CNBB pressiona Temer por indicação de cristão ao STF


O cardeal Sérgio da Rocha, presidente da CNBB (Conferência Nacional dos Bispos do Brasil), mandou carta ao presidente Temer pressionando-o a indicar Ives Gandra Martins Filho para o STF, no lugar de Teori Zavascki, que morreu em um acidente de avião.

CNBB manipula
para ter representante
no Supremo Tribunal
Chama a atenção o fato de a CNBB ter resistência ao governo do “golpista” Temer. Pelo menos até agora.

Na carta, Rocha defendeu a indicação de Gandra com argumento de a população brasileira é “majoritariamente cristã” e que seu apaniguado é “um referencial seguro para a interpretação e a aplicação da Constituição, assegurando os direitos fundamentais da pessoa humana”.

Curioso esse argumento, porque religião não é — ou não deveria ser — parâmetro para a escolha de um ministro do STF.

Além disso, o Brasil é um país laico e a maioria dos integrantes do STF já é cristã.

O que a CNBB quer, na verdade, é garantir no Supremo um voto contra o aborto, a igualdade para os homossexuais e a laicidade do Estado, entre outras coisas.

Quanto a Gandra Filho, ele chegou a comparar união entre pessoas do mesmo sexo com casamento de mulher com cachorro.

Por aí dá para se fazer ideia do dinossauro que ele é.

Com informação de Folha de S.Paulo e de outras fontes e foto de divulgação.

Envio de correção.

Grupo de discussão no WhatsApp.

Católicos oram para que o machista Gandra vá para STF


Semelhantes

Postagens mais visitadas deste blog