quarta-feira, 13 de julho de 2016

Todos os cientistas deveriam ser ateus militantes, afirma Krauss

“Todos os cientistas deveriam ser ateus militantes porque eles têm a obrigação de não mentir sobre o mundo natural.”

'Contradição entre
 ciência e religião deve
 ser divulgada'
A afirmação é do astrofísico Lawrence Krauss (foto), diretor do Projeto Origens da Universidade de Arizona (EUA). Ele também é divulgador dE ciência e ateísmo.

Para Krauss, a ciência é um “empreendimento ateísta” porque suas descobertas e abordagens mostram que, de uma maneira geral, as religiões estão equivocadas, sendo, assim, um atraso para a humanidade.

Por isso, disse, para o desenvolvimento da própria ciência, os cientistas devem vir a público toda vez em que descobrir algo que questiona as crenças.

Ele afirmou que os cientistas precisam se confrontar sem medo com as religiões, reagindo à noção religiosa de que uma ideia ou conceito é inquestionável. Para a ciência, nada é sagrado, disse.

Ele lamentou que, apesar disso, há cientistas que, por temer ataques de religiosos, se mantêm em silêncio quando fazem descobertas que não estão em harmonia com doutrinas religiosas.

Krauss afirmou que é um argumento enganoso afirmar que a ciência e o dogma religioso podem ser compatíveis entre si.

Com informação de ensaio escrito por Krauss para The News Yorker.

Crer que um deus criou tudo é preguiça mental, afirma Krauss






Postar um comentário

Posts mais compartilhados na semana

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...