Estado de Nova Iorque obriga judeus ortodoxos a vacinarem seus filhos

Vírus do sarampo
 se propala
 com facilidade

O governador Andrew Cuomo, de Nova Iorque (EUA), sancionou lei que obriga os religiosos a se submeterem à vacinação de sarampo.

A decisão terá maior repercussão na comunidade de judeus ortodoxos, que são os mais resistentes às vacinas.

Há um surto de sarampo no Estado de Nova Iorque, e os principais focos de contaminação estão em duas comunidades judaicas ortodoxas, uma no distrito do Brooklyn e outra no condado de Rockland.

Na cidade de Nova Iorque, houve o registro de 550 casos, desde setembro d 2018.

Quem não se imuniza coloca em risco toda a população porque se torna polo de irradiação do  Measles morbillivirus.

O sarampo está se expandindo por todo o país, porque em 45 Estados americanos os religiosos continuam não sendo obrigados a se vacinarem, embora não haja nada no Torá, Corão e Bíblia que condene esse procedimento de saúde pública.

Com informação das agências.





Pastor se opõe à vacinação para combater sarampo no Canadá

Líder americana de campanha antivacina morre de gripe suína e meningite

Fake news dificultam adesão à vacina de prevenção ao HPV

Igreja Católica boicota vacinação contra a poliomielite no Quênia

Quem se opuser às vacinas deve responder por crime, diz Varella

Quem se opuser às vacinas deve responder por crime, diz Varella

Sem religião da Suíça saltam de 11,4% para 24,9% em 16 anos

Bill Gates coloca vacina contra o câncer nos avanços mais promissores em 2019

Monja médica faz campanha contra a vacina da gripe suína

Religião faz escolas britânicas não vacinarem meninas contra HPV


Receba por e-mail aviso de novo post

Comentários