Pular para o conteúdo principal

Vacinação contra a Covid-19 em São Paulo começa em outubro, diz governador

O Estado de São Paulo vai receber em outubro o primeiro lote, de 5 milhões de doses, da vacina CoronaVac, desenvolvida na China. A informação foi anunciada pelo governo João Doria neste domingo (20 de setembro de 2020) nas redes sociais.

Até dezembro deste ano o total de vacinas chegará a 46 milhões.

“Os testes continuam com os médicos e enfermeiros voluntários em 6 Estados e, em breve, se tudo correr como planejado, poderemos imunizar milhões de brasileiros”, afirmou.

Os primeiros a serem vacinados serão profissionais da medicina e pessoas do grupo de risco (idosos e doentes).

Desde 20 de julho, a vacina está sendo testada em 9.000 brasileiros – médicos e demais profissionais que trabalham na linha de frente da Covid-19.

O teste está sendo acompanhado pelo Instituto Butantan, para o qual está havendo transferência da tecnologia chinesa para a fabricação da vacina no Brasil.

CoronaVac é feita com fragmentos de coronavírus inativo, para que o sistema imunológico das pessoas produza anticorpos contra o invasor. 


Com informação das redes sociais e de outras fontes.




Padre contra uso de máscara diz que quem morrer agora vai mais cedo para Deus 

Comentários

Anônimo disse…
Juntos venceremos essa batalha, meu medo é que muitos gados bolsonaristas vão deixar de tomar a vacina por causa das fake news que circulam, vão acabar preferindo tomar o ozônio via retal.

Posts + acessados hoje

Pastor de Manaus é acusado de ejacular ‘esperma de Deus’ em obreiras

90 trechos da Bíblia que são exemplos de ódio e atrocidade

Líder religiosa pagava quem trabalhava em sua empresa com promessas de salvação divina