Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens com o rótulo Edir Macedo

Presidente de Angola rejeita pressão de Mourão em defesa de interesses da Universal

> PAULO LOPES jornalista

Deputado pastor propõe fura-fila da vacina contra Covid-19 para religiosos em SC

Deputado de Assembleia Legislativa de Santa Catarina

Rompida com o comando brasileiro, Universal de Angola elege novo líder

LUSA    Os novos membros

Bolsonaro compra a novela 'Os dez mandamentos' da Record para a TV Brasil

Por intermédio da EBC

Universal quer anular multa ambiental de R$ 50 mil de templo que custou R$ 685 milhões

A Universal entrou na Justiça

Bolsonaro impõe sigilo em telegramas de interferência em crise da Universal em Angola

Para não expor sua interferência

Derrota de Crivella abala projeto de poder de Bolsonaro e o de Edir Macedo

Paulo Lopes | Opinião

Universal publica músicas em 187 países sem pagar os direitos do autor

A Justiça do Rio condenou

Edir acusa dois ex-bispos brasileiros de insuflarem angolanos a tomarem templos

Gilberto Nascimento / Agência Pública   Em uma live anunciada como “meditação com pastores”

Edir Macedo amaldiçoa angolanos que expulsaram pastores brasileiros de templos

O bispo Edir Macedo disse em um vídeo que os pastores angolanos que expulsaram os sacerdotes

Angolanos expulsam os pastores brasileiros de 30 templos da Universal

A comissão de reforma da Igreja Universal de Angola, constituída por pastores daquele país, expulsou hoje (22) de 30 templos os sacerdotes brasileiros sob a acusação de ganância. A informação é do site Ango Notícias. O pastor Nilton Ribeiro, porta-voz da comissão, comunicou que a “a igreja vem desenvolvendo há muito tempo e a ganância dos expatriados brasileiros foi se avolumando, razão pela qual tomamos a decisão da rotura do convénio com a gestão brasileira”. Acrescentou: “Crimes como o racismo, discriminação social, abuso de autoridade, faltas de respeito, humilhações públicas e evasão de divisas para o exterior e expatriamento ilícito de capital, são alguns problemas que podemos evocar”. Neves informou que foram tomados os templos das províncias de Luanda, Benguela, Huambo Malanje, Cuanza Sul e Namibe. A direção da Igreja Universal não se manifestou até agora sobre a expulsão dos pastores brasileiros. Nota da comissão de reforma da igreja diz que não há nenhuma possibilidade