Papa Francisco informa que não virá ao Brasil. Que bom!



O papa Francisco alegou estar com a agenda cheia para recusar o convite do presidente Temer de visitar o Brasil por ocasião dos 300 anos da aparição da Nossa Senhora da Aparecida, a padroeira do país.

Embora o Brasil seja (ainda) o país mais católico do mundo, em números absolutos de seguidores, Francisco se pautou por um critério político.

Ele não vem para não ter de prestigiar um presidente tido pela esquerda (leia-se PT, CNBB, etc.) como golpista.

Enquanto isso, os neopentecostais continuam se multiplicando, como pãezinhos de Jesus.

Para as finanças combalidas do Brasil, a não vinda de Francisco é uma boa notícia.

Até hoje não sabe ao certo quanto custou aos cofres públicos a visita de Francisco em julho de 2013. Com certeza foi na escala de milhões de reais.

Estimou-se, na época, que os gastos da União, do Estado do Rio e da prefeitura carioca superaram os R$ 100 milhões.

Soube-se, depois, que a própria Igreja Católica do Brasil teve dificuldade para honrar alguns compromissos.

Considerando que pai-nosso e ave-maria não vão resolver a crise político-econômica do Brasil, o não aparecimento de Francisco é — como direi? — um milagre de Nossa Senhora.

Com informação do Portal Terra.

Envio de correção.


Notas de um ateu

Postar um comentário