sexta-feira, 31 de agosto de 2012

Filme mostra devota se masturbando com crucifixo

O cineasta austríaco Ultrich Seidl está apresentando no Festival de Veneza 2012, que começou na quarta-feira (29), o Paradies: Glaube (Paraíso: fé), um filme que aborda o fanatismo religioso.

Na cena que mais tem chamado a atenção dos críticos e público, a personagem Annamaria (Maria Hofstätter) obtém orgasmo com um crucifixo. Em seu quarto, ela tira o símbolo católico da parede, acaricia-o, beija-o, acaricia-o de novo, mais uma vez, outra vez, de novo, sempre com mais intensidade, até se masturbar com o objeto, cena que o filme mostra sob as cobertas.

A auxiliar de raio x Annamaria acentua a sua devoção após o fracasso do seu relacionamento com Nabil Saleh, imigrante egípcio muçulmano que não tolera o cristianismo. "Ela é uma mulher decepcionada com o amor, com os homens e frustrada sexualmente", disse Seidl. "Sente um vazio interior."

Annamaria se dedica a rodas de oração e à visita de imigrantes para tentá-los convertê-los ao catolicismo. Ela se açoita, anda de joelhos e se fere com instrumentos cortantes.

Paradies: Glaube compõe uma trilogia com Paradise: love e Paradise: hope. No Brasil, o filme foi acusado por pelo menos um crítico de ser apelativo, mas sem se dar conta de que apelativo mesmo é o fanatismo religioso.

Martírio e gozo do fanatismo


video

Com informação das agências.





Cineasta faz advertência sobre fanatismo evangélico no Brasil
agosto de 2012

Casos de fanatismo religioso.

Postar um comentário
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...