Laudo prova que mensalão alimentou-se de cofre público


O Globo deste domingo informa que teve acesso a laudos técnicos que comprovam que o mensalão foi irrigado pelo dinheiro público. Um deles mapeia o caminho de recursos liberados pelo Ministério do Esporte: eles foram usados como pagamentos à agência de publicidade de Marcos Valério e menos de três dias depois estavam nas mãos de Anita Locádia da Costa, assessoria do deputado Paulo Rocha (PT-PA).

> Íntegra do texto.

Uma observação: o jornal "O Globo" está cada vez melhor, e já repercute mais do que a Folha, conforme ficou evidente no caso da transcrição de uma conversa por e-mail entre os ministros do STF Ricardo Lewandowski e Cármen Lúcia. A Folha tinha conseguido a mesma informação, mas não a publicou --depois, teve de abrir espaço para a repercussão do jornalismo do concorrente carioca. Aos domingos, o Estadão se sobressai por causa dos cadernos Cultura e Aliás.

Comentários

Postagens mais visitadas

90 trechos da Bíblia que são exemplos de ódio e atrocidade

Pastor afirma que 'mendigos têm dever bíblico de passar fome'

Carl Sagan escreve sobre um 'pálido ponto azul' nos cosmos, a Terra

Veja os 10 trechos mais cruéis da Bíblia

Trechos bíblicos cuja existência crente finge não saber

Nos EUA, críticos da pseudociência processam fabricante de homeopatia