Reação de aluno ateu a bullying acaba com pai-nosso na escola

Estudante ateu Ciel Vieira, de Miraí (MG)
O estudante já vinha sendo intimidado
O estudante Ciel Vieira (foto), 17, de Miraí (MG), não se conformava com a atitude da professora de geografia Lila Jane de Paula de iniciar a aula com um pai-nosso. Um dia, ele se manteve em silêncio, o que levou a professora a dizer: “Jovem que não tem Deus no coração nunca vai ser nada na vida”.

Era um recado para ele. Na classe, todos sabem que ele é ateu. A escola se chama Santo  Antônio e é do ensino estadual de Minas. Miraí é uma cidade pequena. Tem cerca de 14 mil habitantes e fica a 300 km de Belo Horizonte.

Quando houve outra aula, Ciel disse para a professora que ela estava desrespeitando a Constituição que determina a laicidade do Estado. Lila afirmou não existir nenhuma lei que a impeça de rezar, o que ela faz havia 25 anos e que não ia parar, mesmo se ele levasse um juiz à sala de aula.

Na aula seguinte, Ciel chegou atrasado, quando a oração estava começando, e percebeu ele tinha sido incluído no pai-nosso. Aparentemente com a aquiescência da professora, alguns estudantes substituíram a frase “livrai-nos do mal” por “livrar-nos do Ciel”.

O rapaz gravou o bullying com o seu celular e o reproduziu em um vídeo no Youtube, onde expos a sua indignação (ver abaixo).

E só então, por causa da repercussão do vídeo, a direção da escola e a inspetoria passaram a cuidar do caso, mas para dar um jeitinho, de modo que a professora pudesse continuar a rezar o pai-nosso sem a presença de Ciel.

Contudo, a Secretaria de Estado da Educação, ao ser procurada pela Folha de S.Paulo, informou que a professora Lila tinha sido orientada a parar de rezar. Não se tem a versão da professora porque ela não quis falar com a imprensa. Lila é católica.

O estudante gravou um segundo vídeo para contar o desfecho do imbróglio e agradecer o apoio da Atea (Associação Brasileira dos Ateus e Agnósticos), de familiares e dos parentes.

Ao jornal, a  mãe de Ciel comentou: “Até chorei quando vi o vídeo [o primeiro] dele. Meu filho sempre foi um aluno ético”.

Ela é espírita.

"Livrai-nos do Ciel, amém" 



"O diretor disse que era só um probleminha"







Fontes: Folha e vídeos do Ciel.

abril de 2012


Comentários

  1. Respostas
    1. Pena que não dá pra saber o que REALMENTE acontecia na escola.
      Só temos a versão do garotinho ateísta adestrado pela ATEA.

      Excluir
    2. Defendo o direito de um ateu ou agnóstico de lutar para não participar de um grupo de oração, ou de denunciar a professora aos superiores, esta história de denuncismo por internete é coisa de vigaristas, o menino fez o que fez induzido por gente que quer visibilidade a qualquer custo, a questão deveria ter sido resolvida de forma honesta, o menino é menor, a mãe que se diz "espírita" (não acredito) apóia o que o menino fez induzido pela ATEA, conheço espíritas e eles jamais apoiariam uma atitude como esta, aliás nem se incomodariam com o caso pois eles também recitam o PAI-NOSSO. Apesar de não ter conhecimento profundo do caso me parece que aí existe crime, a tal "ATEA" induziu o menino a fazer o que fez e a prova é o agradecimento do menino a tal associação. O direito de associação é legal e o de não crer também, o que não se pode é perseguir grupos religiosos. Graças a ATEA que conseguiu se promoveu com o caso a relação de forças mudou, antes era de 1 contra 99 e agora se inverteu, e quem sofre as consequências é o menino.

      Excluir
    3. Roberto domingos, eu li seu comentário e não pude deixar de esclarecer algumas coisas que parece que você não entendeu bem....

      em primeiro lugar, denunciar pela internet não é coisa de vigarista, é uma das poucas armas que a população (principalmente os mais jovens) encontraram para denunciar abusos, entre outras coisas, porque dá resultados. Ou só porque deu "audiência" e resultado (mesmo que mínimo) é motivo para chamar de vigarice?!
      Em segundo lugar, o menino postou o primeiro video ANTES de receber ajuda da ATEA (o que você já deveria saber se tivesse visto os videos e prestado atenção no que o garoto falou) é muito preconceito seu acreditar que só porque a professora não sabe da existência de um estado laico, um garoto de 17 anos bem informado não saberia (eu sei da laicidade do estado desde os 12 anos).
      Em terceiro lugar essa sua frase "A mãe que se diz espirita" veja bem, minha mãe é espírita e ela respeita o meu espaço para crer no que eu quiser, contanto que não me faça mal, porque antes de ser espírita ela é minha mãe.
      Se você é obrigado por pressão psicológica e social dentro da sala de aula, com 17 anos, a fazer uma coisa que você não quer ou não concorda e , não é apoiada por lei, muito pelo contrário, então acredito que a mãe está certa em apoiar o bem estar psicológico do filho.

      Não se pode "perseguir grupos religiosos" e eu concordo com isso, mas os grupos religiosos poderiam parar de perseguir quem não tem a mesma religião que eles, ou nenhuma religião.

      é tudo questão de uma palavrinha simples, mas pouco aplicada em nosso pais, chamada RESPEITO.

      Excluir
    4. Que tristeza Roberto...... Para qualquer religião somo todos irmãos..... Quer dizer então que se uma "irmão" para de acreditar naquilo que vc acredita. Ele é um vigarista? Acreditar em Deus ou não é questão de escolha... Eu não acredito!!!! E se ele existe nos contextos do livro sagrado, ele é um bosta! Padres, Bispos e etc... Mataram e roubaram(e ainda robam)em nome dele.... E ele não faz nada? Outra coisa.... A maioria dos ateus não discriminam nenhuma religião... Já os religiosos BRASILEIROS aprendem a discriminar na igreja.... Que lindo isso!!! É a porra do Brasil!!!!!

      Excluir
    5. Ser ateu não é ser vigarista, não coloque palavras em minha boca, induzir uma criança a fazer o que o menino fez é coisa de vigarista, não se pode atropelar a lei, ela foi criada para a civilização e não para os macacos.

      Excluir
    6. Este comentário foi removido por um administrador do blog.

      Excluir
    7. ESTA NA HORA DE ATACAR OS RELIGIOSOS.

      Excluir
    8. Isto expressa bem o que na verdade são os ateus quando deixam sua mascara cair.

      Excluir
    9. A ´professora não deu entrevista, mas a verdade é que ela não obrigou o menino a rezar, ela rezou, ele protestou, ela continuou rezando, a turma continuou rezando e ele protstando… a turma se irritou, e um aluno sem juízo resolveu terminar a oração com um “livrai-nos do Ciel”. A partir daí o menino ateu foi zoado, pq a turma é católica / evangelica e achava bom iniciar o dia com uma oração…o menino se sentiu rejeitado e aí, publicou o video e a direção só ficou sabendo na segunda, qdo a vaca já tinha ido pro brejo…. ai meu pequenino Miraí, tudo pelo ibope, me caro… se anda tiver dúvida pergunte a alguém de sua confiança q mora ou trabalha aqui..
      A questão de rezar ou não o pai-nosso é muito mais complexa do que alega nosso amigo Ciel,a constituição fala em respeito e liberdade, a todos. A constituição traz em seu preâmbulo Deus (pesquise)...
      "Apesar do estado brasileiro ser laico e a Constituição proibir a discriminação religiosa, a professora tem direito a abrir suas aulas rezando, segundo o presidente da Comissão de Defesa dos Direitos da Criança, Adolescente, Jovem e Idoso da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) , Stanley Gusman. "A prática da professora não é inconstitucional, ela não cometeu delito algum. Se o aluno quiser, pode se retirar da sala durante a oração', considera Gusman. "Mas ela não tem o direito de querer converter o aluno".

      Segundo Ciel Vieira, a escola a professora não vai mais dar a primeira aula à turma dele. "De minha parte, considero o caso encerrado, resolveram meu problema. Só queria ter meu direito respeitado".


      Fonte: http://www.em.com.br/app/noticia/gerais/2012/04/04/interna_gerais,287085/religiao-causa-discordia-em-escola-mineira.shtml

      Excluir
    10. O problema com religiosos doutrinistas é justamente a postura que o Roberto Domingos demonstra aqui: eles não respeitam a criança. O Roberto acha que o garoto não pode ter se sentido injustiçado em aula e buscado se expressar por vontade própria; ele tem que ter sido "induzido" por pessoas de má índole.

      Por favor... pessoas boas, crianças e jovens podem ser ateus. Podem ter vontade livre e podem agir por si. Não desvirtue o esforço do garoto.

      Excluir
    11. > A questão de rezar ou não o pai-nosso é muito
      > mais complexa do que alega nosso amigo Ciel,a
      > constituição fala em respeito e liberdade, a
      > todos. A constituição traz em seu preâmbulo
      > Deus (pesquise)...

      Não tem complexidade nenhuma. A escola está lá para educar, não para doutrinar. A professora não pode utilizar a sala de aula para promover a fé cristã em detrimento das demais e da ausência de fé. Não se trata nem de "religiosidade versus cristianismo", trata-se do desrespeito à laicidade em defesa de um credo particular (o cristão).

      E o preâmbulo da Constituição já foi declarado pelo STJ sem nenhum valor legal. Ele não serve como argumento. Já o Artigo 5º que estabelece a liberdade religiosa no Brasil e determina a existência do Estado laico, impedindo o Estado de se associar com qualquer religião, tem valor legal muito claro. Faça você a sua pesquisa.

      Excluir
    12. Desculpe, quando eu disse "não se trata nem de religiosidade versus cristianismo" eu quis dizer "não se trata nem de religiosidade versus ateísmo".

      Excluir
  2. Eu era feliz e não sabia3 de abril de 2012 07:30

    Meus Tempos de Criança

    (Ataulfo Alves)

    Eu daria tudo que eu tivesse
    Pra voltar aos dias de criança
    Eu não sei pra quê que a gente cresce
    Se não sai da gente essa lembrança

    Aos domingos, missa na matriz
    Da cidadezinha onde eu nasci
    Ai, meu Deus, eu era tão feliz
    No meu pequenino Miraí

    Que saudade da professorinha
    Que me ensinou o beabá
    Onde andará Mariazinha
    Meu primeiro amor, onde andará?

    Eu igual a toda meninada
    Quanta travessura que eu fazia
    Jogo de botões sobre a calçada
    Eu era feliz e não sabia

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O mundo inteiro era feliz e não sabia.

      Excluir
    2. Demais Cara,na Minha escola tem uma professora igual a essa devo levar isso adiante ?

      Excluir
    3. Sim, o estado é laico, eu sempre fui catolico, nunca me encomodei de rezar o pai nosso, mas se eu fosse ateu e me obrigasem, seria bom a escola se prepara porque ia vir briga forte pro lado deles, Lute por Justiça Zack.

      Excluir
    4. Roberto Domingos

      Como assim vc não acredita que a mãe dele é espírita? Só pq ela não é a favor de proselitismo religioso numa escola e aprovou a atitude do filho de exigir que a lei em relação ao estado laico prevista na Constituição seja cumprida?

      Espíritas rezam o pai nosso sim, mas eles não fazem isso em lugares inadequados como em uma escola, por exemplo. Eu já frequentei centros espíritas e os espíritas mantêm a doutrina deles apenas no centro, na casa deles e/ou na casa de pessoas que pedem para eles irem lá pra fazer uma reunião, um passe ou algo para abençoar o lar dessa pessoa e os que habitam esse lar. Espíritas têm a noção de que crença religiosa é uma escolha e um direito individual e - portanto - eles não impõem a crença deles nas outras pessoas. Frequenta centro espírita quem está interessado e vira espírita quem quer. Tanto que a mãe desse garoto não o obriga a ser espírita. Ela - talvez - pode até não concordar com o fato do filho não crer em deuses (não sei), mas ela pelo menos respeita a escolha do filho e o apóia qdo se trata de fazer o certo (nesse caso, pedir que tanto a escola qto a professora respeitem a laicidade do país prevista na Constituição).

      O garoto não foi "induzido por vigaristas", ele tomou essa decisão de protestar contra o proselitismo religioso na escola dele sozinho e ele recebeu o apoio da ATEA, que é uma organização que representa os ateus e agnósticos brasileiros.
      Ninguém ali na ATEA - ou aqui - estão perseguindo grupos religiosos. Vc tem o direito de acreditar no que quiser, contanto que mantenha essa fé para vc e a mantenha longe de assuntos do governo (separação entre estado e religiões, lembra?).
      Apenas defendemos a laicidade do estado e pedimos que ela seja respeitada. Que as religiões pertençam ao indivíduo, que seja uma escolha e um direito individual, não um dever coletivo.

      Excluir
    5. Roberto Domingos (cont)

      Num estado laico, as religiões são tratadas igualmente e nenhuma recebe privilégios em detrimento das outras (o que não acontece aqui no Brasil). Se - num estado que se diz laico - pode se rezar o pai nosso, ave-maria, salve rainha, etc, antes das aulas ou no Congresso antes da sessão começar, então se pode tb fazer orações à Alá, à Buda, fazer rituais wiccanos, orações aos deuses hindus, fazer despachos, passes, reuniões espíritas, psicografia, etc, antes das aulas ou antes de cada sessão no Congresso. Ou então - numa forma de garantir que todas as pessoas, independemente de suas crenças ou da falta delas, sejam respeitadas - não faça oração alguma, não dê privilégios para uma religião em particular em detrimento de outras religiões e ideologias não-religiosas.

      As coisas não se inverteram, elas apenas mudaram. Antes ateus e agnósticos ficavam calados dentro do armário, sem se assumir, sem exigir seus direitos e lutar pelo direito e liberdade individual de não crer em divindades, sem defender direitos humanos, sem defender e apoiar os direitos das minorias. Hj mostramos a nossa cara, mostramos que existimos, que temos direitos, que somos seres humanos e não monstros seguidores de Satã que comem criancinhas no café da manhã depois de fazer um ritual de magia negra durante a noite. Se alguns religiosos não gostam de ver que ateus e agnósticos estão se assumindo como tal, se reunindo para trocar idéias e defender interesses que têm em comum, que se organizem e formem associações que representam os ateus e agnósticos desse país, que protestemos contra a hipocrisia, a intolerância, os crimes, o ódio, o preconceito e os mandos e desmandos dessas religiões, etc, o problema é deles; não nosso.

      Da mesma forma que religiosos têm o direito de se reunirem numa igreja, de terem associações que defendem os interesses deles, de fazerem passeatas e protestos a favor do que eles acreditam ou contra algo que eles discordam, nós tb temos. Liberdade de associação e de expressão vale para todos (menos se for pra usar a liberdade de associação e de expressão para disseminar preconceito, ódio, intolerância e violência).

      Se alguns religiosos se sentem incomodados com ateus e agnósticos mostrando a cara, é sinal que estamos fazendo algo certo. :)

      Excluir
    6. E, dando seqüência à lógica da Michelle:

      Se alguns ateus se sentem incomodados com religiosos mostrando a cara, é sinal que esses religiosos estão fazendo algo certo.

      Excluir
    7. Anônimo (Apr 9, 2012 04:24 PM)

      Eu não me sinto incomodada com religiosos mostrando a cara até pq eles fazem isso há séculos.

      Agora alguns religiosos se sentem incomodados com pessoas se assumindo atéias ou agnósticas, mostrando a cara, criticando a religião deles, mostrando a imoralidade e hipocrisia de algumas religiões (e de alguns religiosos tb), etc.

      Alguns religiosos não se sentiam incomodados com ateus e agnósticos pq nós tínhamos receio de nos assumir como tal pq sabíamos que o chumbo iria engrossar pro nosso lado em termos de sermos alvos de preconceito, intolerância e até mesmo de agressões.

      Alguns de nós perdeu esse receio e o medo e decidimos enfrentar essa intolerância criando conscientização em relação ao ateísmo e agnosticismo para que esses religiosos percebam que somos seres humanos como eles, com a única diferença que não cremos em deuses (no caso dos ateus) ou que temos dúvidas em relação à existência dos mesmos (no caso dos agnósticos); que não somos um demônio de sete cabeças ou anticristo ou uma pessoa imoral e inescrupulosa como eles gostam de nos pintar.

      Excluir
    8. Anônimo (Apr 9, 2012 04:24 PM)

      E esse religiosos tb se sentem ameaçados por nós pq defendemos os direitos das minorias, defendemos os direitos humanos que eles são contra por causa das religiões deles e pq defendemos o laicismo do estado.

      Excluir
    9. Anônimo (Apr 9, 2012 04:24 PM)

      E eu tb não me sinto incomodada com religiosos mostrando a cara pq eles têm esse direito da mesma forma que nós ateus e agnósticos temos direito de fazer o mesmo. :)

      Excluir
  3. Que show.

    Parabéns Ciel, Daniel e os pais da rapaz pela coragem.
    É um orgulho dividir um país com cidadãos como vcs.

    Obrigada Paulo pela divulgação. :)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que nao acredita em deus .e que praticam o erro faltou acrecentar isso

      Excluir
  4. Até quando esses criminosos ficaram impunes? Foi o que eu disse, existe um corporativismo cristão criminoso por aí.

    ResponderExcluir
  5. Esse garoto merece meus parabéns,pela coragem e pelo conhecimento que tem dos seus direitos.
    Ele é ateu, mas poderia ser judeu,espírita,budista ou seguidor de qualquer outra religião e igualmente, ter virado motivo de chacota.
    Quando uma instituição de ensino não sabe respeitar as leis constitucionais de um país,se faz necessário tomar atitudes mais rígidas para se ter respeito,segurança e tranquilidade.
    Foi-se o tempo em que se "dava uma balinha" pros jovens se distraírem de seus objetivos.Alguns, mesmo que ainda poucos,estão evoluindo, usando a cabeça prá se defender.
    Ele começou sozinho,conseguiu o apoio necessário, e soube se fazer respeitar, não se rendeu aos ataques dos demais, mesmo sabendo que era o único que tinha opinião diferente em toda a classe.
    O mundo precisa de pessoas assim: Jovens de atitude,conhecedores de seus direitos, que usando simplesmente de conhecimento e coragem, conseguem solucionar os problemas a seu redor.
    Muito diferente daqueles que aceitam qualquer coisa que lhes inculquem, sem contestar se é certo ou errado, dizendo apenas "amém,amém,amém".

    ResponderExcluir
  6. Correção: do rapaz e que infelizmente pelo fim do vídeo, ñ acabou com a reza, apenas a professora criminosa ñ reza mais para o Ciel.

    E sim ele deveria ter processado a professora por constrangimento. :X

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Concordo, o problema não foi resolvido. Essa professora só vai parar de cometer esse crime quando for processada e precisar pagar uma indenização.

      Excluir
  7. Parabéns ao jovem.
    Esse e ateu de verdade, esta lutando pelo Estado Laico.
    Coisa que a grande maioria não faz, só se concentram em falar maus das religiões e dos deuses das mesmas...
    Bando de revoltadinho.
    Aqui o que é mais importante e o Estado Laico!
    E é por isso que devemos lutar!

    ResponderExcluir
  8. Paulo,

    Tem um trechinho que precisa ser corrigido: "Não se tem a versão da professora porque ela não quiser falar com a imprensa". Deveria ser "quis" no lugar do "quiser".

    Abraços e parabéns pelo blog.

    ResponderExcluir
  9. Aos fanáticos religiosos, o meu desprezo e a promessa de que tudo aquilo que eu puder fazer para tornar suas vidas um inferno, eu farei. Mas farei baseado no respeito ao próximo que VOCÊS são os primeiros a negar.

    Já que não sabem conviver em harmonia com outras pessoas que não acreditam na mesma fábula que vocês, a ponto de constranger, ofender e vilipendiar terceiros. Que a Justiça (sim, a dos homens, pois a tal 'justiça de deus' é parte da imaginação de vocês) os ensine. Professoras como essa, pastores como os do Leão de Juda Cola, Valdomiros, Macedos, Malafaias, Marisa Lobo, enfim... todos esses párias, merecem cada linha de processo judicial que lhe destinem.

    Ao Ciel, meus parabéns garoto. É sempre um orgulho ver que ainda tem jovem ligado no que acontece ao seu redor, que não se deixa enganar, nem se levar por qualquer coisa.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. E depois ignorantes e burros são aqueles que acreditam em qualquer religião, o que seria ser ateu para você jovem rapaz ?

      Generalizar é muito feio, nem todos que desejam acreditar em algo são como essa "professora" ou qualquer outro fanático religioso.Comece primeiro a separar, fanaticos de quem só quer algo para acreditar. Cada tem sua vida e faz o que quiser delas, não é criticando e muito menos "tornando a vida um inferno" que você irá mudar isso.

      Dou muitas risadas quando vejo este tipo de comentarios de "garotos" metidos a sabichões e revoltados.

      Como disse não vou generalizar, cada um tem a vida que deseja, seja querendo acreditar em alguma religião, queira não. Respeito a vontade de cada um. E seria bom se ao invés de apenas criticar passasemos a ouvir e aceitar cada ser que está ao nosso redor. Irei citar a frase de um grande homem.
      "Seja a mudança que você quer ver no mundo."

      Excluir
  10. Parabéns garoto, você foi muito bem....Abraços.

    Robson Kvalo

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Só mesmo um kvalo pra relinchar pra vc garoto.

      Excluir
  11. Também deixo aqui meu apoio ao garoto. Ele não é o primeiro e com certeza não será o último a sofrer esse tipo de coisa, mas enquanto a maioria apenas aguenta quieta, ele fez o que tinha que fazer e reclamou seus direitos. Sua atitude com certeza terá repercussões além de simplesmente livrar ele próprio de passar por essa palhaçada, porque o ato dele se levantar contra esse abuso faz com que o assunto seja tocado, que essas iregularidades sejam vistas e pode incentivar outras pessoas que passam pela mesma situação a se defenderem também.

    Agora é torcer para que as pessoas enxerguem a gravidade do problema. Tenho certeza de que a grande maioria da população, por ser cristã e preconceituosa, vai ficar do lado da "professora". Mas que ao menos as autoridades vejam que essas atitudes indesejadas estão muito mais comuns do que se pensa e que tomem uma atitude para acabar com esses professores proselitistas. Já temos muitos problemas na educação, com a falta de profissionais capacitados, infra-estrutura, materiais, etc... E agora mais isso? Que diabo de sistema educacional é esse? Está na hora de haver algumas mudanças bem drásticas, e investir em professores de verdade, que saibam ensinar suas matérias, que tenham vontade de formar a nova geração (em vez de fazerem só por obrigação, por ser seu trabalho, e por isso fazem de má vontade), que tenham compromisso e ética profissional. Que saibam separar sua vida pessoal de seu trabalho. Porque esses, hoje em dia, parecem ser a exceção, e não a regra (no ensino público, pelo menos).

    Mas enfim... É isso aí, Ciel, você fez bem. Nunca deixe os outros acharem que podem pisar em você, por qualquer motivo que seja.

    ResponderExcluir
  12. Que todos sigam seu exemplo parabens...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Se todos forem seguir o exemplo desse garoto, o que seria do mundo, hein? Por causa da oração do Pai Nosso na ele se revoltou, como será então o comportamento dele em casa?

      Excluir
    2. Esse garoto tem brio!Parabéns!.

      Excluir
  13. Esse negócio de querer orar numa escola é um mal hábito dos cristãos e eles sempre jogam para prerrogativa de que orar não é nada demais . Mais poxa vida ore em casa, mesmo porque a oração é uma parte de sua religião e ali não é aula de catecismo. Ela só queria satisfazer o vício que a religião criou na mente dela , religiosos são impulsivos por isso a importância do estado cada vez mais laico ,como foi posto em outra matéria para que heresia não volte a ser crime.

    ResponderExcluir
  14. Ciel, sempre conte com nos ateus para lutar pelo nosso direito, faz décadas que os religiosos não respeitam a sociedade querendo nos enfia goela a baixo sua verdade insana, doentio, esquizofrênica...
    Nos ateus lutamos para manter o Brasil laico e pela justiça e dignidade, colocando o ser humano em primeiro lugar.
    Esse bando (sim, literalmente bando; afinal eles não gostam de ser referidos como ovelhas?), de criminosos tem ser banidos de vez das repartições publicas como escolas, creches, etc.
    Essa professora e um exemplo de como a religião frita o cérebro da pessoa não deixando pensar, virando mais um zumbi.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Há casos e casos,sou catolica e nem por isso sou alienada insana ou doentia...E por sinal minha melhor amiga nao acredita em Deus.Nao é questao de ser ou nao religioso,é questao de respeitar,alem de tudo.

      Excluir
    2. Não generalize amigo, não desça ao nível dos energuminos fanáticos que comentam nesse blog.

      Excluir
    3. Será que você não percebe que o ateísmo está se transformando em uma religião? E na verdade o pior da religião, o fanatismo? Sou católico, acredito em Deus, acredito em Jesus, mas sou totalmente contra o fanatismo de qualquer religião, o fanatismo anda na contra mão da fé. Os novos ateus estão se transformando em verdadeiros fanáticos.

      Excluir
  15. ....E a religião continua fazendo mais vítimas... onde está o poder público numa hora dessas... rezando provavelmente...

    #INDIGNAÇÃO

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Para de dizer asneira movida por seu preconceito. Que religião fazendo vítimas. Ano passado saiu na Istoé uma reportagem sobre o número de cristãos assassinados por dia. Se você não conhece, procure saber um pouco sobre a Sociedade de São Vicente de Paulo, uma organização católica que ajuda pobres no mundo todo. O Estado é laico, mas depende em muitos municípios brasileiros das casas de repouso para idosos e hospitais mantidas pela Sociedade de São Vicente de Paulo que assume uma obrigação desse tão aclamado Estado laico.

      Excluir
  16. Deixo publicamente meu apoio ao garoto, ninguém deveria ser obrigado a seguir algum tipo de crença ou seguir algum rito religioso contra a sua vontade.

    ResponderExcluir
  17. Parabéns Ciel pela coragem de enfrentar essas pessoas que acham que tem a verdade absouluta.

    Essa professora não deve ter estudado como deveria. Provavelmente fez um curso a distância.

    A secretaria do estado deve explicar melhor aos seus professores o que é uma escola LAICA. Laica não é nome de cachorra.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Você é idiota ou o quê?

      Excluir
  18. Parabéns garoto^^
    Seria bom se todos os alunos que estejam passando por isso se manifestasse como você. Espero que pelo menos esses professores aprendam que escola não é igreja.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Alyne Deus não deve ser afastado da vida das pessoas e nem imposto às pessoas, temos o livre arbítrio. Esse garoto se revoltou por causa da oração do Pai Nosso, que não rezasse. Recebeu o apoio da ATEA. O ateísmo está se transformando em uma religião cheia de fanáticos e a ATEA está aí para buscar suas ovelhas. Você não o conhece para lhe dar os parabéns, vai saber qual é o comportamento dele com os colegas da escola.

      Excluir
    2. Gente, gente, vocês não o conhece parem de incentivar o "coitadinho"...muitos conhecem o porque da sua revolta.Tudo foi armação de uma mente doentia.

      Excluir
    3. Caro anônimo de Apr 5, 2012 07:01 AM

      O garoto estava no colégio e ele foi constrangido por que justamente ele NÃO REZAVA. Ele estava num COLÉGIO e não numa IGREJA. Você tem razão, eu não o conheço e por não o conhecermos você quer que ele seja uma má pessoa só por que ele é ateu. Até agora o garoto está certo e a professora errada.

      Excluir
    4. E tem mais. A última coisa que eu seria é ser uma ovelha como os evangélicos. Ou você acha que eu vou achar um ídolo para ficar pagando dizimo, ou dando isso ou aquilo. Ateísmo não é nem religião. Basta não acreditar. Simples, é tão fácil quanto não acreditar em papai noel. Só que existem fanáticos que sentem-se ameaçados e já enxergam o ateísmo ( essa palavra não deveria existir ) algo semelhante a religião. Mais ou menos assim que entendo.

      Excluir
  19. E a escola ainda continua fazendo proselitismo e a secretaria deixou por isso mesmo. Esses educadores estão achando que estão vivendo na Idade Média.
    Essa escola deve ser um inferninho religioso. Se não fosse a intervenção externa da Atea o Ciel provavelmente iria ser queimado como herege.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. A Atea está sempre em busca de novas ovelhas pra seguir seu fanatismo não religioso.

      Excluir
  20. Ele fez o que todo o ateu sabe, provou que os crentes são intolerantes.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Intolerante são os novos ateus fanáticos como Dawkins e seus seguidores e também religiosos fanáticos. Há muitas coisas na religião e o ateísmo está buscando o pior da religião, a intolerância e o fanatismo.

      Excluir
  21. A justificativa da professora é que ela fazia aquilo há 25 anos. Ora! se você faz uma coisa errada 25 anos ela vai continuar sendo uma coisa errada! Parabéns ao Ciel pela sua coragem. Percebam a diferença entre protestar e agüentar calado no caso do menino praticante do candomblé: bullyng, tiques e déficit de atenção. Mas quem é que liga pra isso? O importante é enfiar a doutrina cristã goela abaixo de todo mundo, pois deus é amor... Ass: Winston Smith

    ResponderExcluir
  22. Rapaz nossa essa cara é muito foda, qualquer outra pessoa no meio de uma situação dessa, perderia a cabeça, faria uma besteira, mas o comportamento dele foi MELHOR do que uns 90% desse crentes ai...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Verdade, e ainda mais considerando a idade. Se expressou muito bem nos vídeos e mostrou muita maturidade ao falar, nem parece um adolescente.

      Excluir
    2. israel a deusa atenas é mais falsa que produto da china.

      Excluir
    3. Agora Paulo, desvie esse pensamento para o deus que você venera e entenderá os nossos sentimentos, o que você acha da deusas Atena nós achamos do seu deus. Viu?! Não é tão diferente assim, é?!

      Excluir
    4. Coitado desse garoto, é mais uma ovelha da Atea.

      Excluir
    5. Esse AnônimoApr 5, 2012 07:10 AM só pode ser um troll, ou um cristão fanático. Te liga! Ovelha é você que não é capaz de questionar o teu deus por medo de estar errado.

      Mostra a cara, meu filho.

      Excluir
  23. Uma vitória da sensatez, lucidez , respeito e coragem. Parabéns ao garoto! Belo exemplo.

    ResponderExcluir
  24. "Lila afirmou não existir nenhuma lei que a impeça de rezar, o que ela faz havia 25 anos e que não ia parar, mesmo se ele levasse um juiz à sala de aula."

    Esse detalhe é revelador e nos mostra pelo menos duas coisas.

    1 – Que durante 25 anos a professora desrespeitou a Lei com a cumplicidade de todos os profissionais de ensino com os quais trabalhou e que sabiam dessa prática.

    2 – Que a professora, em relação a essa questão, sente-se intocável quando ela afirma que não iria parar, mesmo se um juiz fosse levado à sua sala de aula.

    O desconhecimento dos artigos fundamentais da Constituição Federal por essa “professora” de história mostra-nos que ela, não apenas é uma mal profissional, mas, ainda, é um exemplo a não ser seguido por seus alunos. É uma pessoa que estraga o sistema público de ensino. E a coisa fica muito pior. Ao desafiar o aluno dizendo que não iria parar com o seu proselitismo, mesmo na presença de um juiz, nos mostra, de maneira clara e cristalina, que ela desafia, também, as leis que regem essa nação.

    Esses fanáticos precisam ser combatidos com firmeza e de maneira exemplar. Precisam ser extirpados do serviço público. Com eles o serviço público só pode piorar. Se quisermos um serviço público de qualidade devemos, em primeiro lugar, contratar pessoas com as faculdades mentais em ordem; fanáticos religiosos não entram nessa categoria.

    É inevitável. Uma guerra contra a teocracia se avizinha. Isso é só o começo.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Suponho que você seja um grande conhecedor da Constituição, um excelente profissional e sabe de absolutamente tudo o que precisa para exercer sua função.
      Lembre-se que um professor não precisa conhecer a constituição, apesar de que eu penso que isso é de fato necessário. Mas digo isso porque existem coisas que deveríamos saber para exercermos nossas funções, porém não nos é exigido. É uma questão cultural.

      Bacana o fato de o garoto ter se manifestado em favor de seus direitos. Nosso país precisa disso em muitas áreas, cada vez mais.

      Só acho que muitos rebaixam a professora, quando o que deve ser questionado é mesmo a estrutura educacional, que é o que pode vir a mudar alguma coisa.
      Comecemos valorizando este profissional e exigindo melhores salários, pois se for um emprego atrativo não teremos qualquer um à frente de nossas classes.
      Deveria ser dado algum adicional por cada curso de capacitação que o profissional viesse a fazer e estes cursos deveriam ser de áreas variadas, como a área legal, medicinal, psicológica, dentre outras.
      Enfim, a professora também é vítima do sistema.
      E, se ele fosse um garoto inteligente mesmo, teria percebido isso.

      Excluir
    2. AnônimoApr 3, 2012 09:24 PM
      A reza em si é um problema, mas ela poderia alegar falta de conhecimento e ser uma vítima do sistema, como você disse. Mas e o bullying? Uma professora estimular o bullying?
      E sinceramente, o garoto tem 17 anos e foi atrás de informação. Ele deveria ter relevado o que a professora fez por ela ser uma vítima do sistema? Ou seja, ele não foi inteligente o suficiente para perceber que a professora na verdade é só mais uma engrenagem no podre sistema que vivemos.

      Excluir
    3. E como se livrar dos ateus fanáticos das instituições públicas? O ateísmo está se transfamormando em fanatismo.

      Excluir
    4. Como se livrar dos crentes fanáticos que infestam ese blog?

      Excluir
  25. Valeu garoto é isso aí , não podemos baixar a cabeça pra esse bando de fanáticos!
    Alguem tem algum email, twuiter coisa assim pra dar uns parabens ao menino?

    ResponderExcluir
  26. Raios, raios, raios múltiplos, Mutley faça alguma coisa.

    ResponderExcluir
  27. Queria saber o nome da primeira musica desse video,alguem pode me dizer?

    ResponderExcluir
  28. Parabéns Ciel, seus pais devem se orgulhar de você.

    ResponderExcluir
  29. Por que é que nenhum cristão fanático veio comentar até agora e reclamar da "perseguição aos cristãos"?

    Parabéns ao garoto, ele mostrou que ainda tem gente consciente nas escolas.

    Agora, será que essa professora chegou ao menos a comentar o que começou a acontecer no século XVIII, quando alguns paísess começaram a fazer a separação entre igreja e Estado? Ou será que ela pulava essa parte?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. "Por que é que nenhum cristão fanático veio comentar até agora e reclamar da "perseguição aos cristãos"?"

      Verdade! Também percebi isso.

      Onde estão nossos "criminosos vitimistas" prediletos para alegar que o aluno está perseguindo a sala inteira?

      Excluir
    2. Eu sou cristão e não sou fanático. Acredito em Deus, acredito em Jesus e possuo muitas razões para acreditar. Os novos ateus é que estão se transformando em fanáticos. Daqui a pouco haverá templos ateus espalhados por aí. Há muitas coisas boas na religião, mas o ateísmo está buscando o pior da religião, o fanatismo movido por Dawkins.

      Excluir
    3. Você generalizou como um fanático religioso.

      Excluir
  30. Parabéns ao guerreiro!

    Religião é um caso de saúde pública.

    ResponderExcluir
  31. Quem tiver acesso a algum meio de comunicação ampla, divulgue esse caso. Essa crentaiada precisa saber que devem manter suas asneiras dentro da igreja. SÓ LÁ!

    ResponderExcluir
  32. Cadê os cristãos como o Irmão, o Paulo de Tarso, o Izaque Bastos, o Templário, o YCHTIS (acho que é assim que escreve), reclamando de "perseguição e opressão relgiosa do malvado estado ateocrata"? hehehehehe

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pois é...

      Where are you people? We are just waiting for the comments of secularist dictatorship.

      Excluir
    2. ola michelle nao falei nada porque eu estava trabalhando tenho 2filhos e uma linda esposa sabe como é tenho que trabalhar,mais sou contra a atitude dessa professora,escola é lugar de estudar. mas esse garoto aproveitou a carona para ter seus 5 minutinhos de fama.

      Excluir
    3. Cara, que pensamento ridículo. Os "5 minutos de fama" são a solução do problema em que o garoto se encontrava. Você assistiu o primeiro vídeo? Não aparece imagem nenhuma. Só se conta a história. E que história hein!

      Somente após aquele primeiro vídeo, por conta da repercursão, o garoto conseguiu o apoio necessário para "peitar" a professora, escola e até o Estado em vista da responsável por estes assuntos.

      Deixe de ser hipócrita. Se fosse você, na situação daquele garoto, com pessoas de outro credo te constrangendo e você fazendo o vídeo, pode ter certeza que eu, assim como a maioria aqui, estaria te defendendo. A questão é a laicidade atacada e não a fama individual do garoto.

      Excluir
    4. me engana que eu godto voce afavor de cristão vou fazer de conta que eu acreditei.

      Excluir
  33. Faltou o meu parabéns.

    Parabéns Ciel. Você mostrou o que todo mundo já sabia: que nós, ateus, lutamos contra um poderoso inimigo chamado "estado teocrático"; que os religiosos são intolerantes ou cúmplices disso; e que o estado laico precisa ser defendido.

    ResponderExcluir
  34. Esta senhora(me recuso a considerá-la professora vai alegar perseguição dos maçons, satanistas, neoliberais e o escambau...

    ResponderExcluir
  35. Admiro a atitude deste garoto. Infelizmente vivemos nesse país vergonhoso. Estudava em uma escola com atitude parecida. Toda manhã tínhamos que rezar, pois todas as salas tinham uma caixa de som. Assim, antes da aula, a escola inteira era, eainda é, obrigada a ouvir um historinha católica e por fim rezar pai nosso e até Ave Maria. Lamentável! É claro q ngm reclamava pois perdíasse tempo de aula e num sistema educacional péssimo como o nosso, a coisa fica por isso mesmo. A escola é particular e tem a marca de Salesiana. É católica.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. claro meu filho se a escola é particular provavelmente é regida por freis ,é óbvio que vcs vão rezar antes de cada aula kkkkkkkkkkkkk me poupe

      Excluir
  36. tá, agora eu pergnto, vai processar? pq se nao for, nao perca o SEU tempo NEM o NOSSO ostando videozinhos para ficar famosinho.
    To cansada de ver videos e reportagens de ateus sofrendo preconceito e ninguem tomando atitude, entao se for so rpa aparecer e nao fazer NADA, sai fora.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Neo-Pentecostalism language detected.

      Excluir
    2. Baphomet, isso me veio a mente... rs.

      O engraçado é que é um anônimo reclamando que quer atitude, tipo odeia essas pessoas que não se colocam a frente tipo, um, digamos, anônimo... ¬¬

      []´s

      LHDias

      Excluir
    3. Falou, sr. ativista anônimo...

      Excluir
  37. ESSES COMENTÁRIOS SÃO MUITO TRISTES!UM DIA IRÃO SE ARREPENDER DE TER DIGITADO ,PENSANDO E FALADO ESSAS COISAS SOBRE O ÚNICO DEUS QUE EXISTE E É FIEL E TEM COMPAIXÃO! PERDOE SENHOR ELES NÃO SABE O Q DIZEM!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Senhor, eu não sei, vem me ensinar.

      Excluir
    2. Mas como? O único verdadeiro deus é o poderoso Tupã! Um dia ele se levantará do solo das florestas com o seu exército de Pau-brasil e Jequitibás vingadores e só os naturistas se salvarão! ARREPENDA-SE enquanto é tempo, jogue suas roupas fora e ande peladão como é de Sua vontade!

      Excluir
    3. Mentira Renato, como ousa regurgitar tais mentiras [assim como o AnônimoApr 3, 2012 12:54 PM], o único e verdadeiro deus é Baphomet, ajoelhem-se perante seu poder e sabedoria ou irão se arrepender amargamente.

      Excluir
    4. Nessa semana eu vou de Thor... Sabe como é, né? filme dos Vingadores chegando... =D

      O meu deus todo poderoso dessa semana é Thor. Mesmo por que não vejo gigantes de gelo zanzando por ai. Quer dizer que ele está fazendo o seu trabalho.

      []´s

      LHDias

      Excluir
    5. Eu prefiro Atena. Essa gente que fica dizendo que o deus cristão é o único é porque nunca sentiu o cosmo dentro de seus corações.

      Excluir
    6. Ei, mais respeito com Lord Raiden, Deus do Trovão e protetor dos Reinos da Terra!

      Excluir
    7. Como ousa proferir tal blasfêmia? O único Deus existente é o Todo-Poderoso Eru Ilúvatar.

      Excluir
    8. pelo visto essa galera nao defende o ateísmo mas defende falsos deuses,deuses que nao pode salvar. toda honra e toda a glória seja dada ao senhor jesus rei dos reis e senhor dos senhores de eternidade a eternidade.

      Excluir
    9. Ei, paulo de tarso, Atena não é falsa! Ela sempre aparece para mim quando estou quase morrendo e me faz sentir o cosmo, aí eu levanto e consigo me mover na velocidade da luz. É uma experiência religiosa muito pessoal que só quem experimentou pode entender.
      Além disso, prefiro adorar uma garota gostosa do que um zumbi judeu do deserto.

      Excluir
    10. Mas lembre-se Israel, Atena é uma deusa que jurou virgindade eterna.

      Excluir
    11. Ainda é melhor do que o zumbi. Continuo na vantagem.

      Excluir
    12. Tem gente que não entende mesmo a palavra "ironia". Esse Paulo é muito lerdo.

      O que se pode esperar de um bocó que caiu numa brincadeira de 1º de Abril, né?

      Excluir
    13. Sim você ainda fica na vantagem, mas eu ainda prefiro Afrodite.

      Excluir
    14. paulo de tarso,

      >> "mais sou contra a atitude dessa professora,escola é lugar de estudar. mas esse garoto aproveitou a carona para ter seus 5 minutinhos de fama."

      Não, Paulo. Esse garoto fez um protesto válido, já que usar horário de aula numa escola - que é um ambiente de ensino e não uma igreja - pra rezar uma oração de uma determinada religião é inconstitucional num estado laico.

      Ou vc acha que ele deveria ficar sentadinho na carteira, de boca fechada, sem protestar contra um proselitismo religioso inconstitucional acontecendo numa instituição governamental?


      >> "pelo visto essa galera nao defende o ateísmo mas defende falsos deuses,deuses que nao pode salvar. toda honra e toda a glória seja dada ao senhor jesus rei dos reis e senhor dos senhores de eternidade a eternidade."

      Que falsos deuses, ô boca aberta? Ateus não acreditam em deuses, ponto final. Qdo mencionamos Tupã, Thor, Odin, Baphomet, Ganeesha, Zeus, Baco, Goku, etc, é ironia, sarcasmo. Pra ateus esses deuses (com exceção de Goku que é um personagem de anime) são tão imaginários qto o deus que vc acredita.

      Vc não perceberia sarcasmo e ironia nem se eles te batessem na cara. Mas td bem. Sarcasmo e ironia são pra poucos, não é todo mundo que tem inteligência pra perceber e entender uma piada sarcástica.

      Excluir
    15. Quando eu reunir as 7 esferas do dragão, realizarei meu desejo de ter a vida eterna, aí eu me tornarei o ser mais poderoso do universo. Grande Freeza!

      Excluir
    16. Michelle, esse povo lê apenas um livro em sua vida, ainda assim seletivamente, só o "lado bom", esperar o quê?

      Excluir
    17. Pastafariano Fundamentalista3 de abril de 2012 23:12

      Seus hereges blásfemos, parem de falar desses falsos deuses. Todo mundo sabe que o Capitão Mosey está voltando e o Monstro de Espaguete Voador irá julgar a todos vocês por suas heresias

      Excluir
    18. Seus blasfemos incrédulos e prepotentes, ajoelhem-se ao único e verdadeiro deus "BAPHOMET<", se não irão sofrer consequências terríveis, principalmente você Paulo de Tarso, que adora um falso deus e julga, com muita prepotência e arrogância, os demais deuses como falsos.

      Excluir
    19. Baphomet ó todo poderoso você que criou os bafometros?

      Excluir
    20. "Baphomet ó todo poderoso você que criou os bafometros?"

      Ba Dum Tiss.

      Excluir
    21. Goku é o ser mais poderoso de todo universo. Jesus apanharia fácil do Freeza, imaginem então do Cell, Majin Buu, Omega Shenron...

      Excluir
    22. É, Jesus teria que ressuscitar umas 1000 vezes.

      Excluir
    23. Blasfêmos, curvem-se diante do poder e da glória de Eru Ilúvatar.

      Excluir
    24. Shiroyasha,

      Seu herege! O único e verdadeiro deus e salvador é Optimus Prime. Ele veio para este planeta junto com os Autobots pra nos proteger da ira assassina de Megatron e os Decepticons.

      É graças à Optimus Prime que vc está vivo! Aleluia!

      hehehehehehe

      Excluir
    25. Michelle e Shiroyasha, agora vocês estão perdidos, cansei de vocês seus blasfemos, irei realizar a magia negra mais poderosa existente [ensinada por meu mestre Baphomet] neste mundo, a magia Death [FF fans will know], não há escapatória, comecem a rezar para seus supostos deuses.

      Excluir
    26. Todos vocês irão receber a punição eterna. O verdadeiro deus na verdade é mesmo o Baphomet, vocês precisam conhecê-lo. É olho por olho, dente por dente!

      Excluir
    27. Enquanto Lord Reiden reune os defensores da Terra para lutar no Mortal Kombat por nós, vocês ficam aí, blasfemando!

      Hereges! Quero ver quando Shao Khan e seu exercito invadirem e destruirem os Reinos da Terra e tomar nossas almas se vão continuar com essas tolices!

      Que os Deuses Anciões tenham piedade de suas almas!

      Excluir
    28. Você que é um herege, Luan! Os únicos e verdadeiros defensores da Terra são os Cavaleiros do Zodíaco!
      E isso é obviamente 100% confiável, porque você não pode provar que não é verdade!

      Excluir
  38. Tá bom, desse assunto, agora manda outro.

    ResponderExcluir
  39. O que a Folha não quis saber é a opinião dos alunos da escola, que conhecem o Ciel desde sempre. Todos sabem ele é depressivo, com mania de inferioridade. A professora está querendo parar de dar aula para nossa sala por causa dele, não queremos que ela saia... essa história de bulling não é verdade, tinha zoação dele com a gente e vice-versa.... ele tbm sempre tinha um apelido para nós, o q não passava de coisa na sala de aula... sério? ele é carente e tá querendo é aparecer... CONSEGUIU!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Os crentelhos estão apelando até pra se passar por colega de aula! kkkkkkkkkk

      Excluir
    2. Foda. O desespero deles quase chega a dar pena.
      Mas não consigo ter pena de gente estúpida a esse ponto...

      Excluir
    3. Te abraça com a "profe" meu querido!!! Tu vai longe assim, acredite!

      Excluir
    4. Vamos supor que você realmente seja da escola e que seja colega de sala do Ciel.

      Seu argumento de que não ouviram sua opinião ou dos demais da escola invalida o constrangimento que Ciel passou? Invalida a PROVA deste contrangimento [gravação]?

      O fato da professora querer parar de dar aula invalida o ato que a mesma cometeu? Não estaria ela fazendo um bem à sociedade com sua ausência, vez que na visão dela, fazer proselitismo religioso na rede pública de ensino não é ilegal??

      Uma pessoa que, como você diz, já tem problemas pessoais de depressão e baixa-estima não deveria ter justamente tratamento mais adequado pelos professores e demais funcionários da escola? É certo que por conta destes problemas tais profissionais usem essa desculpa para o constranger mais e afetar ainda mais seus problemas pessoais??

      Pronto, seu argumento e NADA são a mesma coisa.

      Excluir
    5. Então quer dizer que cristão pode "levantar falso testemunho"???

      Excluir
    6. Esse anônimo pode até ser um colega de Ciel mas o que muda o fato? A professora ainda sim rezava na sala de aula sabendo que o garoto era ateu

      Excluir
    7. E óbvio, o Ciel não podia zoar e dar apelido para eles. Trinta alunos e uma professora (figura de autoridade) e, claro, ele tinha mais que ficar quieto. 17 anos de idade e ele tem ainda que ter uma maturidade que não se vê nem em adultos. Cada uma...

      Excluir
  40. Meu apoio ao garoto.

    Parabéns pela atitude.

    []´s

    LHDias

    ResponderExcluir
  41. Creio que situações como essa devem ser enviadas ao Ministério Público também, para que investigue a conduta do professor e se não está incidindo em algum tipo criminal. No mínimo, a professora foi omissa quanto ao bullying sofrido pelo garoto – e que teve como fagulha a situação ocasionada por ela própria!

    ResponderExcluir
  42. Para que rezar? Para pedir a Deus que nos livre de uma pessoa só porque essa pessoa não concordou com a gente? Isso
    demonstra o quanto rezar não quer dizer nada, pois a fundamentalista pediu para o mal do garoto.

    ResponderExcluir
  43. Parabens ao Ciel, mas, o problema ainda está ai, ela apenas mudou o horário né, tem que ir adiante e processar ela.

    ResponderExcluir
  44. MINISTÉRIO PÚBLICO!!! LEVANTA A bundinha e FAZ ALGUMA COISA. Professores por favor vão dar aulas. Lugar de rezar/orar, etc.. é na igreja/templo, etc.

    ResponderExcluir
  45. Bom, tenho que dá meus parabéns para o garoto também, né?

    Me identifiquei muito com a história dele. No ensino médio eu tinha um professor de matemática que sempre orava o Pai-Nosso antes de dá aula. Eu ainda não era ateu na época (mas era agnóstico), mas ficava em silêncio e nunca desrespeitei ninguém que orava (mesmo eu achando aquilo bem idiota). A diferença que ele mesmo percebendo que eu (e outros também) não orávamos, ele nunca puxou nossa orelha e nos obrigou a fazer nada. Pelo menos isso.

    Atitude muito corajosa desse rapaz, ele vai longe.

    Engraçado que "Ciel" é o nome que pretendo dá para meu filho, rsrs. Coincidências à parte.

    ResponderExcluir
  46. Parabéns meu caro Ciel Vieira, você é um garoto e tanto! Sua família deve se orgulhar muito de você. No mundo em que vivemos está difícil encontrar gente como você. Acredito que milhares de pais nesse nosso país, gostariam de ter um filho assim. Nesse Brasil, onde a corrupção é escancarada e a hipocrisia, falácia e fanatismo religioso são extremos; é muito bom vê-lo como um Dom Quixote contra os moinhos de vento. Sua luta será árdua, mas esteja certo, você terá não apenas um Pancho a acompanhá-lo, mas milhares de Panchos que não aguentam mais essa panaceia dogmática religiosa, que assola o nosso país. Parabéns. continue assim, no futuro você colherá uma consciência tranquila, moral elevado, e um altruísmo lapidar para com os seus semelhantes. Na oportunidade gostaria de dar-lhe uma sugestão: Faça do Livro “A origem das Espécies” e “The Descent of Man”, de Charles Darwin o seu livro de cabeceira. Tenho certeza, de que neles você encontrará muitas respostas à sua inquieta, brilhante e inteligente mente. Lembre-se nunca esmoreça. E tenha sempre consigo: "Recuar só se for para frente". Abs., js

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Cara, tenho certeza que sua intenção foi boa, mas acho que usou uma péssima analogia... Afinal, os moinhos de vento do Dom Quixote eram inimigos por causa da loucura dele, que achava que eram gigantes. Então não acho que seja uma boa metáfora, já que os inimigos do garoto não são nada imaginários.
      E o nome do escudeiro dele era Sancho...

      Excluir
    2. Agora foi....

      Não sei se o amoniaco se referiu ao Pancho (de Pancho VIlla) ou se referia a Sancho Panza (juntando os dois nomes e saindo Pancho).

      Excluir
  47. Meu Caro Paulo R. Lopes,
    Parabéns pelo seu blog. Há muito precisávamos de algo assim. Dentro do possível tenho feito de tudo para divulgá-lo. As pessoas precisam tomar conhecimento do que realmente está acontecendo no mundo e o que as religiões estão fazendo com as elas.Bola pra frente e parabéns!!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. è isso mesmo, Paulo....

      Bola pra frente, porque se chutar pra traz, irá ser gol contra.

      E, não esquece de passar a bola pra mim.... não seja fominha. rsrsrsrs

      Excluir
  48. Antenor F. de Melo3 de abril de 2012 19:37

    Meus parabens, voce se saiu muito bem dessa situaçao, eu admito que teria me comportado de forma ignorante e grosseira, quando temos opinioes diferentes da maioria a tendencia é sermos focados pela mesma.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Concordo, eu também teria me comportado de maneira muito rude, não teria a mesma paciência, responderia na mesma moeda [olho por olho].

      Excluir
  49. Mais uma amostra do escárnio de 30 cristãos diante da sensatez de um ateu.

    ResponderExcluir
  50. Eu tinha uma profe bem senhora ela fazia meditações era um saco ficar ouvindo "agora vocês estão num campo aberto e tranquilo sintam o vento a grama verdinha etc" Eu já sentia as formiga o sol queimando minha cabeça um monte de inseto me picando Huakakaka eu odiava estas meditações..eu nem sei de que religião ela era

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. hahahahaha isso nem tem mto a ver com religião,é como esvaziar a mente só,pensar em coisas boas =]

      Excluir
  51. Deus por deus, eu prefiro Chuck Norris, pois quando Javé disse: "Que haja a luz!", Chuck Norris respondeu: "Peça por favor". Quer prova maior da superioridade de Chuck Norris? Ass: Winston Smith

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pois é, isso é verdade. Um dia Chuck Norris trepou com uma prostituta atrás do caminhão e uma gota do seu sêmen divino caiu no assento, sabe o que o caminhão virou? Optimus Prime!

      Não me pergunte o que aconteceu com a prostituta, ainda é um mistério...

      Excluir
    2. luan voce como sempre me ofendendo mas quero o seu bem,que o senhor te faça resplandecer sobre ti a luz do seu rosto.

      Excluir
    3. Sua hipocrisia me enoja, Paulo. Resplandecer a luz do meu rosto? Aff! Eu também não te quero mal, mas não me venha com hipocrisia, por favor, que eu odeio isso mais do que proselitismo religioso.

      Excluir
    4. Luan Cunha,

      Sabia que Optimus Prime era deus!

      Que Optimus Prime e os Autobots nos abençoe e nos proteja dos Decepticons.

      Excluir
    5. Incrível. Os crentes falam que vamos arder no inferno e nós que os ofendemos?
      Vamos imaginar que o inferno exista e ele seja como eles dizem. Fogo, ranger de dentes, sofrimento. Eles dizem que vamos para lá por não crermos na mesma coisa com eles. Ou seja, eles querem que acabemos no pior lugar imaginável, que vamos sofrer horrores. E quando fazemos uma piada, nós é que estamos ofendendo. Sério mesmo?

      Excluir
  52. Gostaria de ver o video original, por favor.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Não há corte em nenhum dos dois vídeos, conforme pode ser verificado no canal do Ciel no YouTube.

      Excluir
  53. Infelizmente, a questão de não saber lidar com as diferenças, não é só da religião. Nossa sociedade é descriminatória de cor, altura, magro, gordo, pobre, rico etc.. Criamos grupos, clubes, igrejas, onde só aceitamos o igual. O ato de proselitismo, praticado nas igrejas, geralmente não passa de um esforço para tornar o outro igual, no grupo. Pensar diferente é razões de divisões no grupo. Não sabem dialogar. O que isso tem haver com a questão aqui proposta? Tudo. Pois, quero demonstrar que a religião forma pessoas intolerantes às diferenças. O sinônimo de religioso parece ser uma atitudes de intolerância religiosa. Não admiro que essa religiosidade tenha contribuído tanto para uma evolução de um ateísmo. Sou cristão, mas completamente ateu quanto ao modelo de cristianismo defendido por muitos religiosos. Exstem ateu que são mais éticos que certos religiosos, e disso parte muita crítica feita por ateus no mundo. Há quem defenda que Sartre não era ateu, mas que apenas defendia uma espiritualidade que mesmo sem Deus, ela permaneceria espiritual. Explicando melhor, um Cristão seria ético com o seu próximo se Deus não existia? Esta aí. As pessoas fazem pela razão de querer agradar a Deus e não simplesmente pelo dever ético para com o próximo. Aprendemos sobre fé, amor, humildade etc. mas, todas elas são vazias e sem sentido sem o respeito e a tolerância, pois não cabe a nenhum homem persuadir o coração de quem seja.

    ResponderExcluir
  54. todo joelho se dobrará e toda língua confessará que só jesus é senhor no céu na terra e debaixo da terra de eternidade a eternidade.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Mimimi, blá-blá-blá, etc e tal.

      Sério, Paulo, se o seu único propósito é glorificar seu deus e não debater o assunto, está no lugar errado, porque isso não passa de poluição para o blog.

      Seja produtivo! Temos ideias que concordamos e outra que discordamos! Vamos debatê-las e chegar numa conclusão plausível! Mas proselitismo, por favor, não estamos interessados nisso!

      Excluir
    2. Esse negócio de usar a língua de joelhos não é meio esquisito?

      Excluir
  55. Parabéns conterrâneo, hoje me senti orgulhosa duas vezes, uma por ser ateia e outra por ser de Miraí, moro em São Paulo e fiquei feliz em saber que nessa cidadezinha tão longe de qualquer metrópole, tem um jovem como vc.
    PS.: Miraí só aparece nos noticiários quando a chuva inunda toda a zona da mata mineira.
    Que bom que hoje li uma notícia diferente.

    ResponderExcluir
  56. Deveria processar sim. Vamos aproveitar o momento que este assunto esta tendo e levar o assunto para o forum! Vamos abrir precedentes gente!

    ResponderExcluir
  57. É verdade, Michelle. E o melhor é que Optimus Prime realmente dá a vida por seus comandados, e sempre ressussita. Mas, mesmo assim, prefiro Chuck Norris, pois seu sêmen divino não existiria Optimus Prime. ; ) Ass: Winston Smith

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Este comentário foi removido pelo autor.

      Excluir
  58. Winston Smith,

    hehehehe

    Chuck Norris seja louvado!

    ResponderExcluir
  59. Um muito obrigado a este rapaz que com coragem enfrentou a ditadura religiosa que permanece oculta em nossa sociedade.

    ResponderExcluir
  60. Eram os deuses astronautas?????
    Já era de se esperar a falta de respeito entre os humanos, é uma pena, pois só há um jeito...

    ResponderExcluir
  61. ...oi galera! O Ciel Aparecido deveia estar revoltado como todo adolecente , tá é querendo aparecer, não é nada contra religião o caso dele é psiquiatria e vamos ouvir falar muito dele ainda.Tem pessoas no mundo que nascem e nem sabem porque nasceu, e pra que nasceu...talvez ele esta querendo saber o porque.A verdadeira educação é respeitar pra ser respeitado, e isso abre caminho sobre todas as situações por mais difíceis que podera ser.

    ResponderExcluir
  62. Concordo que o Estado é laico! E que nenhuma pessoa, seja ateu ou não, deva ser constrangido.
    Agora, faz-se necessário refletir também no seguinte: Não sendo falar de Deus, alguém tem direito de falar qualquer coisa, como: palavrão, colocar músicas contendo palavras ofensivas ou apologia às drogas; e ainda, comemorar o Halloween (satanismo) etc?
    Quem está na sala de aula, alunos e professores, sabem do que estou falando!

    Edmílson Costa (RJ)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Hahahahahahahahahahaha... pare de ler a bíblia, isso faz mal. Desde quando o Halloween é uma data satanista?
      ou melhor: você sabe o que é o satanismo? Creio que não.

      Excluir
    2. Você ofender todos os satanistas.

      Claro que ele não sabe o que é. O que sabe é o que ele aprendeu a vida toda, porque o padre ou pastor ensinou e disse que era do diabo, e que era mal. Quanta ignorância.

      Fico de cara quando as pessoas falam sobre aquilo que não sabem realmente o que é.

      Paz.

      Excluir
  63. Baphomet, desculpa a pergunta indiscreta, mas você já foi satanista ou é apenas um estudante de neopaganismo e ocultismo?

    E quando digo estudante estou me referindo se você gosta de pesquisar sobre o assunto.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ele nuca foi, ele é um bonito e bom homem, fique bem Luan, te desejo toda sorte do mundo
      :-)

      Excluir
    2. Sem problemas Luan, vou responder à sua pergunta:

      -Não eu não fui Satanista, e não, eu não sou Satanista ou Ocultista [em parte não], sou agnóstico. Porém sim, gosto muito desses assuntos mitológicos, ocultistas e satanistas, pois gosto muito da rica filosofia abordada por tais assuntos e das magníficas estórias.

      Quando digo que não sou Satanista, isso seria em parte, pois me indentifico muito com a filosofia de Anton LaVey [olho por olho, não submissão a qualquer divindade, libertinagem, uso da razão, entre outras].

      Eu seria um tipo de Agnóstico/Satanista.

      Espero que eu tenha respondido sua pergunta.

      Excluir
    3. olha só baphomet voce diz que jesus nao existe mais estuda satanismo né baphomet.

      Excluir
    4. Não apenas o satanismo, outros tipos de filosofia também. Não se preocupe Paulo, não acredito no rival da ICAR, assim como a maioria dos satanistas, também, não. Você deveria fazer o mesmo, abra sua mente e tente ler outras coisas além da bíblia.

      Excluir
    5. Baphomet, realmente a linha de pensamento de Lavey é muito interessante.

      O único problema é exatamente chamá-la de satanismo. Sei que ele fez isso como forma de rompimento, mas o peso do nome para com os religiosos tradicionais é muito forte. Antes de conseguir explicar que o Satanismo de Lavey é mais uma linha filosófica e não tem nada de adoração de seres mitológicos, somos ignorados pela simples menção ao nome "satanismo".

      De resto respeito muito os seguidores de Lavey. Assim como os seguidores do Budismo, que considero o real contrário filosófico de Lavey, em algumas vertentes.

      []´s

      Excluir
    6. AnônimoApr 6, 2012 09:56 AM:

      De fato, jamais me apresento como satanista ou simpatizante de suas filosofias, pois esse nome [satanista], como você disse, é muito forte em nossa preconceituosa sociedade.

      Respeito muito os budistas, se pudesse ter só uma religião no mundo e eu pudesse escolher, esta seria o Budismo.

      Abraços.

      Excluir
  64. Meus parabens ao garoto, parabens Paulo Roberto Lopes é isso ai denuncie tudo, quebra da laicidade, homofobia, racismo, machismo, fique de olho em cuiaba, aqui acomtece coisas terriveis, Magno Malta esta se afundando em escandalos de corrupção e fala que existe a "Heterofobia", fala sério, malta ladrão fora do brasil.

    ResponderExcluir
  65. Isso amigo ....
    Daqui uns dias vou te ver no BBB ou fazendo alguma novela.... KKKKKKKKKKKK

    ResponderExcluir
  66. Ai credo, a professora ainda acha que tem Deus no coração? Aposto que Ele não está naaaaaaadaaaa feliz com a atitude dela...
    ELA, fazendo esse bullyng, é que não vai ser nada na vida!

    ResponderExcluir
  67. Portanto, vós orareis assim: Pai nosso, que estás nos céus, santificado seja o teu nome;
    Venha o teu reino, seja feita a tua vontade, assim na terra como no céu;
    O pão nosso de cada dia nos dá hoje;
    E perdoa-nos as nossas dívidas, assim como nós perdoamos aos nossos devedores;
    E não nos induzas à tentação; mas livra-nos do mal; porque teu é o reino, e o poder, e a glória, para sempre. Amém.
    Mateus 6:9-13.

    ResponderExcluir
  68. Pela mesma razão que eu não creio em Deus, sem jamais ter sido ensinado nem induzido, por nenhuma catequese infantil, nem precisar esperar crescer ou estudar para depois refletir e chegar à conclusão que ele não existe; mas por ter sido de antemão ensinado por meus pais que "ele não existia, que o universo e tudo o mais somos matéria, vida, resultantes da própria natureza"...Eu procuro compreender o fato de existirem pessoas, que foram condicionadas desde a mais remota consciência, numa hipótese de uma ordem ou inteligência criadora, e a crer de modo fundamental, na existência de um ser universal onipresente. Não partilhei de propagandas radicalizadoras do antagonismo, quer de cunho teísta ou ateísta, comuns em minha época de adolescência; sempre abstenho-me de toda forma de de acusação extremista contra ateus ou os crentes, bem como quaisquer outros rótulos. Nem sou ingênuo, para "acreditar", que a ausência ou presença de deuses, ou quaisquer outros apelos aos recursos mágicos do pensamento; tornem alguém mais crítico, reflexivo, criativo, ético, solidário, ou portador de qualquer outra virtude social ou força civilizadora. Também lastimo que a religião seja usada como fonte de alienação, exploração e certa redução infantilista das pessoas - ao lado obscuro, charlatão e mercenário da humanidade, que coincide com o pior lado das seitas, dos curandeiros e megaempresários da indústria da fé... Porém o que está no fundo da alma das pessoas, nos seus sentimentos mais profundos, e palavras indizíveis que nem elas mesmas encontram para expressar o que chamam fé...Como posso pretender julgar como necessariamente não existente e clamar por sua compulsória eliminação? Não afirmo nem nego a existência de deuses. Abstenho-me de questionar. O QUE FOGE AO MEU PODER DE COGNIÇÃO, não posso dogmaticamente negar, devo dizer honestamente, que não é da ordem cognitiva, mas afetiva. E que direito eu tenho de eliminar aquilo que é motivo de afeto, emoção, sentimento, afeição, inspiração, de amor - na experiência e vivência dessas pessoas - sob a tácita afirmação que não existe o móvel ou o objeto de suas crenças? Sei por outro lado , que o ateísmo é tão natural nalgumas pessoas, como a fé, presente noutras que sequer questionam a possibilidade contrária! Eu poderia, mesmo não tendo recebido formação religiosa nenhuma, e até "catequizado" como fui na cartilha do materialismo; ter me refugiado como incontáveis seres de minha geração, em videogames, animes, mangás, bruxaria, tantos outros escapismos...Ou até ter me tornado budista, nihilista, pois tenho amigos filhos de amigos dos meus pais, que formados na CERTEZA absoluta que não há Deus...São adeptos de seitas bizarras, como algumas que misturam misticismo com pseudociências...Sou ateu por herança - e também por natural predisposição, penso -; não encontro obstáculo algum, quando converso com professores amigos de minha mãe, que são até personalidades do cristianismo institucional. Tenho porém dificuldades, de entabular um diálogo com medíocres, despolitizados, pessoas sem visão global, que não apresentam sequer rudimentos dos conhecimentos gerais de história e filosofia, além da ausência de uma visão geral humanista secular(tanto faz se "cristã" ou atéia)...Eu penso que o equilíbrio que está faltando, não é falta de ateísmo, nem de religião alguma. É falta de leitura mesmo, de educação, de tolerância e aprendizado da harmonia, da aceitação das diferenças, e toda uma cultura de paz, adquirida no trato doméstico e familiar. Por outro lado, há falta de exercício mental, enquanto parece sobrar o culto da atividade corporal. “Não se vai ao reino dos céus”, segundo os crentes...sem sacrifícios. Penso que um convívio pacífico no “reino da terra” não se obterá também, só com propaganda antiideológica e a contraditória militância também ideológica, e panfletária. Quem vai por o guizo no gato do extremismo não sei, só espero que não seja um rato “posuído do espírito” de fervor mais fanático, do adversário de gênero felídeo.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Paulani Coutinho, comentário com lição de vida, palavras sábias as suas, tomara que a familia de Ciel leia e passe para o adolecente a sua filosofia de vida, talvez ele lê e não entende , o cerebro dele pode não assimilar. Achei lindo e imprimi para mostrar a quem interessar o que é saber enxergar o sentido da vida e saber conviver com o semelhante. Abraços...

      Excluir
    2. Ciel, a Globo tem que te contratar para o jornal nacional. Você fala pra caramba!!!ou quem sabe comentarista de futebol... pena que ficou famoso e sem cachê.Sua cabeça dói? Tu fala demais... Tome gardenal cara, melhoras tá? Você vai sarar...

      Excluir
  69. Cada resposta de crente com mente pequena aqui, até apareceu um aqui questionando o comportamento dele em casa, depois os crentes se dizem perseguidos.

    ResponderExcluir
  70. Não quero acabar com a alegria de vocês, mas essas orações podem continuar. Há um jeito bem fácil e legal de se burlar isso.

    Basta que a oração parta dos alunos. Traduzindo em miudos, eles podem solicitar no inicio da aula um ou dois minutos a professora e fazerem sua oração do pai nosso.
    Como sei disso?

    Constituição e a secretaria de educação não pode impedir.

    Basta que não venha da parte do funcionário do estado, mas dos estudantes. No caso, basta que seja facultativo e que eles não incomodem o Ciel, no entanto, o Ciel e o pessoal da ATEA vai ficar ultra decepcionado... ja pensaram que triste se alguém ligar para a escola, convresar com a professora e os alunos e estes tomarem essa iniciativa?

    Poxa... seria tão triste.

    ResponderExcluir
  71. O ESTADO BRASILEIRO É LAICO?


    É difícil responder à pergunta em termos de "sim" ou "não". A laicidade não existia no tempo do Império, já foi maior no início do período republicano, pelo menos na educação pública, e é hoje maior do que naquela época na legislação sobre a família. É como a democracia. O Estado brasileiro é hoje mais democrático do que foi em qualquer momento do passado, mas há muito, muito mesmo a fazer para ampliar a democracia. Já houve recuos, mas os avanços prevalecem.

    Em suma: o Estado brasileiro não é totalmente laico, mas passa por um processo de laicização.

    Na sua formação, o Estado brasileiro nada tinha de laico. A Constituição do Império (1824) foi promulgada por Pedro I "em nome da Santíssima Trindade". O catolicismo era religião oficial e dominante. As outras religiões, quando toleradas, eram proibidas de promoverem cultos públicos, apenas reuniões em lugares fechados, sem a forma exterior de templo. As práticas religiosas de origem africana eram proibidas, consideradas nada mais do que um caso de polícia, como até há pouco tempo. O clero católico recebia salários do governo, como se fosse formado de funcionários públicos. O Código Penal proibia a divulgação de doutrinas contrárias às "verdades fundamentais da existência de Deus e da imortalidade da alma". Os professores das instituições públicas eram obrigados a jurarem fidelidade à religião oficial, que fazia parte do currículo das escolas públicas primárias e secundárias. Só os filhos de casamentos realizados na Igreja Católica eram legítimos, todos os outros eram "filhos naturais". Nos cemitérios públicos, só os católicos podiam ser enterrados. Os outros tinham de se fingir católicos ou procurarem cemitérios particulares, como o "dos ingleses" (evangélicos), no Rio de Janeiro.

    A situação de hoje é bem diferente daquela, mas ainda está longe de caracterizar um Estado laico. As sociedades religiosas não pagam impostos (renda, IPTU, ISS, etc) e recebem subsídios financeiros para suas instituições de ensino e assistência social. O ensino religioso faz parte do currículo das escolas públicas, que privilegia o Cristianismo e discrimina outras religiões, assim como discrimina todos os não crentes. Em alguns estados, os professores de ensino religioso são funcionários públicos e recebem salários, configurando apoio financeiro do Estado a sociedades religiosas, que, aliás, são as credenciadoras do magistério dessa disciplina. Certas sociedades religiosas exercem pressão sobre o Congresso Nacional, dificultando a promulgação de leis no que respeita à pesquisa científica, aos direitos sexuais e reprodutivos. A chantagem religiosa não é incomum nessa área, como a ameaça de excomunhão. Há símbolos religiosos nas repartições públicas, inclusive nos tribunais.

    ResponderExcluir
  72. Isso aí, Ciel, alguém tem que tomar a iniciativa, logo mais casos que nem esse vão acontecer!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Aposto como foi o Ciel que postou comentário acima. Assim não vale seu bobo.Acorda... o mundo gira... e cuidado pra não cair de tanta bobeira.

      Excluir
    2. Anônimo (Apr 7, 2012 07:45 PM)

      Mesmo? Put up or shut up...

      (prove que é o Cielo ou cale a boca)

      Excluir
  73. Gostei muito da atitude desse garoto!! eu tenho um filho de 14 anos, e hoje ele me contou sobre uma aula de religiao onde a professora discriminava aos homosexuais, falando que todos iram quemar no fogo do inferno, que esta escrito na biblia, na historia de sodoma e gomorra! Meu filho é homosexual e se sentiu ofendido pela aula de hoje! O que devo fazer? ele tem direitos de nao assistir as aulas de religiao?

    ResponderExcluir
  74. Raphaella Gonçalves10 de abril de 2012 14:17

    Professora ridícula!

    ResponderExcluir
  75. Infelizmente vivemos em um país onde a "escolha da não religião",por assim dizer é vista como se fosse uma aberração,certamente nos queimariam em praça publica sim,como bem disse o garoto, que esta de parabéns por se expressar,afinal esse é um direito adiquirido ou não?
    Permitir que tais atos como o dessa professora,continuem é sem duvida alguma sugestinoar a preceitos reliosos.
    Que a escola fique com a parte que lhe cabe instruir o aluno nas mais diversas diciplinas e forma-lo.
    O que rezar e se quer ou não rezar é uma escolha de cada um.
    Ciel mais uma vez parabéns!

    ResponderExcluir

Postar um comentário