Paulopes

Religião, ateísmo, teoria da evolução e astronomia

segunda-feira, 18 de junho de 2012

Isenções livram igrejas dos EUA de pagarem US$ 71 bi por ano


Nos Estados Unidos, as isenções fiscais concedidas às igrejas e entidades religiosas representam US$ 71 bilhões (R$ 145,5 bilhões) por ano a menos nos cofres públicos. É o que revela estudo feito pelo professor Ryan Cragun, da Universidade de Tampa, e por dois de seus alunos.

Publicado na revista Free Inquiry, da Humanismo Secular, uma organização não teísta, o estudo chegou a essa cifra a partir de uma análise da legislação tributária dos municípios, Estados e federação que beneficiam com imunidade o dízimo, doações, propriedades, empresas, ganhos de capital e dedução no custo de habitação dos sacerdotes.

Tom Flynn, editor da Free Inquiry, afirmou que essa imunidade fiscal precisa ser questionada pela sociedade tendo em vista que tem aumentado o número de pessoas que não seguem nenhuma tradição religiosa. Para essas pessoas, disse, o custo dos subsídios às igrejas representa “uma injustiça”.

Para Mark Rienzi, do Fundo Becket para Liberdade Religiosa, independentemente do montante das isenções, o que vale é que os americanos decidiram democraticamente que as instituições religiosas são boas para a sociedade. “A nossa história está repleta de exemplos dos benefícios da nossa diversidade religiosa.”

Desde os anos de 1950, estudiosos tentam estimar o valor total da imunidade fiscal às religiões, e o resultado sempre foi frustrante por causa do emaranhado das leis.

Mas agora, segundo Flynn, o estudo de Cragun oferece uma base concreta de dados para se iniciar “boas discussões” em torno da questão.





Com informação do site da Secular Humanism.

TV Mackenzie questiona isenção de impostos às igrejas
maio de 2012

Deputado quer anistiar diretores caloteiros de entidades religiosas
julho de 2011

Isenções fiscais da Igreja.

Postar um comentário
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...