Na Itália surdos-mudos dizem ter sofrido abuso de padres


imageSó agora, mais de 30 anos depois, é que 60 ex-alunas e ex-alunos surdos-mudos de uma escola  religiosa de Verona,  norte da Itália, tiveram coragem de tornar público o drama que marcou a vida de cada um deles: foram vítimas de abuso sexual de padres.

A informação foi publicada pela revista L'Espresso com repercussões em toda a Itália.

De acordo com as denúncias, pelo menos 25 sacerdotes abusaram de mais de 100 estudantes -- crianças e adolescentes.

Relatos de ex-alunos publicados pelo site da revista [reprodução acima] dão ideia do bacanal: "Na sala estabelecida como confessionário (...) alguns sacerdotes aproveitavam para se masturbar e ser tocados ao mesmo tempo por meninas surdas (a porta estava nesse momento sempre fechada)".

No site da revista, há um vídeo no qual um ex-aluno conta que sofreu abuso dos 6 aos 10 anos de idade.

As vítimas resolveram enviar cartas à hierarquia da Igreja Católica detalhando os crimes. Esperaram por dois anos, e o  Vaticano não se sensibilizou o suficiente para providenciar uma apuração, ao menos para um registro histórico.

Talvez porque esteja muito ocupado em ditar padrões morais para o mundo. Ou porque teme ter de pagar indenização às vítimas.

EXTORSÃO - atualização em 23 de janeiro de 2009

Nesta sexta, Giuseppe Penzi, bispo de Verona, negou que na escola tenha havido abusos sexuais. Segundo ele, os denunciantes visam extorquir dinheiro da igreja.

Comentários

Anônimo disse…
Que vergonha!
Que nojo desses salafrários...
Eu como católica, fico enojada com atitudes desses "padrecos ordinários".
E o Vaticano, ainda se omite em apurar esses casos de pedofilia.
A vergonha é ainda maior.
Näo é dessa forma que se corrige um erro.
A quem eles ainda querem enganar?


Mari.
Anônimo disse…
Essa ICAR quer mesmo é ditar normas de comportamento puritano, enquanto que seus padres ou são homossexuais, ou praticam pedofilia!
ABSURDO!
Anônimo disse…
Não entendo o que está acontecendo com a Igreja Católica, a começar pelo próprio Papa Bento XVI, que tem simpatia pelo Opus Dei, uma seita católica opressora, até já pertenceu à juventude nazista de Hitler, e no ano passado foi comemorar o dia do seu aniversário logo com o presidente Bush, um homem que um dia terá que ser julgado por seus crimes de guerra, pois matou milhares de inocentes, e devastou totalmente um país inteiro, o Iraque, com mentiras deslavadas só para roubar o petróleo deles. O papa Bento XVI também foi o responsável pelo afastamento de nosso querido Leonardo Boff da Igreja, antes de se tornar papa.
E agora ainda por cima estes casos de pedofilia destes padres... Sempre fui católica praticante, mas do jeito que a Igreja anda ultimamente, não dá não. Mantenho minha fé em Deus, mas só voltarei a frequentar a Igreja quando sentir que ela se tornou menos pecadora do que nós, os comuns dos mortais.

M.
Anônimo disse…
Viva Cristo! Viva o Papa! Todos esses escândalos, são inevitáveis de acontecerem, porque são próprios da humanidade, da falibilidade, fragilidade e finitude de todos nós! Descrer, condenar, são posturas fáceis; mas não devemos descrer do homem, da humanidade! A Igreja, santa e pecadora, dá testemunho de bons e maus frutos, como a humanidade da qual faz parte, à qual serve, na qual acredita...Curioso, é que agora, a Igreja, antes juíza do comportamento sexual, é por ele julgada...Mas se a Igreja não é pura, como se supunha, para julgar, quem a julga, puro é? Foi a Igreja quem inculcou nas consciências dos humanos que incesto, pedofilia, homossexualismo, adultério, são pecados...E agora, os "pós-modernos", os mais puros e indefensáveis dos libertinos, dos permissivos, dos licenciosos que já houve dentre os humanos, atrevem-se a julgar não os pedófilos, mas ...A IGREJA!!! É a sociedade que é permissiva, que é lasciva, que é FIXADA nos jovens, nos adolescentes, nas crianças; é a mídia, é o cinema, é a moda, O IMAGINÁRIO ESTÉTICO E ERÓTICO todos, quem são pedófilos, abusadores, não só das crianças, dos jovens, mas das MULHERES, uma violência não menos cruel por ser simbólica! E atrevem-se julgar...A IGREJA!
Viva Roma! Viva o Papa!

-------- Busca neste site