às igrejas.
maio de 2012

Deputado que isentar música de culto dos direitos autorais.
março de 2012

Abertura de empresa no Brasil demanda 119 dias e de igreja, 5.
fevereiro de 2012

Itália vai cobrar imposto das propriedades comerciais da Igreja.
fevereiro de 2012

Grécia poupa Igreja Ortodoxa das medidas de austeridade.
fevereiro de 2012

Deputado quer liberar dinheiro do FGTS para construção de templos.
janeiro de 2012

Deputado quer anistiar diretores caloteiros de entidades religiosas.
julho de 2011

Deputado quer estender isenção fiscal às entidades das igrejas.
julho de 2011

Deputado propõe isenção só às igrejas com transparência em contas.
julho de 2011

No Sul, deputado da Universal tenta obter mais uma isenção.
junho de 2011

Deputado gay reage aos evangélicos questionando contas das igrejas.
fevereiro de 2011

Governador do MS veta isenção de imposto de serviços às igrejas.
dezembro de 2010

Bastam R$ 418 para criar uma igreja isenta de imposto.
novembro de 2009

União deixa de arrecadar R$ 1 bi com a renúncia fiscal de igrejas.
maio de 2008

Governo dá incentivo às igrejas via renúncia fiscal, diz economista.
maio de 2008

Senador americano quer abrir a contabilidade das igrejas.
dezembro de 2007

Economia das Religiões: Aspectos Locais e Ascensão Social.
Estudo de 2007 da Fundação Getúlio Vargas

Comentários

  1. SAO Paulo - O Senado Federal
    brasileiro prepara para este
    ano a votação de um projeto
    de lei (PL) polêmico que
    pretende tipificar como crime
    games com conteúdos
    considerados ofensivos ou
    violentos. O PL 170/06, de
    autoria do senador Valdir
    Raupp (PMDB-RO), tramita no
    Congresso desde 2006, porém
    somente na última quarta-feira
    (15) o texto foi aprovado pela
    Comissão de Constituição e
    Justiça e segue agora para
    votação no Senado, onde se
    aprovado será transformado
    em Lei. O projeto prevê tornar
    crime os atos de "fabricar,
    importar, distribuir, manter em
    depósito ou comercializar
    jogos de videogames ofensivos
    aos costumes, às tradições,
    cultos, credos,religiões e símbolos.
    Fonte InfoABril

    Eu vejo muito perigo nesta lei porque se ela se estender teremos uma nova ditadura. Por exemplo este blog pode ser considerado ofensivo aos costumes religiosos. Eu acho que esta lei pode abrir muitas brechas negativas para o brasil e para o povo.

    ResponderExcluir
  2. Pelas informações deste post, dá para concluir que, se a sociedade bobear, os religiosos, por intermédio de seus deputados, tomam o Estado de assalto.

    Por isso, precisamos estar sempre atentos.

    ResponderExcluir
  3. Que tributem a igreja, mas que haja retorno para a população.

    ResponderExcluir

Postar um comentário