Paulopes

Religião, ateísmo, ciência, etc.

segunda-feira, 3 de setembro de 2012

USP pesquisa como religiosos e ateus agem frente a dificuldades

O Laboratório de Psicologia Social da Religião, do Instituto de Psicologia da USP, está levantando dados para verificar como religiosos e ateus enfrentam dificuldades e quais as diferenças entre si. Também vai apurar o bem-estar psicológico e as características de personalidades de cada um dos grupos.

O professor Geraldo José de Paiva tomou a iniciativa de fazer a pesquisa levando em conta as poucas informações sobre tais aspectos, principalmente em relação aos ateus brasileiros, que dificilmente são objetos de estudos.

A equipe de Paiva, para essa pesquisa, conta com 12 pessoas, entre doutores e doutorandos não só da USP, como também da PUC e Mackenzie.

Ele disse que, quanto aos religiosos, já foi feito na USP um estudo segundo o qual as pessoas religiosas desfrutam de maior bem estar em relação aos ateus. Mas se trata, segundo ele, de um estudo pouco representativo porque se ateve a um pequeno grupo. “Vamos repeti-lo.”

Na avaliação de Paiva, os modos seculares e o religioso de enfrentamento de problemas não são necessariamente incompatíveis entre si. “Se um religioso está doente, ele pode ir ao médico e também ir rezar na igreja”, disse. “Da mesma forma que um ateu, além de procurar o médico, em um momento de desespero pode realizar uma oração.”





Com informação da USP

Ateus são mais caridosos que crentes, sugere estudo.
maio de 2012

Ateísmo.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...