Padre que abusou de 55 crianças na Irlanda dava aula em Osasco

O padre Peter Kennedy fugiu em 2003 da Irlanda por estar sendo acusado de ter violentado 55 crianças. Ele passou uns tempos como motorista de táxi em Londres, vindo para o Brasil com um passaporte britânico. O padre se estabeleceu em Osasco, na Grande São Paulo, onde se tornou professor de inglês.

O Brasil só deportou Kennedy, que tem 72 anos, para a Inglaterra (de lá foi mandado para Irlanda) em dezembro do ano passado. O Brasil não tem tratado de extradição com a Irlanda.

Não há informação sobre como ele conseguiu se manter tanto anos no Brasil. Desde a sua fuga, as autoridades irlandesas desconfiam de que ele estava na América do Sul.





Kennedy foi ordenado em 1964. Pertencia à Sociedade Missionária de St Patrick. Ele foi secularizado no mesmo ano de sua fuga. 

Duas de suas vítimas se suicidaram. Uma terceira contou à Justiça irlandesa ter sido violentada aos 13 anos de idade quando Kennedy foi chamado para dar extrema unção ao seu pai. O abuso ocorreu no quarto em que o homem estava morrendo.

Comentários

  1. E um crápula destes ainda tem a cara de pau de condenar gays,ateus e todos os que denunciam essa súcia ao inferno que nem ele mesmo acredita.Abaixo os desordeiros e pilantras da ICAR e das seitas(suas filiais)protestantes antes que esses vermes acabem com o planeta inteiro.

    ResponderExcluir
  2. Desfragmentação do sistema, o cristianismo esta decadente e falindo.

    ResponderExcluir
  3. O crápula não respeitou nem a hora da morte do pai da criança! É de enlouquecer isso! Esses caras se superam a cada dia no quesito perversão e falta de vergonha!

    Mas que... não tenho nem palavras para descrever minha revolta. Só eu que estou com vontade de meter a porrada no canalha?! Um tipo de cara desses merece coisa pior que a morte!

    Depois que "moral e bons costumes" eles querem defender depois?! Pro inferno tudo isso!

    Desfragmentação do sistema, o cristianismo está decadente e falindo. (2)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Não querendo defender a pedofolia de geito nenhum, mas quantos anos você tem? com certeza já olhou de uma maneira diferente.. aquela menina na rua ou na balada, pode ser que você até pegou... lembra?? isso mesmo aquela de 13,14,15 anos...isso é pedofolia!!
      PEDOFILIA é crime e todo aquele que a coemte tem que ser preso não interessa quem seja!!!

      Excluir
    2. Como ninguém comentou, repasso algumas dicas obtidas de um advogado:

      Não existe crime de "pedofilia". "Pedofilia" não é crime, é uma condição psicológica (ou psiquiátrica, sei lá) que se caracteriza pela atração sexual por jovens impúberes. Atração sexual por adolescentes púberes não é "pedofilia" no sentido médico/psicológico do termo, pois a puberdade marca justamente a maturidade sexual. Nossa cultura é que convencionou a inaceitabilidade do sexo com adolescentes até certa idade, de uma forma arbitrária (e toda divisão da vida humana se baseia em limites arbitrários).

      O que é crime no Brasil é o estupro de vulnerável (se houver ato sexual) ou o atentado ao pudor (se não houver). Artigos 213 e 214 do CP. Ambos são considerados crimes hediondos. Normalmente este tipo de crime é cometido por familiares da criança, raramente por estranhos. A histeria em torno de estranhos estupradores é só histeria. Normalmente quem violenta as crianças são pais, tios, primos, irmãos ou padrastos. Mais frequentemente o perpetrador é do sexo masculino, mas não sempre. Mais frequentemente a vítima é do sexo feminino, mas não sempre.

      Além destes dois crimes previos no CP, o ECA configurou a distribuição de pornografia infantil como crime.

      O que faz as pessoas acharem que "pedofilia é crime" é o fato de esse tipo de crime ser normalmente cometido por pedófilos (ou seja, por pessoas que possuem esse desvio mental). Mas a condição de pedófilo não é crime, tanto quanto a a condição de alcoolismo não é crime.

      A lei brasileira não considera iguais os adolescentes púberes e impúberes, apenas estabelece um limite arbitrário para o que se chama de "idade de consentimento": 14 anos. Todo menor de 14 anos é considerado incapaz de dar consentimento. Por tanto, toda relação com menor de 14 anos é um estupro. O mesmo se aplica a relações com pessoas incapazes de defender-se, seja por estarem embriagadas, doentes ou mentalmente perturbadas. Portanto, cuidado ao 'pegar' mulheres bêbadas na balada. Se elas tiverem testemunhas, podem te processar por estupro caso resolvam achar no dia seguinte que o príncipe era sapo.

      Relações sexuais com maiores de 14 e menores de 18 anos não são crime, embora a sociedade tenda a achá-las erradas. Esse tipo de relação sempre foi muito comum. Minha avó se casou aos 14 anos, minha mãe aos 16, a mãe de minha mulher aos 18 incompletos. Entre os famosos, Jerry Lee Lewis (precursor do rock) se casou, em 1960, com uma prima de 15 anos, doze anos mais nova.

      Embora não seja crime ter relações sexuais com menores de idade púberes e maiores de 14 anos, é crime explorá-las sexualmente (inclusive fazendo fotos ou filmes) ou expô-las a situações de promiscuidade sexual. Isso acontece porque menores de 18 anos não são plenamente capazes de praticar todos os atos da vida civil, dependendo do consentimento dos pais para isso. Essa incapacidade é absoluta, no caso dos menores de 16, ou relativa.

      Esta situação cria um limbo legal no qual acaba prevalecendo o entendimento do ECA, que procura punir todo envolvimento de menores de idade com sexo. Mas ainda é possível alegar consentimento por parte da vítima e, principalmente, alegar desconhecimento da idade (visto que uma pessoa de 17 anos e 11 meses e outra de 18 anos e 1 mês são indistinguíveis). Mas eu não aconselho correr o risco, estas possibilidades são para tentativa de defesa, e não escudo preventivo (palavras do meu amigo advogado).

      P.S. Se algum outro advogado estiver lendo e quiser comentar, por favor conserte as besteiras que devo ter dito aí. E se alguma coisa eu disse errado, foi porque entendi errdao o que o meu amigo falou.

      Excluir
    3. Eses revoltados acha porque um padre erra acha que todo padre e pedofilo,safado ainda atacar toda Igreja como a Igreja Católica mande-se alguem fazer essa barbaridade a Igreja e Santa,pecador são os filhos da Igreja,esses revoltados contra a Igreja para que existe policia e para prender pedofilos,cometeu esse erro tem que ser preso,agora essa revolta toda contra a Igreja Católica e que e errado a Igreja não tem culpar por erros de seus fieis.

      Excluir
  4. Calma pessoal, nunca ouviram falar da "Moral Cristã"? É essa mesmo.
    O problema é que todo padre é um pedófilo latente, pois como tem uma vida sexual artificial isto é o resultado natural.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. kkk, ignorante!!! não sabe o que fala!!!

      Excluir
  5. Brasil: destino de criminosos foragidos...que maravilha! sarcasmo mode on

    ResponderExcluir
  6. Correto o Gouvêa,pedofilia é uma condição(não é considerada uma orientação sexual)parafílica psicológica e psiquiátrica que se notabiliza e se caracteriza pelo desejo sexual contínuo ou predominante por jovens impúberes e não é crime.Quando o menor é púbere(maior de 14)é efebofilia.Pedofilia não é crime,mas o estupro de vulnerável resultante do desejo pedofílico sim.

    ResponderExcluir
  7. Tanta celeuma por um estrangeiro foragido...e os safados padres daqui mesmo? A Igreja Católica no Brasil, sobretudo no Nordeste, é uma sementeira(seminário) de pederastas, efebófilos e pedófilos! Eles perpetuam sistematicamente, durante décadas, todo um criminoso nascedouro-criadouro de perversões; servindo-se para isso do atrativo catequético religioso, como do educativo lúdico-esportivo...São uns verdadeiros crápulas, usam do poder moral, da influência espiritual, do conteúdo simbólico que age sobre as indefesas vítimas...Aliciam, corrompem e destroem totalmente o senso de integridade, honestidade, verdade, em seres que estão ainda em processo de formação. Vêem com olhos de lince os rapazinhos em processo de insegurança, timidez, vulnerabilidade social e fragilidade psicológica; e lançam-se com avidez sobre os coitados, não manifestando mesmo o menor pudor em atacar...Através de um clubinho fechado, que eles chamam Acolitato, vão criando escola de pederastia, efebofilia, lentamente provocando nos jovens a excitação e depois o consentimento na felação, na bolinagem; depois com presentes e dinheiro, conseguem chegar às vias de fato, tornando alguns exclusivos, especiais ou favoritos e por vezes fixos amantes. Inventam jogos em outras cidades, campeonatos interestaduais, acampamentos, montanhismo, fins-de-semana, retiros, férias, congressos no sul do país e até no exterior; não tem limite a generosidade desses safados corruptores, nem a sua prodigalidade se deixa vencer em excesso...Quando se trata de criar pretexto para obter a sedução definitiva de um amante. Além de ter tido um exemplo doméstico, fui confidente de uma amiga que perdeu o noivo, que era segundo ela o grande amor de sua vida, por uma dessas investidas diabólicas destes padres pederastas...O rapaz chamava-se José Roberto - hoje é professor universitário, com mestrado e doutorado - e pela perseguição de um frade franciscano tresloucado e incontrolável em sua paixão homossexual; resolveu também "ser frade"...A própria direção do cabaré chamado "Ordem", instalada em Recife, vetou a profissão dos votos do rapaz...Era suspeito demais, um só queria estar onde o outro fosse estar. O rapaz volta e segue sua vida gay, enquanto a moça desiludida, finda por casar-se com um doente mental de quem pediu depois a anulação. Pobre vida de quem tem sua vida tristemente envolvida na vida desses pedófilos e pederastas. Graças a Jeová, estou fora dessa Babilônia e não vejo o dia do Filho voltar e entregar o Reino ao Seu Pai.

    ResponderExcluir
  8. e foda ae depois nos ateus q vamos pro inferno...

    ResponderExcluir
  9. Fala-se de pedofílos no mundo inteiro, porém os pedófilos são punidos por leis bem severas, na Europa e outros países civilizados. Mas, numa propaganda bem direcionada, gostam de desmoralizar a Igreja Católica, a transformando em bode expiatório. Mas ninguém fala sobre o ISLAMISMO, que se intitula religião, sem ser, porque não é uma religião. mas sim uma Seita Pedofílica e política, na qual a pedofilia é legalizada por lei do ISLÃ. Inclusive o aiatolá Khomenini, o líder "religioso" dos muçulmanos, antes de falecer, abaixou a idade para "casamento", de meninas de 9 (nove) anos para 8 (oito) anos de idade. Qualquer velho, muçulmano, pode se deliciar em orgias pedofílias, sem ser punido. Os muçulmanos estão se infiltrando na Brasil, e na Europa, por esse motivo os casos de pedofilia aumentam a cada dia. Acordem para a realidade!!!

    ResponderExcluir

Postar um comentário