Pedófilo obteve da Igreja Católica carta de recomendação para trabalhar na Disney


Histórias de horror
 estão emergindo do
 escândalo das dioceses
de Pensilvânia
[notícia com opinião]

Acusado durante anos de violentar crianças, um padre pediu demissão, mas obteve uma carta de recomendação da Igreja Católica para trabalhar na Disney World.

Essa é uma das histórias escabrosas que estão emergindo do escândalo da descoberta das atividades pedófilas de padres das dioceses do Estado americano de Pensilvânia.

A Procuradoria Geral do Estado identificou 300 padres que abusou de 1.000 crianças nas últimas sete décadas.

O número de predadores pode ser maior, porque muitos registros se perderam na papelada da Igreja à qual a Procuradoria teve acesso.

É impossível não se indignar diante de alguns casos e se perguntar por que a Igreja Católica fechou os olhos para tantos abusos.


Um padre da diocese de Erie, por exemplo, confessou que nos anos 80 cometeu abusos anais e orais em pelo menos 15 crianças. Uma das vítimas tinha 7 anos.

Em um documento, ao comentar as denúncias contra esse padre, o bispo escreveu que se tratava de uma “pessoa cândida e sincera” que vinha fazendo “avanços” para se livrar do seu “vício”.

Na mesma diocese há o caso do padre que masturbava um adolescente com frequência para ensinar como identificar sinais de câncer no pênis.

Outro padre dava bebida alcoólica a um jovem após estuprá-lo, na expectativa de que o abuso não passasse de uma vaga lembrança.

A diocese de Pittsburgh minimizou os estupros que um jovem vendo sofrendo por entender que a culpa era da vítima, que “seduziu” o padre.

Há o caso do padre que estuprou uma menina de 7 anos que estava em um hospital se recuperando de uma operação de amídalas.

Um relatório de quase 1.400 páginas da Procuradoria da Pensilvânia diz: “Os padres estavam estuprando meninos e meninas pequenos, e os homens de Deus que eram responsáveis por eles não só não fizeram nada como ainda ocultaram tudo”.

Com informação das agências.


Igreja Católica do Brasil tem menos pedófilos do que outras?

Acobertamento de padres pedófilos acelera declínio da Igreja no Chile

Morre padre brasileiro citado em filme premiado sobre pedofilia na Igreja




Bispos não precisam denunciar pedofilia à polícia, diz Vaticano

A responsabilidade dos comentários é de seus autores.

Comentários

-------- Busca neste site