Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens com o rótulo governo

Política social do PT faz pobre pagar maior dízimo, diz Crivella

"O que nos sustenta são as pessoas mais simples"  O pastor licenciado da Igreja Universal e ministro Marcelo Crivella (Pesca), na foto, disse a 3 mil pastores que devem “aplaudir” os governos petistas de Dilma Rousseff e Lula porque eles adotaram programas sociais que melhoraram a vida dos mais pobres, que, em consequência, passaram a pagar maior dízimo. “O que nos sustenta são dízimos e ofertas de pessoas simples e humildes", disse. "Com a presidenta Dilma, os juros baixaram. Quem paga juros é pobre. Com menos juros, mais dízimo e mais oferta." Ao participar de um evento da Convenção Nacional da Assembleia de Deus – Ministério Madureira, em São Paulo, Crivella elogiou o governo Dilma por ter combatido a exploração do povo pelos bancos. Ele falou que, quando o “povo evangélico” tem mais dinheiro, ele não faz compra em butique de roupa de marca. “Ele vai mais à igreja porque tem condições de pagar o metrô e o trem. Ele dá mais oferta, mais dízimo, faz

Valdemiro e sua mulher obtêm passaporte diplomático

Franciléia e Valdemiro passam a ter tratamento diferenciado nos aeroportos O chefe da Igreja Mundial, Valdemiro Santiago (foto), e Franciléia de Castro Gomes de Oliveira (foto), sua mulher, obtiveram passaporte diplomático, como se fossem representantes do Brasil em suas viagens ao Exterior. Assinada pelo ministro interino Ruy Nunes Pinto Nogueira (Relações Exteriores), a decisão foi publicada no Diário Oficial de hoje (14). O Itamaraty informou que a medida tem como base o artigo 6º do Decreto 5.978/2006 segundo o qual o documento especial pode ser concedido “às pessoas em função do interesse do país”. Desfrutam do mesmo privilégio os cardeais da Igreja Católica, Edir Macedo e sua mulher (da Universal) e R.R. Soares e sua mulher (da Igreja Internacional da Graça).  Os três pastores evangélicos (incluindo Valdemiro) têm aviões com autonomia de voos internacionais. A legalidade desse agrado do governo aos religiosos é questionável, porque não fica claro qual o interesse que

Estado laico é hostil à religião, afirma cardeal de Milão

O religioso disse que o atual modelo de laicidade não é neutro  por Andrea Tornielli para Vatican Insider O Estado que tem a marca do “laicismo” francês, em vez de ser verdadeiramente “neutro”, acaba por “exercer um poder negativo em relação às demais identidades, sobretudo as religiosas, que se encontram nas sociedades civis e tende a marginalizá-las, quando não as expulsa, do âmbito público”. A afirmação foi feita pelo cardeal Angelo Scola (foto), de Milão, no tradicional discurso à cidade que pronunciou na vigília da festa de Santo Ambrósio, que este ano abre as celebrações pelos 1700 anos do Edito de Constantino. Scola recordou que o edito tem um significado histórico porque representa a ata de nascimento da liberdade religiosa e do Estado laico. O cardeal também recordou a passagem fundamental do Concílio Vaticano II que, com a declaração Dignitatis Humanae , acrescentou a liberdade religiosa aos direitos inalienáveis da pessoa. Notou que, atualmente, o tema segue tendo

É impossível livrar poder público da eligião, afirma jornalista

Título original: O nome de Deus por Hélio Schwartsman para Folha "'Deus seja louvado' no real não causa aborrecimento grave" Num ponto eu e a CNBB estamos de acordo: há coisas mais essenciais com as quais se preocupar do que o dito "Deus seja louvado" nas cédulas de real. Ainda assim, vejo com simpatia o pedido do Ministério Público para que a expressão seja retirada das notas. Sou ateu, mas convivo bem com diferenças. Se a religião torna um sujeito feliz, minha recomendação para ele é que se entregue de corpo e alma. O mesmo vale para quem curte esportes, meditação e literatura. Cada qual deve procurar aquilo que o satisfaz, seja no plano físico ou espiritual. Desde que a busca não cause mal a terceiros, tudo é permitido. Isso dito, esclareço que não acompanho inteiramente a tese do procurador Jefferson Aparecido Dias de que o "Deus seja louvado" constrange os que cultuam outras divindades ou não creem. Em teoria, isso pode ocorrer

Governo do MT doa caminhonete a pastor da Assembleia de Deus

  Veículo doado é  semelhante  a este e vale R$ 94.800 O secretário Cesar Roberto Zílio (na foto abaixo), de Administração de Mato Grosso (MT), doou uma Toyota Hilux CD 4X4, ano 2007, a uma igreja da Assembleia de Deus, para uso do pastor Antonio Duarte Costa. O governador é Silval da Cunha Barbosa (PMDB). Zílio dá 'presentinho' a pastor com dinheiro dos contribuintes A caminhonete, que pertencia à Casa Militar, custa R$ 94.800,00, de acordo com o documento 077/2012 referente à doação. Trata-se de uma doação ilegal porque a laicidade do Estado determinada pela Constituição impede esse tipo de favorecimento a uma denominação religiosa. Além disso, em ano de eleições o presentinho levanta a suspeita de ter havido um toma-lá-dá-cá. O caso merece a atenção do Ministério Público. Zílio precisa aprender a não fazer agrado a pastor com o dinheiro dos contribuintes. Tweet Com informação do Mídia News . Justiça do Rio pune ex-prefe

Presidente Dilma faz papel de garota-propaganda da TV Record

Macedo começou a agradar a presidente Dilma já na posse A presidente petista Dilma Rousseff (foto) vai fazer amanhã (26) o papel de garota-propaganda da emissora de TV do bispo Edir Macedo (foto), a Record. Ela e seis ministros deverão comparecer à inauguração dos estúdios da emissora em Londres que foram montados para a cobertura da Olimpíada. A Folha de S.Paulo informou que a presidente será recebida por Edir e outros diretores da emissora. A Record, obviamente, dará grande destaque ao encontro em suas transmissões. Houve uma época em que o chefe da Igreja Universal acusava o líder petista Luiz Inácio Lula da Silva de ser endemoniado. Mas esse tempo já vai longe. Hoje, a Universal é, por assim dizer, “amiguinha” do PT e do governo petista federal. O braço político da igreja, o PRB, faz parte da base de apoio ao governo. Lula  com Edir na abertura da fracassada Record News Pelo seu apoio, Edir Macedo tem sido bem recompensado. Ele até já “ganhou” para um

Ministro nega, mas minuta prevê veto a programa religioso na TV

Bernardo faz suspense sobre o arrendamento de horário   O ministro Paulo Bernardo (foto), das Comunicações, negou que o governo esteja preparando um decreto que proibirá o arrendamento de horário nas emissoras de rádio e TV. Contudo, a minuta de um decreto à qual a Folha teve acesso impede a “cessão ou arrendamento, total ou parcial, da outorga de serviços de radiofusão”. Tal medida atinge grandes anunciantes, como a Farmácia Ultrafarma, e as igrejas neopentecostais, cuja comunicação com os fiéis ocorre principalmente por intermédio da TV. Bernardo afirmou que uma mudança no Código Brasileiro de Telecomunicações teria de ser feita por uma lei, mas ele se esquivou de informar se o governo pretende propô-la. A afirmação do ministro ocorreu após deputados da bancada evangélica considerarem como “absurda” a proposta de acabar com o aluguel de horário na TV. O pastor Silas Malafaia disse que, se insistir em sua intenção, o governo conseguirá unir pela primeira vez ele, E

Governo prepara decreto que veta horário da TV às religiões

Emissoras faturam alto com religiões sem investimento na programação  O governo está elaborado um decreto que vai regulamentar o uso da radiofusão de modo a acabar com o mercado paralelo nesse setor de serviço de concessão pública. Na prática, o novo marco regulatório impedirá que as emissoras de TV e rádio aluguem horário para as denominações religiosas. O uso das TVs para esse tipo de finalidade proporcionou nos últimos anos o crescimento de igrejas neopentecostais como a Mundial, de Valdemiro Santiago, e a Graças de Deus, de R.R. Soares. E algumas emissoras vêm tendo bom faturamento sem que precisem investir na programação e disputar a audiência. Só a Bandeirantes, que vendeu seu horário nobre para Soares, deverá faturar R$ 280 milhões nos próximos 12 meses. Bancada evangélica reage à proposta de restrição na TV 4 de junho de 2012 Das emissoras de sinal aberto com cobertura nacional, apenas duas — Globo e SBT — não lucram com programas religiosos. Pela atual legisla

Nova lei inclui no calendário oficial Aniversário do Buda

A presidente Dilma Rousseff sancionou a lei 12.623 que introduz no calendário oficial brasileiro o Dia do Aniversário do Buda Shakyamuni. No Japão a data é comemorada no dia 8 de abril, mas no Brasil será no segundo domingo de maio (amanhã), juntamente com o Dia das Mães. O artigo 3º da lei diz: “O Poder Executivo poderá, nos termos da lei, apoiar eventos ligados à comemoração da data ora criada, inclusive autorizando o uso de espaço público, visando à preservação da tradição religiosa e dos valores culturais.” A lei foi proposta pelo deputado federal budista William Woo (PPS-SP). Ele já tinha conseguido  incluir a data no calendário oficial de São Paulo quando foi deputado estadual. O Brasil tem cerca de 200 mil budistas, de acordo com o IBGE. Tweet Fonte: Diário Oficial da União. Templo na Tailândia põe Buda junto com Superman, Batman e Neo. abril de 2012

Bancada evangélica decide que ladroagem não é pecado

por Augusto Nunes , do site da Veja A bancada evangélica no Congresso não perde chance de mostrar que é muito mais temente a Deus que qualquer papa. No momento, com o ânimo beligerante de quem se alistou nas hostes do Senhor antes de deixar o berçário, senadores e deputados federais combatem o consumo de bebida alcoólica durante os jogos da Copa de 2014. Simultaneamente, mantêm sob intenso bombardeio a legalização do aborto, os jogos de azar, os símbolos religiosos e outros sintomas de idolatria, os comerciais de cigarro, o kit gay, o casamento homossexual, o adultério, os decotes ousados e outras perfídias tramadas por Satanás. A extensa lista de pecados só não inclui os cometidos de meia em meia hora pelos congressistas associados ao poder central. O assalto aos cofres públicos, a corrupção institucionalizada e impune, a gula das quadrilhas federais, a compra e venda de votos, os contratos de aluguel, as coalizões cafajestes e outras delinquências de que até Deus duvida são con

Governo reage à pressão evangélica para ‘salvar’ pastor iraniano

Garcia: "Não somos  o tribunal do mundo" O governo reagiu à pressão dos parlamentares evangélicos para que peça ao Irã que suspenda a pena de morte ao pastor Yousef Nadarkhani. “Nós [Brasil] não somos tribunal do mundo e não queremos exportar nossos valores”, disse na sexta-feira (2) Marco Aurélio Garcia (foto), assessor especial para assuntos internacionais da República. “Se as pessoas acharem que os valores da democracia brasileira são importantes, ótimo, mas não vamos criar um paradigma, criar um livrinho e dizer: siga o modelo do Brasil”, acrescentou. Do ponto de vista da Justiça religiosa do Irã, Nadarkhani foi condenado pelo crime de se negar a Maomé. No entendimento dos cristãos, a pena se deve à insistência dele em seguir os ensinamentos de Jesus. Garcia não descartou a possibilidade de o Brasil pedir clemência para o pastor, mas disse que isso tem de ser feito “de uma forma respeitosa”, de modo a não prejudicar o bom relacionamento diplomático que

Professor sugere república de ateus para conter intolerância

O professor Renato Lessa (foto), titular de teoria política da UFF (Universidade Federal Fluminense),  escreveu um artigo dizendo que “uma república de ateus é não só viável, mas pode ser uma condição necessária” para garantir a laicidade do Estado e proteger a sociedade da intolerância religiosa.

Senador da Igreja Universal assume o Ministério da Pesca

Crivella é pastor licenciado da Igreja Universal O governo anunciou hoje (29) que Marcelo Crivella (foto) vai assumir o Ministério da Pesca, em substituição a Luiz Sérgio. Crivella é pastor licenciado da Igreja Universal e senador pelo PRB-RJ. Esse partido está ligado à igreja chefiada pelo bispo Edir Macedo, tio do novo ministro. Nota oficial do Palácio do Planalto diz que “a mudança permite a incorporação ao Ministério de um importante partido aliado da base do governo". Na época do presidente Lula, o representante do PRB no governo era o vice José Alencar, que morreu de um câncer do qual sofria havia anos. O Ministério da Pesca não tem nenhuma expressão. Trata-se de mais uma pasta para o uso político do PT, partido do governo, e de seus aliados. Crivella, como senador, não se destacou. Ultimamente, ele vinha se dedicando a pressionar a estatal EBC (Empresa Brasileira de Comunicação) a manter os programas religiosos na TV Brasil. Às vezes, ele celebrava culto e

Ministro pede perdão e evangélicos impõem sua agenda ao governo

O ministro petista e católico praticante Gilberto Carvalho (Secretaria-Geral da Presidência da República) teve de pedir “perdão” à Frente Parlamentar Evangélica por causa, segundo ele, “de uma interpretação equivocada” sobre o que dissera em relação aos pastores. Os parlamentares evangélicos tinham declarado guerra ao ministro (e por extensão ao governo) desde que ele afirmou no Fórum Social Mundial, no mês passado, que o PT precisa disputar com os pastores o poder de influir nas classes emergentes. Ficou entendido, na ocasião, que se tratava de uma guerra ideológica necessária para que o governo conseguisse aprovar medidas liberais, como as relacionadas aos homossexuais. Nesta quarta-feira (15), um dos homens mais influentes do governo e do PT teve de passar pelo constrangimento de pedir à bancada evangélica “desculpas” e “perdão”. Para não perder o apoio dos evangélicos nas eleições municipais, o governo e o PT estão tendo de engolir a agenda conservadora dos religiosos.

Religiosos intensificam ataques para desmoralizar ministra pró-aborto

Bispo Simão disse que Eleonora é "mal-amada" Lideranças religiosas e setores conservadores da sociedade intensificaram os ataques à nova ministra de Políticas para as Mulheres, Eleonora Menicucci, 67, em uma campanha para desmoralizá-la já no começo de sua gestão. Em sua primeira entrevista coletiva após assumir a pasta, Eleonora, em coerência com seu passado, defendeu a legalização do aborto, mas ressaltou que essa é a sua posição pessoal, não a do governo. Dom José Benedito Simão (foto), 61, bispo de Assis (SP), reagiu com contundência. Disse que Eleonora “é uma pessoa infeliz, mal-amada e irresponsável”. “Ela adotou uma postura contra o povo e em favor da morte”, disse o bispo, que é presidente da Comissão pela Vida da regional Sul 1 (Estado de São Paulo) da CNBB. A bancada parlamentar evangélica está pedindo a demissão de Eleonora. O deputado Eduardo Cunha (PMDB-RJ), um dos líderes da bancada, disse que os evangélicos estão unidos para combater a ministra ab

Petista recua e fala em parcerias do governo com igrejas evangélicas

O petista e ministro Gilberto Carvalho (no traço) disse nesta quinta-feira (9) que sua palestra no Fórum Social Temático foi distorcida na internet. “De maneira alguma ataquei os companheiros evangélicos”, disse o secretario-geral da República No fórum, no dia 27 de janeiro, ele afirmou que o PT precisa promover uma guerra ideológica contra os líderes evangélicos, de modo a minimizar a influência deles nas classes emergentes. Hoje o petista defendeu “uma parceria do governo com as igrejas evangélicas, que efetivamente contribuem para a reconstituição de pessoas e famílias, desenvolvendo trabalhos sociais”. O recuo do petista ocorreu depois de uma crítica do senador evangélico Magno Malta (PR-ES), que o chamou de safado e mentiroso, entre outros adjetivos. Falou que Carvalho fez um discurso no fórum para agradar os defensores do aborto. O senador lembrou que, nas campanhas presidenciais de 2002 e 2010, Carvalho o procurou para pedir apoio dos evangélicos. “Ele é um camaleão.

Dilma quebra acordo com religiosos ao nomear ministra pró-aborto

Eleonora é defensora  da legalização do aborto Em sua primeira entrevista coletiva como ministra da SPM (Secretaria de Políticas para as Mulheres), a sanitarista  Eleonora Menicucci  (foto), 67, defendeu a legalização do aborto. Ela ressaltou que falava em seu nome, e não do governo. Mas disse:  “O aborto é uma questão de saúde, como o crack, as drogas, a dengue, o HIV, todas as doenças infecto-contagiosas", disse. "Não é uma questão ideológica." “Não é uma questão se eu sou contra ou a favor, é o que eu acho que tem que ser feito. Não acredito que mulher alguma queira abortar. Não acho que ninguém quer arrancar um dente, e ninguém tampouco quer tirar a vida de dentro de si”. Religiosos intensificam ataques para desmoralizar ministra pró-aborto.   fevereiro de 2012 A ascensão ao governo de uma defensora da legalização do aborto significa, na prática, o rompimento da promessa que Dilma Rousseff fez a líderes católicos e evangélicos, durante a campanha e

Poucos tiranos escaparam da ácida eloquência de Hitchens

por Mac Margolis para o Estadão Hitchens comprou briga com companheiros da esquerda Para Christopher Hitchens (foto), o combativo jornalista britânico que morreu de câncer no início do mês, a América Latina não era exatamente sua especialidade. O maior polemista da língua inglesa do nosso tempo estava mais do que distraído travando batalhas com os maiores ícones e lendas globais, de Madre Teresa aos profetas do "islamofacismo". Poucos foram os tiranos, pícaros e farsantes de gabarito internacional que escapavam de sua ácida eloquência. É uma pena, pois nos raros intervalos em que voltava o foco para o sul desse hemisfério, trouxe luzes extraordinárias e tiradas das mais originais. Mas, pela astúcia e pelo brilho retórico, a erudição e o puro espírito de porco com que o autor de "Deus não é grande" e "Hitch 22" tratava o mundo, vale a pena relembrar alguns lampejos latinos. De longe, seu tratado mais extenso sobre a América Latina veio pela i

Relatora de projeto de lei livra religiosos do crime de homofobia

Marta Suplicy se dobra aos religiosos e desfigura o projeto   com atualização A senadora Marta Suplicy (foto), do PT-SP, a relatora do projeto que criminaliza a homofobia, fez um acordo de bastidores com a CNBB (Conferência Nacional dos Bispos Brasileiros) e abriu exceção aos religiosos, tornando-os imunes diante da nova lei, caso seja aprovada. Ela alterou o texto do projeto, ficando assim: “A lei [da homofobia] não se aplica à manifestação pacífica de pensamento decorrente da fé e da moral fundada na liberdade de consciência, de crença e de religião". Com essa concessão, Marta espera que diminua a resistência dos líderes religiosos ao projeto, de modo que seja aprovado amanhã (8) pela Comissão de Direitos Humanos do Senado. A CNBB não se manifestou oficialmente porque alegou desconhecer a nova versão do texto do Projeto de Lei 122. O pastor Silas Malafaia, da Assembleia de Deus Vitória em Cristo e tido pelo homossexuais como seu inimigo número um, continua ped

Governo cria comitê para facilitar diálogo entre as religiões

A ministra Maria do Rosário (Direitos Humanos) instalou ontem (30) o Comitê de Diversidade Religiosa cujo objetivo é facilitar o diálogo entre as religiões e entre os crentes e descrentes. A primeira campanha do comitê, lançada na mesma oportunidade, é “Democracia, Paz, Religião – Respeite”. A monja budista Coen de Souza comentou que a intolerância religiosa no Brasil é pequena em relação a outros países, mas ainda assim ela acha a importante a existência do comitê para evitar “problemas com a diversidade” no futuro. O relacionamento mais tenso tem sido entre as igrejas evangélicas e as de afrodescendentes. Mas já houve, contudo, épocas piores. No momento, os atritos mais visíveis ocorrem no meio evangélico, com o ataque do bispo Edir Macedo, chefe da Igreja Universal, contra as igrejas que promovem o “cai, cai” [exorcismo que derruba as pessoas]. Também tem havido troca de farpas entre Universal e Mundial e entre a Assembleia de Deus do Silas Malafaia e a Universal. Essas far