Castigo do Vaticano a pedófilo se restringe a 'uma vida de oração'

Wallace Harris
Harris abusou de uma dezena de crianças
O Vaticano condenou o padre americano Wallace Harris (foto) a somente uma “vida de oração e penitência”, embora ele tenha abusado de pelo menos uma dezena de crianças nos anos 80, de acordo com as vítimas. Em tese, todo sacerdote, pela natureza de seu ofício, tem de levar uma “vida de oração”, independentemente de ser ou não pedófilo. 

A benevolência do castigo imposto a Harris tem sido criticada até dentro da igreja. O padre Robert Hoatson, por exemplo, disse que o Vaticano deveria afastar Harris do sacerdócio.

Pelo direito canônico, a pena mais grave é a excomunhão, mas ela nunca foi aplicada a um padre pedófilo, embora os casos de ataque a crianças por sacerdotes tarados estejam minando a credibilidade da Igreja em vários países, incluindo os Estados Unidos.

Harris foi pároco da Igreja de St. Charles Borromeo, no Harlem, e um dos organizadores da grande missa que o papa Bento 16 celebrou em 2008 nos Estados Unidos, no estádio dos Yankees. Na época, já havia rumores sobre a pedofilia de padre.

A igreja só afastou Harris de sua paróquia quando a investigação da Promotoria e o depoimento de vítimas começaram a vazar na imprensa. Alguns relatos davam conta de que ele, entre outras coisas, gostava de acariciar meninos na faixa de 10 anos que estudavam na Faculdade Cathedral, em Manhattan, da Igreja.

Harris era uma estrela em ascensão dentro da Igreja por causa de sua obra de caridade no Harlem. Era muito bem quisto pelos fiéis. O que tornou mais difícil para as vítimas sustentar suas acusações na Justiça.

Para Hoatson, as vítimas, pela coragem que tiveram de denunciar Harris, mereciam “algo mais” do que ter o seu algoz “condenado” a fazer orações.





Com informação das agências.

Padre acusado na Irlanda de violentar 55 crianças dava aula em Osasco
janeiro de 2012

Padres pedófilos

Comentários

  1. Ah mas, pedofilia não é pecado mortal né gente?Aborto que é.Por isso que a equipe médica que salvou aquela menina que foi estuprada pelo padrasto fdp foi excomungada, e o padrastro não. Claro q entendi o raciocínio....afffff! Se tem uma decisão que tomei muito nova , na sétima série ainda, e da qual não me arrependo, foi de largar o catolicismo. A cada dia acho que foi uma das coisas mais acertadas que fiz na vida!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Onde vivo, o aborto é até financiado pelo governo, que prefere apoiar o aborto do que a adoção de crianças por casais homossexuais.

      http://www.aborto.com/legisla%C3%A7ao.htm

      Cultura :(

      Excluir
  2. Papa pnc.
    Quer combater o secularismo mas não quer saber de punir seus podres.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. "Combater secularismo"? De qual Papa você está falando, João Paulo II? Bento XVI é completamente retrógrado, ele simplesmente desfez toda a abertura promovida por seu antecessor. E sou ateu também.

      Excluir
  3. Mais um caso de pedofilia dentre milhares. A Igreja é coerente. Ela nunca puniu padres pedófilos. Por que puniria agora?

    ResponderExcluir
  4. Ele poderia orar pedindo para Deus transformar os velhos em pessoas novas, tipo com 25 anos.

    ResponderExcluir
  5. Eu não entendo: POR QUE estupro não tem o mesmo peso que aborto para a ICAR? POR QUE transar com camisinha é pior que ter AIDS para a ICAR? Vou parar por aqui porque não quero ter meu comentário removido, mas neste momento estou dirigndo os palavrões mais variados a este papa nazista e repugnante!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Porque coisas lógicas, como usar camisinha, fazer aborto em casos de risco para a mãe, etc., melhora a qualidade de vida das pessoas, e com isso prova que a filosofia da igreja não visa essa qualidade. Faz as pessoas acharem que estão melhor sem a igreja. E isso tira os lucros dela.
      E só o que importa para a igreja, os lucros. Por isso eles tentam de tudo para afastar as pessoas do conhecimento.

      Excluir
  6. Engraçado, a igreja só trata a "oração" como penitência quando convém, porque senão, todos são punidos nas missas. '-'

    ResponderExcluir
  7. Vida boa, sô! Depois de uma vida de patifaria, o pulha de batina recebe agora uma “vida de oração e penitência”.
    Depois, arrependido, vai pro céu: hidromel, vista pro mar, etc.
    Que nojo da ICAR!
    Nojo transbordante.

    ResponderExcluir
  8. Mas me diga... que "condenação"a Igreja poderia dar? A Igreja não é o estado, se está provado que ele é Pedófilo, ele deve ir fazer um tratamento, e se é apenas um safado, deve ser preso. A Excomunhão não é para quem peca, é para quem não quer fazer mais parte da Igreja.

    Paz e bem (nithapele@hotmail.com)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Concordo com você, lógico. O problema é que o Vaticano, quando convém, se faz de Estado. Eles têm poder político e com isso seus protegidos ficam acima da lei.

      Excluir
  9. A excomunhão não é para quem não quer faze parte da Igreja. Como citado acima, porque a equipe que fez o aborto da garota de 9 anos de Pernambuco foi excomungada? Pelo que sei, tinha católicos entre eles. Não acho que eles quiseram ser excomungados.
    Vou ter que citar site cristão, mas acho que é o melhor lugar para se procurar sobre isso:

    http://www.rainhamaria.com.br/Pagina/322/O-que-e-o-Pecado-de-Excomunhao

    http://www.oracoes.info/excomunhao.html

    ResponderExcluir
  10. Só complementando acima, eles foram excomungados automaticamente, porque o côdigo canônico assim diz. Ou seja, é uma punição sim. Para um padre, não poder celebrar missas ou receber os sacramentos seria uma baita punição. Até porque, de onde ele tiraria o dinheiro e o sustento?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Este comentário foi removido pelo autor.

      Excluir
  11. Não sei se é assim até hoje,mas lembro que no catecismo era explicado que a excomungação era punição, e a mais severa de todas.Deram como exemplo o divórcio.Ou seja, abuso sexual pode.Aborto terapeutico e divórcio não.É entendível né?

    ResponderExcluir
  12. Cada dia que passa, e quando vejo isso, fico com mais nojo da ICAR e com mais pena dos coitados que se chamam "fiéis" que ela controla como marionetes.

    Cara, como eu fico indignado com essa desgraça!

    Depois de destruir a vida e o futuro de dezenas de crianças indefesas, o tarado de batina é sentenciado a apenas uma vida de oração, coisa que é o que ele deveria fazer desde que vestiu aquele colarinho branco. Isso não é punição, é lucro! E o mais ridículo é que depois de se arrepender, o desgraçado ainda vai pro céu bajular ainda mais o papai do céu.

    Oh, que deus imoral e bundão!

    Aí depois querem julgar a moral alheia, mas com que moral que elas fazem isso?! Antro de pedófilos, nojentos, canalhas! Alguém deveria fazer um bom uso da bomba atômica pelo menos uma vez na história da humanidade e jogar na cabeça dessa corja de safados!

    ResponderExcluir
  13. Cada vez mais sinto um asco, nojo extremo dessa coisa podre materializada na ICAR, seu "pai" nazista e todas as denominações derivadas.

    ResponderExcluir
  14. Pessoal,

    Tem um "pequeno detalhe": no DIREITO CANÔNICO, o que o padre fez não é "crime", não está listado. Já o ABORTO é "crime" gravíssimo no mesmo direito canônico.

    ResponderExcluir
  15. Alegrái-vos ó Ateus!
    As medidas tomadas por Ratzinger estão surtindo os efeitos esperados: destruição da ICAR, aos poucos.
    Se o Nazista tomasse medidas eficazes, como excomunhão de pedófilos, a Denominação caminharia no sentido da credibilidade. E não é isso que queremos.
    Deixemos que o Papa seja nosso agente dentro da ICAR! Nosso Homem-bomba!
    Continuem denunciando!
    Vigiem seus filhos!
    Em breve esse ântro de corrupção vai desabar!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Agora há pouco esta notícia passou no Jornal da Record.
      A IURD também trabalha para o fim da ICAR.

      Excluir
  16. Ele vai rezar, chicotear-se e masturbar-se, lembrando de suas vítimas, tendo espasmos e tremelicando de prazer! Falará o nome de cada menino, como que chamando suas almas, num torpor sádico, imperioso...demoníaco!

    Depois, vai tomar um bom vinho, certo de que Deus o perdoará!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Tudo isso ao som de "A Conquista do Paríso"!

      Excluir
    2. "A Conquista do Paraíso".

      Excluir
  17. A ICAR tá muito mais para uma piada de péssimo gosto.

    ResponderExcluir
  18. Ele devia ser expulso da icar e ser condenado ela justiça.
    Mas isso já é querer demais.

    ResponderExcluir
  19. Luan Cunha,

    Que padres pedófilos sejam expulsos da ICAR e entregues à justiça pela mesma para serem julgados e condenados não é querer demais; é pedir demais. Nós já sabemos que isso não vai acontecer assim tão cedo, infelizmente.

    Até onde eu saiba, a "pior punição" que a ICAR deu a um padre pedófilo acusado de abusos sexuais foi suspendê-lo por 18 meses das atividades da igreja.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Infelizmente isso é verdade, mas tenho fé que um dia esse dia chegará.

      Pois é, de vez em quando tenho fé nas pessoas, que às vezes são confiáveis. E sim, eu sei que é irracional, mas sou apenas um humano.

      Excluir
  20. Essa foi a coisa mais ridícula e revoltante que eu li nos últimos anos!

    ResponderExcluir
  21. Esse pelo menos foi identificado, e os que permanecem anônimos, acobertados, dando uma de santinhos, comemorando jubileus de ouro de ordenação sacerdotal, e profissão religiosa, quando frades...É vergonhosa a cortina de silêncio que a Nada Santa Madrasta Igreja estende como um manto de apoio, a acobertar estes pervertidos, corruptores de menores e tarados. Aqui no Ceará tivemos um reduto deles, por mais de cinquenta anos atuante, desde os padres alemães que davam presentes aos jovens, pagavam estudos fora, isso em plenas décadas de 60, 70; aquela época éramos bem mais cegos e jamais sequer imaginávamos tamanha safadeza, por trás daqueles altos muros, e bosques taciturnos a ocultar perversões e imoralidade! Por isso todo aquele afã de construírem quadras de futebol com dinheiro vindo da Alemanha, todo aquele apadrinhamento escandaloso de rapazes, tudo a eles; pra nós, mulheres, era o deus-dará das paixonites das mais ousadas, algumas inclusive servindo de tapas-buracos pra homossexualidade deles...Um álibi de "último recurso" que eles utilizavam pra em caso de evitar serem despachados pra Alemanha como pedófilos; diziam-se pais sedutores de moçoilas "histéricas" e ávidas por viagens ao exterior...Assim eles duplamente nos detratavam e humilhavam , aqueles cafajestes vestidos de são francisco; posando de amantes da pobreza, mas sempre com as geladeiras e freezers repletos de cervejas para si e seus amantes rapazes! O costume perdurou e atravessou todas as décadas de 80 e 90, já com "a safra" de brasileiros criados e "formados" nessa santa gigolagem...Meu irmão foi michê pago de um deles; minha mãe mesmo jamais acreditou mas a vizinhança toda falava...O "Carlinho" é amante do padre, "tomou o lugar" do filho da Maria do Carmo...Um escândalo. Pior, é que não faltavam frades pedófilos consumados, como o que mandaram pra Canindé, e lá continuou a abusar de coroinhas...Denúncias, escândalos...Solução? Nada! O tal Osmar hoje é um velhinho pedófilo aposentado e o Eudásio goza de livre trânsito na Ordem, tudo com as bênçaos do "Padre Provincial". Graças a Jeová eu conheci a verdade e hoje estudo a Tradução do Novo Mundo das Sagradas Escrituras com as verdadeiras testemunhas na terra; abandonei definitivamente esta Igreja de pedófilos e pederastas.

    ResponderExcluir
  22. Nunca li tanta falta de conhecimento com relação a Igreja Católica. A raiva não deve cegar as pessoas a ponto de falar coisas que de nada elas entendem.O papa Nazista? estude história.A igreja lucrar, vcs conhecem as obras realizadas pela igreja? o trabalho das pastorais? o cuidado com crianças com HIV? e outra a Igreja nunca apoiou abuso , quanta ignorancia!! O padre deve ser punido pelo estado, pois a igreja já o puniu afastando-o.Quem diz que deixou de ser católico por conta dessas atitudes deixará também qualquer outra seita ou religião, pois todas são feitas por homens repletos de mazelas e limites. Não estou defendendo, mas essas coisas terríveis infelizmente estão diante de nossos olhos.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Raquel,

      >> "O papa Nazista?"

      O Ratzinger fez parte da Juventude Hilterista. Mas como diz a matéria, ele foi membro dessa organização pq era obrigatório na época.

      Fonte: http://noticias.terra.com.br/mundo/novopapa/interna/0,,OI517003-EI4832,00.html
      http://veja.abril.com.br/270405/pompeu.html

      Aqui está uma foto de Ratzinger tirada qdo ele era membro da Juventude Hitlerista: http://novaspensatas.blogspot.com.br/2010/04/de-que-kadi-esta-o-papa.html

      >> "A igreja lucrar, vcs conhecem as obras realizadas pela igreja? o trabalho das pastorais? o cuidado com crianças com HIV?"

      Ok..a igreja realizou algumas obras boas. Mas isso não apaga as barbaridades que essa igreja foi responsável durante a Idade Média (as coisas de sempre: Cruzadas, Inquisição, perseguição de judeus, etc), não apaga a conivência da ICAR com padres pedófilos; acordos e pactos entre Hitler e a ICAR durante a Segunda Guerra, etc.

      Se a ICAR se preocupasse tanto com as vítimas da Aids, Ratzinger jamais teria dito que distribuir preservativos não controla a Aids (http://www.fimdostempos.net/papa-camisinha-aids.html) e que o uso de preservativo agrava Aids na África (http://www.dn.pt/inicio/globo/interior.aspx?content_id=1174320&seccao=%C1frica)


      >> "e outra a Igreja nunca apoiou abuso , quanta ignorancia!! O padre deve ser punido pelo estado, pois a igreja já o puniu afastando-o."

      Mas ela é conivente. A ICAR fez acordos com familiares das vítimas pra estas não denunciarem o padre que abusou sexualmente de seus filhos e as únicas "punições" que eu tive conhecimento que a ICAR aplicou à esses padres foi transferência de paróquia e suspensão das atividades eclesiásticas por 18 meses (http://pt.euronews.com/2010/03/16/padre-alemao-proximo-de-ratzinger-suspenso-por-pedofilia/)

      Exemplo de conivência da ICAR com padres pedófilos: "O caso mais famoso envolvia padres da Arquidiocese de Boston. Mas, mesmo com provas e, inclusive, com a confissão de culpa de alguns sacerdotes, o Vaticano adotou uma posição leve, enfurecendo as vítimas de abuso sexual. A sede da Igreja Católica rejeitou as normas severas contra os padres, argumentando que a Carta de Proteção à Criança e ao Jovem é confusa, ambígua e difícil de conciliar com as leis canônicas. O Vaticano disse que "maiores reflexões sobre e revisão" da norma seriam necessárias antes que ela pudesse ser aprovada. A carta cria uma comissão de funcionários do Vaticano e da Igreja católica norte-americana para executar a revisão."
      (http://noticias.terra.com.br/mundo/mortedopapa/interna/0,,OI505144-EI4692,00.html)

      Até mesmo um membro da ICAR reconhece a inadequação da resposta da ICAR em relação à isso: http://veja.abril.com.br/noticia/internacional/igreja-catolica-admite-4-000-casos-de-pedofilia

      Bispo pedófilo é protegido pela Igreja Católica http://www.pco.org.br/conoticias/ler_materia.php?mat=28433

      Cardeal diz que igreja errou ao proteger instituição em casos de pedofilia http://noticias.r7.com/internacional/noticias/cardeal-diz-que-igreja-errou-ao-proteger-instituicao-em-casos-de-pedofilia-20120209.html

      Excluir

Postar um comentário