Pular para o conteúdo principal

Relatora de projeto de lei livra religiosos do crime de homofobia

Marta Suplicy se dobra aos
religiosos e desfigura o projeto 
com atualização

A senadora Marta Suplicy (foto), do PT-SP, a relatora do projeto que criminaliza a homofobia, fez um acordo de bastidores com a CNBB (Conferência Nacional dos Bispos Brasileiros) e abriu exceção aos religiosos, tornando-os imunes diante da nova lei, caso seja aprovada.

Ela alterou o texto do projeto, ficando assim: “A lei [da homofobia] não se aplica à manifestação pacífica de pensamento decorrente da fé e da moral fundada na liberdade de consciência, de crença e de religião".

Com essa concessão, Marta espera que diminua a resistência dos líderes religiosos ao projeto, de modo que seja aprovado amanhã (8) pela Comissão de Direitos Humanos do Senado.

A CNBB não se manifestou oficialmente porque alegou desconhecer a nova versão do texto do Projeto de Lei 122.

O pastor Silas Malafaia, da Assembleia de Deus Vitória em Cristo e tido pelo homossexuais como seu inimigo número um, continua pedindo a seus seguidores que pressionem via internet os integrantes da comissão para que mandem arquivar a proposta de criminalização.

O senador e pastor licenciado Marcelo Crivella (PRB-RJ) já adiantou que a alteração no texto não garante o apoio dos parlamentares evangélicos.

O projeto de lei transforma em crimes os atos decorrentes de preconceito de sexo, orientação sexual ou de identidade de gênero no ambiente de trabalho (incluindo o processo de admissão), em relações de consumo, na prestação de serviços e indução à violência.

Se for aprovado pela Comissão de Direitos Humanos, o projeto seguirá para a Comissão de Constituição e Justiça, onde também poderá ter problemas porque setores da imprensa avaliam que se trata de uma proposta anticonstitucional, pois fere o direito da manifestação de opinião.

MARTA PEDE REEXAME
atualização em 8 de novembro de 2011

Na manhã desta quinta-feira (8), Marta Suplicy pediu reexame do projeto de lei em uma estratégia para que ele não fosse reprovado na Comissão de Direitos Humanos. Paulo Paim (PT-RS), presidente da comissão, disse que o reexame está previsto no regimento do Senado.  A sessão da comissão se realizou em um clima tenso.

A forte oposição que os parlamentares da bancada religiosa têm feito ao projeto de lei indica que ele tem poucas chances de ser aprovado.

Além disso, a CNBB desmentiu que tenha feito um acordo com a Marta para que o projeto seja aprovado mediante uma alteração no texto original segundo a qual os religiosos ficariam imunes ao crime de homofobia.

Já o deputado e militante gay Jean Wyllys (Psol-RJ) fez duras críticas a Marta por ter proposta uma mudança no texto do projeto de lei beneficiando os religiosos.

"É difícil para a senadora compreender que, se ela é uma aliada histórica, eu sou um homossexual que conhece no corpo o peso da homofobia", disse. "O que para ela pode ser negociável por orientação partidária não o é para mim, porque minha dignidade está acima de partido e de vaidade."

Comentários

Olho que tudo vê disse…
"Se for aprovado pela Comissão de Direitos Humanos, o projeto seguirá para a Comissão de Constituição e Justiça, onde também poderá ter problemas porque setores da imprensa avaliam que se trata de uma proposta anticonstitucional porque fere o direito da manifestação de opinião."
A Constituição ainda deve ser respeitada, porque, pelo que saiba ainda é a norma magna de nosso país!
Israel Chaves disse…
Isso não é inconstitucional? Em um estado laico, pode existir uma lei que "tal coisa é proibida, exceto se for feita por religiosos"?

Quanta palhaçada...
Avelino Bego disse…
Estamos virando um Estado Teocrático?
John Constantine disse…
Nao vejo nenhuma diferença entre aprovarem uma PLC que criminaliza a pedofilia na sociedade brasileira, mas isenta apenas os religiosos de serem julgados por ela..

Cade a isonomia ??? Cade o tratamento igual ?? Nao sao todos iguais perante a Lei e a Constituicao ?

Estamos criando castas ? Classes especiais de cidadaos ?
Felipe... disse…
Ou seja, mais um privilégio religioso.

Daqui a pouco eles tentam barrar o racismo e ai ninguem prende lider religioso por racismo.
Anônimo disse…
Esta perseguição aos homossexuais é puramente homofóbia ,porque a biblia também é dura em relação ao comportamento da mulher tanto na sociedade quanto na igreja ,mais talvez por não serem machistas eles fazem vista grossa com relação a isto, mais por serem homofóbicos eles ficam nesta neurose contra os homossexuais.
Que vexame, hein, Marta Suplício?

É o Estado endossando o preconceito e a intolerância.

E o racismo, também vai ser permitido se for por motivos religiosos? E o sexismo?

Se o Holocausto fosse por motivos religiosos (os judeus são os assassinos de Cristo!!!) e não pseudo-científicos, seria também perfeitamente aceitável para a senadora?

Vergonha desse país nessas horas.
Anônimo disse…
Este é o brasil, onde o canal tvbrasil transmite missas ao invés de ter um programa de diversidade religiosa, onde nas repartições publicas tem lá um crucifixo pregado com um prego na parede, onde no rj é lei ter ensino religioso em escola publica, onde religioso pode entrar em presidios sem serem revistados , isto tudo é um reflexo dos governantes que nos temos que chutaram a constituição, o povo pode ter religião, mais o governo não.
Bia Alencar disse…
ótimo, agora cristãos estão acima da lei ¬¬' este país e uma merda mesmo.
@lisangelo disse…
Mas que absurdo...
Senhora Crente disse…
Vocês estão fadados a serem, prá sempre, uma minoria insatisfeita. Viverão suas vidas sem ver e sem produzir qualquer mudança importante.
Vocês serão prá sempre e só os ateus.
Anônimo disse…
Senhora crente de fato levamos nossas vida muito bem independente de religiões ou de crentes como a senhora, a nossa vida não é alheia a você. Mais existe uma constituição governamental e mesmo o brasil sendo maioria católica não faz do brasil uma teocracia, mais quando se vê que religiosos não deve ser nem revistado nos presidios já é algo que ultrupassa os limite da racionalidade e justiça, você coloca tais homens acima da lei. Ou se rasga a constituição ou a escreva novamente, ou entregue o brasil a pessoas tola iguais a você ,
Michelle disse…
Senhora crente: prefiro ser minoria com pensamento crítico que de uma maioria adestrada.
William Robson disse…
PASSEANDO:

“Não importa qual o país, se Brasil, EUA ou Uganda, em todos eles os homossexuais correm risco de vida diariamente, apenas por ser o que são. São humilhados, espancados, são negados empregos, são ridicularizados. Lutar por uma lei que os defendessem seria o mínimo que se esperaria de alguém que se considera "cristão", mas estranhamente, o que vemos geralmente é o oposto.” [Cristiano]
~-~-~-~--~-~-~-~-~-~-~-~-~-~-~-~--~-~
Uganda é um péssimo país para ser citado como exemplo de qualquer coisa, o que acontece com um homossexual na Coréia do Norte ou Irã? São países na idade das trevas em termos de direitos civis, algo a se lamentar, pois não há muito a fazer.
O analfabetismo em Uganda gira em torno de 30%, não precisamos dizer mais nada, a urgência naquele país é outra.
Voltando aqui para o Brasil o quadro que você pinta é dantesco e sinceramente eu não observo.
Se o extremismo dos “homofobicos” é perigoso o extremismo dos simpatizantes dos homossexuais também não nos deixa em melhor situação.
Eu por exemplo já fui discriminado por ser hetero. A pessoa que detia o poder era homossexual e deixou claro que se eu quisesse alguma coisa teria que ter um algo mais com ela, um amigo meu mais [digamos] tarado, topou, ele teve benefícios e eu fiquei de lado.
Por isto não é desejável, mas é normal que as pessoas se agrupem com outros de sua “sintonia” e formem a sua “panelinha”.
Qual empresa não tem aquele famoso jogo de futebol solteiros contra casados.
Ou torcedores do palmeiras e Corinthians com suas ofensas mutuas que na maioria das vezes não acontece nada de mais serio, mas por vezes acaba até em pancadaria.
Me preocupa esta transformação de homossexuais em “mártires”.
Sempre que algum for agredido deve ter a proteção da lei como qualquer cidadão, o que tenho visto é que de repente uma violência contra eles é um sacrilégio.
Se eu for agredido dá só um B.O, agora se for um homossexual é um crime contra a humanidade, dá até manchete de jornal...HAHAHAHAHAHAHAHAHAAH!
Afe maria!
Tudo esta tão politicamente correto que parece errado.

http://razaoxfe.blogspot.com/2011/12/o-calvario-dos-homossexuais.html?showComment=1323262598537#c5967085963784668469
Anônimo disse…
Willian é normal que os homossexuais de em cima de homens e lhe ofereça presentes e vantagens dependendo de sua condição , e muitos homens faz isto a mulheres também lhes oferece presentes e vantagens em troca de sexo de um amor etc nada demais cada um lida com isto como pode , e pode ate acionar a policia nestes casos.
Mais os homossexuais são sim discriminados pela unica razão de serem homossexuais e neste caso o governo precisa agir legitimamente em favor deles, talvez para os cristãos eles sejam uma escoria e todos termos perjorativos que voce possa imaginar , mais o que estes pensam não faz com que eles tenham que ser discriminado.
William Robson disse…
“Mais os homossexuais são sim discriminados pela única razão de serem homossexuais e neste caso o governo precisa agir legitimamente em favor deles,”[Anônimo]
-~-~-~-~-~-~-~-~-~-~-~-~-~-~-~-~~-
É este o ponto, discriminado em quê?
Uma escola proibi um aluno de frequenta-la por ser homo, tá, move-se um processo legal e toma-se as providencias cabíveis.
Exatamente como seria feito para um cidadão negro, judeu, japonês, índio...
Outro caso, você casando no cartório seu casamento é valido legalmente. Casar de véu e grinalda em uma igreja católica você tem que se submeter as normas daquela instituição ela tem o direito de não aceitar casamento entre pessoas do mesmo sexo. Se o homo não concorda, não seja católico.
Eu não gostaria que minhas filhas se convertessem ao Islamismo radical, fossem seguidoras do Henry Cristo, fossem Nazistas, fossem garotas de programa, fossem maria chuteiras, fossem lésbicas...
Ops! Eu não querer que minhas filhas sejam lésbicas já é discriminação, não é politicamente correto eu falar isto, posso até ser processado.
Como eu disse, a lei tem que proteger o cidadão em geral.
Se alguém me chama de pobre eu vou mover um processo contra ele!!! Eu sou pobre mesmo. Se um pai diz que não quer que a filha dele case com um pobre, é chato, mas é um direito dele desejar um homem rico para sua filha.
Assim como eu prefiro que minhas filhas não sejam lésbicas, tenho certeza que elas preferem que eu não seja homossexual, minha esposa também, merecemos ser taxados de homofóbicos?
Me preocupa a falta de coerência, equilíbrio entre as partes.
Anônimo disse…
Willian pernanbuco é o estado onde tem acontecido mais crimes contra homossexuais puramente por questões homofóbicas
Anônimo disse…
Willian e outra contra os homossexuais também existe muito preconceito e intolerancia, porque eles agem diferente, se comportam diferente , tem um jeito particular deles que incomoda os homofobicos que faz com estes os agridam por serem intolerantes e preocupados com a vida alheia, Agora se voce tivesse uma filha lesbica ,voce gostaria dela ser espancada e chegasse pra voce : pai eu não fiz nada mais me bateram, talvez voce fale que a lei comum ja seria o suficiente pra tratar do caso, Mais poderiamos usar isto tambem na questão do racismo e dizer que as leis comum já era mais que o suficiente.
Anônimo disse…
Originalmente, a PLC122 só buscava inserir as expressões "orientação sexual e identidade de gênero" na lei do Racismo, que já pune discriminação por "raça, etnia, procedência nacional e religião". Deste modo, não se está criando nada novo, mas apenas abrangendo uma lei já existente. Depois, "orientação sexual" se refere a gays, héteros, bissexuais, etc. Portanto, se serão os homossexuais os mais protegidos por esta lei, será simplesmente porque são os mais perseguidos pela sua orientação. Se por acaso existir preconceito contra héteros, como alguns gostam de dizer, a mesma lei pode ser utilizada. Terceiro, a lei não pune pessoas exatamente, mas ações. Assim, ele punirá a discriminação por orientação sexual, seja quem for a vítima e o acusado. As pessoas deveriam estudar mais antes de achar que estão criando uma lei exclusiva para homossexuais ou uma desigualdade. O que realmente se busca é garantir que todos tenham sua dignidade respeita e que não sofra discriminações.
Anônimo disse…
Peraí, ms num é exceto "manifestação PACÍFICA de pensamento"?! Então, qual o problema nisso?!

Religioso ou não, eu não tenho o direito de discordar do estilo de vida do outro?! Calar-me, oprimir-me ISSO SIM É INCONSTITUCIONAL!

AGORA, qnt à atos de violência já temos o nosso código penal q naum discrimina ninguém. Se aplica a todos indiscriminadamente.

HOMOFOBIA é uma doença e não uma opinião.
Anônimo disse…
Se há algo errado com esta proposta de lei, o mesmo serviria para toda a lei do racismo, que como eu já disse, não pune discriminação apenas por raça, mas também por procedência nacional (tipo, preconceito por ser nordestino, baiano, paulista, etc.), etnia e religião. A lei só pretendia ampliar essa lei. Agora, com o novo texto da Marta, nem isso seria feito.
Anônimo disse…
Essa história de que ofender uma pessoa é liberdade de expressão é um equívoco. Nenhum elemento da Constituição Federal é absoluto, mas precisa estar em consonância com os outros artigos. Se não fosse assim, poderia ir na televisão chamar um negro de macaco e nada me aconteceria, afinal, diria que é liberdade de expressão. Na verdade, ela precisa estar em consonância com a dignidade da pessoa humana, a não incitação à violência, etc. Por favor, pessoal, não se deixem levar pelo discurso religioso que prega que tudo é liberdade de expressão. Aqui algumas explicações: http://www.plc122.com.br/liberdade-expressao-verdades-falacias/#axzz1fCnQn2Jb
Anônimo disse…
Teocracia no Brasil, uma realidade. Fere o direito de expressão humilhar publicamente uma pessoa ou grupo? Pode ser que sim, mas o que vem primeiro? A dignidade humana ou o direito de falar besteira?
Caruê disse…
Questões de cor são censuradas neste blogue, não compreendo o porque deste ato?
Izaque Bastos disse…
A maioria aqui nem sabe o que é um estado teocratico viu, palhaçada é afirmar isso, acredito que estado laico, da o direito da pessoa ser o que quiser ser,se existe violencia contra homossexuais, que se aplique o codigo penal defasado que temos, acho que em vez de criar mais uma lei, deveria reformar o codigo penal brasileiro, e punir politico ladrao, corupto safado, seja ele quem for, e prender presidentes , prefeitos, e governadores que nao cumprem a constituiçao que diz que um salario minimo deve suprir todas necessidades basicas de uma familia.
mas nao, estao querendo criar uma lei especiica só pras bibas,e pras bibas ricas né mesmo? porque as pobres , coitadas, vao continuar como todos outros brasileiros, tendo seus direitos negados pelo estado.ou alguem acha que quem nao tem dinheiro tem seus direitos respeitados.se tivesses, nao averia moradores de rua, como em SP, Goiania, BH, RJ E ETC.Enfim , neste país, criam-se leis pra ricos, seja ele gay ou hetero, pobre é humilhado quando entra em algum forum ou delegacia, essa é a verdade.e viva o país da burocracia.
Izaque Bastos disse…
*haveria
Rita Candeu disse…
Reuni em um único texto os melhores momentos das postagens acima e ficou o seguinte:

Fere o direito de expressão humilhar publicamente uma pessoa ou grupo?

Pode ser que sim, mas o que vem primeiro? A dignidade humana ou o direito "religioso" de falar besteira?

Em um estado laico, pode existir uma lei que "tal coisa é proibida, exceto se for feita por religiosos"?

Não vejo nenhuma diferença entre aprovarem uma PLC que criminaliza a pedofilia na sociedade brasileira, mas isenta apenas os religiosos de serem julgados por ela..

Cade a isonomia ??? Cade o tratamento igual ?? Não são todos iguais perante a Lei e a Constituição ?

Estamos criando castas ? Classes especiais de cidadãos ?


Ou seja, mais um privilégio religioso....agora cristãos estão acima da lei

Daqui a pouco eles tentam barrar o racismo e ai ninguem prende lider religioso por racismo.
e teremos o KKK brasileiro
Anônimo disse…
Se ficar do gosto dos fundamentalistas vai ser aprovada mesmo com muitas ressalvas.Se os interesses mesquinhos dos bandidos da fé não forem atendidos a lei não passa!Só passaria se governo quisesse(TIVESSE REAL INTERESSE EM SUA APROVAÇÃO PARA MITIGAR A VIOLÊNCIA HOMOFÓBICA E ACABAR COM A PALHAÇADA DE GENTE DA ESTIRPE DO VENDILHÃO "SILAS PROL DESCER PAU MALAFAIA-INSTIGA-ÓDIO DA SILVA E PRECONCEITO") e comprasse aqueles CORRUPTOS DA BANCADA MERCANTILISTA EVANGÉLICA COM O QUE ELES ADORAM!!!!!!.A saber:$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$...
Anônimo disse…
Rita Cadeu,seu argumento é perfeito.É exatamente isso que acontece e é o que eles desejam!.
Anônimo disse…
Perdão:Rita Candeu.Está certíssima!
William Robson disse…
Encerro minha participação neste tema dizendo que o assunto foi bem debatido.
Quero apenas dizer que sou contra o sistema de cotas nas Universidades, todo cidadão merece uma escola de qualidade independente de qualquer coisa, é para isto que deveríamos lutar e desenvolver leis, e que os mais esforçados e talentosos consigam o ensino superior, com os mais pobres tendo acesso a um financiamento generoso da Sociedade, toda Sociedade fica mais eficiente com profissionais talentosos.
Sendo coerente com minha posição também acredito que todo crime deve ser punido sem proteger uma minoria ou maioria, sou contra “cotas” na justiça.
Quem se sentir ofendido ou discriminado que acione a justiça e que para nosso bem, tenhamos um judiciário de bom senso, que não transforme uma briga de vizinhos em um assunto de segurança nacional.
Anônimo disse…
Esse bla blá blá sobre homofobia é uma jogada política, pq essa massa homossexual é terreno fértil de votos pra eles. Veja Clodovil, Jean ex BBB claro que foram eleitos por homossexuais como eles. Não me venham com xurumelas de Homofobia.

Markos
Anônimo disse…
Por que tanto maniqueismos; ATEUS (MAUS)x RELIGIOSOS (BONS). Existe gente boa e má de todos os lados. Mas esse ateísmo militante que se diz mais inteligente por ser ateu do que os religioso e os religiosos bons e salvos por serem religioso beira a uma infatilidade que eu não esperava encontrar em site,cujo moderador é alguém com formação. Elevemos nossas discussões. Não precisamos de um mundo teocrático nem ateu. Apenas pensante sejam quais forem os valores das pessoas.

PS- Ateu= Mau - Conheço muitos ateus melhores que muitos religioso.
Religioso=Idiiota sem razão- Conheço religiosos que são prfoundamentes inteligentes.
Anônimo disse…
Vamos chegar a um nível que o homossexualismo se tornará obrigatório...
Anônimo disse…
Olhem o que uma lei anti-homofobia fez de mau nas vidas de uma mãe (ex-lesbica) e de sua filha pequena.
http://juliosevero.blogspot.com/2011/12/covardia-o-poder-do-estado-e-gayzistas.html

Leis absurdas como a Pl-122 será é o que queremos para prejudicar as pessoas ?

Certamente uns pagarão á conta destas leis absurdas,imorais e burras.
Quando isto acontecer quero ver que quem apoia esse tipo de coias não vai se esconder na "moita" e tirar o corpo forá.
Anônimo disse…
Lá vem um louco para defender as sandices do igualmente louco Júlio Severo.Isso que a senadora Marta fez fere mortalmente o Estado laico e cria uma casta de privilegiados.E depois são os homossexuais que querem privilégios.
Anônimo disse…
Pois é, Martaxa, você e meio quilo de bosta, a bosta vale mais.
Mazuk Morais disse…
O substituto do plc122/06 é vergonhoso. Porque não permitiram que a lei anti-racismo tivesse brechas? Pois deveria... Já que a lei anti-homofobia permita. Se um negro me chamar de bixa e ele for pastor pode. Se eu chamar um pastor negro de qualquer palavrao racista vou preso?
Anônimo disse…
Não custa muito e eles vão lutar para ficarem"livres"para alterar a lei do racismo e assim poderem chamar negros do que quiserem.Aquela história que ensinavam que dizia que negros são a semente maldita de Caim poderá retornar em nome da "liberdade de expressão".
Anônimo disse…
Nesse caso,acho que eles estariam acima da lei.Mas isso já não ocorreria em relação a quase tudo?
Anônimo disse…
Pode xingar o cara, tipo seu, seu, seu....RELIGIOSO.....pronto falei!
Anônimo disse…
Mais uma afronta ao estado laico para variar
J.M. disse…
Na nossa teocracia democrática isso já nem é novidade...
Anônimo disse…
Citação de Senhora Crente e homofóbica fundamentalista:

Vocês estão fadados a serem, prá sempre, uma minoria insatisfeita. Viverão suas vidas sem ver e sem produzir qualquer mudança importante.
Vocês serão prá sempre e só os ateus.
07/12/11 10:23

Pois é, assim caminha o Brasil para mais um episódio, de ditadura, teocrácica, ou seja, religião acima da constituição.

É justo que criminosos sejam absorvidos de crimes contra pessoas que amam outras, mesmo que sejam de mesmo sexo? Quer dizer que devemos apoiar essa insanidade anti-ética e fundamentalista em nome da fé, é isso?

Deveria ser evangélica, mas vejo que está se mostrando mais para evanjegue mesmo. Deveriam ter te deixado atrás do cercado antes do pasto, mas alguém te deixou ir para o pasto mais cêdo pelo que vemos.
Anônimo disse…
Senhora crente,seria melhor a senhora voltar(retornar)para o curral OU PARA O "ALIENÓDROMO".
Anônimo disse…
Quer dizer que o Malafeita vai poder continuar a "funicar" ou ARROMBAR os gays?Iso é Brasil!
Anônimo disse…
Errata:Isso é Brasil!
Avelino Bego disse…
Só falta agora um decreto que Presidencial que faça a Terra voltar a ser o centro do Universo.
José Agustoni disse…
Sinto cheiro de político borrado de medo de perder eleição.
AlyneS2 disse…
Quanta merda eu hein!!!
Mari disse…
É claro, religiosos podem tudo... mesmo se matarem alguém com as próprias mãos e forem pegos em flagrante receberá uns tapinhas nas costas como se tivesse acabado de salvar meio mundo.

Religiosos ficam de fora da lei, mas são eles os mais homofóbicos, e são eles que tornam os outros em também homofóbicos.
J.M. disse…
"Religiosos ficam de fora da lei, mas são eles os mais homofóbicos, e são eles que tornam os outros em também homofóbicos."

---> Perfeito.
Anônimo disse…
Religiosos são inegavelmente o grupo que mais fomenta a homofobia.
Israel Chaves disse…
Se só esses pastores forem os homofóbicos, tudo bem. Todo mundo tem o direito de ser retardado. O problema é que eles tornam as outras pessoas homofóbicas também. Suas ovelhas não têm capacidade de raciocínio, opinião própria, discernimento, porcaria nenhuma que os faça pensar por si mesmos. O pastor falou, tá falado. Se ele diz para caçar gays/ateus/bruxas/estrangeiros/palmeirenses com garfos de feno e tochas, então é isso que deve ser feito. E quem não fizer, vai para o inferno.
Deixar eles dizerem o que quiserem, não só com relação à homofobia, é criar grandes massas de ignorantes que compartilham daquela idéia sem pensar duas vezes (ou sequer uma, nesse caso). Eles deviam ser proibidos de falar um monte de cosias que por exemplo colocasse em risco a saúde da população (quando dizem para não usar camisinhas e orar em vez de tomar remédios), mandar discriminar os outros e tantas outras asneiras que eles dizem para manipular os fiéis em busca de enriquecer.
Mas aí vem a liberdade de expressão, a democracia, a bancada evangélica, o dinheiro do dízimo...
Anônimo disse…
Para mim isso é nazi-protestantismo!Os naziprotestantes sempre manipulam suas ovelhas e conseguem as concessões mais absurdas das autoridades.ISSO É UMA VERGONHA!Abaixo os nazi-protestants!ESTADO LAICO JÁ!!!
Concí Sales disse…
Bem acabara de nascer, percebi que Renan não demonstrara medo; eu me lembro como se fosse agora, e penso que a maioria das crianças manifesta algum tipo mais leve dessa emoção, ao separar-se de sua mãe a primeira vez, no chamado trauma do nascimento. Ele, ao contrário só demonstrou medo muito tempo depois; foi quando o levei ao colégio, e tive de deixá-lo, sem muita preparação, nem escolha; já em falta com o horário do trabalho, e impossibilitada de me atrasar. Saí da escola com o coração partido, como se diz, e ele parece ter pressentido o meu nervosismo, tornando-se mesmo muito inquieto. Confessou-me mais tarde, que sentiu-se aterrorizado, e que chorou. René poucas vezes chorava, e isso mesmo desde bebé. Deve ter sido uma experiência muito marcante, essa primeira separação, para provocar tal explosão emocional, incomum ao temperamento dele. Falar nessa palavra “separação”, provocou muitas questões entre mim e meus terapeutas, sempre inclinados a ver, nos nossos jogos de linguagem, algo de inconsciente e incestuoso; mas o fato é que, essa palavra foi trazida à minha memória por ele, quando disse: “Mãe, nunca me deixe, pois eu não aguento ter de me separar de você”. O irônico e cáustico, agora, é que ressinto-me ,por ter sido justamente ele quem me deixou. Dizem que as mães sabem tudo, eu penso que é o corpo, essa matriz milagrosa, que chamam também de “jardim da alma”; quem tudo sabe, tudo antevê ; como num roteiro prévio, onde estão contidas todas as cenas do drama, e nele conhece-se de antemão o ato designado; anteriormente ao onde, e quando, o evento de fato se desenrola. Eu intuía, de alguma forma eu sabia, que havíamos de nos separar um do outro bem cedo, ou que sua vinda era por pouco tempo... por alguma razão misteriosa. Não sabia entretanto, que tinha de ser algo novo e terrível, um juízo espetacular e apocalíptico, para os libertários da pós-modernidade, que encerrasse em si a ira divina e a condenação eclesiástica, móveis da fúria popular; e tal só poderia ser, na consciência coletiva ensandencida, do final da década de oitenta, a Aids, e a homofobia por ela desencadeada.
Concí Sales disse…
Meu filho não morreu por ela, a doença visível que escondia o preconceito; estaria vivo até hoje, tomando seu coquetel de medicamentos como muitos; não fora a pior e mais incurável doença, a injusta homofobia, o invisível e discriminatório preconceito, que nada esconde de sua rotuladora injustiça. Foram estes pestilenciais contágios morais, que naquele réveillon fatídico, numa prévia carnavalesca, induziram mentes criminosas, de seres desumanos a matá-lo.Novamente a ironia, e corrosiva; hoje , não é mais a síndrome da imunodeficiência o sinistro estigma da morte anunciada, ou o espectro nefasto da maldição da decadência física, ou do corpo mutilado. Tratam-se e vivem agora, e por décadas , os soropositivos; eu penso às vezes: “oh, meu filho, se você tivesse sobrevivido só mais um pouquinho”...
Alfabetizado disse…
Leiam direito o texto, e não apenas o título do post que induz a interpretações precipitadas.

A ressalva se refere à MANIFESTAÇÃO PACÍFICA DE PENSAMENTO e também à LIBERDADE DE CONSCIÊNCIA, e não necessariamente a "privilégios religiosos":

"A lei [da homofobia] não se aplica à manifestação pacífica de pensamento decorrente da fé e da moral fundada na liberdade de consciência, de crença e de religião"
Anônimo disse…
O que vem a ser "manifestação pacífica" de pensamento e "liberdade de consciência"?É "pacífico" ou "consciente"dizer que se vai "funicar"(fornicar?) alguém?É "pacífico" mandar descer o pau?É "pacífico" e ou "consciente"chamar a uma pessoa de vagabunda?Ou de bandido?Ou de safado?Será que não seria você quem precisaria alfabetizar-se?
Israel Chaves disse…
Essa é só a brecha que os pastores querem. Mesmo se eles mandarem atropelar gays com rolos compressores, vão dizer que fizeram isso pacificamente e tudo se resolve.
Anônimo disse…
Israel,qual a diferença de se mandar discriminar alguém "pacificamente" para mandar discriminar hostilmente?Em suma, nenhuma!.É muita hipocrisia dessa gente!
oh, que medo das palavras disse…
Sim.

É manifestção pacífica e fruto de consciência própria dizer, como, por exemplo, Silas Malafaia disse, que pretende "funicar" (desmascarar e processar) o mentiroso ecaluniador líder gay Toni Reis da ABGLT, ou "descer o pau" (em sentido figurado: partir pra briga de idéias) nos gayzistas que atacam, perseguem e caluniam religiosos.

E sim, chamar vagabundo de vagabundo, bandido de bandido e safado de safado também continuam sendo manfestação pacífica de pensamento.
Anônimo disse…
Queria perguntar:Por acaso é o Silas Malafaia quem manda nesse país?Até quando vamos ficar nas mãos(a mercê)dessa gente?
Anônimo disse…
O maior SAFADO,mistificador,sofista,mentiroso,manipulador,charlatão,vigarista E CALUNIADOR deste país chama-se SILAS MALAFAIA
Ditadorfóbico disse…
Não. O Silas Malafaia não manda neste país. Nem deve, nem pode, nem quer.

Também, por enquanto, não mandam neste país: Jean Wyllys, Marta Suplicy, Toni Reis ou Maria do Rosário, além de outros micro-ditadores gayzistas.

Nem devem mandar. Ah, mas como querem mandar, e fazer, de suas vontades pessoais e taras políticas, "a lei".
Anônimo disse…
Me poupem!!Quem quer mandar nesse país são os nazipentecostalistas,nazicatólicos,os malafaístas e os iurdifascistas.VIDE PEC 99/2011.
Ditadorfóbico disse…
Quem quer mandar neste país são os nazi-gayzistas e seus comparsas nazi-petistas, nazi-psolistas e nazi-comunistas em geral.

Vide PLC 122/06, projetos de "controle da mídia" e tantas outras aberrações legislativas semelhantes espalhadas por este país de merda.

Além do policiamento gayzista sobre os meios de comunicação, a manipulação gayzista do judiciário, a perseguição a todos que ousem contrariar a vontade da militância homofascista.
Israel Chaves disse…
"Não. O Silas Malafaia não manda neste país (mas quase). Nem deve (correto), nem pode (há controvérsias), nem quer (isso foi piada, né?)."
Ditadorfóbico disse…
O Silas Malafaia não manda no país. Nem a Dilma manda.

Mas, num regime democrático, faz mais sentido levar em consideração um representante de milhões de brasileiros cristãos (e até de não cristãos) do que um ex-BBB no ostracismo (que nem a minoria que ele diz representar quis votar nele).
Israel Chaves disse…
Lembre que democracia não significa ditadura da maioria. Se a maioria achar que um determinado grupo tem que ser queimado em fogueiras, isso não quer dizer que deve/vai acontecer.
Democracia significa que todos têm seus direitos garantidos, o que inclui minorias que não devem/podem ser subjugadas pelas maiorias.
Anônimo disse…
Malafaia não representa(jamais representou e jamais representará) todos cristão ou a totalidade dos religiosos desse país tampouco os cristãos católicos e demais protestantes desse país.Ele é APENAS um fanfarrão obscurantista,manipulador,falaz e cheio de sede pelo poder.Ele tem um plano mais que evidente que visa instituir uma teocracia no Brasil.DE PREFERÊNCIA EVANGÉLICA,MAS SE DEPENDER DA MAIORIA SENSATA AQUELE LOBO TRAVESTIDO DE OVELHA JAMAIS VAI CONSEGUIR.Ele é bem menor do que ele pensa!
Anônimo disse…
Ditadura de maioria=NAZISMO.Nunca deu certo.A maioria nem está certa!A maioria do povo alemão apoiou o ditador Adolf Hitler,a maioria dos italianos o fascista Mussolini.O resultado já sabemos.
Ditadorfóbico disse…
Se a ditadura da maioria não é legal, imagine a merda que é a ditadura da minoria, como querem os gayzistas e seus comparsas esquerdopatas.
Israel Chaves disse…
O que seria uma ditadura da minoria, sr. troll? O sujeito querer ser respeitado é uma ditadura? Veja bem, nenhum deles está querendo impor seus costumes às outras pessoas. Só querem que as outras pessoas os deixem ter esses costumes em paz.
Parece tão errado assim?
Ditadorfóbico disse…
De fato, Silas Malafaia não representa todos os evangélicos, já que existe um número de evangélicos bundões que só querem saber de cantar, falar abobrinhas e comprar/vender CDs e "milagres", por exemplo.

Mas a forma como Silas Malafaia tem se colocado com relação ao PLC 122 (lei da mordaça gay) é exemplar, e representa MILHÕES DE BRASILEIROS: evangélicos, católicos, sem religião, ateus, gente de todo tipo que já acordou para o fato de que uma minoria dentro da minoria quer amordaçar a sociedade e impor sua vontade pela goela de todos.
Vitor disse…
Se homofobia é constitucional por ser uma manifestação de opinião, então o racismo e a xenofobia também são.
Anônimo disse…
Tem toda a razão do mundo!.Silas Malafaia não é bundão.Ele bundinha-quente que esperneia que é uma beleza,espezinha os desafetos e espoleta quem pensa diferente dele.Ele pertence aquela estirpe de evangélicos "taradões"que desejam ARROMBAR ou "funicar"seus supostos inimigos.Funicar=praticar o coito,copular,transar,fornicar,violentar analmente e outros etc de sentido sexual e obrigar a todo mundo a ter uma opinião igual a dele sem jamais discordar.Constitui honestidade "pacífica" também mandar criar páginas na Internet com "novos" significados falsos para uma palavra com o fito de livrar a cara de líderes falastrões que se arrependem das m...que falam em entrevistas ou pedir desculpinhas esfarrapadinhas via Twitter depois de adjetivar alguém de "tramp",um adjetivo que só se aplica às pessoas .Realmente é muita "pacificidade"desses seres santificados,não é mesmo?
Anônimo disse…
Se a lei não pode passar tal como estava redigida antes dessa alteração... Deveria então fazer uma proposta para retirar a religão também da lei 9.459.

"Art. 1º Serão punidos, na forma desta Lei, os crimes resultantes de discriminação ou preconceito de raça, cor, etnia, religião ou procedência nacional."

Sila Malafaia se gaba dizendo que homossexualida é COMPORTAMENTE, porém ele mesmo tá dando tiro no pé, pois RELIGIÃO é COMPORTAMENTO.

O artigo 1 da lei 9.459 está comparando RAÇA, ETNIA, COR, PROCEDÊNCIA NACIONAL com RELIGIÃO.

Raça, Cor, Etnia e Procedência são coisas inerentes ao ser humano.
Não há como um canadense deixar de ser canadense... Ele sempre será canadense se de fato veio de lá.

Vale para a cor, etnia e raça...

Mais a RELIGIÃO não se pode equiparar a tal coisa...

Se Homossexualidade é comportamento, precisamos agora então desconstruir a idéia de que as pessoas nascem com Religião...

A Religião é sim, comportamento!!

Pensem nisso!
Anônimo disse…
Ele sabe,enquanto psicólogo,que a homossexualidade nunca foi um mero comportamento social adquirido!E sabe,enquanto pastor,que religião é comportamento social por excelência diferentemente de sexualidade.E se ele mesmo afirma que comportamentos não deveriam gerar direitos como ficaria a questão das crenças religiosas?
Este comentário foi removido pelo autor.
A verdade é que enquanto existir a porcaria da bancada evangélica no Congresso, os religiosos, em especial os cristãos, continuarão tendo privilégios e nunca haverá uma democracia justa.

Odeio admitir, mas como o Brasil é um país predominantemente religioso, a bancada evangélica tem um grande poder dentro do Congresso, e isso faz quase que o país não seja mais um Estado Laico. Tudo que contraria a bancada evangélica, como a PLC 122, é como se contrariasse a grande maioria dos cidadãos, e os parlamentares são praticamente obrigados a ficarem de joelhos perante a eles. Tudo isso em nome "da moral e dos bons costumes". Me sinto quase numa ditadura.

Toda forma de discriminação deve ser igualmente repudiada, inclusive a homofobia, e quando há brechas, como nesse novo projeto de lei, para que os religiosos fazerem e falarem o que quiserem, então se torna inconstitucional, já é discriminatório e dá privilégios aos cristãos.

E pouco me importa se os religiosos acham isso uma abominação. O direito de liberdade religiosa deles acaba no momento que a pregação deles dá lugar a um discurso de intolerância e preconceito contra uma parcela relativamente pequena da sociedade, e já está na hora dos cristão confrontarem a ideia de que a religião deles é extremamente cruel e injusta com os homossexuais.

Condenar os homossexuais, caso não mudem, ao sofrimento eterno no inferno, já é odioso e horrível para mim ou para qualquer um com o mínimo de racionalidade. A própria ideia de inferno já é imoral. Não tem nada de amor ou justiça nisso, mas por esse discurso de ódio ser travestido de proselitismo, ele é tratado como "amor e preocupação" dos fundamentalistas ao "estilo de vida destrutivo" dos homossexuais. E pra piorar, eles ainda não querem assumir nenhuma responsabilizar pelas crenças que possuem e expressão, e jogam toda a responsabilidade na bíblia e dizendo que é tudo culpa de deus. Eles dizem: "não fui eu que disse isso, foi deus", e "deus te colocou neste mundo e ele pode te tirar, ele é o chefe supremo e pode fazer o que quiser com você, por isso o obedeça".

Isso faria o deus cristão tão diferente de um chefe de máfia?
errata: eles ainda não querem assumir nenhuma responsabilidade
Anônimo disse…
Religião é uma babaquice ninguém nasce com religião, espero que um dia acordem e lutem contra este mal desegrador que é a religião ,e que os adoradores adorem dentro de seus templos com as portas fechadas.
Anônimo disse…
Será que tudo isso(esses absurdos todos) a ponta do iceberg de uma ditadura religiosa?
Marcia Bispo disse…
Vai ser o paraíso para os VIGARISTAS, HOMOFOBICOS e PILANTRAS como o Silas Malacheia Mau Carácter. Eu tenho nojo deste mecanismo que só pensa em se dar bem. Marta Suplicy você já foi... Não é mais NADAAA... Pensa que vai ganhar o quê se bandeando para o lado destes doentes manipuladores evangelicos? Eu tenho VERGONHA de ser brasileira nestas horas. E ainda dizem que o Brasil é país LAICO. Sequer respeitam a constituiçao.
Anônimo disse…
Parece que os comentaristas não leram o tema original. O texto fala sobre PEDOFILIA. E agora a lei proposta é que sacerdotes podem "comer" os coroinhas? Porque não? Se por motivos "religiosos" já "comeram" o cérebro das criancinhas que foram encaminhadas para a igreja pelas respectivas mães e pais por que não podem "comer" o resto?
Brasil... até quando?
Anônimo disse…
Anônimo das 20:40,na realidade tais substitutivos são desnecessários porque eles já ficam impunes.
Ditadorfóbico disse…
Fiquem calmas.

Marta Suplicy continua sendo a serviçal do lobby gay que sempre foi.

Como ela é uma boa petista, ela sabe mentir também.

A minúscula alteração no texto do PLC 122 é somente uma forma de tentar enganar religiosos e parlamentares distraídos.

Se muitos religiosos e cidadãos não-gayzistas vão ser trouxas o bastante para cair nessa arapuca já é outra questão.
Anônimo disse…
Simon LeVay relacionou a área INAH3 do hipotálamo com a homossexualidade(ainda inconclusivo).
Hipótese do Xq28(para muitos teoria já bastante respeitada).
Interações hormonais entre testosterona e receptores do feto,durante a formação embriológica.
Hormônios pré-natais.
Fatores neuro-químicos,neurobiofisiológicos,psicológicos e psicossociais.
Todos interagem para a determinação da orientação sexual.Se a homossexualidade é fato biológico e natural por que a religião não a acaita?Vejam o link:
http://en.wikipedia.org/wiki.Xq28.
Naturalista disse…
Muita coisa é biológica e natural:

Câncer, AIDS, varíola, sarampo, meningite, lombriga, carrapato, sarna, piolho, micose, etc.

Temos de aceitar e respeitar tudo isso.
Anônimo disse…
Para o Naturalista,

Com certeza essas coisas são naturais...

Aceitarei e respeitarei você quando manifestar em você essa natureza:
Câncer, AIDS, varíola, sarampo, meningite, lombriga, carrapato, sarna, piolho, micose, etc.
Agislânia disse…
Ou seja, isso não vai dar em nada pq mesmo que o texto fosse aprovado qualquer um que fosse acusado de cometer o crime de homofobia poderia tranquilamente alegar princípio religioso e tudo ficaria por isso mesmo já que não se tem como provar 100% o vínculo (ou falta dele) com nenhuma religião.
Anônimo disse…
Agislânia,exatamente!Todos vão alegar princípio religioso e nada vai acontecer.Isso é um absurdo e um atentado ao Estado laico!
Anônimo disse…
A religião não pode está acima das pessoas!Isso tem que ser repensado!
Anônimo disse…
pronto agora vou preso porque não gosto de viado, isto é democracia?

vou preso porque não gosto dos ateus? dos crentes e etc... sou livre e não violento.
Israel Chaves disse…
Você não é preso por não gostar. É preso por ofender, discriminar, prejudicar, humilhar, machucar, etc.
Pode não gostar o quanto quiser, contanto que não prejudique as pessoas alvo do seu ódio.
Anônimo disse…
A lei nunca teve por objetivo criminalizar os que não gostam de homossexuais,mas os que os discriminam,prejudicam,humilham,machucam,etc(como disse o Israel Chaves).Essa mistureba toda que fazem é fruto das mentiras falaciosas que pessoas como Silas Malafaia e outros sempre falam sobre o tema de maneira totalmente irresponsável.
Anônimo disse…
Fatos sobre muitos crimes "homofóbicos"

São bastante conhecidos por todos os “levantamentos” anuais feitos por ONGs de direitos gays acerca dos crimes “homofóbicos” ocorridos no Brasil. Em 2009, por exemplo, afirma-se que quase 200 homossexuais foram assassinados no país em decorrência da “homofobia”.

Os esforços de coleta de dados empreendidos por militantes gays devem ser aplaudidos. No entanto, o que essas organizações não divulgam são os nomes das vítimas, os autores, as circunstâncias e os motivos desses crimes - todas essas informações valiosíssimas para se entender o que está por detrás desses assassinatos. Não seria leviano acreditar que a omissão no detalhamento desses dados tem por objetivo amenizar as eventuais críticas às pesquisas.

A metodologia empregada nos trabalhos sub-acadêmicos dessas ONGs tem por base os casos garimpados nas páginas policiais dos jornais, o que não é nenhum demérito. O problema são as conclusões estapafúrdias que os autores chegam com base nesses casos. O mais grave é que essa interpretação distorcida dos fatos acaba indo parar na mídia sem qualquer questionamento, além de servir, aos tomadores de decisão deste país, como justificativa para a formulação de políticas públicas equivocadas.

A título de curiosidade, resolvemos aqui investigar rapidamente apenas alguns dos assassinatos contra homossexuais ocorridos no ano passado.

Para espanto dos mais desavisados, na grande maioria dos casos de assassinos descritos como “homofóbicos”, o autor do crime é também homossexual. Ou seja, quem mata os homossexuais são os próprios gays! De um modo geral, são pessoas envolvidas com tráfico de drogas, com histórico de roubos e assassinatos, garotos de programa delinquentes, etc.
Anônimo disse…
bom, o assunto e sem duvida polemico, nao vejo nenhum privilegio dos evangelicos com relaçao a retificaçao da senadora, uma vez que ela declara que se for de maneira passifica cada um tem o direito de expressar-se. Agora, Deus em sua Palavra e bem claro, se voce nunca leu leia: Romanos 1. 27...E, semelhantemente, tambem os homens deixando o uso natural da mulher, se inflamaram em sua sensualidade uns para com os outros,homens com homens, cometendo torpeza e recebendo si mesmos a recompensaque convinha ao seu ERRO.
Observe o que a Palvra de Deus diz: ...seu ERRO, portanto vale refletir senhores e senhoras, pois queira voce goste ou nao a palavra de Deus nao dá volta para dizer a verdade.
Anônimo disse…
voces sabiam que a maioria dos homosexuais sofreram algum tipo de abuso sexual na infancia?O que precisa se prevenir e que a as crianças sejam protegidas de qualquer tipo de abuso, pois isso pode desencadear em varios tipos de problemas da ordem sexual da criança.Outro dia li em um jornal que um homossexual fora assassinado, estava estampado como manchete, mas esqueceram de observar o crime cometido por ele FAZENDO PROGRAMAS SEXUAIS COM MENORES DE IDADE'', quando se ha qualquer tipo de crime que envolve principalmente a morte de um gay, nao observam que estao colhendo o que plantaram , vivem uma vida devassa nao respeita as crianças, mas querem respeito, assim fica dificil.Faço um apelo para que todos respeitem a todos enquanto ser humano, ninguem deve matar ou ferir ninguem porque e gay, mas que os gays tambem possam conhecer seus limites.
Bjs.................
Anônimo disse…
Ocorre que se um homossexual mata outro homossexual por motivos passionais temos um crime de homicídio.Nesse caso ,não há homofobia.Isso é bem diferente de um assassinato de um homossexual por um skinhead que o odeia sem que a vítima tenha lhe dado nenhum motivo para justificar tal ódio.Acho que são situações completamente distintas!.
Jefferson Barros disse…
O porquê que as pessoas sempre se acham no direito de pensar que tem mais direitos do que os outros?
Hoje em dia tem se insurgido um tipo de pessoas que sempre chamam para si o direito de serem “único” e “exclusivo” e que além de se acharem donos da razão também acham que são donos da de “homofóbico” e o que é homofobia? verdade.
Os homossexuais chamam a todos os cidadãos que não conjugam com as suas práticas anti-cristã e anti-social, de doentes, sim porque nos chamam
homo
 [Lat., tax. Homo.]
Substantivo masculino. Etnol. Paleont.
1.Gênero de primatas simiiformes, hominídeos, ao qual pertence o homem.
2.Espécie desse gênero, como, p. ex., a Homo habilis, a Homo erectus, a Homo sapiens. [Os adjetivos latinos habilis (hábil), erectus (ereto), sapiens (inteligente) designam a característica que as distingue, que marca o progresso, no tempo, do gênero. À subespécie Homo sapiens sapiens pertence o homem atual.]
3.Qualquer espécime desse gênero.
fobia
[Do lat. cient. phobia < gr. -phobía, como no gr. hydrophobía, 'hidrofobia'. V. -fobia.]
Substantivo feminino. Psiq.
1.Designação comum às diversas espécies de medo mórbido.
2.Horror instintivo a alguma coisa; aversão irreprimível.
homofobia
[De hom(o)- + -fobia.]
Substantivo feminino.
1.Aversão a homossexuais ou ao homossexualismo.
O que na realidade é um grande engodo, já que nem todas às pessoas tem desvios psicológicos que o caracterize como possuidor de fobia.
Eu por exemplo respeito todos os homossexuais, conheço muitos, mais mesmo assim não sou a favor de tais práticas não condizentes com a verdadeira vida cristã.
Se alguém quer viver uma vida anti-cristã, que viva, agora respeito a opinião de quem não aceita práticas que leva o homem a pecar e a se distanciar de DEUS e do verdadeiro caminho da salvação.
Anônimo disse…
As pessoas(não sei se propositadamente)estão confundindo lutar por isonomia(igualdade civil entre heterossexuais e homossexuais) com luta para ser uma casta de privilegiados.
Celo Rosendo disse…
Quando vemos um tipo de emenda ridícula destas sabemos porquê. Não há dúvidas, nós em eleições elegemos os loucos do manicômio brasileiro para cuidar de assuntos importantes de vida ou morte.

Nas próximas eleições olhem o currículo e projeto dos candidatos, pois está por todo lado na net todas informações para pronta verificação.
J.M. disse…
Este comentário foi removido pelo autor.
Igor disse…
O PLC 122 já foi bastante esvaziado do seu texto original (que, a meu ver, estava quase perfeito, com pontuais exceções), e agora parece estar rumando para o fim de seu propósito. Vai virar letra morta já já...

O mais irônico nisso tudo é a ingenuidade dos autores do PLC: estão fazendo “concessões” com a bancada cristã, esvaziando o conteúdo do Projeto, e no final das contas periga a bancada votar contra o PLC 122. A bancada cristã está é debochando da Marta, demonstrando que tem poder de influenciar religiosamente o que lhe interessa!

Para mim, deveria era aprovar o PLC 122 original. Mostraria que o Estado brasileiro é soberano!
J.M. disse…
"quando se ha qualquer tipo de crime que envolve principalmente a morte de um gay, nao observam que estao colhendo o que plantaram , vivem uma vida devassa nao respeita as crianças, mas querem respeito, assim fica dificil."

---> Como você pode afirmar que todos os homossexuais vivem uma vida "devassa" e que todos são abusadores de crianças? Não teria um "argumento" um pouco "melhor" para defender sua homofobia?
Battlekattrollkiller disse…
Não,J.M,eles estão piorando cada vez mais com seus argumentos distônicos e fanatizados.
Baal'raam disse…
este artigo fere a Constituição Federal, porque dá vantagens para alguns, enquanto todos são iguais perante a lei. não irá passar.
Anônimo disse…
Quanta ironia nestes posts. Vemos todo mundo debatendo sobre a homofobia, cada um com seu ponto de vista, e ao mesmo tempo temos na cara dura a discriminação contra religiosos, que é crime diante da Lei Nº7.716/Art.1.

Parabéns Ignorância!
Anônimo disse…
Pergunta: Se discordar de uma escolha de orientação sexual, como por exemplo não desejar que meus filhos sejam gays, é considerado crime por muitos, então discordar de uma opção religiosa também não seria discriminação?
Unknown disse…
crentelho reaça found, preparem seus fuzis, tem um espião aqui abram fogo.
Unknown disse…
salvvação de um erro que seu deuseco já arquitetou, faz me rir crentalha.
Unknown disse…
vc quis dizer palavra de constatino.

Post mais lidos nos últimos 7 dias

90 trechos da Bíblia que são exemplos de ódio e atrocidade

Veja 14 proibições das Testemunhas de Jeová a seus seguidores

Veja os 10 trechos mais cruéis da Bíblia

Terraplanista vai a Noruega, vê o sol da meia-noite e admite que a Terra é redonda

Contar o número de deuses é difícil porque são muitos, dezenas de milhares, milhões

Bíblia tem mais de 2,5 milhões de mortes em nome de Deus

Darwin teve a melhor ideia de todas porque liga vida, física e cosmologia, diz Dennett

A beleza ilusória do mundo da nuvem digital tem impacto na saúde mental

Não acreditar em Deus é atalho para a felicidade, afirma Sam Harris

Evangélicos acham que o dízimo é investimento financeiro, afirma estudo