Paulopes

Religião, ateísmo, ciência, etc.

sábado, 10 de março de 2012

Juiz de Corumbá proíbe culto que incomoda vizinha

O juiz Vinicius Pedrosa Santos, da 3ª Vara Cível de Corumbá (MS), proibiu uma filial da Assembleia de Deus (Ministério Belém) de celebrar culto até que providencie um sistema acústico que poupe a vizinhança de barulho.

A sentença foi proferida em uma ação movida por uma vizinha que disse não mais aguentar o som “ensurdecedor”. Ela afirmou que, antes de recorrer à Justiça, tentou solucionar o problema com representantes da igreja, com o Ministério Púbico e Polícia Militar, sem que houvesse uma perspectiva de um acordo.

Corumbá tem mais de 104 mil habitantes e fica a 420 km de Campo Grande.

O pastor João Lucas Martins disse ter sido pego de surpresa pela decisão porque, há cerca de 45 dias, a igreja tinha assumido formalmente com o Ministério Público o compromisso de isolar o som do templo, no prazo que vence dia 26 de março.

Martins informou que a igreja vai recorrer da sentença de Santos porque entende que se trata de uma perseguição religiosa. Ele não gostou da afirmação do juiz segundo a qual “é praxe das igrejas evangélicas colocarem às alturas seus equipamentos de som, seus discursos e causar um efeito nocivo à população”.

Na sentença, o juiz disse que a igreja foi desrespeitosa para com a vizinha, uma “pessoa idosa que não tem sossego no seu próprio lar”.

Para ele, “a liberdade de culto não autoriza a poluição sonora pela igreja evangélica”.

Com informação do site Midiamax News.


Evangélicos protestam contra juiz que proibiu culto barulhento.
12 de março de 2012


Cidade do ES aprova lei que livra de punição o barulho das orações.
março de 2012

Barulho de culto.

Postar um comentário
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...