Religiosos intensificam ataques para desmoralizar ministra pró-aborto

Bispo Simão disse que
Eleonora é "mal-amada"
Lideranças religiosas e setores conservadores da sociedade intensificaram os ataques à nova ministra de Políticas para as Mulheres, Eleonora Menicucci, 67, em uma campanha para desmoralizá-la já no começo de sua gestão.

Em sua primeira entrevista coletiva após assumir a pasta, Eleonora, em coerência com seu passado, defendeu a legalização do aborto, mas ressaltou que essa é a sua posição pessoal, não a do governo.

Dom José Benedito Simão (foto), 61, bispo de Assis (SP), reagiu com contundência. Disse que Eleonora “é uma pessoa infeliz, mal-amada e irresponsável”.

“Ela adotou uma postura contra o povo e em favor da morte”, disse o bispo, que é presidente da Comissão pela Vida da regional Sul 1 (Estado de São Paulo) da CNBB.

A bancada parlamentar evangélica está pedindo a demissão de Eleonora. O deputado Eduardo Cunha (PMDB-RJ), um dos líderes da bancada, disse que os evangélicos estão unidos para combater a ministra abortista.

O jornalista católico Reinaldo Azevedo, do site da Veja, publicou em seu blog trechos de uma entrevista -- concedida por Eleonora em outubro de 2004 -- que contêm informações que vão servir de munição aos adversários da ministra.

Ali, Eleonora fez uma retrospectiva de sua militância política (ela e Dilma Rousseff estiveram presas juntas) e contou que, na Colômbia, aprendeu a fazer aborto por aspiração. Disse que, por decisão do POC (Partido Operário Comunista), ela própria se submeteu a um aborto.

Afirmou, também, que costumava ter muitos homens e que a sua primeira relação homossexual ocorreu quando estava casada. Disse que o seu marido não se importou com isso. “Ele era um cara muito libertário.”

Ela falou ainda de sua filha lésbica e do filho que a moça teve por inseminação artificial.

A entrevista estava no da Universidade Federal de Santa Catarina e dali foi deletada após ter sido "descoberta". Para os críticos conservadores da ministra, trata-se de um arsenal de chumbo grosso.

Íntegra da entrevista da Eleonora Menicucci.

Dilma quebra acordo com religiosos ao nomear ministra pró-aborto.
fevereiro de 2012

Comentários

  1. Êta!!!!Sujeito preconceituoso!!!!

    ResponderExcluir
  2. A mulher tem que ter comando sobre seu próprio corpo, e esses neandertais de vestido tem que cuidar da própria "casa" que tá cheia de pedófilos.

    ResponderExcluir
  3. “Ela adotou uma postura contra o povo e em favor da morte”
    Eu sou parte do povo e de modo algum essa é uma postura que vai contra mim. Mania chata se achar representante do povo, de falar pelo povo. Eles devem se limitar a falar por eles e pela instituição ao qual representam.
    E só espero que a ministra sobreviva no cargo por um bom tempo!!

    ResponderExcluir
  4. Melhor a cara deputada contratar seguranças, porque o negócio vai ficar feio pro lado dela.

    É isso que ela ganha por, corajosamente, num país tão conservador, falar abertamente sobre sua posição a cerca do assunto. E sem lesar ninguém.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. concordo colega... ninguém é obrigado a fazer aborto... se os crentes são contra, não façam, ora bolas... porque a vida dos outros incomoda tanto esses pulhas...

      Excluir
    2. Melhor você contratar um plantão gramatical pra você mesmo, tipo pronto-socorro léxico, e urgente. Não tem cerca nenhuma em volta do assunto, pra que esse artigo? Suponhamos que seja "a cerca" de um Novo Auschwitz, onde em vez do Trabalho, da Educação, da Saúde; a remoção infanticida cirúrgica de "emaranhados de órgãos sem alma" com ordem do Estado seja fomentada, produzida?

      É isso que ganhamos por, impunemente, num país tão sem leitura, o preconceito linguístico de Marcos Bagno seja defendido como bandeira, até por estudantes (?) de Letras!

      Excluir
    3. tissya moto,
      a probabilidade de ser troll é alta, ao querer exigir perfeição gramatical em comentários de internet e vir falar de preconceito linguistico.

      Excluir
  5. E os evangélicos nazifascistas querendo derrubar a Ministra porque ela é honesta em assumir suas verdadeiras posições.Afff é muita hipocrisia.

    ResponderExcluir
  6. Aborto é sinônimo de evolução ???

    Vai se tratar psicopata...psicopata e irresponsavel !!!

    Neandertal aqui é sua mentalidade covarde, selvagem lixo, mata o próprio filho e ainda diz q isso é sinônimo de evolução...RETARDADA

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Lucas, você é um troglodita.

      Excluir
    2. Quem não consegue sustentar argumentos plausíveis, como o Lucas, só consegue atacar por meio de insultos. totalmente dispensável a opinião dele...


      Cherry

      Excluir
    3. Este comentário foi removido por um administrador do blog.

      Excluir
  7. Respostas
    1. Quando a alegação é real, não é falácia.

      No caso, se o cara que ele atacou for mesmo psicopata, não se trata de falácia, mas, simplesmente, de atribuir um diagnóstico e pode ser considerada injúria mesmo assim, por ser colocado publicamente.

      Entretanto, o Lucas não me parece médico para dar diagnósticos, nem mesmo conhecedor de psicopatologia.

      A fé/religião é psicopatia (transtorno de personalidade grave) contagiosa. É uma doença mental terrível, que já deveria ter sido erradicada há milênios.

      No entanto, essa doença ainda infecta grande parte da humanidade.

      O ministro da Saúde deveria combater a fé/religião, distribuindo antipsicóticos nas portas das igrejas e centros espíritas, bem como o ministro da Educação, melhorando a formação básica de nossas crianças.

      Excluir
    2. Adriano, segundo as palavras de Jesus, doente é quem não tem fé e vive no pecado.

      "Eu vim para os doentes" disse ele. Se arrependa e seja curado.

      Excluir
    3. Fé nao prova nada e nao faz existir os seus amiguinhos imaginarios.

      Pois, qualquer pessoa pode ter fe em qualquer coisa.

      Excluir
  8. E o Magno Malta?Vai dar seus gritinhos contra a Ministra?

    ResponderExcluir
  9. Eles são um bando de filhos da puta eu tenho que falar assim porque esta é a única palavra que eu tive que usar pra expressar minha repudia a estas pessoas tão ignorantes e mesquinhas. O aborto é um fato queira o religioso ou não ,alguém precisa fazer alguma coisa por estas mulheres que continua e vão continuar morrendo em razão do aborto clandestina , agora a ministra que tem esta sensibilidade e quer ajudar com uma ação mais do que justa , vem estes canalhas pedir a cabeça da mulher e se eles conseguir o próximo passo é acender novamente a fogueira e sair queimando e matando todo mundo que são contrários a eles , mais se vier dessa vez eu rasgo estes safado na bala isto me da muita raiva que eu nem acredito que isto possa estar realmente acontecendo.

    Mais tenho certeza que isto ira fazer com que eles tome atitude contra estes cristão e evangélicos que querem teocratizar o mundo.

    ResponderExcluir
  10. Nao gosto de NENHUM politico ligado ao PT, sao todos corruptos e mentirosos. Mas um bispo chamar a ministra de mal amada deve ser porque ele eh muito bem amado pelos coroinhas. Cara de pau.
    De qualquer forma prefiro uma ministra, mesmo petista, do que um religioso a comandar alguma coisa, pelo menos ela nao idolatra crendices.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Não dá pra levar a sério um sujeito que se veste assim, né??

      Saravá, misifio!!

      Excluir
    2. Argumento ad hominem de lá, argument ad hominem de cá...

      Excluir
  11. Preparem-se: será um intens ataque com argumentos EMOCIONAIS, e nunca racionais!

    Não como defender uma crença em lendas da Idade do Bronze com racionalidade.

    ResponderExcluir
  12. Li não sei onde que 77% dos líderes anti-aborto são homens e que, por óbvio, 100% deles nunca engravidarão.
    Então lembrei que uma feminista estadunidense, creio, disse que se homens engravidassem o aborto seria um sacramento.
    Como queríamos demonstrar, se me permitem.

    ResponderExcluir
  13. esses fanáticos me dam nojo!!

    ResponderExcluir
  14. esses fanáticos me dão nojo!! mas fanático é fanático não dá para esperar outra coisa.

    ResponderExcluir
  15. Os cristão são piores que os homens bomba, o problema é que eles não tem o poder ministerial e nem o poder policial porque se eles tivessem este poder com certeza nos ateus estariamos sendo caçados e blogueiros estariam presos e sendo torturados.

    ResponderExcluir
  16. Acho que agora é que a gente vai ver até onde o nosso estado é laico... se de fato, ou apenas no papel.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O que está no papel sobre o que é, na verdade não é, mas quem escreveu deseja que seja.

      Excluir
    2. Laicidade é aperovar assassinato?

      Excluir
    3. Só é assassinato na opinião da religião.
      E laicidade é ignorar opiniões de uma religião enquanto desfavorece outras (ou a falta dela). Para o cristianismo, pode ser algo horrível, mas para não-cristãos pode não ser. E aí, como é que fica?
      Quem não é cristão tem que ficar quieto e aceitar que valores cristãos lhe sejam enfiados goela abaixo? Quem não é cristão não paga impostos, não é cidadão, não tem direitos?
      Demonstre que aborto é ruim sem argumentos religiosos, ou não há conversa.

      Excluir
  17. E assim vai o Brasil, discutindo as questões mais importantes do mundo... da década de 1960.

    :^)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Adriano,

      "E assim vai o Brasil, discutindo as questões mais importantes do mundo... da década de 1960"

      A questão do aborto é bastante importante. Basta ver o número de abortos clandestinos e o drama das mulheres que precisam entrar na justiça para abortar fetos anencéfalos, fora a falta de políticas públicas para planejameno familiar e educação sexual, temas estes diretamente ligados ao aborto.

      Totamente desnecessária sua ironia. Ainda não entendi se você está neste post como mero troll ou como interessado no assunto...

      Excluir
    2. Adriano, interpretei sua frase de forma equivocada. Como não é possivel apagar meu comentário, desconsidere minha crítica a você.

      Excluir
    3. Adriano, segundo as palavras de Jesus, doente é quem não tem fé e vive no pecado.

      "Eu vim para os doentes" disse ele. Se arrependa e seja curado.

      Excluir
    4. E segundo as palavras de Obelix, os romanos são loucos.

      Desde quando frases de personagens de histórias são base para argumentação?

      Excluir
  18. So pode ser contra quem nunca passou por uma situacao a qual todas as setas apontavam para o aborto.

    ResponderExcluir
  19. Ela vai ser demitida.
    E vocês, falastrões frouxos, não poderão fazer nada!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olha a piadista não tem nem vergonha , então ela vai ser demitida só porque ela é pró aborto. A falastrona aqui é você . Eu nem sei porque perco meu tempo com crente.

      Excluir
    2. Dona Dilma é populista. Quando seus índices de popularidade chegarem ao fundo, a Presidenta vai achar um meio de se livrar de sua grande amiga.

      Excluir
    3. Mesmo que seja demitida, isso não muda o fato de que ela tem direito a ter uma opinião e de que tal demissão seria ato típico de regimes ditatoriais e contrário a uma democracia.

      Ficar feliz com isso é irradiar intolerância, ignorância e desrespeito aos direitos que você também possui e que não gostaria de perder.

      Excluir
    4. Mandou bem Senhora.

      Excluir
    5. Falastrão frouxo, ao meu entender, é quem fala, fala e não diz nada, e ainda não tem base ou provas para as besteiras que fala.
      Quem é que faz isso mesmo, aqui?

      Acho que o bispo se enganou sobre quem é mal-amada.

      Excluir
  20. Sim, e você ganha exatamente o que com a demissão dela?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É incrível o poder de síntese da mente de um homem. José Geraldo, parabéns pela sucinta análise e econômica concisão. Sinto que gastei meu vernáculo à toa.

      Excluir
  21. A mulher tem "direito sobre o seu próprio corpo". Mas não tem direito sobre o que não lhe pertence, o corpo da criança em seu ventre. O seu próximo.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Tá falando sério? A mulher sofre todo o processo da gravidez, e não tem direito? Não sabia que a teocracia e suas leis sagradas foram instauradas.

      Excluir
    2. A sua opiniao é irrelevante, pois vc nao é mulher, nao engravida, nao carrega um feto, nao sofre o que uma mulher sofre.

      É apenas um reles cristão fundamentalista que detesta o seu proximo.

      Excluir
    3. Eles pressupõem uma série de erros lógicos, preconceituosos que são de que a verdade está com eles, embora digam que os crentes é que acreditam em verdades, eles (supostamente) não...Observe como são fundamentalistas, quando se trata das verdades fundamentais em que eles erroneamente crêem.

      Como esta última, por exemplo, onde eles afirmam que fetos não têm alma, que alma não existe...Logo, pelo mesmo raciocínio, eles PODEM E DEVEM MORRER...porque não são humanos...São aglomerados de células, troncos, órgãos.

      É ridícula essa antropologia biológica materialista deles! Uma entre tantas outras das falácias em que eles CRÊEM!!!

      Como esta outra, que você inteligentemente apontou. Eles crêem que A MULHER TEM TODO DIREITO SOBRE SEU CORPO.

      Não têm. A vida é superior ao corpo. A Vida é que é a Instância Suprema. Você como crente acredita nisso. Eu como descrente acredito NA MESMA IDEIA só que com fundamentos diferentes.

      Eu creio que A Vida não pode estar submissa ao critério de uma vontade arbitrária expressa por um único corpo. Fosse assim eu poderia dizer ao meu útero...pare de expelir a menstruação! Eu poderia ordenar aos meus ovários...Parem de produzir óvulos.

      Aí eles inventaram a castração química. Para que as mulheres pudessem transar TODOS OS DIAS! Eu não faço uso da castraçao química, NUNCA ABORTEI e pra quem quer liberdade sexual, tem a contagem dos dias férteis!

      Mas eles preferem, é claro, TUDO QUE É MANDAMENTO DIVINO DA SAGRADA RELIGIÃO DELES QUE É A CIÊNCIA.

      Porém, eis aí o problema...Ciência demais...incha. E eles estão inchados de HYBRIS que é o orgulho mortal, de quem se acha deus!

      Os crentes diriam...soberba, pecado. Eu vejo diferente mas dá no mesmo.

      Os filósofos ateus dizem que essa civilização da morte de Deus é a civilização de todas as mortes, da morte científica, da morte ordenada pelo Estado. E é mesmo! Giorgio Aganbem diz isso na sua reflexão sobre Auschwitz.

      E os profetas disseram...bom, você sabe mais do que eu o que disseram os profetas. Eles querem é sacrificar os filhos deles ao MOLOCH CAPITALISTA!

      A verdade seja dita porém, que o pior é que eles pensam estar dando DIREITO (direito de morte?) à MULHER DE FAZER O QUE QUISER COM O PRÓPRIO CORPO...Estão dando porém é DIREITO AO ESTADO de fazer o que quiser com as vidas deles.

      Não com a nossa, of course!

      Fica na paz, cristão! A tua fé te salvou.

      Excluir
    4. Não tem como excluir essa troll não? Parece que terminou o cursinho de letras na unig e não arrumou emprego, daí vem encher o saco da gente.

      Excluir
    5. O filho pertence, no mínimo, 50% a ela. A crinça é biologicamente, geneticamente, metade de cada um dos pais biológicos. Se metade, 50%, das células é da mãe, como não pertece a ela se esta é uma das razões para validar o DNA?

      Excluir
    6. Lia, está esquecendo que toda a gestação e seus riscos é ônus da mulher. O filho pertence, no minimo, 99% a ela, já que o homem só participa com genes. As células são construídas com os nutrientes fornecidos pela mãe.

      Quando homem engravidar, ou auxiliar na gestação(como um cavalo marinho), venha falar de 50%...

      Excluir
    7. verdade, por isso, em outro comentário anterior, eu disse que pra próxima encarnação, se houver uma, quero ser hipocampo hehehe, leia lá atrás, acho que uns 10 dias.

      Excluir
  22. Dom José Benedito Simão diz:
    “Ela adotou uma postura contra o povo e em favor da morte”
    Pura hipocrisia, e quando a igreja é contra o uso de camisinha é o que? E a favor do povo? E a favor da vida?

    ResponderExcluir
  23. O melhor jeito de diminuir os abortos e salvar mais vidas femininas é legalizar o aborto. Os religiosos querendo ou não.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que saudade do "pérolas aos poucos"! Em todo caso, o melhor jeito de diminuir os assassinatos, é autorizar mais mulheres assassinas, a cometer homicidios justificáveis juridicamente porque a lei agora PODE inclusive justificar o injustificável. É o assassinato deicida de todo direito romano. A remoção das cláusulas pétreas do direito, da TERCEIRA, que nem os césares dos piores que houve, como Calígula e Nero; atreveram-se a remover. O aborto é o último reduto do Deus Mortal de Hobbes em sua investida contra o foro íntimo da consciência. É a salvação asséptica contra a tortura fóbica da religião com sua culpa e pecado! Oh, claro! O melhor jeito de diminuir os abortos, e salvar mais vidas femininas é condenar mais fetos, embriões e "conglomerados de células" ao assassinato legalizado com absoluta legalidade. E a liciedade de tais atos? Não, assassinada foi a ciência do direito. O melhor jeito de diminuir os abortos e salvar mais vidas femininas é legalizar o aborto. Pronto. Negócio juridicamente perfeito. Os religiosos da religião mística e os religiosos da religião atéia querendo ou não. O Estado é o árbitro da briga entre os religiosos de ambas facções. Como o povo deve seguir a religião do príncipe, e o Estado é ateu...Todo mundo deve ser ateu. E como todo mundo é antropóide, simiescas produções evolutivas e ALMA NÃO EXISTE, O Estado Ateu, pode e deve matar quem quiser. Perfeito!
      Giorgio Aganbem não teria pensado melhor.
      Nem eu.

      Excluir
    2. Está acusando São Tomás de Aquino e Santo Agostinho, doutores da Igreja e favoráveis ao aborto, de assassinos? Bem como todos os papas até Pio IX?

      E pode parar com o mimimi de perfeição gramatical porque seu português está longe da perfeição. Puristas jamais usam "pra" no lugar de "para", principalmente na modalidade escrita e culta, permitindo apenas na modalidade oral e informal. Napoleão Mendes de Almeida daria voltas no túmulo se lesse seus arrotos vernáculos.

      Excluir
  24. A igreja é um lixo ela virou um parasita na terra que explora os miseráveis ela é arrogante é hipócrita e a cabeça dela é a cabeça dos que o guia, a igreja não faz nada ela só parasita e rouba o povo ela se infiltrou na pobreza e usa disto para sua sobrevivência mais na verdade ela não faz e nem pode fazer nada pelos pobre a não ser mandar eles viver conformado, o deus deles não tem poder ele é um pobre porque ele é apenas o reflexo de quem o criou este deus não pode fazer nada absolutamente nada, como não tem feito nada a não ser parasitar a ingenuidade de pessoas simples e incautas. Mais vai chegar o dia da grande vingança do mundo contra toda está farça religiosa mundial e neste dia vamos ver o quanto deus e forte e capaz.

    ResponderExcluir
  25. Aborto é algo polêmico. Sou a favor. O problema do aborto é definir o que seja um ser humano. Um conglomerado de células sem cérebro, e por isso, sem consciência, é um ser humano? Para os religiosos sim, porque esse conglomerado de células já possui alma. Alma e espírito são elementos que a medicina não lida. Alma e espírito são elementos da religião. Deixemos a medicina fazer o trabalho dela, que é de aliviar o sofrimento humano, e deixemos que as mulheres decidam sobre o próprio corpo. O aborto feito dentro da lei não deve ser motivo de manifestações religiosas intolerantes. Se a lei é cumprida então calem a boca.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oh, sancta simplicitas! E eu, na minha douta ignorância, pensava que o problema do aborto é definir o que é crime covarde, premeditado e contra quem não pode defender-se; e o que é crime covarde premeditado e juridicamente ordenado como crime cirúrgico, praticado pela medicina nazista neomengeliana, do Estado!

      Excluir
  26. E esse bispo, representante da ICAR, juntamnente como os deputados evangélicos, representam os cristãos brasileiros. Que temeridade. Cristãos que atacam pessoas ao invés de ideias mostram como são intolerantes, egoístas, obtusos, parciais e fundamentalistas. Como é lindo o amor cristão.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oh, sim, quem fala de amor, entende né? Os cristãos, cheios de ódio, FUNDAMENTALISTAS, querem impedir que mulheres assassinas sejam condenadas como bruxas na Inquisição, só porque são infanticidas!
      Nós , os ateus, tão bonzinhos e cheios de amor, queremos salvá-las desses monstros da ICAR, INTOLERANTES MONSTROS, que defendem esses conglomerados de órgãos...Nós, ateus, queremos salvar as mulheres, e esquartejar esses conglomerados de órgaos...Pra que cortá-los como açougueiros, se podemos ASPIRÁ-LOS POR SUCÇÃO?
      Nós , ateus, somos tão cientificistas, tão assépticos, tão anti-fundamentalistas!
      Como é lindo o amor ateu.

      Excluir
  27. Eu só temo que ao fanatismo de uns nada se tenha a opor além do niilismo de outros. Ambos nos conduzem à barbárie.

    ResponderExcluir
  28. Se essas pessoas que falam silas malafaia a bancada religiosa esses bispos e arcebispos são os porta vozes do cristianismo ,podemos ver o quanto este cristianismo não tem nada de deuses e sim de homens perturbados e doentes ,direitistas são doentes se importam até com a sexualidade alheia se importam até com que os outros fazem na sua vida no dia a dia.

    ResponderExcluir
  29. Argumento contra o aborto é ad hominen ???

    Nerds mosca de bosta

    Que argumento à favor do aborto, não reflete uma pessoa irresponsavel e covarde ?

    Não existe argumento pró aborto, q não seja covardia e irresponsabilidade...abortistas são psicopatas, estamos falando da morte de um ser humano e não de uma barata, que é como voces tratam um filho.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Caro Lucas.

      Não se aborta seres humanos. Aborta-se um conglomerado de células, sem cérebro, sem sistema nervoso, sem consciência. Questões sobre alma e espírito não dizem respeito a medicina, são questões de crenças religiosas. E, em relação a religião, cada um tem a sua e cada um deve mantê-la fora do caminho da medicina, da ciência e da política.

      Excluir
    2. WillPapp já disse tudo.
      Só adicionando algo sobre outra questão;
      E as mortes causadas pela religião? Por que, nesse caso, os assassinos não são chamados de psicopatas?
      Você é contra aborto, mas apóia inquisição, caça às bruxas, cruzadas, extermínio de povos inimigos pagãos? Imagino que não. Mas é o que a sua religião defende. E isso para mim, é ser extremamente doente.
      Melhor rever aí o que você chama de psicopata.

      Excluir
    3. Caro Lucas, você está absolutamente certo, e eu diria até mais, (do que certo), porque não existe argumento contrário ao aborto, porque não existe argumento contra a própria razão.
      Inexiste igualmente essa defesa do indefensável.
      Nenhum filósofo, por mais ateu que fosse ou seja, defendeu ou defenderá o aborto; esse crime hediondo, imprescritível, inafiançável e inabsolvível...Pela própria consciência da assassina, que mais tarde, sempre se remói, com ou sem deuses; porque o inconsciente dela sabe o que fez, o que praticou, A NEGAÇÃO DO PRÓPRIO DIREITO QUE FOI DADO À ELA! Aborto é do ponto de vista lógico, uma contradição de termos, porque DIREITO É VIDA, DIREITO É DEFESA DA VIDA, é a vida que cria o direito...NÃO EXISTE DIREITO DE MORTE!!!

      Excluir
    4. Lucas

      >> "Argumento contra o aborto é ad hominen ???"

      Não.

      >> "Dom José Benedito Simão (foto), 61, bispo de Assis (SP), reagiu com contundência. Disse que Eleonora “é uma pessoa infeliz, mal-amada e irresponsável”."

      Isso não é argumento contra o aborto, isso é ad hominem.

      >> "Nerds mosca de bosta"

      Isso é ad hominem.

      >> "Que argumento à favor do aborto, não reflete uma pessoa irresponsavel e covarde ?"

      Isso não é argumento contra o aborto, isso é ad hominem.

      >> "Não existe argumento pró aborto, q não seja covardia e irresponsabilidade...abortistas são psicopatas"

      Isso é mais um ad hominem.

      >> "estamos falando da morte de um ser humano e não de uma barata"

      Isso sim é um argumento (se é válido ou não, não vem ao caso).

      >> "que é como voces tratam um filho."

      Isso é mais um ad hominem.


      Entendeu a diferença?

      Excluir
    5. Uau tissya moto,

      vejo tantas mulheres arrependidas e culpadas no países que permitem o aborto...

      Excluir
  30. Chamar uma mulher de sapatão, mal amada e irresponsável virou o novo "você é bobo e feio". Agora, o que o o religioso disse tem a ver de verdade com a opinião da ministra? Enquanto de um lado são apresentados dados que mostram que o aborto e controle de natalidade são casos para serem tratados com seriedade por consistirem problemas de saúde pública, o padreco de vestido apela para ataques pessoais para tentar desmoralizar a ministra.
    Bela a retórica dele, só que não...


    Cherry

    ResponderExcluir
  31. O religioso quer chutar para debaixo do tapete a questão do aborto ,quem lida com saúde sabe o número de mulheres jovens que morre sem nenhum amparo ou socorro nessas clínica de aborto clandestino feita por pseudos-médicos, neste caso a questão religiosa não muda nada, e o problema quer a religião queira ou não vai continuar existindo e não adianta tentar chutar tudo para debaixo do tapete.
    Aborto é uma questão de saúde pública e deve ser tratado como tal ou simplesmente ignorar esta questão e deixar estas mulheres morrer e continuar fingindo que não acontece nada e que o governo não tem nada a ver com isto , faça o aborto clandestino e se morrer enterra não estamos vendo nada.

    ResponderExcluir
  32. Não aborta não deixa formar completamente e da para a igreja do silas criar tenho certeza que eles vão adorar e se eles negaren quem vai estar abortando são eles, ou da para a igreja católica criar ou será que eles não querem e vão abortar também?

    ResponderExcluir
  33. Com estes milhões que eles usam pra fazer cruzadas como eles dizem e outros milhões que eles pagam para ter seus programas na tv da pra cuidar de muito bebê. Não de todos mais de muitos façam isto em nome de jesus.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ah tá vocês não querem e elas também não então o jeito é abortar mesmo.

      Excluir
    2. Próxima campanha das igrejas sera.

      Não aborte doe para nos.

      Não acho que eles não querem isto não kakakaka

      Se querem façam então oras

      Excluir
  34. Regra básica: religioso sem argumento, prega.

    ResponderExcluir
  35. Os religiosos possuem argumento, mas, só servem quando inseridos na crença deles. Não são válidos para os problemas sociais e de saúde pública.

    ResponderExcluir
  36. Para mim, o aborto nao é uma questao moral e nem religiosa. É uma questao de saude publica.

    As mulheres que fazem a escolha pelo aborto, nao importa quem elas sejam (catolicas, evangelicas, judias, budistas, conservadoras, liberais, jovens, velhas, etc), vao continuar fazendo isso por varios motivos (pobreza, sem vontade de criar mais um filho, acidente, estupro, sem condicoes para criar, abandono por pai ou marido, homem nao assume, etc).

    O aborto continuara ocorrendo, nao importam as restricoes que os religiosos queiram impor.

    Alias, mais de 80% das pessoas que se opoem ao aborto sao homens. E 100% deles nunca engravidaram.

    Os religiosos nao podem e nem devem interferir na vida das mulheres, sob alegacoes vazias de que um feto ou embriao é um ser humano... ou que almas existem.

    Uma semente nao é uma arvore.
    Um ovo nao é uma galinha.
    Uma lagarta nao é uma borboleta.
    Uma larva nao é um mosquito.
    Um girino nao é um sapo.
    Um blastocisto nao é um ser humano.
    Um espermatozoide nao é um ser humano.

    E almas nao existem.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Os raciocínios são brilhantes! Um macaco em evolução, ou um símio antropóide, embora não tenham alma e almas inexistem...pensaria melhor. Graças a Deus que eles não conheciam essa genialidade de tais raciocínios...Senão não teriam guardado as sementes para a próxima primavera, teriam comido todas, porque semente não é árvore. Ovos também não são galinhas, se os macacos de quem descendemos (ops, não fale assim que desperta a santa ira dos ateus! descendemos de um ancestral comum)fossem tão estúpidos a ponto de pensarem assim; nunca os ovos teriam sido acomodados em primitivos ninhos domésticos...Toda a geração de galinhas póstumas teria sido comprometida, com qualquer erazinha mais fria! Graças a Deus, ou melhor, graças a Deus nenhum, que os neanderthais, trogloditas, homens de pequim; embora todos sem alma e apenas um aglomerado de órgãos; tiveram o bom senso de eliminarem as larvas para que não fossem infestados de mosquitos! Pois se os girinos também fossem eliminados , por essa lógica tão brilhante e antiecológica; não haveria sapos para comerem os mosquitos, não é mesmo? Realmente, vindo de um ser sem alma, o arrazoado é brilhante, mas falacioso.
      Pode até não existir alma, mas existe inteligência,
      e o bom-senso.
      E pra que continuem ambas, DEVE-SE LUTAR CONTRA O ABORTO.
      PARA QUE NASÇAM SERES INTELIGENTES, E COM BOM SENSO.
      Chega de tanta estupidez e burrice sem alma nenhuma.

      Excluir
  37. O que o bispo esquece é que o aborto nao é uma questao resolvida na teologia católica. Ou seja, a condenaçao do aborto nao é doutrinal, mas apenas pastoral (recomendaçao). E que só em 1930 que o papa Pio XI (o amiguinho de Hitler) decidiu tornar a orientaçao mais clara. Esquece também que mesmo os teólogos católicos nao sao unanimes na condenaçao.

    PS: desculpem os erros de grafia, preciso reconfigurar o teclado do computador

    Leandro

    ResponderExcluir
  38. A palavra é "nojo". Como um bispo ousa chamar quem quer que seja de "mal amada" e "infeliz"? Como assim a bancada evangélica vai exigir a demissão da ministra? QUE ***** É ESSA? Ahmadinejad se sentiria em casa ao lado desses fundamentalistas pervertidos.

    A ministra falou com todas as palavras que aborto é um problema de saúde pública e não de princípios religiosos, isso depois de ter dito que era sua posição pessoal, diferente da do governo.

    É incrível como pessoas, como a ministra, que tentam trazer algum tipo de inovação ou discussão não conservadora ao planalto, têm que ter um passado límpido e cristalino, enquanto que bispos, pastores e políticos de ultra-direita conservadora podem ter vidas pregressas de inspirar filmes de terror e drama que ninguém fala nada (mesmo a imprensa).

    É muita sujeira. Se essa onda fundamentalista continuar, dentro de uns dez anos, viver no Brasil será impossível pra quem não aceite dizer "Paz do senhor!" em vez de bom dia...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Na verdade, a maioria deles fez merda no passado, mas usam isso em seus discursos para mostrarem como seu amigo imaginário os salvou.
      Sempre tem pastor se orgulhando de ter sido drogado até encontrar o caminho de Jesus, glória ao pai, aleluia senhor, etc...
      Já o sujeito que fez alguma merda (ou nem fez, só passou por alguma) e não virou pastor, é taxado como a pior pessoa do mundo. Só não apedrejam porque aqui não pode. Não que a bancada evangélica não queria mudar isso...

      Excluir
    2. Esse argumento é o melhor que já ouvi em defesa da luta antiabortista. Aborto é um crime tão vil, uma covardia tão ruim, que até os aborticidas e as aborteiras têm vergonha de confessar!

      Excluir
    3. tissya moto
      Aborto é crime em causas naturais? Estupro? Má-formação? Nos países que foram permitidos?

      Continue sonhando com sua solução de 'crime e castigo', ela sempre foi eficaz...

      Excluir
    4. Ui tissya!
      Cadê as respostas para as perguntinhas "básicas" do anônimo???

      Dicas para tissya:

      1) Não vale trollagem
      2) Nada de argumentação cristã
      3) Ad Hominem nem pensar. Entendeu cherry??

      Excluir
  39. -


    Ateus idiotas...ateísmo não é sinônimo de passividade.

    Ateísmo mata aos montes em nome do dinheiro e poder...não é prq alguem diz acreditar em deus q acredita realmente.

    Quantas guerras nao se fazem pelo petróleo, quanto nao se mata em busca de dinheiro.

    A religião faz muito pelo mundo com suas universidades, que muitos ateus famosos se formaram...e com ajuda humanitári.

    O problema do mundo é sim o ateísmo, que faz guerras pelo dinheiro e poder.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Você é tão claramente um troll que nem sei porque me dou ao trabalho, mas vamos lá...

      "Ateísmo mata aos montes em nome do dinheiro e poder..."

      De onde tirou essa informação? Qual a sua fonte? Ou é só achismo seu e do pastor que lhe diz como viver a vida?

      "Quantas guerras nao se fazem pelo petróleo, quanto nao se mata em busca de dinheiro."

      Verdade. E o que isso tem a ver com ateísmo? Na verdade, nosso grande warlord viciado em petróleo, Bush, era cristão conservador. Citava religião em seus dircursos e tinha apoio dos líderes religiosos.

      "A religião faz muito pelo mundo com suas universidades, que muitos ateus famosos se formaram...e com ajuda humanitári."

      Claro... Impede pesquisas, impede que pessoas que não sejam da sua religião tenham direitos, causam guerras, desinformam pessoas, como no caso do combate ao uso da camisinha, contribuindo para que doenças se espalhem, só para citar coisas contemporâneas. Nem preciso lembrar da inquisição e das cruzadas, certo? Ou de quando o vaticano apoiou Hitler?

      "O problema do mundo é sim o ateísmo, que faz guerras pelo dinheiro e poder."

      Que guerras? Que poder?
      Até onde sei, quem mais tem poder e dinheiro no mundo, e quem mais faz guerras por poder e dinheiro, são as religiões. Sem contar o Vaticano, o que me diz dos terroristas muçulmanos, por exemplo?

      Vá se tratar, troll...

      Excluir
    2. Capitalismo é diferente de ateísmo.

      Excluir
    3. Aha! Cherchez la femme, o capitalismo é idêntico ao ateísmo. Qualquer um sabe que desde a tradução para o latim das obras de Sexto Empírico, um ateu no mais brilhante conceito, não essa gororoba que vemos aqui...O critério de absoluta verdade foi retirado, pelos reformadores, contrários à interpretação considerada inerrante, pela presuntiva infalibilidade do magistério. Argumento devolvido "in retorsio" pelos contra-reformadores, pois se não há absoluta verdade nem nas Sagradas Escrituras; não pode haver também na interpretação do Papa; tampouco na dos adeptos do livre-exame, ou muito menos na de Lutero!Com a reforma, com a possibilidade que haja uma verdade livre, - liberdade de usura, de explorar o semelhante-; começa peremptoriamente o "espírito sem-deus que é o capitalismo"! O capitalismo nasce protestante e até católico-romano, porque a Igreja Medieval Romana era o maior factoring da época, só que disfarçadamente, pondo o dinheiro na mão dos judeus ricos(desimpedidos da usura).
      Não significa que ele tenha se conservado cristão. Ele é livre-pensador, livre-examinador, livre-cientificista. A maior prova do que possuímos dessa "não-ética materialista" do capitalismo (como bem demonstrou Max Weber em "A Ética Protestante e O Espírito do Capitalismo") é a morte asséptica, higiênica, ordenada pelo Estado! A máquina mortífera de Cabiria, o ídolo Moloch, a engolir vivas crianças inteiras, fingindo ser uma maquinaria divina!Manipulação esperta dos sacertodotes da tecnocientocracia, a serviço dos interesses ateus dos corporatocratas!
      Ateísmo não é o mesmo que capitalismo, essa é a verdade. O capitalismo, porém, é fundamentalmente ateu. Supor porém que no capitalismo avassalador da globalização, inteiramente submisso aos ditames da Escola Econômica de Chicago, A VIDA SERÁ PRESERVADA...pelos bons e politicamente corretos ATEUS!!! É ingenuidade. O movimento ateísta internacional hoje é como o do greenpeace décadas atrás. Cheio de gente bem-intencionada, mas por trás, nos bastidores, está justamente a intocabilidade do capitalismo enquanto religião.
      E se o argumento PARECE favorável aos ateus, o capitalismo É UMA RELIGIÃO SIM, mas a religião que destrói os termos a serem religagos. E pior, nem é uma religião pública como as relgiões sociais fundamentadas numa ética humanista! É uma religião assassina, homicida por fundamentos, um sistema opressor, perverso, porém religiosamente ateu. Uma relgião atéia pública. E QUEM É O MEDIADOR? O Estado Laico. Todos os poderes a Moloch! A crítica de Dario Antiseri procede e encontra eco até mesmo nos expoentes máximos do chamado hodierno pensamento ateu. Porque nenhum deles defende o aborto nem é abortista, não de jure. O que é o cherchez la femme dos bastidores do ateísmo; que o direito à vida da criança seja preservado, que os pedófilos eclesiásticos sejam postos na cadeia...Mas e os pedófilos endinheirados e os capitalistas ateus? Se é que podem ser chamados de ateus fantoches de irmandades secretas, dos quais as teorias de conspiração fazem suas chacotas, e outras superstições do economicismo serviçal do simbolismo mágico e ocultista, e lacaio do midiatismo e da moda. Estas porém não são humanas questões. O que não as invalida como criada por seres humanos, e passíveis de críticas e revisões.

      Excluir
    4. tissya moto, você contou uma bela historinha, mas não apresentou nenhuma ligação entre ateísmo e capitalismo. Acusou os ateus de serem manipulados, mas não falou por quem nem por quê, e muito menos apresentou prova alguma disso.

      Capitalismo é um sistema com leis absolutas e inquestionáveis (direito à propriedade e à "liberdade"), herança maldita do catolicismo. Aqueles que não se encaixam no padrão de comportamento dos burgueses são colocados sob controle à base da força (em outras palavras, polícia) assim como o catolicismo fazia com os hereges. Os capitalistas usam o preconceito (contra "rebeldes", "maconheiros" e comunistas) para colocar povo contra povo, assim como a religião usa o preconceito às outras religiões e especialmente à descrença. Qualquer um que questione o status quo é tido como culpado e, portanto, merecedor de qualquer sofrimento que receba, seja tortura e morte, como se fazia na Idade das Trevas, sejam ataques pessoais, marginalização e desemprego, como é feito hoje com os descrentes, ou seja à base de bala de borracha e cassetete, como é feito com os manifestantes.

      Concordo plenamente que capitalismo é, sim, uma religião. A religião mais maldita que existe no mundo, a religião que mais torturou, escravizou e assassinou indivíduos na história da humanidade, a Idade das Trevas é fichinha perto do capitalismo de hoje. Mas não venha culpar o ateísmo por isso. Não foram os ateus que ensinaram estes truques malditos aos burgueses.

      Excluir
  40. -

    Conglomerado de células que vai formar voce seu animal

    É facil ser favoravel ao aborto depois que ja nasceu neh seu psicopata.

    Argumentos pró aborto, são todos relacionados a irresponsabilidade

    Um monte de covardes irresponsaveis, tentando se livrar da sua irresponsabilidade = FILHO

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Quando estuprarem você e você engravidar do seu estuprador, vamos jogar na sua cara que a responsabilidade foi sua.
      Quando seu feto for mal formado e for nascer sem cérebro, para morrer segundos depois que sair de sua barriga, a responsabilidade também foi sua. Quem mandou ter um feto mal-formado?
      Ah, mas você não pode engravidar, né... Pimenta no cu dos outros é refresco, já dizia o ditado.

      Excluir
    2. Lucas.

      Ofender as pessoas não é legal. Deve-se atacar as ideias e apresentar argumentos bem embasado dizendo o porque você não concorda co elas.

      Essa sua demonstração queima o filme dos religiosos que, diga-se de passagem, já está bem queimado.

      Existem Leis que se observadas exoneram as abortistas da culpa.

      Código Penal - Parte Especial - Título I - Dos Crimes Contra a Pessoa - Capítulo I - Dos Crimes Contra a Vida

      Art. 128 - Não se pune o Aborto praticado por médico:
      I - se não há outro meio de salvar a vida da gestante;
      II - se a gravidez resulta de estupro e o Aborto é precedido de consentimento da gestante ou, quando incapaz, de seu representante legal.

      A Lei permite o aborto nesses casos e é em relação a esses casos que eu também aceito o aborto.

      Espero que eu tenha lhe intruído e você páre de falar asneiras. O conhecimento está aí acessível a todos. É só ter disposição em procurá-lo e humildade, quando for o caso, em aceitá-lo.

      Vê se cresce.

      Excluir
  41. Não se aborta seres humanos. Não? Ah, não mesmo! Nem foi dada a chance dos infelizes vitimizados pelo Novo Faraó Laico, verdadeiro Monstro Religioso Hipócrita, Sumo-Sacerdote da Religião Civil, com ordem legal. Claro, este Novo Herodes quer matar o último dos que agora nascem e que podem questionar o seu desejo eterno de ser rei...do assassinato legalizado e juridicamente aperfeiçoado. Viva! Vida ao direito de morte. Não se abortam seres humanos...MAS SÃO SERES (?) HUMANOS (!) OS QUE ABORTAM? Mas não são também abortos vivos, abortados da humanidade reflexa, abortados da cidadania, abortados da compreensão universal do sentido, do que É HUMANIDADE; esses abortistas abortados, abortadores do humano passado? Sim, claro, porque esse (?) DIREITO QUE NÃO FOI USADO A FAVOR DELES, - uma vez que nenhum foi jogado na privada -; eles desejam agora veementemente elegê-lo como CRIME PREDILETO! Não se abortam seres humanos, óbvio! Há uma nova definição conceitual que os abortistas ultimamente têm divulgado: "fetos não têm alma"(E ainda que tivessem-na, ALMA NÃO EXISTE!). Pelo brilhante e criminoso raciocínio, nunca se abortou um ser humano sequer!(SIC)..."Aborta-se um conglomerado de células, sem cérebro, sem sistema nervoso, sem consciência". Idêntico aos que assim crescem, sem jamais terem possuído alma, porque esta não existe; cresceram abortados da cultura, da literatura, das artes, (porque estas são produções não do espírito, mas de "reações químicas intraneuronais"); chegando à idade adulta sem jamais terem atingido a idade da razão nem pensarem por si próprios! Como poderiam? Pensamento precisa de alma. E estas são inumanas questões...(SIC) "Questões sobre alma e espírito não dizem respeito a medicina, são questões de crenças religiosas". Como o Estado é laico, Ele tem o poder (poder também não é uma questão sagrada, ressalte-se!); e investido de tal, PODE COMO INSTÂNCIA SUPREMA definir QUEM DEVE E QUEM NÃO DEVE MORRER! Ora, por idêntico e brilhante raciocínio, qualquer um, por não ter alma, nem esta existir; PODE ser definido pelo Novo Deus Mortal, de Hobbes, como QUEM DEVE MORRER. Pois assim dogmaticamente foi definido pela Nova Religião Civil! Religião também não existe(SIC)... "E, em relação a religião, cada um tem a sua e cada um deve mantê-la fora do caminho da medicina, da ciência e da política. Assim entra o Brasil na questão que animava a Alemanha do século XIX, se a religião deve ser pública ou privada, e se o Estado deve ou não ser laico ou religioso".

    E brinda-nos afinal com esta "pérola"...(que saudades do Yuri e do "pérolas aos poucos").

    Leia mais (!!!)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Você sabia que existem Leis?

      Código Penal - Parte Especial - Título I - Dos Crimes Contra a Pessoa - Capítulo I - Dos Crimes Contra a Vida

      Art. 128 - Não se pune o Aborto praticado por médico:
      I - se não há outro meio de salvar a vida da gestante;
      II - se a gravidez resulta de estupro e o Aborto é precedido de consentimento da gestante ou, quando incapaz, de seu representante legal.

      E, por favor, emocionalismo barato não muda em nada a questão.

      Cabe aos religiosos a religião e a medicina aos médicos. Cada um na sua.

      Excluir
    2. Leis não se destinam a católiocs, evangélicos, judeus, muçulmanos, hindus, budistas, umbandistas, ateus e etc. Leis se destinam aos cidadãos. Nesse sentido a lei é desprovida de crenças. Não se legisla com a mão na bíblia. Se legisla de um modo a assegurar a TODOS os direitos necessários, independentemente de crenças religiosas.

      Srs. religiosos, respeitem a lei.

      Excluir
  42. BANDO DE NERDS INFELIZES E BABACAS

    AS MÃES DE VCS DEVERIAM TER ABORTADO A TODOS...

    HIPOCRITAS

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Vc se coloca contrario ao aborto, mas deseja que quem apoia o aborto, seja abortado.

      Olha a sua contradicao e hipocrisia.

      Esse seu comentario apenas coloca os religiosos em má situacao.

      Excluir
  43. VCS DEVERIAM TER SIDO ABORTADOS

    TANTA PORCARIA ESCRITA AQUI...AFEEEEE

    ATEU, ESQUERDISTA E ABORTISTA...SE JUNTAR TD NÃO DA MEIO

    ResponderExcluir
  44. Eu já disse porque eles ou a igreja deles não se dispõe a financiar toda a gravidez e depois adotar o bebê pra eles , porque a igreja não pega o dinheiro que usam pra cruzadas e programas de tv e cria estas crianças ,não da pra cuidar de todas mais de muitas , ou sera que eles não querem também ,se eles não querem por motivos deles , as mães também não querem por motivos dela , o único jeito sera abortar mesmo porque ninguém quer .

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Melhor não, viu? Péssima idéia. Se as igrejas pegarem as crianças para cuidar, só teremos mais pessoas traumatizadas com abusos sexuais durante a infância, no futuro.

      Excluir
  45. Eclesiastes ,

    E mais feliz que
    uns e outros é o aborto que não
    chegou à existência, aquele que não
    viu o mal que se comete debaixo do
    Sol

    ResponderExcluir
  46. Aborto é coisa do passado. Com tantos recursos contraceptivos existentes hoje em dia, não se pode chamar mais "gravidez indesejável, mas, sim, "gravidez irresponsável". Até para a gravidez após estupro já existe a pílula do dia seguinte. São procedimentos simples, indolores e fornecidos pelos postos de saúde. O que essa ministra irresponsável deveria fazer era providenciar para que tais medicamentos nunca faltem nos postos de sáude e desenvolver uma campanha de esclarecimento para as mulheres, pois eu não conheço uma, que fez aborto e que hoje não carregue uma certa dose de remorso. Quando você faz um aborto você não deixa de ser mãe, só que você é mãe de um filho que você matou.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Fala de abortos ILEGAIS, né? Porque se for ao pé da letra, a pílula do dia seguinte é uma forma de aborto.
      Haja lógica para esses pró vida...

      Excluir
    2. Verdade. Eles são contra aborto, mas não vêem nada de errado na pílula do dia seguinte. Oras, o possível embrião já não é um ser vivo, com alma e blá blá blá? A vida não começa no instante da fecundação do óvulo? Isso não seria a mesma coisa que envenenar e matar o pobre coitado?
      Contradições, contradições, contradições...

      Excluir
    3. Pode dizer exatamente isso olhando nos olhos de uma menina de 9 anos estuprada e engravidada? Então faça isso, por favor, filme detalhadamente e depois coloque no YouTube para que possamos ver.

      Especialmente a parte que diz não existir gravidez indesejável, mas "irresponável".

      Nos brinde com sua lição de moral através de um filme dizendo a uma menina violentada e grávida que a culpa foi dela de não se prevenir tomando algum contraceptivo, não usar DIU, não andar com uma camisinha na bolsa e solicitar docemente ao seu violador " ok, pode me estuprar com camisinha?"

      Excluir
    4. Sem contar que: 'NÃO EXISTEM MÉTODOS CONTRACEPTIVOS 100% SEGUROS'.

      Seja a pílula do dia seguinte, seja a laqueadura, seja a vasectomia ou o "DIABO" que for.

      Perguntinha básica para "moralistazinhos (baratos) de plantão":

      Seria "irresponsabilidade" quando:
      1) A camisinha estourasse?
      2) O contraceptivo falhasse?
      3) O DIU não fizesse efeito?
      4) Ou a "tabelinha" também não funcionasse?
      5) Ou, quem sabe ainda, quando a ligadura das trompas, desmanchasse? (Ops. Em se tratando de tissyas e cia (i)limitada, pode se esperar a resposta de que deus quis assim, neah?)

      Já degustando um pacote de pipoca premium enquanto aguardo as "pérolas da titia tissya" e cia (i)limitada!!!!!!!!!!!!!!!!!

      Excluir
  47. Que bom seria se as coisas fossem tão simples. Há mulheres que são estupradas por familiares, por "amigos" e só tomam alguma atitude quando a "barriga cresce". Há mulheres que vivem na ignorância proporcionada pela má influência religiosa e pela falta de influência do Estado e que sofrem abusos e não tem coragem de tomar a pílula do dia seguinte.

    Não vamos ser irresponsáveis fazendo esse reducionismo.

    ResponderExcluir
  48. Vergonha de ser assisense, com um bispo desses.

    ResponderExcluir
  49. Na Bíblia, quem foi mesmo que mandou passar a espada na barriga de mulheres grávidas? Isso não é aborto/assassinato de indefesos?

    "Porém, das cidades destas nações, que o SENHOR, TEU DEUSSSSSSSSSS, te dá em herança, nenhuma coisa que tem fôlego deixarás com vida." Mate os velhos, os doentes, as grávidas, as crianças e bebês. [Deut/20:16].

    Se Deus disse que pode matar quem já nasceu e quem ainda não nasceu( na barriga das grávidas), por que esse bispo está surtando?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ops! deus já sabia que as "infelizes das criancinhas não tinham alma e espírito!!!!

      Viram só, cristãos????? Sigam a "palavra / sabedoria" do deusinho que tudo p(h)ode, tudo sabe e tudo vê!!!!

      Excluir
  50. Mais alguém aqui está recebendo e-mail acintoso da tal tissya moto?

    ResponderExcluir
  51. Luiz Roberto Buchmann16 de fevereiro de 2012 08:53

    Lamentavel. Bispos, Pastores, Religiosos, Ateus, degladiando-se (com raras excessões) num tema exencialmente feminino. Por mais culto, estudioso, letrado, iluminado ou qualquer outro predicado auto instituido continuam distante do cerne do assunto. Raciocinemos: Aborto só pode ser realizado (independentemente de se legal ou ilegal) em mulheres. Existem mulheres na política, nas igrejas, nos meios agnosticos que com certeza podem chegar a um denominador comum. Basta para tanto que nós, homens civilizados, tenhamos a nobreza de deixa-las decidir. Que tal um plebiscito onde somente elas possam votar? Parece utopia, mas se fosse cogitado já sei que alguns iriam ser totalmente contra. Pena!

    ResponderExcluir

Postar um comentário