Passageiro se recusa a parar de orar, e avião teve de pousar

Na quinta-feira (8) à noite um avião que voava de Denver para Washington DC, nos Estados Unidos, teve de fazer pouso de emergência porque um passageiro se recusou a parar de rezar em voz alta no corredor.

De início, a tripulação e os demais passageiros temeram que pudesse ser o ritual de um provável atentado. O Boeing 757 da United Airlines foi escoltado por um jato militar.

O passageiro da oração foi detido no aeroporto e levado para depor em uma delegacia. Provavelmente ele sofre de problemas psiquiátricos. Não foi divulgada a sua religião.

A United Airlines já enfrentou problema parecido. Em 2008, um judeu ortodoxo se recusou a sair da parte de trás do avião onde orava no momento da decolagem. Ele disse que não podia parar de orar, e acabou sendo expulso da aeronave.

Em 2009 houve um episódio hilário. Cerca de 50 rabinos sobrevoaram Israel em avião fretado orando para espantar a gripe suína.

Oração para espantar gripe suína

rabinos sobrevoam Israel para espantar a gripe suina
Em 2009, rabinos oraram sobre Israel para combater a doença
Com informação das agências.

USP pesquisa como religiosos e ateus agem frente a dificuldades
setembro de 2012

Comentários

  1. Os rabinos tinham boas intenções, pena que oração não funciona.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Não tinham boas intenções. As intenções eram somente divulgar isso aos crédulos e fazê-los acreditar que os rabinos acreditam naquilo que pregam. Portanto, foi só mais uma forma de reafirmar sua ideologia aos seus seguidores!

      Excluir
    2. CAMBADO DE BURRO!!PRA ESPANTAR GRIPE SUINA É FACIL;É SÓ PARA DE COMER CARNE DE PORCO!!!TA FALADO!!

      Excluir
    3. isso não é nada, tem que ver o bando de pastor que invade os praiana pra fazer gritação durante o gideões. é uma merda..

      Excluir
  2. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  3. Oração: Um forma de não fazer nada e dizer que fez alguma coisa. Até onde vai a superstição das pessoas. Eu hein...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Cala boca, continue falando merda que provavelmente alguma coisa ruim acontecerá com vc!

      Excluir
  4. Religiosos...

    Só servem para dar trabalho para os outros. Aff...

    Att.,

    Espancador de Pastores

    ResponderExcluir
  5. Respostas
    1. Sim, pois os rabinos parecem os bispos da IURD fazendo aquelas "campanhas" supersticiosas para enganar trouxas!

      Excluir
  6. pena esse rabinos terem feito tanto esforço

    era só falar com o Serra que ele explicava tudinho

    http://www.youtube.com/watch?v=e5rPIG2lpYQ&feature=related

    ResponderExcluir
  7. Provavelmente era judeu, eles fazem sempre uma reza pedindo proteção a Deus antes de viajarem. Não entendi qual o problema deles estarem orando, não estavam pondo a segurança de ninguem em risco. O que que tem demais ?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É, o que tem "demais" em não acatar as ordens da tripulação para permanecer sentados e com os cintos atarraxados, não é mesmo?

      Em tempos de terroristas religiosos explodindo aviões em nome de suas crenças, isso não tem "nada demais"... né não???

      Excluir
    2. Alan, aviação é uma coisa muito séria. Aviões não são o meio de transporte mais seguro do mundo à toa: existe uma série de regramentos e procedimentos para a operação de um voo.

      Na cabine de comando, por exemplo, além do obrigatório check-list (onde os mais relevantes itens são todos checados antes da decolagem) piloto e copiloto não devem conversar sobre absolutamente nada - que não seja especificamente sobre o controle de voo - até completar os primeiros 10 minutos de voo.

      A atenção deve ser máxima, até porque 80% dos acidentes ocorrem na decolagem e na aterrissagem de aviões.

      Da mesma forma, os comissários precisam estar concentrados no perfil de subida e totalmente atentos a eventuais comunicados da cabine de comando para, se for o caso, tomar as medidas necessárias para uma aterrissagem ou amerissagem (pouso na água) de emergência.

      Além disso tem o inconveniente aos demais passageiros: não é todo mundo que gosta de gente falando em voz alta, ainda mais rezando.

      Para complicar, alguns eventos ocorridos na aviação (em especial o atentado ao WTC, mas além deste houveram vários sequestros de aviões) fizeram as tripulações ficarem mais atentas a comportamentos suspeitos.

      Qualquer pessoa em atitude estranha deve ser interpelada pelos comissários. E caso se recuse a colaborar, o comandante deve ser avisado. Este, por sua vez, vai inapelavelmente declarar PAN ou MAYDAY e vai solicitar uma aterrissagem de emergência no aeroporto mais próximo.

      Entenda: é melhor haver um mal-entendido com 1 passageiro do que colocar centenas de vidas em risco por causa deste 1. Até porque, bem ou mal, pessoas muito crentes têm um grande potencial de surtarem abruptamente, quer seja por entenderem que estão ofendendo o seu Deus, quer seja porque colocaram na cabeça que vão morrer.

      Esse tipo de controle com passageiros de aviões é uma recomendação consensual dos órgãos mundiais de aviação civil, não é decisão de uma tripulação ou companhia aérea específica.

      Este não é o principal trunfo da segurança na aviação (isso está atrás da manutenção e do treinamento, por exemplo), mas é mais um fator importante para garantir os altos índices de segurança.

      As pessoas às vezes ficam assustadas quando cai um avião e morrem 200 pessoas de uma só vez, mas isso é o que morreu de gente no carnaval de 2011 SOMENTE nas rodovias federais do Brasil, por exemplo, fora os milhares que ficam mutilados e/ou vegetativos todos os anos.

      Fato: o trânsito nas estradas brasileiras mata infinitamente mais ao longo de 1 ano. Se somar as rodoviais federais, as estaduais (as piores nesse sentido) e as ruas e avenidas das nossas cidades, ver-se-á o quanto a aviação é segura.

      E essa segurança, repito, não é fruto do acaso. Não há espaço para brincadeiras em aviões. Nem para crentes lunáticos.

      Excluir
  8. Eu vivi uma experiencia semelhante, eu tinha acabado de descolar minha vaga, na pensão da Mariazinha. E fiz uma promessa, imagina uma promessa meio louca, como esta( e não são loucas, todas as promessas?); de que o primeiro cliente que eu atendesse, eu ia "fazer o trabalho" todo rezando...O homem ficou sem entender nada, fazendo o cavalinho, depois borboleta, ipisilone, e eu rezando, balbuciando o nome de Jesus, de Nossa Senhora Santa Rita dos Impossíveis...Porque eu achava impossível conseguir a vaga na pensão da Mariazinha..Era muito dificil. E depois eu terminei saindo de lá casada e tudo,veja só, com um pastor evangélico, da Assembleia de Deus. Ele veio numa madrugada, com outros senhores de Bíblia na mão, digo, no suvaco, todos de paletó, cheirando a lavanda inglesa...Achei tão engraçado! Ele sempre voltava sozinho pra me "converter", eu achava aquilo meio estranho...Hmmm...Ele gostava da fruta, a verdade é esta, queria morder a maçã do paraíso. Não tenho preconceito contra mulheres crentes, mas no geral, elas são bem mais putas que o que eu fui. E umas falsas que fazem tudo e fingem sentir remorso...nenhum, na consciência. As mais fervorosas,as mais escandalosas, na manifestação do Espírito Santo, sao as mais vagabundas, o meu marido é pastor, ele mesmo me revelou. Uma vez ele disse: filha, comparada com elas, você é uma das santas mulheres da Escritura! Eu sou muito feliz na minha vida de casada, e nunca esqueço aquele trabalho tão religioso e piedoso, que fiz na pensão de Mariazinha, quando atendi meu primeiro freguês.
    '

    ResponderExcluir
  9. Estes casos aparte. Mas o desejo dos "ateus" é que não oremos de forma alguma.

    "O SENHOR está longe dos ímpios, mas a oração dos justos escutará.
    Provérbios 15:29"

    ResponderExcluir
  10. Filho de Abraão 9 de novembro de 2012 21:20

    _Exatamente!
    _Na verdade, nós não somos dos que retrocedem, certo?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Traduzindo:

      _Na verdade, nós não somos dos humildes que reconhecem quando estão errados e retrocedem, certo?

      Excluir
    2. Traduzindo:

      Certo arrogante.

      Excluir
  11. _Lamento mas..., a sua tradução partiu do nada para chegar a lugar nenhum!
    _Não foi isso que eu escrevi!
    _Se der uma olhadinha no meu perfil, verá que sou responsável por coisas que falo e escrevo, jamais por coisas que entendam ou queiram entender; talvez por suas convicções ou conveniências!
    _Ótima noite!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. "sou responsável por coisas que falo e escrevo, jamais por coisas que entendam ou queiram entender"

      Troll ad infinitum!!!
      kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

      Excluir
    2. E falando em partir do nada para chegar a lugar nenhum... com vocês a salamandra.

      Excluir
    3. A lagartixa e o filhote de abraão já são figuras folclóricas...

      Excluir
  12. Ó Senhor, dai-me o poder de voar para que eu não precise mais usar o avião.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pois é, e avião é uma invenção gay, então nós religiosos não podemos ficar usando essa obra do "inimigo", né?

      Ops, computador também é invenção gay! Que diab... digo, Jeová nos ajude a voltar pra idade das cavernas, que esse mundo moderno é quase todo feito por gays, oh céus!

      Excluir
    2. O avião é um objeto fabricado com a ajuda do dinheiro e como Deus é espiritual, quem tá com Deus não deveria precisar do dinheiro.

      Excluir
  13. Acho que eu tenho dó destas pessoas. Porque a religião tirou delas a sanidade. Eu vejo tantos por aí com o mesmo distúrbio.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eles nao sao loucos, isso é um modo de louvar e orar a Deus, acreditar em Deus nao é ser insano! cara fico muito ** com gente que nao sabe nem o que fala, desisto de olhar os comentarios conspiratorios e hipócritas.

      Excluir
  14. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  15. E o copo de água sobre a asa? Não rolou? Que puxa :/
    Fico pensando em como seria o comportamento da equipe de bordo se o caso ocorresse no Brasil...

    ResponderExcluir
  16. A primeira vez que fui voar fiquei bastante nervoso e sei que muitos passageiros, de primeira viagem ou não devem passar por isso também.
    Rezar baixinho poderia ajudar a relaxar, a diminuir a tensão e o nervosismo. Mas rezando alto o que ele poderia fazer e deixar toda a tripulação e os demais passageiros nervosos.
    Nós temos muitas associações inconscientes e oração é associada a pedido de ajudar, pode dar aos passageiros a sensação de que há algo de errado. Isto pode ser muito ruim.

    ResponderExcluir
  17. Um cristão, um muçulmano e um ateu estavam jantando, quando acabou a luz. O cristão fez uma prece:

    - Ó Senhor, em sua onipotência... traga a luz de volta! Amém.

    Continuo escuro. O islamita diz em voz alta:

    - Alá é grande! Louvado seja! Dá-nos luz!

    E a luz acende! Nisso o ateu aparece:

    - Tudo ok, troquei a lâmpada!

    ResponderExcluir
  18. Você está esquecendo algumas coisas!
    O Japão não é cristão, mas eles são muito religiosos. Eles acreditam em outros deuses, mas eles não são céticos.
    O mundo é baseado em religião. A Neuroteologia diz que nenhum indivíduo consegue viver sem adorar um Deus, e quando uma pessoa para de adorar um Deus ela começa à adorar outras coisas, como: cantores, imagens, times de futebol, etc...
    rflbordskt em resposta a caralhoman (Mostrar o comentário) 5 minutos atrás na lista de reprodução Politica e sociedade, diversos

    ResponderExcluir

Postar um comentário