Justiça anula portaria de passaporte especial de pastor



A Justiça Federal em São Paulo anulou a portaria do ex-ministro de Relações Exteriores José Serra (PSDB) que concedeu em 2016 passaporte diplomático ao pastor da Igreja Internacional da Graça de Deus, R. R. Soares.

A decisão é mais uma derrota de líderes religiosos na Justiça que foram beneficiados com o documento que, na prática, permitia ao pastor e sua mulher, também beneficiada com o documento especial, a ter acesso à fila de entrada separada nos países e vistos gratuitos, quando necessários aos brasileiros.

A Justiça já havia determinado a suspensão e o recolhimento dos passaportes dos pastores.

Agora, o juiz anulou o ato do Poder Executivo que concedeu o benefício. 

A rigor, o documento deveria ser concedido apenas a autoridades que viajam para representar os interesses do país.

Com informação da Época.

Envio de correção



Gays querem passaporte especial igual ao de pastores



Postar um comentário