Secretaria do Amazonas critica intolerância de evangélicos

Edson Melo
Melo afirmou que escolas não são
locais para mentes intolerantes
Edson Melo (foto), diretor de Programa e Políticas Pedagógicas da Secretaria de Educação do Estado do Amazonas, criticou a atitude dos 14 alunos evangélicos que se recusaram a apresentar um trabalho sobre cultura africana para, segundo eles, não ter contato com as religiões dos afrodescendentes.

“Não podemos passar uma borracha na história brasileira”, disse Melo. “E a cultura afro-brasileira está inclusa nela.” Além disso, afirmou, as escolas não são locais para “formar mentes intolerantes”.

Os evangélicos teriam de apresentar em uma feira cultural da Escola Estadual Senador João Bosco de Ramos Lima, em Manaus, um trabalho dentro do tema "Conhecendo os paradigmas das representações dos negros e índios na literatura brasileira, sensibilizamos para o respeito à diversidade".

Eles se negaram porque, entre outros pontos, teriam de estudar candomblé e reagiram montando uma tenda fora da escola para divulgar as missões evangélicas na África.

Melo se reuniu hoje (12) pela manhã com a direção e professores da escola. Ao término, ele disse à imprensa que os alunos, para obter nota, terão de apresentar o trabalho com o tema proposto.

Ele afirmou que o ensino da cultura afro-brasileira e indígena é obrigatório desde 2003, quando foi editada a lei 10.635. "Essa lei é aplicada em todas as escolas brasileiras.”

“Há sete anos esta escola realiza uma feira cultural com o objetivo de ensinar aos alunos a contribuição das diversas culturas para a formação da identidade brasileira, e nunca houve problema.”



Os evangélicos, que continuam frequentando a escola, afirmam que estão sofrendo bulllying. Eles se mantêm irredutíveis diante da argumentação de que o candomblé faz parte da cultura brasileira, não se tratando, portanto, apenas de uma religião. 

O site DM24AM informou que eles pretendem enviar um repúdio à Presidente da República contra a imposição da escola de que lessem um livro de Jorge Amado em cuja história há um menino que é amigo de um pai de santo. Eles criticaram a direção da escola por não incluir na feira a religião evangélica.

Com informação do DM24AM.

Alunos evangélicos se recusam a fazer trabalho de cultura africana
novembro de 2012

Intolerância religiosa    Fanatismo religioso

Comentários

  1. tinha que ser evangélico, a feira é sobre CULTURA AFRO-BRASILEIRA onde a religião evangélica não tem nada haver, puro preconceito dos alunos evangélicos.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Não se preocupe, eles terão apoio do deputado-pastor Marco Feliciano (afrodescendente que usa lentes de contato azuis, faz alisamento capilar e diz que o povo africano é maldito), senador Magno Malta, deputada Lauriete, senador ministro Marcelo Crivela... e respaldo da psicóloga-"cristã" Marisa Lobo e seu padrinho Silas Malafaia!

      Não tem como a tia Dilma não ceder a estes "brasileirinhos" de Jesus e sua trupe do barulho!

      Excluir
    2. Então da para perceber que os evangélicos são muito mais unidos do que ateus e/ou religiões não evangélicas... Se um ateu se candidatasse como senador, quantos votos este teria...

      Excluir
    3. Thyago Godoy...

      Tivemos um presidente ateu que foi reeleito duas vezes consecutivos.

      Agora senador, confesso que não tenho conhecimento de algum.

      Excluir
    4. temos uma presidente atea, se perguntar sobre religião para ela ela muda de assunto, mas os indícios são fortes.

      Excluir
    5. Thyago Godoy...não os evangélicos não são mais unidos. O que existe é um ramo neopentecostais de são fundamentalistas, ignorantes. Os evangélicos históricos (vindos da Reforma de Lutero) não pensam assim. Respeitam a diversidade. Acontece que o pentecostalismo veio de um sujeito chamado CHARLES FOX PARHAM que fundou a Escola Bíblica Betel no final do século 19 nos EUA. Dessa escola bíblica sairam os fundadores das igrejas centenárias Assembléia de Deus eCongregação Cristã no Brasil. Acontece que esse Charles Fox era um malafai/valdemiro/macedo de seu tempo. O pai do pentecostalismo (não foi William Seymor como dizem os pentecostais) foi Charles que era um pilantra racista. foi ele o primeiro a fazer a ligação "linguas estranhas-Espírito-Santo" pregada por algumas igrejas. Charles Fox foi preso em 1907 por pedofilia. Fazia curas mas não conseguiu curar sua depresssão.
      O culpado dessa intolerância SÃO OS pentecostais e principalmente os NEOPENTECOSTAIS QUE NÃO RESPEITAM a religião alheia e muito menos o direito da não crença. Intolerantes, fundamentalistas, perigosos. Querem transformar o Brasil num Irã?

      Excluir
    6. Evangélicos unidos? Em que lugar do planeta ou do universo? E devemos agradecer que macedos, malafaias valdemiros e erres erres não unam forças.

      Excluir
    7. É verdade. Os neo pentecostais ou neo pentelhais é que são delirantes, ignorantes e tiveram o cérebro fritado pelos "missionários americanos" que aplicaram psicologia comportamental, (luz intensa e som altíssimo) para "converter" a fatia mais ignorante do povo brasileiro. A escola pública deve simplesmente eliminar esses alunos. Eles praticam desobediência civil. E ainda fazem isso frequentando uma escola sustentada com o meu, o seu, o nosso dinheiro.

      Excluir
  2. Não fazem um trabalho sobre cultura africana com medo de terem contato com outras religiões.
    O que isto acarretaria de ruim para eles? É tanta falta de fé assim para achar que podem ser "aliciados por Satanás (muahahahahahaha!!!)" só por fazerem um trabalho de PESQUISA sobre a cultura africana? Ninguém mandou eles irem a nenhum terreiro nem fazer oferendas a ogum, oxóssi-di-numssei-oquê.
    Muito preconceito religioso e cultural destes jovens que (cof cof) são o futuro deste país (cof cof) e não querem respeitar nem conhecer a cultura de onde vivem.

    Winston Smith

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Evangélicos são frágeis como cascas de ovos.

      Se eles tocarem a água benta católica é capaz de entrarem em combustão.

      Excluir
  3. As crianças e adolecentes de religiões afro sofre muito preconceito no brasil, isto é horrível e não deveria de estar acontecendo .. Os evangélico se pudesse faria de tudo pra acabar com a cultura deles.. OS evangélicos estão se tornando seres abomináveis ... Ser cristão é uma coisa . Ser evangélico é outra e ser evangélico neo-pentecostal é outra coisa pior ainda.

    ResponderExcluir
  4. Ta, agora podem parar de fingir que isto não foi piada.. Não, pera... e.e'

    Não sei se:

    Chamo de filhos da puta, até porque não tem nome melhor para classificar seres tão racistas e preconceituosos;

    Ou peço para que o fim do mundo chegue logo;

    Ou se finjo que nunca li tal barbaridade na vida.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Por favor q chegue o fim logo, já cansei de tanto lixo humano pelo mundo, que raça ruim essa dos seres humanos em!!

      Excluir
    2. Faltam 40 dias, vamos torcer.

      Excluir
  5. O mais grave é que muitos desses alunos SÃO "afrodescendentes".

    A estes alunos a propria história familiar e social acaba renegada, porque conhecer esta cultura é fundamental para se entender uma série de relações sociais históricas, to0rnando-as mais vulneráveis a novos abusos.

    Talvez seja o que alguns lideres religiosos desejem: um rebanho incapaz de senso crítico e sem história propria tem menos identidade e é mais facilmente manipulado.

    Seja como for, é gritante o preconceito que tem sido expressado contra religiões não cristãs no país por alguns grupelhos, que invadem, ofendem, atacam e demonizam, literalmente, tudo o que possa servir de parâmetro crítico.

    ResponderExcluir
  6. Isso é uma bola de neve na cabeça desvairada de um evangélico babaca. Causar esse problema e depois sofrer pressão é a gloria do cristianismo, selo de cristão que é perseguido pelo mundo satânico ao ser um intolerante fiel ao seu mundinho obtuso. Se tornam aos olhos de sua comunidade fanática, jovens heróis da fé. Se embriagarão nessa alucinação orgulhosos de si mesmos. Não haverá argumentação contra tal delírio nem muita esperança que nessa condição algum deles se toque e venha a ter vergonha.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sua análise foi direto ao ponto.

      Excluir
    2. Certíssimo...e não faltará uma lagartixa a elogiar-lhes pela "coragem", por não se dobrarem aos "preconceituosos".

      Excluir
    3. Lagartixa não é aquele animal que quando pressionado da o rabo?

      Interessante!!!!

      Excluir
  7. Estou tão feliz pela postura da escola, espero que continue assim.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sim, concordo contigo. A postura da escola é exemplar. Quanto aos evangélicos: Que coisa tão feia... Depois se dizem tolerantes.

      Excluir
    2. Agora se dizem perseguidos, conforme tanto desejam parecer.

      Excluir
    3. Todo religioso sempre se diz "perseguido" quando alguém se recusa a tolerar a intolerância e imbecilidade deles.

      Excluir
    4. Injusto chamaram de evangelico os pentecostais.
      Evangelicos surgiram na Alemanha em 1517.
      Pentecostalismo nasceu da cabeça de um admirador da KKK CHARLES FOX PARHAM e da PERUA DE DEUS Aimée Semple. SÃO OS famosos TRAIDORES DE LUTERO.
      Culpado disso é AURD que nunca permitiu o DIREITO DE RESPOSTA DAS RELIGIÕES AFRO desde 2005. E de Marcos Feliciano aquele do MARKETING de vendas na oração por dizer que África é uma terra maldita. Macedo pagou indenização à familia de Gildásia dos Santos (R$145 mil) por intolerância religiosa. O dia 21 de Janeiro comemora-se o DIA DE COMBATE À INTOLERÂNCIA RELIGIOSA. Foi o dia da morte de Gildasia.

      Excluir
    5. Tales Zuliani13 de novembro de 2012 11:10
      Todo religioso sempre se diz "perseguido" quando alguém se recusa a tolerar a intolerância e imbecilidade deles. , vc disse tudo .

      Excluir
  8. Satanás o Único e Verdadeiro. Eu Sou.13 de novembro de 2012 00:02

    Hahaha, busque a mim e achareis , e vos darei da verdadeira sabedoria que desce do trono da minha glória.

    E compreendeis a verdade e a verdade vos libertará.

    Eu Sou o Único e Verdadeiro Senhor dos céus e da terra não há outro além de mim.

    ResponderExcluir
  9. Essa falsa superioridade que os evangélicos sentem realmente é risível. Depois dizem que não tem preconceito, que não discriminam, que respeitam todo mundo. Hipócritas, da pior espécie.

    Vergonha dessa merda ter acontecido na minha terra...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ah, sim. E parabéns pela Secretaria do Amazonas por se possicionar contra esse absurdo e total flata de tolerância, e ainda por cima dentro de um ambiente educacional.

      Excluir
    2. Os alunos (e seus pais) deixaram claro que um dos motivos para não aceitarem o estudo era a presença do "homossexualismo"(sic).

      E não cante vitória tão cedo, afinal, tia Dilma ainda pode mexer os pauzinhos e fazer muita água "sagrada" rolar por baixo dessa ponte!

      Excluir
    3. Se você disser que "não gosta" de negros, se reconhece o racismo.
      Se você disser que "não gosta" de nordestinos, se reconhece a xenofobia.

      Mas se você disser que "não gosta" de gays, não se reconhece homofobia, mas sim, apenas "uma opinião".

      Excluir
    4. Anônimo, você está errado.
      Eu posso dizer que nãao gosto de negros, gays, pessoas azuis ou anões. Não sou obrigado a gostar ou desgostar de ninguém.

      O que eu não posso fazer é tentar humilhar alguém por sua condição diferente da minha, dar menos condições para essas pessoas ou qualquer coisa do tipo. Isso é crime. O resto é só história pra boi dormir.

      Excluir
    5. Então, senhor "Aleatório", quero ver o senhor no meio de um aglomerado de pessoas, pessoalmente, dizer que o senhor "não gosta de negros".

      Deixe de ser hipócrita e fingir que não conhece a realidade! Somente alguém racista diria que "não gosta de negros" pura e simplesmente em função de tal característica (obviamente, é o que diz a frase). A mesma coisa em relação a homossexuais, dizer que "não gosta" em função de tal característica, é homofobia, mas muitos PILANTRAS ainda usam o discurso canalha de que isso seria "opinião"!

      Excluir
    6. Concordo com o que o anônimo disse. O ponto chave não é o fato de não gostar de alguém, e sim que no momento que o motivo de não gostar passa á ser um motivo abrangente como este; deixa de ser algo pessoal e se torna preconceito, como o próprio nome diz, um conceito precipitado baseado numa característica generalizada. (Eu sei tudo isso e só tenho 13 anos, enquanto pessoas de 23 ainda têm mente fechada.)

      Excluir
  10. Os evangélicos é tudo farinha do mesmo saco. Não se deve dar voz aos ímbecis.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Putz, agora aprenderam a frase da inGlória Peres e não para de repetí-la, já tá dando no saco.

      Excluir
  11. Bem observo o quanto a ingnorância anda a cavalo mesmo, seja ele branco ou preto, não conhecer a História da África ou a História Afro-brasileira e negar a identidade do Brasil.
    Talves essas pessoas que não saibam ainda que a UNESCO disponibiliza a História da África,100 % gartis no google books uma edicão de 8 vol cada um com aproximadamente 1000 paginas, que até mesmo cita o Brasil.
    Apesar que devemos muito a memoria dos primeiros negroides que pissaram em solo Brasileiro. Isso só acontece por que essa mentes estão bitoladas em uma única leitura, a sagradas escrituras. Bem esses alunos mostraram mesmo o quanto são estupidos e ignorantes por não conhecer a propria história do seu país de maneira refletiva.
    A leitura liberta o pensamento idiocratico que esses lideres religiosos implantam na cabeça de pessoas desprovida de pouco ou nenhum conhecimento eis a questão.

    ResponderExcluir
  12. Estou louco pra saber aonde vai explodir o primeiro cristão bomba..Já peguei a pipoca ,eita filminho bom

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk boa essa!!

      Excluir
    2. Néo-pentecostais,o talibã do ocidente.
      O pior e que eles ainda se orgulham de sua insanidade.
      Tem tb Tjs e adventistas que não fica atras desse bando de louco, com seus preconceitos e dogmas que chega a beira da loucura.
      abs,
      Adriano ateu

      Excluir
  13. Cultura tem uma definição bem ampla, e engloba diversos temas que sequer precisam passar por religião. Porque então esses alunos não buscaram um tema deste tipo? Poderiam falar de costumes, leis, alimentação, arquitetura, dança... tem milhares de coisas na cultura africana que serviria de base para um bom trabalho. Mas a intolerância falou mais alto...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Porque esses alunos não tem a noção clara do que é cultura. Na ótica deles, tudo deve ter algo a ver com religião. Resultado da doutrinação quer receberam. São gente de visão curta e a intolerância é a marca deles. Mas são vítimas das igrejas neopentecostais, que formam uma cultura extremamente pobre. Toda a literatura e música desse segmento gira em torne de um mesmo tema. A única criatividade que se sobressai é a dos pastores, que sempre arranjam um jeito de tirar um tutu dos bestas.

      Excluir
    2. Nos cultos de origem africana não ocorre o mesmo? Manjè, doutrinação é doutrinação, os dogmas são diferentes, mas existem em todas as religiões. Sou contra todas! Conheço quem deixou de fazer tratamento médico, porque o "orixá" não deixou.

      Excluir
  14. São essas as missões evangélicas na África ?

    http://www.youtube.com/watch?v=BQ_b2KVa3Yg

    ResponderExcluir
  15. A que igreja esses alunos pertencem? À Juventude Hitlerista?! Por mim, isso é caso de polícia. Os pais e o pastor instigador de preconceito/sectarismo deveriam ser chamados à Justiça.

    Ruggero

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Tenho a mesma opinião.

      Excluir
    2. Pior, são ovelhinhas guiadas por um pastor mesmo.

      Excluir
    3. e tbm tem os cabritinhos e borregos a seguir o pastor, a quem ele tira a lã(dinheiro), depois come a carne(quanda não tem mais a oferecer)

      Excluir
  16. Hitler proibiu seus alunos de fazerem trabalhos escolares sobre a cultura judaica. Agora os alunos de Hitler estão reclamando de sofrer bullying...


    Evangélicos imitam nazistas!

    ResponderExcluir
  17. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Tem que haver leis muito rígidas para se controlar o que essas igrejas passam para as pessoas. Não é possível que seja liberado a existência de igrejas que estimulam a intolerância e o preconceito, e que vem ganhando uma influencia enorme nas opiniões das pessoas.

      Excluir
    2. A fé religiosa é a castração da liberdade individual!

      Excluir
    3. Não é possível que seja liberado a existência de igrejas que estimulam a intolerância e o preconceito

      O problema é que todas elas são assim. O ideal é que todas acabassem, ficando as pessoas com sua fé, que é algo pessoal. O pior mal é a instituição igreja.

      Excluir
  18. A religião evangélica tinha que ser proibida. Religião que propaga a intolerância, o preconceito, a ignorância. Religião que toma dinheiro de quem mau tem para se sustentar. Que aliena pessoas e chama votos para políticos vagabundos e corruptos, que passam seus dias criando leis inúteis que ferem as liberdades individuais e que tem como objetivo acabar com o estado laico em que vivemos. Chega desses pastores falando e fazendo o que querem por aí.

    ResponderExcluir
  19. ... eu queria muito ser o president nessas horas...

    para soltar a seguinta note: "se não fizer o trabalho, reprovação automática"

    ResponderExcluir
  20. são hipocritas porque eles nunca deixam de ir ao médico quando estão doentes..mais quando é pra fazer um trabalho escolar eles se negam..

    ResponderExcluir
  21. Alguém tem que botar esses neopentecostais no lugar deles.

    ResponderExcluir
  22. Não vão fazer o trabalho? Ótimo para os que vão. Vão passar de ano e terão menos concorrência no futuro vestibular.
    Se o religioso deseja se bitolar, parabéns pra ele. Mas nada de mimimi depois.

    ResponderExcluir
  23. Também estou muito feliz com a postura da escola. Sou professor de biologia. Sempre tenho alunos que fazem questão de dizer que, por motivos religiosos, não acreditam em evolução ou nas teorias derivadas do trabalho de Darwin. Faço questão de deixar claro que eles podem até ter suas posições religiosas, porém na aula de biologia o que se ensina é ciência, não teologia.

    Zero para o aluno que não cumpre suas obrigações acadêmicas.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Então você é o tipo de pessoa que os religiosos enxergam e apontam como insensível e intolerante com a fé alheia.

      Excluir
  24. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  25. Se eu fosse a Dilma Roussef, iria mandar uma carta de repúdio em resposta à carta de repúdio dos evangélicos.

    Falaria para eles deixarem de picuinha e pra deixar de serem à-toa na vida. Que se eles quiserem nota, terão que fazer o trabalho com o tema proposto como todo mundo fez. Se não quiserem fazer, azar. Vão levar zero e dependendo da situação das notas deles, vão ficar de recuperação no fim do ano enqto os colegas deles que fizeram o trabalho estarão curtindo as férias.

    E que é pra eles deixarem de ser ignorantes: a religião deles veio da Europa e dos EUA, portanto não tem nada a ver com a cultura afro-brasileira.

    Jemte imtelijemte e ezperta esses alunos, jênios msm. Só que não.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Boa! Então, importada por importada, nenhuma presta, né? Você sugere a pajelança? Michelle, a coisa é simples: existe intolerância de todos os lados e uma lei impondo de forma disfarçada a inclusão de elementos de doutrinação religiosa, não deve ser aceita. Os evangélicos só reagiram pelo motivo errado! Todos deveríamos reagir contra religiões na escola. Escola é espaço para pensar e não para ser doutrinado!!!!

      Excluir
    2. Luiz Silveira,

      >> "Boa! Então, importada por importada, nenhuma presta, né?"

      Onde foi que eu disse isso, criatura? Eu apenas falei que as religiões evangélicas que essas pessoas seguem não tem nada a ver com a cultura afro-brasileira pois elas vieram da Europa e dos EUA. Dá um oizinho pra dissonância cognitiva, ok?

      >> Vou colocar o artigo 26-A da
      Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional (Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional):

      Art. 26-A. Nos estabelecimentos de ensino fundamental e de ensino médio, públicos e privados, torna-se obrigatório o estudo da história e cultura afro-brasileira e indígena.

      § 1o O conteúdo programático a que se refere este artigo incluirá diversos aspectos da história e da cultura que caracterizam a formação da população brasileira, a partir desses dois grupos étnicos, tais como o estudo
      da história da África e dos africanos, a luta dos negros e dos povos indígenas no Brasil, a cultura negra e indígena brasileira e o negro e o índio na formação da sociedade nacional, resgatando as suas contribuições
      nas áreas social, econômica e política, pertinentes à história do Brasil.


      § 2o Os conteúdos referentes à história e cultura afro-brasileira e dos povos indígenas brasileiros serão ministrados no âmbito de todo o currículo escolar, em especial nas áreas de educação artística e de literatura e história brasileiras.

      Assim sendo, vc vai ganhar um docinho se vc apontar para mim onde está a doutrinação religiosa dos credos afro-brasileiros e indígenas nessa lei. Leve em consideração a parte em negrito do § 2o ao responder essa minha pergunta, já que nele apenas dá ênfase na educação artística, literatura e história brasileira e não menciona nada sobre ensino religioso(que é facultativo de acordo com a Constituição, caso vc não saiba)

      Excluir
  26. Só pra contrariar: se nessa escola, na feira cultural, os alunos muçulmanos e judeus fossem escalados para preparar uma feijoada com pé, orelha e outros derivados de porco, eles seriam obrigados a comer também? Penso que seja um extremo lamentável não ler Jorge Amado por causa dos elementos da sua obra. Mas, uma lei que obriga a inclusão de elementos específicos na escola deve ser vista com reservas, pois só pode estar atendendo a interesses de grupos bem específicos. Em outras palavras uma forçação de barra! Forças religiosas opostas encontrando-se na escola, só dá confusão. Solução: nada de doutrinação na escola. Para TODAS as crenças religiosas a porta de saída da escola! Afinal, estamos num Estado Laico, religiões estão fora. Se os cultos de matriz africana têm 0,3% da população brasileira como adeptos e existe uma lei para inclusão no programa escolar, então deveria haver uma lei que incluísse a "cultura não religiosa", pois os sem religião representam 8% da população (dados do IBGE) - o que seria um absurdo. O caso parece estar mais com viés de ativismo de grupos étnicos.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Este comentário foi removido pelo autor.

      Excluir
    2. Este comentário foi removido pelo autor.

      Excluir
    3. Este comentário foi removido pelo autor.

      Excluir
    4. Este comentário foi removido pelo autor.

      Excluir
    5. Luiz Silveira

      Caso vc tb não saiba, religião faz parte da cultura de um povo.

      Olha a concepção de cultura feita pelo antropólogo britânico Edward Burnett Tylor pra vc ter uma idéia (Cultura é o quê? - Reflexões sobre o conceito de cultura e a atuação dos poderes públicos):

      "Tomando em seu amplo sentido etnográfico [cultura] é este todo complexo que inclui
      conhecimentos, crenças, arte, moral, leis, costumes ou qualquer outra capacidade ou hábitos adquiridos pelo homem como membro de uma sociedade ".
      (ênfase minha)

      Baseado nisso, as culturas africana e indígena ajudaram a moldar a sociedade brasileira. O candomblé e a umbanda e a religião indígena fazem parte da identidade cultural desse país assim como o judaísmo, o islamismo, o cristianismo, o budismo, etc. A porcentagem de adeptos dessas religiões é irrelevante nesse caso. Todas as religiões presentes aqui no Brasil fazem parte da nossa cultura, não interessa de onde elas vieram ou se os adeptos dessas religiões são a maioria ou minoria.




      Excluir
  27. Se em alguma escola deste pais determinado professor mandasse os alunos fazerem um trabalho sobre a cultura judaico-cristã, sua contribuição para o desenvolvimento das nações ocidentais, bem como uma biografia sobre Jesus Cristo, desde o seu nascimento - passando pelo seu ministério terreno - até a sua ressureição, o Paulo Lopes escreveria uma matéria neste site com o seguinte título polemista:

    "Professor intolerante atenta contra o Estado Laico e obriga alunos da rede de ensino público a fazer trabalho escolar sobre o cristianismo, diz ativista gay e pai de santo."

    Logo em seguida viria nos comentários a trupe neo ateista com sua bufonaria esquerdista colocando o dito professor no "paredón".

    Visão parcial e duplo critério de julgamento são comuns neste blog.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Virus olavete detectado!

      Excluir
    2. Hélio... um trabalho sobre a cultura judaico-cristã seria algo fenomenal para ajudar as pessoas se libertarem de um dos sistemas mais cruéis já criados pelo homem. Como ele desvirtuou nossa sociedade. Assim todos poderiam visualizar como podemos um dia ter acreditado que negros não tem alma ou que mulheres são inferiores ao homens. Pessoas de outras crenças ou descrentes adorariam fazer um trabalho sobre o cristianismo, vc pode acreditar!!!

      Me conte uma coisa vc trabalha ou vc é um desses esquizofrênicos barbudos que ficam no centro de São Paulo gritando com uma bíblia na mão? Provalvemente, por vc saber acessar a internet e escrever, vc não deva fazer parte do segundo grupo. Se vc trabalha, qual a finalidade disto? Vc quer ganhar tua vida ou ter um teto para morar? O que Jesus disse sobre ganhar a vida? Já vendeu teus bens e repartiu entre os irmãos ou deu para aos pobres?

      Lembre-se o fim é iminente.

      Vamos testar o seu caráter. Me conte, existe algo no seu livro de fé e conduta (bíblia) que vc considere inapropriado ou que vc discorde?

      Cuidado ao defender fundamentalistas intolerantes, seja de qual crença ou descrença for, enquanto muitos vivem suas vidas na hipocrisia que lhes convém, alguns têm sido transformados em verdadeiros soldados dispostos a morrer em nome da ignorância.

      Excluir
    3. Chora mais crentalhao falacioso

      Excluir
    4. Para de fumar esse bong, olavete.

      Excluir
    5. Hélio! Continue acessando sites de cunho antiteísta. Vc está no rumo certo a sua liberdade! Muitos se libertaram desta maneira. O próximo passo é ler sua bíblia.

      Um dia não precisará mais voltar para o mundo das trevas.

      Obrigado por suas contribuições, crentes como vc e estes estudantes manauaras ajudam a diminiuir a influência desta cultura hipócrita na sociedade.

      Excluir
    6. Felipe,

      Li agora suas divagações, que viagem sideral fizeste (rs).

      Bem, você disse algo interessante:

      "Continue acessando sites de cunho antiteísta.

      Antiteista ≠ Ateismo.

      O primeiro odeia Deus (ou deuses, ou qualquer noção de deus), já o segundo apenas não acredita em Deus (ou deuses, ou qualquer noção de deus).

      Eu gosto de acessar blogs de militantes ateus. Acho interessante a forma como abordam temas religiosos, sempre com um tom de rancor e mágoa.

      A propaganda extensiva anti religiosa que propagam relembra (e muito) as propagandas nazistas anti-semitas ocorridas no período antes do holocausto.

      Por aqui, dentre outros sítios, não é diferente.

      Excluir
    7. "A propaganda extensiva anti religiosa que propagam relembra (e muito) as propagandas nazistas anti-semitas ocorridas no período antes do holocausto."

      Relembram também o antissemitismo de Calvino, Lutero e outros tantos "benignos" cristãos. Não é mesmo, meu velho "amigo" calvinista?

      Excluir
    8. Hélio

      >> "A propaganda extensiva anti religiosa que propagam relembra (e muito) as propagandas nazistas anti-semitas ocorridas no período antes do holocausto."

      Vc sabe mto bem que Hitler era cristão, católico e nomeou o cristianismo como religião oficial da Alemanha Nazista? Que ele proclamava que a supremacia ariana e que a limpeza étnica era missão e vontade divinas?

      >> "Eu gosto de acessar blogs de militantes ateus. Acho interessante a forma como abordam temas religiosos, sempre com um tom de rancor e mágoa."

      Não é rancor ou mágoa. São apenas críticas às religiões que não são blindadas contra elas. Vc acha que esses temas são abordados com rancor e mágoa por duas razões: vc discorda delas e talvez vc se sente ofendido com elas. Mas isso é direito e problema seu.

      Nenhuma religião, ideologia, postulado filosófico, etc, são inatingíveis e blindados contra críticas. Se as religiões permitem que atrocidades sejam feitas em seu nome, são coniventes com atos de violência, abusos, trambiques, etc, elas estão dando a cara à tapa e com certeza elas serão alvos de críticas.

      Entenda uma coisa, Hélio: este blog tem conteúdo ateu e foi por um ateu para ateus, não para religiosos. Os temas aqui tratados obviamente que não irão agradar alguns religiosos (isso se não for a maior parte deles). Se um religioso que discorda veementemente do conteúdo aqui postado e mesmo assim continua voltando pra passar raiva, dar piti e fazer questão de mostrar o descontentamento e até exigir que este blog poste aquilo que este religioso considera ser a verdade absoluta (como foi o que fez a Salamandra Gouvea um tempo atrás) das duas, uma:

      - ou a fé da pessoa não é assim tão forte e a pessoa precisa de algo para se auto-afirmar em relação à isso:

      - ou essa pessoa gosta de sofrer.

      Este blog não visa perseguir, oprimir e tratar com preconceito os religiosos e mto menos obrigá-los a se tornarem ateus. Então, a sua comparação com discursos anti-semitas (cujas pessoas que faziam esses discursos visavam persguir, oprimir, converter à força ou até mesmo eliminar os judeus) não procede. Só demonstra a sua desonestidade intelectual.

      Excluir
    9. @Michelle

      O Hélio é um calvinista que esquece da história da religião que professa. Não espere "honestidade intelectual", é mais fácil que venha da Salamandra.

      Excluir
    10. Miguel Servet

      Relembram também o antissemitismo de Calvino, Lutero e outros tantos "benignos" cristãos. Não é mesmo, meu velho "amigo" calvinista?

      Nossa. Você me pegou agora! Eu achava que não existia cristão ruim, que todos os que professam a fé cristã são paladinos da justiça e da moral.

      "Relembram também..."

      Então você admite que a ostensiva propaganda antireligiosa que encontramos neste blog é semelhante à propaganda anti semita do Partido Nazista momentos antes do holocausto?

      Excluir
    11. Michelle

      "Vc sabe mto bem que Hitler era cristão, católico e nomeou o cristianismo como religião oficial da Alemanha Nazista? Que ele proclamava que a supremacia ariana e que a limpeza étnica era missão e vontade divinas?"

      É mesmo!? Que coisa, hein? Andou lendo "Deus, um delírio" de Dawkins, né?

      E em que isso refuta a minha alegação de que a propaganda anti religiosa que encontramos neste blog - com todo o seu bojo estratégico - se assemelha com a propaganda anti semita do Partido Nazista momentos antes do Holocausto?

      Eu mesmo respondo. Não refuta em absolutamente nada.

      Não é rancor ou mágoa. São apenas críticas às religiões que não são blindadas contra elas.

      Vamos ver se é isso mesmo, "apenas criticas". Já vi que o forte de ateus militantes é a propaganda. Vender a auto imagem por aqui é Lei, e você não é diferente.

      Continua...

      Excluir
    12. Vc acha que esses temas são abordados com rancor e mágoa por duas razões: vc discorda delas e talvez vc se sente ofendido com elas. Mas isso é direito e problema seu.

      Não pode ter outras razões, tem que ter duas? É você que legisla então quais são as possíveis razões que me leva a crer que ateus militantes possuem rancor de religiosos?

      Nenhuma religião, ideologia, postulado filosófico, etc, são inatingíveis e blindados contra críticas.

      Eu disse que são blindados? Aqui você cria um espantalho.

      Mas ao ver a reação dos comentaristas desse blog quando alguém discorda, em algum ponto, do que é escrito por aqui, percebe-se que "nenhuma religião, ideologia, postulado filosófico, etc, são inatingíveis e blindados contra críticas", exceto o blog do Paulo Lopes.

      "Se as religiões permitem que atrocidades sejam feitas em seu nome, são coniventes com atos de violência, abusos, trambiques, etc, elas estão dando a cara à tapa e com certeza elas serão alvos de críticas."

      Você chegou exatamente onde eu queria chegar.

      Vocês "criticam" as atrocidades que ocorrem dentro dos círculos religosos passando a (falsa) impressão de que TODA E QUALQUER religião e TODO E QUALQUER religioso agem desta maneira. Vocês não são capazes de escrever uma única linha positiva a respeito da religião, ou ainda elogiar alguma boa obra de determinada pessoa religiosa, por mais piedosa ou caridosa que ela possa ser.

      E vocês não são capazes, não por que não querem, mas sim por que vocês realmente acreditam que o religioso, seja de qual credo for, é uma pessoa má por natureza (aqui eu poderia elencar uma infinidade de títulos, rótulos e adjetivos que eu já li neste blog caracterizando os religiosos, sem distinção). Depois você vem aqui pousar de boa moça enquanto seus militantes antireligiosos favoritos fazem o trabalho sujo.

      Continua...

      Excluir
    13. Este comentário foi removido pelo autor.

      Excluir
    14. Entenda uma coisa, Hélio: este blog tem conteúdo ateu e foi por um ateu para ateus, não para religiosos.

      Que coisa. Ainda não li neste blog nenhum aviso do tipo "proibido a entrada de religiosos ou de pessoas que discordem do conteúdo aqui exposto".

      E por que você presume que sou religioso? Não poderia ser um ateu, ou agnóstico? Ou você acha que todo ateu e agnóstico é igual a você, seguidora de Dawkins e defensora irrestrita do que o Paulo Lopes publica?

      E se eu for religioso, qual o problema? Isso, por si só, me desqualifica para o debate?

      Este blog não visa perseguir, oprimir e tratar com preconceito os religiosos e mto menos obrigá-los a se tornarem ateus.

      Isso é o que você diz. A atitude dos seus camaradas quando alguém discorda, em algum ponto, do conteúdo aqui exposto prova justamente o inverso. Mais uma vez você pousando de boa moça perante o platéia, ao passo que os seus "miguxos" ideológicos fazem o trabalho sujo.

      Então, a sua comparação com discursos anti-semitas (cujas pessoas que faziam esses discursos visavam persguir, oprimir, converter à força ou até mesmo eliminar os judeus) não procede. Só demonstra a sua desonestidade intelectual.

      Pelo visto a minha comparação procede sim. Para os nazistas, os judeus não tinham qualidade alguma. Para este blog e seus seguidores os religiosos não possuem qualidade alguma. Fazer proganda negativa de forma ostensiva contra um grupo é uma boa estratégia para marginaliza-los. Os nazistas fizeram isso. Você fazem o mesmo...

      "(...)e até exigir que este blog poste aquilo que este religioso considera ser a verdade absoluta(...)

      Por mim vocês podem escrever o que quiserem, o quanto quiserem e da forma que bem entenderem. Só acho interessante vocês usarem de demagogia e ataques em bando para intimidar certos comentaristas que emitem algum comentário discordante. E depois aparecem com esse discurso velado de "combatemos o preconceito", "não perseguimos niguém", "respeitamos a diversidade de opiniões", "combatemos a intolerência", "respeitamos os religosos", e mais um monte de blá blá blá cuja intenção é a auto promoção da própria imagem. Vocês são ótimo nisso.

      Excluir
    15. Hélio,

      >> "É mesmo!? Que coisa, hein? Andou lendo "Deus, um delírio" de Dawkins, né?"

      Não. Na verdade eu fiquei sabendo dessas informações qdo eu li o livro de Hitler, Minha Luta e os discursos dele. Está tudo lá, preto no branco. Se duvida, veja por si msm.

      >> "E em que isso refuta a minha alegação de que a propaganda anti religiosa que encontramos neste blog - com todo o seu bojo estratégico - se assemelha com a propaganda anti semita do Partido Nazista momentos antes do Holocausto?"

      Refuta sim, pq o seu "argumento" ao comparar as críticas às religiões presentes neste blog não condizem com discursos anti-semitas. Eu desafio vc à procurar no blog todo qdo vc tiver tempo e me mostrar um único post do Paulo Lopes onde mostra algum ateu perseguindo, oprimindo, discriminando ou até mesmo querendo converter algum religioso ao ateísmo na base da força ou eliminar algum religioso.

      Como eu já disse antes, criticar religiões não é o mesmo que perseguir, oprimir, discriminar, converter religiosos ao ateísmo ou querer eliminá-los. Apesar de que - baseado nos conteúdos desse blog - haver críticas às religiões e às atitudes babacas de alguns religiosos como abuso sexual de crianças, assassinato em nome da religião, omissão de socorro, estelionato, ganância, trambiques, preconceito, intolerância, ameaças à laicidade do estado,etc, respeita-se o direito que a pessoa tem de acreditar no deus que ela quiser e seguir a religião de sua escolha.


      >> "Vamos ver se é isso mesmo, "apenas criticas". Já vi que o forte de ateus militantes é a propaganda. Vender a auto imagem por aqui é Lei, e você não é diferente."

      Eu não vendo nada. Sou atéia e embora eu seja atéia assumida, eu não obrigo ninguém a ser ateu. Nunca fiz isso. Ao contrário de alguns religiosos que ficam insistindo sempre que me vêem à voltar a crer em deus e de preferência frequentar a igreja que eles frequentam. Eu respeito o direito individual à liberdade de crença e não-crença pq é o certo, não pra fazer bonito perante os outros. Eu respeito esse direito pq foi assim que eu fui educada pela família: à respeitar as diferenças, respeitar os direitos dos outros, cumprir com meus deveres e pronto.

      >> "Não pode ter outras razões, tem que ter duas? É você que legisla então quais são as possíveis razões que me leva a crer que ateus militantes possuem rancor de religiosos?"

      Eu não sou atéia militante e não tenho rancor de religioso em geral. Nunca tive. Por exemplo: eu não tenho rancor das TJ's que me xingaram em frente ao portão da minha casa só pq eu disse que era atéia. Na verdade, encontrei eles outro dia e dei um bom dia. Eles nem sequer me responderam.

      Sou contra algumas religiões por estas pregarem intolerância, preconceito, violência, atraso científico, ignorância, etc. E sou contra alguns religiosos que abusam de sua posição para tirar vantagem dos outros - como os padres pedófilos, pastores trambiqueiros, alguns líderes mórmons nos EUA que adoram se casar com meninas novinhas - e sou contra algumas instituições religiosas por serem coniventes com toda essa sujeira. Mas é pq eles são religiosos? Não. Pq ele são pedófilos, trambiqueiros, etc. E eu sou sempre contra quem prejudica os outros e tira vantagem das pessoas, não importa se é algum líder religioso ou o alguma pessoa que não é ligada às religiões.

      Excluir
    16. Este comentário foi removido pelo autor.

      Excluir
    17. Hélio,

      >> "Mas ao ver a reação dos comentaristas desse blog quando alguém discorda, em algum ponto, do que é escrito por aqui, percebe-se que "nenhuma religião, ideologia, postulado filosófico, etc, são inatingíveis e blindados contra críticas", exceto o blog do Paulo Lopes."

      Por mim vc pode discordar do blog do Paulo Lopes até criar rugas. Fique à vontade.


      >> "Vocês "criticam" as atrocidades que ocorrem dentro dos círculos religosos passando a (falsa) impressão de que TODA E QUALQUER religião e TODO E QUALQUER religioso agem desta maneira. Vocês não são capazes de escrever uma única linha positiva a respeito da religião, ou ainda elogiar alguma boa obra de determinada pessoa religiosa, por mais piedosa ou caridosa que ela possa ser."

      Tem algumas religiões que - embora eu não acredite - mas respeito e até admiro: budismo, wicca, satanismo e espiritismo.


      >> "Que coisa. Ainda não li neste blog nenhum aviso do tipo "proibido a entrada de religiosos ou de pessoas que discordem do conteúdo aqui exposto".

      E onde foi que eu disse isso? Vc tb cometeu a falácia do espantalho.

      >> "E por que você presume que sou religioso? Não poderia ser um ateu, ou agnóstico? Ou você acha que todo ateu e agnóstico é igual a você, seguida de Dawkins e defensora irrestrita do que o Paulo Lopes pública?"

      Eu não disse que vc era religioso. Falácia de novo.

      Eu não sigo Dawkins por ele ser ateu. Eu o admiro por ser um bom profissional na área biologia evolutiva, apenas isso. É o que me interessa.


      >> "E se eu for religioso, qual o problema? Isso, por si só, me desqualifica para o debate?"

      Não. Eu nunca disse que ser religioso desqualifica alguém para o debate. Mas ser desonesto intelectual com certeza.

      Eu não ligo se vc for religioso ou não. Por mim vc pode acreditar em deus,Alá, nos deuses hindus, em Yaweh, no deus e na deusa da wicca, em Enki, nas entidades das religiões afro-brasileiras, acreditar em greys e reptilianos, não acreditar em nada dessas coisas. É um direito seu. Acredite ou não acredite no que quiser e seja feliz. : )

      Excluir
    18. Hélio... viagem sideral é um bom jeito de vc dizer deixa para lá esse negócio de bíblia, prefiro alimentar meu egocentrismo em sites de cunho antiteísta.

      ateísmo militante = antiteísmo

      Até agora nada do seu livro de fé e conduta ou sobre o judeu narcisista que ele prega.

      Qual é a vontade do deus judaico-cristão? Se dependesse de você, muitos aqui nunca iriam querer saber do teu Deus. Um crente menosprezando dizeres e querendo, inclusive, fazer uma coletânea com esses dizeres. Cadê o espírito de mansidão de uma ovelinha do senhor dos exércitos‭? E aquela história de oferecer a outra face?

      Com todo o respeito, meu caro, deixe de ser hipócrita e seja coerente com aquilo que defende (entenda por converta-se) em vez de queimar seu filme tentando justificar a atitude de intolerância destes estudantes manauaras.

      Curiosidade: Qual organização religiosa vc frequenta? Ou é um desses cristãos independentes que não precisa de igreja?

      Excluir
    19. Michelle

      "Não. Na verdade eu fiquei sabendo dessas informações qdo eu li o livro de Hitler, Minha Luta e os discursos dele. Está tudo lá, preto no branco. Se duvida, veja por si msm."

      Por favor, me passe suas fontes. Página por página, sem ignorar o contexto político-histórico no qual Hitler fez essa ou aquela declaração. Do contrário posso provar que Hitler era islâmico e até mesmo ateu. Com análises superficiais podemos chegar em qualquer conclusão.

      O consenso que existe entre historiadores especialistas no nazismo (e não "ateuzinhos" militantes de internet) é que Hitler não era nem cristão e nem ateu. Material farto na internet sobre o tema não falta.

      Esse tipo de debate daria pano pra manga. Se quiser aprofundar no assunto, estarei por aqui...

      "Eu desafio vc à procurar no blog todo qdo vc tiver tempo e me mostrar um único post do Paulo Lopes onde mostra algum ateu perseguindo, oprimindo, discriminando(...)"

      Não preciso ir muito longe.

      Veja abaixo os militantes ateus deste site combatendo a intolerância usando argumentos céticos e científicos, desprovidos de qualquer espécie de discriminação contra religiosos, especialmente cristãos.

      - Mas cá pra nós!cristão, católico e evangélico é sinônimo de cretino mesmo.É passar recibo de imbecil.
      - Falta colocar no dicionário crentelho e neo-crente.
      - E você é cristão mas continua cretino,que é a mesma coisa!
      - Crentes fazem cretinices!
      - cristãos são um lixo o estrume da humanidade ,os evangélicos raça apodrecida por mim.


      Os comentários, com total aprovação do moderador do site (pois o mesmo não filtra absolutamente nada do que se escreve por aqui e nem emite uma nota dizendo que não concorda com tais declarações), podem ser encontrados nesse link:

      http://www.paulopes.com.br/2012/11/origem-da-palavra-cretino-eh-cristao.html#.UKZ94Yf7I6k

      Tem mais, muito mais. Conteúdo desse gênero por aqui é farto.

      Declarações similares podemos ler na página da ATEA no facebook.

      Se isso para você não é discriminação, eu já não sei mais o que é...

      Continua...

      Excluir
    20. "(...)ou até mesmo querendo converter algum religioso ao ateísmo na base da força ou eliminar algum religioso."

      Você esta falando de um blog. Como que um blog pode obrigar alguém a se converter para determinada crença ou descrença? Poderia te propor o mesmo "desafio". Mostre-me um blog cristão "querendo converter algum ateu ao cristianismo na base da força ou eliminar algum ateu".

      Estou falando do cristianismo em específico pois percebi que o rancor da galera anti religiosa é PRINCIPALMENTE com o cristianismo.

      "Como eu já disse antes, criticar religiões não é o mesmo que perseguir, oprimir, discriminar, converter religiosos ao ateísmo ou querer eliminá-los."

      Isso irá depender dos propósitos e da maneira como você critica. Toda perseguição, opressão e discriminação contra um grupo precede de críticas e mais críticas a este mesmo grupo, geralmente criticas sem o menor filtro, baseado em generalizações absurdas cujo foco é ressaltar somente e tão somente aspectos negativos relativos ao grupo alvo das críticas (não é isso o que esse blog faz, e seus seguidores idem?).

      E falando nisso, seria interessante você estudar um pouco sobre a Revolução Francesa, Revolução Russa, Guerra Civil Espanhola, Revolução Cubana e a Revolução Cultural na China. Todos esses momentos históricos se caracterizaram por críticas massivas e ostensivas contra as religiões (em especial o cristianismo) culminando em genocídios e perseguições envolvendo religiosos (em especial cristãos). Foi uma verdadeira caça às bruxas. Nos tempos da Inquisição Espanhola não se matou 1% do que se matou de cristãos na Guerra Civil Espanhola.

      Se for envolver outras revoluções envolvendo ateus, comunistas ateus ou antirreligiosos de carteirinha tal cifra cairá em décimos, talvez centésimos ou milésimos.

      Os cristãos ao longo da história perseguiram? Sim, certamente que sim. Mas depois da Igreja Católica ter perdido em um certo grau a influência e o poder que detinha, os cristão em geral pagaram com juros e correção monetária. Não é a toa que especialistas em perseguição religiosa classificam o cristianismo como a religião mais perseguida do mundo. A mero título de exemplo, em países cujo Estado professa o ateísmo, como na Coréia do Norte, portar uma bíblia dentro de casa te leva para o pelotão de fuzilamento.

      Mas pesquisar e divulgar esses fatos não são interessantes para vocês, não é mesmo?

      Continua...

      Excluir
    21. "Eu não vendo nada. Sou atéia e embora eu seja atéia assumida, eu não obrigo ninguém a ser ateu. Nunca fiz isso."

      Sua intenção (e a intenção deste blog também) é colocar os ateus como seres imaculados e os religiosos (em especial os cristãos) como os vilões da história, em todos os sentidos.

      Você não representa a totalidade de ateus que existem no mundo. Você não representa os ateus da Coréia do Norte que fuzilam quem porta um bíblia dentro de casa. Você não representa os ateus chineses que prendem e torturam cristãos que se reúnem em buracos, escondidos como ratos temendo o regime comunista local.

      Vender a própria imagem ressaltando as supostas qualidades que você possui é irrelevante para o nosso debate. Nos poupe disso, por favor.

      "Eu não sou atéia militante e não tenho rancor de religioso em geral. Nunca tive. Por exemplo: eu não tenho rancor das TJ's que me xingaram em frente ao portão da minha casa só pq eu disse que era atéia. Na verdade, encontrei eles outro dia e dei um bom dia. Eles nem sequer me responderam."

      Como você é linda! Quantas virtudes ateias espremidas numa só pessoa! Como os TJ’s são maus, intolerantes...

      Garota, você não cansa de ficar se vendendo a todo instante?

      "(...)E eu sou sempre contra quem prejudica os outros e tira vantagem das pessoas, não importa se é algum líder religioso ou o alguma pessoa que não é ligada às religiões."

      Um parecer sensato da sua parte.

      É que tem gente por aqui que gosta de afirmar justamente o oposto.

      "Por mim vc pode discordar do blog do Paulo Lopes até criar rugas. Fique à vontade."

      Muito obrigado. Mas não discordo de absolutamente tudo o que ele publica. O que eu tenho dito até então é que discordar de alguma publicação neste espaço é se colocar numa arena cheia de leões famintos.

      E depois vocês se vendem como "tolerantes", "pessoas que respeitam religiosos" e afins...

      Continua...

      Excluir
    22. "Tem algumas religiões que - embora eu não acredite - mas respeito e até admiro: budismo, wicca, satanismo e espiritismo."

      Ah sim, claro. Mesmo por que não existe budista, "wiccaista", satanista e espírita que possa ser considerado intolerante, preconceituoso, violento, etc. No ateísmo também não encontramos pessoas assim. Pessoas com tais "qualidades" encontramos somente no cristianismo. É por essa razão que o cristianismo não entrou na sua lista de "religiões que você não acredita, mas admira e respeita."

      Continua...

      Excluir
    23. "E onde foi que eu disse isso? Vc tb cometeu a falácia do espantalho."

      Então por que sugerir que este blog é de "um ateu para ateus", como você fez?

      Um contra peso ou uma opinião discordante de uma determinada matéria não é bem vindo?

      "Eu não disse que vc era religioso. Falácia de novo."

      Mais uma vez: Então por que sugerir que este blog é de "um ateu para ateus", como você fez?

      "Eu não sigo Dawkins por ele ser ateu. Eu o admiro por ser um bom profissional na área biologia evolutiva, apenas isso. É o que me interessa."

      Tanto é que você já conhecia, acompanhava e admirava o trabalho de Dawkins na área da biologia evolutiva antes mesmo dele ter se tornado famoso como um ateu militante e ter abandonado a universidade onde ministrava suas aulas para combater a religião.

      Na boa. Dawkins nunca foi famoso e conhecido por ser um "biólogo evolutivo". Ele alçou fama após escrever "Deus, um delírio", algo que nada tem haver com "biologia evolutiva".

      Você sequer já tinha ouvido falar de Dawkins antes disso. Conta outra...

      "Eu não ligo se vc for religioso ou não. Por mim vc pode acreditar em deus,Alá, nos deuses hindus, em Yaweh, no deus e na deusa da wicca, em Enki, nas entidades das religiões afro-brasileiras, acreditar em greys e reptilianos, não acreditar em nada dessas coisas. É um direito seu. Acredite ou não acredite no que quiser e seja feliz. : )"

      Quer dizer que não faz diferença crer em algo ou não crer? Então que mérito existe em acessar ou escrever um blog cuja prática é destacar somente os pontos negativos existentes nas religiões?

      Você pode pensar dessa maneira. Já os ateus militantes que você segue e admira discordaria veemente de você.

      "Meu grande sonho é a completa destruição de todas as religiões do mundo." Richard Dawkins

      Excluir
    24. Hélio

      >> "Por favor, me passe suas fontes. Página por página, sem ignorar o contexto político-histórico no qual Hitler fez essa ou aquela declaração."

      A fonte é o livro do Hitler: (http://www.radioislam.org/historia/hitler/mkampf/pdf/por.pdf)

      - "Se o judeu, com o auxilio do seu credo marxista, conquistar as nações do mundo, a sua coroa de vitórias será a coroa mortuária da raça humana e, então, o planeta vazio de homens, mais uma vez, como há milhões de anos, errará pelo éter.
      A natureza sempre se vinga inexoravelmente de todas as usurpações contra o seu domínio. Por isso, acredito agora que ajo de acordo com as prescrições do Criador Onipotente. Lutando contra o judaísmo, estou realizando a obra de Deus." (Vol 1 - Capítulo II: Anos de aprendizado e de sofrimento em Viena)

      - >> "ao outro mundo, mas sim para uma vida presente boa, suportável e prática. A doutrina Judaica é, em primeiro lugar, um guia para aconselhar a conservação da pureza do sangue, assim como o regulamento das relações dos judeus entre si, mas ainda com os não judeus, isto é, com o resto do inundo. Não se trata, em absoluto, de problemas morais, e sim de questões econômicas, muito elementares, Existem hoje e já existiram em todos os tempos estudos
      bastantes aprofundados sobre o valor ético do ensino da doutrina Judaica, espécie de religião, que, aos olhos arianos, parece, por assim dizer, escabrosa (tais estudos naturalmente não provêm de iniciativa dos judeus, ao contrário, seriam habilmente adaptados ao fim visado). O produto dessa educação religiosa - o próprio judeu é o seu melhor expoente. Sua vida só se limita a esta terra, e seu espirito conservou-se tão estranho ao verdadeiro Cristianismo quanto a sua
      mentalidade o foi, há dois mil anos, ao grande fundador da nova doutrina. Verdade é que este não ocultava seus sentimentos relativos ao povo judeu; em certa emergência pegou até no chicote para enxotar do templo de Deus este adversário de todo espírito de humanidade que, outrora, como sempre, na religião, só discernia um veículo para facilitar sua própria existência financeira. Por isso mesmo, aliás, é que Cristo foi crucificado, enquanto nosso atual cristianismo partidário se rebaixa a mendigar votos judeus nas eleições, procurando ajeitar combinações políticas com partidos de judeus ateístas e tudo isso em detrimento do próprio caráter nacional." (Vol 1 - Capítulo XI: Povo e Raça)

      >> "Quem falar de uma missão do povo alemão neste mundo, deve saber que essa missão só pode consistir na formação de um Estado que vê, como sua maior finalidade, a conservação e o progresso dos elementos raciais que se mantiveram puros no seio do nosso povo, na humanidade inteira. Com essa missão, o Estado, pela primeira vez, assume a sua verdadeira finalidade. Em vez do palavreado irrisório sobre a segurança da paz e da ordem, por meios pacíficos, a missão da conservação e do progresso de uma raça superior escolhida por Deus é que deve ser vista como a mais elevada." (Vol 2 - Capítulo II: O Estado)

      >> "O primeiro dever de um Estado nacionalista é evitar que o casamento continue a ser uma constante vergonha para a raça e consagrá-lo como uma instituição destinada a reproduzir a imagem de Deus e não criaturas monstruosas, meio homens meio macacos. Protestos contra isso estão de acordo com uma época que permite qualquer degenerado reproduzir-se e lançar uma carga de indizíveis sofrimentos sobre os seus contemporâneos e descendentes, enquanto, por
      outro lado, meios de evitar a procriação são oferecidas à venda em todas as farmácias e até anunciados pelos camelôs, mesmo quando se trata de pais sadios." (Vol 2 - Capítulo II: O Estado)

      Excluir
    25. Hélio

      >> "Até a nossa igreja, que fala sempre no homem como criado à imagem de Deus, peca contra esse princípio, cuidando simplesmente da alma, enquanto deixa o homem descer à posição de degradado proletário. A gente fica transido de vergonha ao ver a atuação da fé cristã, em nosso próprio país, em relação à "impiedade" desses indivíduos pecos de espírito e degradados de corpo, enquanto se procura levar a bênção da igreja a cafres e hotentotes. Enquanto os povos europeus são devastados por uma lepra moral e física, erra o piedoso missionário pela África Central, organiza missões de negros, até conseguir a nossa "elevada cultura" fazer de indivíduos sadios, embora primitivos e atrasados, bastardos, preguiçosos e incapazes. Seria muito mais nobre que ambas as igrejas cristãs, em vez de importunarem os negros com missões, que estes não desejam nem compreendem, ensinassem aos europeus, com gestos bondosos, mas com toda seriedade, que é agradável a Deus que os pais não sadios tenham compaixão das pobres criancinhas sadias e que evitem trazer ao mundo filhos que só trazem infelicidade para si e para os outros." (Vol 2 - Capítulo II: O Estado)

      >> "Se levarmos em consideração as devastações que o bastardismo judaico causa diariamente no povo alemão, reconheceremos mui naturalmente que esse envenenamento de sangue, somente depois de séculos, isso mesmo dificilmente, poderá ser evitado. Em seguida, devemos todos reconhecer como essa decomposição da raça rebaixa os nossos últimos valores arianos, não só os desvaloriza mas também freqüentemente os destrói. Assim, a nossa força, como nação portadora de cultura, está retrogradando visivelmente e nos arriscamos, ao menos nas grandes cidades, a chegar ao mesmo nível em que hoje já se encontra o sul da Itália. Esse envenenamento de sangue para o qual centenas de milhares do nosso povo são cegos, está, hoje, metodicamente, sendo posto em prática pelo judeu. Sistematicamente, esses parasitas das nações estão desonrando as nossas inexperientes jovens, destruindo dessa forma um valor que nunca mais pode ser restituído. As confissões cristãs, todas duas, estão presenciando indiferentes a essa profanação e destruição de um nobre e incomparável ser presenteado à nossa terra pela graça de Deus. Para o futuro da humanidade, não importa saber se os protestantes vencem os católicos ou os católicos os protestantes, mas sim, se o homem ariano é conservado no mundo ou se desaparece. Apesar disso, essas duas confissões, longe de combaterem o destruidor da espécie, tratam apenas de se aniquilarem mutuamente. Justamente o homem de sentimentos nacionalistas devia ter a sagrada obrigação, cada um dentro do seu próprio credo, de cuidar, não só de falar sempre da vontade de Deus, mas também de cumpri-la, não permitindo que a obra de Deus seja desonrada. A vontade de Deus foi que deu aos homens sua forma exterior, sua natureza e suas faculdades. Aquele que destruir a obra de Deus está desta forma combatendo a obra divina, a vontade divina. Por isso cada um se esforce por agir com eficiência no campo da sua confissão e reconheça como seu primeiro e mais sagrado dever fazer frente contra aqueles que, por palavra, atos ou omissões, saem do terreno da sua religião e tentam imiscuir-se com as outras confissões. Pois o combate aos detalhes de uma determinada religião tem, devido à divergência religiosa existente na Alemanha, forçosamente como resultado uma guerra de efeitos destruidores para os dois credos. (Vol 2 - Capítulo 10: A máscara do federalismo)

      Excluir
    26. Hélio

      >> "Que possibilidades oferecia, nesse sentido, o tratado de paz de Versalhes! Como era fácil a um governo enérgico fazer deste instrumento de extorsão um meio para exaltar ao máximo as paixões nacionais! Como era fácil, mediante uma inteligente propaganda das crueldades e do sadismo dos conquistadores, transformar a indiferença do povo cm revolta, a revolta no ódio mais intenso! Cada artigo do tratado devia ter sido impresso no cérebro e no coração do povo, até que
      finalmente a vergonha sentida por todos e o ódio de todos se transformassem, cm sessenta milhões de homens e de mulheres. em um mar de labaredas, de cujas chamas logo se levantaria uma vontade férrea a clamar: Queremos de novo nos arma! Não há dúvida (te que para isso se conseguir nada mais apropriado do que um tratado de paz como o de Versalhes. A opressão desmedida, o despudor das exigências feitas pelo inimigo ofereciam a melhor arma
      de propaganda para a ressurreição dos sentimentos adormecidos da nação. Tudo deveria ter sido posto a serviço dessa grande missão, desde o abecedário das crianças até ao último jornal, todo teatro, todo cinema, toda coluna de cartazes. Isso se deveria repetir até que a tímida oração dos nossos atuais "patriotas" - "Deus Todo-Poderoso libertai-nos!" - Se transformasse, mesmo no cérebro dos mais jovens rapazinhos, na súplica ardente:, "Deus Todo- Poderoso. abençoai no futuro as nossas armas; sede tão justo como sempre fostes; decidi, agora, se somos dignos da liberdade; Deus Todo-Poderoso, abençoai o nosso combate!" (Vol 2 - Capítulo 13: Política de aliança da Alemanha após a Guerra)

      >> "Uma coisa, porém, seria certa: qualquer tentativa no sentido de restaurar as fronteiras de 1914, mesmo bem sucedida, só conduziria a mais derramamento de sangue, até que não restasse mais o indispensável à reconstrução da vida e do futuro da nação. Ao contrário, a embriagues de uma vitória tão vazia, faria com que sobreviesse a desistência de qualquer objetivo, tanto mais quanto estaria reparada a "honra nacional" e novas portas abertas ao desenvolvimento comercial, ao
      menos por algum tempo. Em contraposição, nós os nacionais-socialistas devemos nos manter firmes nos nossos propósitos quanto à política externa, isto é, os de assegurar ao povo alemão o solo que lhe compete neste mundo. E essa ação é a única que justifica, perante Deus e a posteridade alemã, um tributo de sangue. Perante Deus, uma vez que fomos colocados neste mundo com a obrigação de lutar eternamente pelo pão de cada dia, sendo como somos criaturas que nada recebem de presente e que devem a sua posição de senhores no mundo exclusivamente ao gênio e à coragem com que sabemos lutar por ela; perante a nossa posteridade alemã, uma vez que jamais derramamos o sangue de um cidadão sem que fossem doados à posteridade milhares de outros. O solo em que algum dia as gerações de camponeses alemães poderão gerar filhos fortes, explicará o sacrifício dos filhos de hoje e os estadistas, embora perseguidos no presente, serão futuramente absolvidos do crime de derramamento de sangue e de sacrifício do povo" (Vol 2 - Capítulo 14: Orientação para leste ou política de leste)

      Excluir
    27. Hélio

      >> Discursos do Hitler:

      1 -- O fato que o Vaticano está concluindo um tratado com a nova Alemanha significa o reconhecimento do Estado Nacional Socialista pela Igreja Católica. Este tratado mostra ao mundo todo claramente e inequivocadamente que a afirmação que o Socialismo Nacional é hostil à religião é uma mentira. (22 de julho de 1933, escrito ao Partido Nazista)

      2 -- Os cristãos hoje estão à frente (deste país). Eu juro que nunca me vincularei com partidos que querem destruir o Cristianismo. Nós queremos preencher nossa cultura novamente com o espírito cristão. Nós queremos extinguir todo o recente desenvolvimento imoral na literatura, no teatro e na imprensa -- em breve, nós queremos extinguir o veneno da imoralidade que entrou nas nossas idas e cultura como resultado do excesso liberal no passado. (Os Discursos de Hitler, 1922 -- 1939, Vol 1)

      3 -- Eu digo. Meu sentimento como cristão me mostra ao meu Senhor e Salvador como um lutador. Me mostra ao homem quem uma vez na solidão, cercado somente por alguns seguidores, reconheceu os judeus pelo que eles eram e convocou os homens a lutarem contra eles e quem -- por Deus! -- foi o maior não como sofredor, mas como lutador. Em ilimitado amor como cristão e como homem eu li através da passagem que nos diz como o Senhor finalmente ascendeu em Seu poder e agarrou o açoite para expulsar do Templo o ninho de víboras. Como foi impressionante Sua luta pelo mundo contra o veneno judeu. Hoje, após dois mil anos, com a mais profunda emoção eu reconheço mais profundamente do que antes o porque Ele derramou Seu sangue sobre a Cruz. Como cristão eu não tenho o direito de permitir ser traído, mas eu tenho o dever de ser um lutador pela verdade e justiça. E como homem eu tenho o dever de ver que a sociedade humana não sofra o mesmo colapso catastrófico que a civilização do mundo antigo sofreu dois mil anos atrás -- uma civilização que foi destinada a sua ruína através do povo judeu. (Discurso em Munique, 12 de abril de 1922)

      4 - Nós somos um povo de diferentes credos, mas somos um. Qual fé conquista a outra não é a questão; mais propriamente, a questão é se o Cristianismo permaneça ou caia. Nós não toleramos ninguém em nossos lugares que ataque as idéias do Cristianismo... na verdade nosso movimento é cristão. Nós somos abastecido com o desejo por católicos e protestante descubram um ao outro na profunda aflição de nosso povo. (Discursos em Passau, 27 de outubro de 1928)

      5 -- O Governo Nacional considerará como seu primeiro e principal dever reviver na nação o espírito de unidade e cooperação. Preservará e defenderá esses princípios básicos no qual nossa nação foi construída. Considera Cristianismo como a fundação da nossa moralidade nacional e a família como base da vida nacional. (proclamação ao povo alemão em Berlim, 1° de fevereiro de 1933)

      6 -- Que Deus Todo Poderoso dê à nossa obra Sua benção, fortaleça o nosso propósito, e nos doa sabedoria e a confiança de nosso povo, pois não estamos lutando por nós, mas sim pela Alemanha. (Discurso feito em Berlim, 1° de fevereiro de 1933)

      Excluir
    28. Hélio

      >> Discursos do Hitler:

      7 -- E agora Staatspräsident Bolz diz que o Cristianismo e a fé católica são ameaçadas por nós. E a essa acusação eu posso responder. Em primeiro lugar são os Cristãos e não ateus internacionais que estão agora à frente da Alemanha. Eu não falo apenas do Cristianismo, não, eu também professo que eu nunca me associarei aos partidos que destroem o Cristianismo. Se muitos hoje desejam pegar o ameaçado Cristianismo sob sua proteção, onde, eu pergunto, estava o Cristianismo para eles nesses quatorze anos onde eles andavam de mãos dadas com o ateísmo? Não, nunca um dano interno tão grande foi feito ao Cristianismo mais do que nesses 14 anos quando um partido, teoricamente Cristão, sentou com aqueles que negavam Deus no mesmo governo. (Discurso feito em Stuttgart, 15 de fevereiro de 1933)

      8 -- O Governo do Reich, no qual considera o Cristianismo como fundação inabalável da moral e do código moral da nação, anexa o maior valor para relações amigáveis com a Santa Sé e está se esforçando para desenvolvê-las. (discurso ao Reichstag, 23 de março de 1933)

      >> Qtos aos comentários apelando para o ad hominem de forma gratuita contra religiosos, eu não concordo. Pessoas que apelam pra isso não tem capacidade de argumentar, não interessa se elas são teístas ou atéias. Se deve criticar argumentos, não pessoas.

      >> Qto ao filtrar comentários ofensivos, eu já vi qdo o Paulo Lopes deletou comentários ofensivos tanto de ateus qto de religiosos. Acontece que é impossível ficar administrando o dia todo. Pra isso uma pessoa tem que se dedicar 24x7 à um blog e isso é impossível. Eu sei pq eu já tive dois blogs e apesar da minha política de não permitir que houvesse ataques gratuitos nos comentários sobre o risco de serem deletados e até mesmo bloqueio do usuário que continuasse a agredir os outros, não tinha como eu fiscalizar td afinal eu fazia faculdade e estágio na época. Eu mal tinha tempo pra atualizar os blogs.

      Excluir
    29. Hélio

      >> "Declarações similares podemos ler na página da ATEA no facebook."

      Filhinho, as postagens de conteúdos na página do FB da ATEA é aberto ao público. Qualquer um que curte a página pode postar qualquer coisa. Não é o Sottomaior que vai lá e posta todo o conteúdo da página. Eu sei pq eu já postei conteúdo várias vezes nessa página.

      E sobre a página da ATEA no FB (https://www.facebook.com/ATEA.ORG.BR/info)

      >> Informações gerais

      1) Esta não é a Atea, apenas a página de facebook da Atea. A Associação Brasileira de Ateus e Agnósticos é uma entidade registrada em cartório com personalidade jurídica e ações no mundo real.

      2) O público-alvo da página são ateus e agnósticos - ou seja, as postagens não são dirigidas a teístas e a debates com eles.

      3) Esta página visa congregar ateus e agnósticos e oferecer um espaço receptivo para notícias, comentários, relatos, desabafos, denúncias e humor. Não temos a pretensão de oferecer argumentos ou discussões profundas porque o formato da página não é apropriado para isso.

      4) Entendemos que não há nenhuma obrigação ética ou legal de respeitar ideias e opiniões - o que inclui tanto o teísmo como o ateísmo. Não pedimos respeito para o ateísmo: ele não é sagrado e está aberto a todo tipo de crítica. Pedimos respeito apenas aos ateus. Assim, não oferecemos respeito incondicional ao teísmo ou às religiões. Respeitamos pessoas, não ideias, pois pessoas têm dignidade e direitos; ideias, não. Desrespeitar ideias não é a mesma coisa que desrespeitar as pessoas que creem nelas.

      5) Se você tem discordâncias irresolvíveis conosco, expresse-as em sua própria página, não aqui. Este é um espaço para aqueles que desejam colaborar em torno dos objetivos da Atea e das políticas expressas aqui, e eventualmente expor suas críticas de caráter exclusivamente construtivo.

      >> “Você esta falando de um blog. Como que um blog pode obrigar alguém a se converter para determinada crença ou descrença? Poderia te propor o mesmo "desafio". Mostre-me um blog cristão "querendo converter algum ateu ao cristianismo na base da força ou eliminar algum ateu".”
      http://debunkingatheists.blogspot.com.br/
      Eu já comentei algumas vezes neste blog e o cara tentou me converter várias vezes.
      >> Vc quer dizer aquela Revolução Francesa baseada nos ideais iluministas onde se era favor da separação do estado e religião?
      >> “Sua intenção (e a intenção deste blog também) é colocar os ateus como seres imaculados e os religiosos (em especial os cristãos) como os vilões da história, em todos os sentidos.”

      Vc é igualzinho à Salamandra. Vc entende as coisas do jeito que vc quer entender.
      Eu tenho noção de tanto ateus qto religiosos são seres humanos passíveis de defeitos e cometem erros. Eu não coloco ateísmo num pedestal inatingível e numa redoma de vidro blindado. Ao contrário de alguns religiosos que adoram fazer isso com suas respectivas religiões.

      Eu já conheci mta gente babaca, tanto religiosos qto ateus. Infelizmente, nenhum deles são imunes à idiotice.

      Excluir
    30. Hélio

      >> “Como você é linda! Quantas virtudes ateias espremidas numa só pessoa! Como os TJ’s são maus, intolerantes”
      Eu nunca disse que tds os TJS são maus e intolerantes. Este foi apenas um casal. Um. Só pra vc ter uma idéia, teve uma mulher TJ que – ao descobrir que eu era atéia – em vez de partir pra cima de mim com 4 pedras na mão, quis saber mais sobre o ateísmo pois eu era a primeira pessoa atéia que ela teve contato. Eu expliquei sem tentar convertê-la nem nada (pq esse nunca foi meu objetivo), ela me agradeceu, falou que o que importava era eu ser feliz e me desejou um bom dia.

      >> “Você sequer já tinha ouvido falar de Dawkins antes disso. Conta outra”

      Já. Por mais incrível que possa parecer pra vc eu gosto de ciências e acompanho td sobre o assunto desde qdo eu estava no segundo grau. Portanto eu leio sobre o trabalho do Dawkins, Stephen Hawking, Carl Sagan, George Mendell, Einstein, Darwin, Isaac Newton, etc. Td que tem a ver com biologia, astronomia, cosmologia, física, etc.

      >> “Quer dizer que não faz diferença crer em algo ou não crer? Então que mérito existe em acessar ou escrever um blog cuja prática é destacar somente os pontos negativos existentes nas religiões?’

      Não faz diferença msm. Eu acessso pq eu me interesso pelos assuntos aqui postados. Da mesma forma que acesso o Jovem Nerd por me interessar por assuntos nerd, que eu acesso blogs sobre cinema, musica, literatura e artes plásticas, sobre astronomia,etc. Problem?

      >> “Você pode pensar dessa maneira. Já os ateus militantes que você segue e admira discordaria veemente de você.”
      Direito deles oras. Cada um na sua.

      >> “"Meu grande sonho é a completa destruição de todas as religiões do mundo." Richard Dawkins

      Discordo. A única coisa que eu queria é que as religiões parassem de ser tão intolerantes, ignorantes, dogmáticas e antiquadas e que parassem de ditar como as pessoas devem viver ou não.

      Excluir
    31. Michelle,

      Foi legal debater com você. Neste blog, debater com alguém é tarefa árdua.

      Encerro aqui minhas réplicas à sua pessoa, caso contrário nossos comentários ficarão cada vez mais gigantescos (em um entrave ideológico, ninguém gosta de ceder).

      Apenas uma ressalva:

      Você poderia me enviar apenas os link's a respeito das supostas provas que colocam Hitler como um cristão católico.

      Enquanto você enxerga tais declarações como prova inequívoca de que ele era um fervoroso católico cristão, eu enxergo isso como estratégia para capitalização política com o intuito de agradar as massas católicas em sua empreitada anti-semita

      Nesse sentido, como disse acima, existe farto material na web desmentindo a propaganda ateísta sobre a religiosidade de Hitler e considerando o contexto político no qual o Fuher fez esta ou aquela declaração (algo que os militantes ateus vilipendiam, pois fazem análises superficiais dos escritos e discursos de Hitler).

      Poderia vincular gigantescos textos para provar o que acabei de afirmar, mas não o farei.

      Em contra partida te devolverei apenas uma sugestão de leitura do livro "Hitler, God & the Bible" (Hitler, Deus e a Bíblia), de Ray Comfort.

      Se tiver oportunidade leia. Você entenderá melhor o teor das declarações de Hitler supostamente cristãs antes dele chegar ao poder na Alemanha.

      Valeu pela conversa, embora tenha tido ironias de ambos os lados, mas faz parte.

      Até mais.

      Hélio




      Excluir
    32. Helio,

      Ray Comfort? O Ray "Banana Man" Comfort?
      Esse cara não tem crédito algum. Não pq ele é religioso, mas sim pq ele é desonesto intelectual, ele é um criacionista. Teve um vídeo dele que ele falou que deus criou a banana e a prova disso é que ela se encaixa perfeitamente na mão do homem.

      Sério, entra no site dele (http://www.livingwaters.com/) se vc quiser e veja com seus próprios olhos. Deixa o ateísmo de lado e olha as opiniões dele sobre evolução por exemplo.

      Ray Comfort é piada pronta. Eu jamais acreditaria que tem alguém tão ignorante qto ele se eu não visse os argumentos com meus próprios olhos cujas córneas serão doadas um dia após a minha morte.

      Excluir
    33. Michelle,

      Suas considerações sobre Ray Comfort é só uma variante do "ad hominem".

      O certo mesmo é ler o livro dele e atacar seus argumentos, e não a sua pessoa ao descartar logo de cara o conteúdo ali expresso só por que foi o "Ray Comfort" que escreveu.

      Imagina só eu desprezar logo de cara um artigo do Dawkins, só por que foi o Dawkins (criador de teorias absurdas como o gene egoista e os "memes") que o escreveu.

      Antes vou analisar o conteudo e atacar, caso seja necessário os seus argumentos , e não a pessoa dele.

      Não é por que ele supostamente erra em um ponto que ele irá errar em absolutamente tudo o que fala e escreve.

      Ou, não é pelo fato dele ser criacionista que ele a priori está desqualificado para falar a respeito da Alemanha Nazista.

      Você que combate tanto o preconceito, acabou de ser preconceituosa com uma pessoa só por que ela acredita que o universo foi criado por Deus.

      Você parece conhecer bem o guia de falácias lógicas. Coloque isso na prática.

      Valeu.

      Excluir
    34. Hélio

      Dê uma olhada nesse vídeo de Ray Comfort, seu pupilo Kirk Cameron e banana: http://www.youtube.com/watch?v=R_pkx78sKgA

      É tão rídiculo que chega a ser engraçado.

      De novo: o fato de Ray Comfort ser religioso e crer em deus não tem nada a ver com o fato de ele não ter credibilidade. E sim pq ele é criacionista e como todo criacionista - independentemente de qual religião o criacionista seja ou qual deus ele acredita - tem a mania de ignorar fatos que vão contra a crença deles. O cara acredita em Adão e Eva, ele acredita que o homem veio do barro e a mulher da costela do homem.

      Ele tb acredita piamente que humanos e dinossauros coexistiram sendo que na época dos dinossauros os mamíferos eram do tamanho de ratos e tinham hábitos noturnos.

      Olha o que o Ray Comfort diz sobre evolução: (http://evidencebible.com/witnessingtool/evolutiondisprovestheBible.shtml)

      "The Book of Genesis tells us that everything was created by God—nothing "evolved." Every creature was given the ability to reproduce after its own kind as is stated ten times in Genesis. Dogs do not produce cats. Neither do cats and dogs have a common ancestry. Dogs began as dogs and are still dogs. They vary in species from Chihuahuas to Saint Bernards, but you will not find a "dat" or a "cog" (part cat/dog) throughout God’s creation. Frogs don’t reproduce oysters, cows don’t have lambs, and pregnant pigs don’t give birth to rabbits. God made monkeys as monkeys, and man as man. Each creature brings forth after its own kind. That’s no theory; that’s a fact. Why then should we believe that man comes from another species? If evolution is true, then it is proof that the Bible is false. However, the whole of creation stands in contradiction to the theory of evolution. Dr. Kent Hovind of Florida has a standing offer of $250,000 to "anyone who can give any empirical evidence (scientific proof) for evolution." Evolution— true science fiction. His website is www.drdino.com." (Tradução: O Livro de Gênesis nos diz que tudo foi criado por Deus nada "evoluiu". Cada criatura foi dada a capacidade para reproduzir a sua própria espécie como é referido 10 vezes em Gênesis. Cães não produzem gatos. Nem cães e gatos têm uma ascendência comum. Cães começaram como cães e ainda são cães. Eles variam em espécies de Chihuahuas para São Bernardos, mas você não vai encontrar um "gatorro" ou uma "cagato" (parte gato / parte cão) por toda a criação de Deus. Sapos não reproduzem as ostras, as vacas não têm cordeiros e porcas prenhes não dão à luz a coelhos. Deus fez macacos como macacos, e o homem como homem. Cada criatura traz em sua própria espécie. Isso não é teoria, isso é um fato. Por que, então, devemos acreditar que o homem vem de uma outra espécie? Se a evolução for verdade, então ele é a prova de que a Bíblia é falsa. No entanto, toda a criação está em contradição com a teoria da evolução."

      E o famoso crocoduck (uma mistura de crocodilo com pato): http://www.youtube.com/watch?v=a0DdgSDan9c (pula para 4:23)

      Depois desse tanto de vergonha alheia, vc acha que Ray Comfort é pra ser levado a sério e considerado como fonte confiável? Nem se me pagassem.

      Excluir
    35. Hélio,

      Eu não estou sendo preconceituosa com Ray Comfort. Ele ser desonesto intelectual (só pra não dizer um grandissíssimo burro) é fato. As coisas ridículas que ele fala que não condizem com a realidade são provas disso. Até um feto humano de 8 semanas é mais inteligente que Ray Comfort se for olhar, lol.

      Excluir
    36. Michelle,

      Mas onde a crença criacionista dele pode interferir com uma pesquisa de cunho histórico da Alemanha Nazista?

      É disso que estou falando.

      Posso te passar uma outra fonte, se preferir...

      Excluir
    37. Michelle,

      Dê uma lida nesse artigo e depois assista ao vídeo ali disposto:

      http://conservadoresateus.blogspot.com.br/2012/03/hitler-provavelmente-nao-era-cristao-e.html

      ps.: O site é de ateus, mas não de ateus militantes.

      É um cheque mate para essa patatoada de Hitler ser católico.

      Se você não se convencer depois dessa, paremos por aqui.

      Mas foi legal debater com você. Nos encontramos em alguma outra postagem.

      Até mais.

      Excluir
    38. Este comentário foi removido pelo autor.

      Excluir
    39. Hélio,

      >> "Se você não se convencer depois dessa, paremos por aqui."

      Não me convenceu. Os "argumentos" deles são típicos do Olavo de Carvalho.

      Dei uma olhada neste blog e o conteúdo dele é meio esquisito. Colocam como Personalidade Conservadora de 2012 Silas Malafaia, Ratzinger, Bolsonaro, Júlio Severo, Olavo de Carvalho? Sendo que todos eles são contra ateus e o ateísmo?

      Defendem "o direito ao ateísmo e a fé cristã". Mas e qto às outras religiões?
      Não consideram a homossexualidade natural e falam que é um comportamento adquirido; usam termos como "agenda gayzista" e "ditadura gay"; é contra a PL 122 (sendo que esta não é apenas para considerar homofobia como crime mas tb preconceito por religião, identidade sexual, gênero sexual, orientação sexual - o que inclui a heterossexualidade; por idade, deficiência física e mental); fala que o "kit gay" é doutrinação homossexual de crianças, etc. Ao mesmo tempo que pede para divulgar a Aliança Secular pela Família e publica o artigo"Para onde rumamos com a descristianização da indivdualista sociedade ocidental" (http://conservadoresateus.blogspot.com.br/2012/09/para-onde-rumamos-com-descristianizacao.html#more), onde se critica a laicidade?

      Isso tá mto suspeito. Esse blog ateu tem conteúdo cristão/evangélico saindo pelo ladrão.
      Todos os argumentos deles eu ouvi de evangélicos, sem exceção.

      Tem caroço nesse angu. O conteúdo desse blog é totalmente contraditório.

      Excluir
    40. Ok,

      Mas onde você refuta o texto que compartilhei ao dizer que "os argumentos deles são típicos do Olavo de Carvalho"?

      Onde você refuta o texto ao elencar as caracteristas inerentes ao blog?

      Onde você refuta o texto ao dizer que acha "esquisito" o conteúdo que ali encontrou (que na verdade destoam da visão política que você possui em temas de cunho social)?

      Ou somente ateus militantes que rezam a agenda política da esquerda humanista te convencem de algo?

      Ou só é ateu quem pensa igual à você politicamente?

      Eu compartilhei um blog que tem um documentário de mais de duas horas e meia em vídeo refutando a idéia de que Hitler era católico e você "refutou" o conteúdo do mesmo tecendo suas visões políticas destoantes das visões políticas desses ateus.

      Ou seja, você sequer comentou algo do documentário (era isso o que eu esperava).

      Se você me pedir para ler um livro do Dawkins ou um artigo do Paulo Lopes eu não vou ressaltar aspectos negativos da pessoa deles e lembrar de coisas que eles já escreveram e que não me agradaram a fim de desqualificar o que você me apresentou.

      Isso não é refutação. É uma falácia que tem nome: ad hominem.

      Me desculpe. Mas com essa atitude você esta agindo igualzinho a certos religiosos fundamentalistas que você critica e que somente dão crédito em algo quando vindo de seus principais gurus.

      Do contrário, eles rejeitam logo de cara qualquer escrito que não venham dos oráculos já dantes aprovado pelos deuses que servem.

      Excluir
    41. Hélio

      Outra vez vc está entendendo as coisas do jeito que vc quer entender.

      Acontece que o viés do blog é mto cristão conservador pro meu gosto, por isso que desconfio das idéias propostas por esse blog que vc me passou.

      Por exemplo: não faz sentido um blog que se diz ateu ao colocar uma pessoa como Júlio Severo como candidato à personalidade conservadora de 2012. O cara odeia ateus tanto qto ele odeia homossexuais. Seria o mesmo que uma instituição judaica colocasse como candidato à personalidade do ano alguma pessoa abertamente anti-semita.

      Um blog que defende apenas o direito de ser ateu ou cristão (como se não existissem outras religiões no mundo e que dá a entender que as pessoas não tem o direito de serem judaicas, muçulmanas, hindus, budistas, wiccanas, etc. Ou vc tem o direito de ser ateu ou cristão. Se vc for algo que não pertença às esses dois grupos, se lascou)

      >> "Ou somente ateus militantes que rezam a agenda política da esquerda humanista te convencem de algo?"

      Ninguém me convence de nada, eu penso por mim mesma. Todas as opiniões e argumentos que eu formei foi por mim mesma. Eu nem sequer sou de esquerda.

      >> "Eu compartilhei um blog que tem um documentário de mais de duas horas e meia em vídeo refutando a idéia de que Hitler era católico e você "refutou" o conteúdo do mesmo tecendo suas visões políticas destoantes das visões políticas desses ateus."

      Eu mal tenho tempo de ver um filme de 1h30m ou uma série de 45 minutos... imagina de um documentário de 5h! Se vc tem tempo de sobra pra ver esse documentário de 5h, bom pra vc. Mas eu sou uma pessoa ocupada, eu trabalho e mto.

      >> Eu não tenho gurus e não tenho deuses.

      Excluir
    42. (...)"não faz sentido um blog que se diz ateu ao colocar uma pessoa como Júlio Severo como candidato à personalidade conservadora de 2012."

      Você confunde ateísmo com militância ateísta. Não há contradição em um ateu admirar personalidades conservadoras. Os conservadores, em seu turno, tem ojeriza em relação à ateus militantes, e não com ateus comuns.

      Um blog que defende apenas o direito de ser ateu ou cristão(...)

      Você conclui isso por conta própria sua. Se eu falo "defendo o direito das pessoas vestirem camisetas vermelhas ou amarelas", não estou com isso excluindo as outras cores.

      Ninguém me convence de nada, eu penso por mim mesma. Todas as opiniões e argumentos que eu formei foi por mim mesma. Eu nem sequer sou de esquerda.

      Talvez você não saiba, mas você é de esquerda sim.

      Eu mal tenho tempo de ver um filme de 1h30m ou uma série de 45 minutos... imagina de um documentário de 5h! Se vc tem tempo de sobra pra ver esse documentário de 5h, bom pra vc. Mas eu sou uma pessoa ocupada, eu trabalho e mto.

      Eu trabalho e muito também. Menos mal que eu tenho tempo livre para fazer as coisas que eu gosto, como ver um filme de vez em quando.

      Lamento por você não ter tempo nem para ver um filme de 1h30min.

      Mas eu presumi que como você tem tempo de escrever comentários e mais comentários neste blog, poderia ver em vídeo algumas evidências de que Hitler não era católico.

      Sei lá, talvez 10 ou 20 minutos do seu dia não iria te prejudicar.

      Analise as evidências. Não é isso que vocês gostam, analisar evidências?

      Excluir
    43. (...)"não faz sentido um blog que se diz ateu ao colocar uma pessoa como Júlio Severo como candidato à personalidade conservadora de 2012."

      Você confunde ateísmo com militância ateísta. Não há contradição em um ateu admirar personalidades conservadoras. Os conservadores, em seu turno, tem ojeriza em relação à ateus militantes, e não com ateus comuns.

      Um blog que defende apenas o direito de ser ateu ou cristão(...)

      Você conclui isso por conta própria sua. Se eu falo "defendo o direito das pessoas vestirem camisetas vermelhas ou amarelas", não estou com isso excluindo as outras cores.

      Ninguém me convence de nada, eu penso por mim mesma. Todas as opiniões e argumentos que eu formei foi por mim mesma. Eu nem sequer sou de esquerda.

      Talvez você não saiba, mas você é de esquerda sim.

      Eu mal tenho tempo de ver um filme de 1h30m ou uma série de 45 minutos... imagina de um documentário de 5h! Se vc tem tempo de sobra pra ver esse documentário de 5h, bom pra vc. Mas eu sou uma pessoa ocupada, eu trabalho e mto.

      Eu trabalho e muito também. Menos mal que eu tenho tempo livre para fazer as coisas que eu gosto, como ver um filme de vez em quando.

      Lamento por você não ter tempo nem para ver um filme de 1h30min.

      Mas eu presumi que como você tem tempo de escrever comentários e mais comentários neste blog, poderia ver em vídeo algumas evidências de que Hitler não era católico.

      Sei lá, talvez 10 ou 20 minutos do seu dia não iria te prejudicar.

      Analise as evidências. Não é isso que vocês gostam, analisar evidências?

      Excluir
    44. Michelle,

      O documentário não tem 5h de duração. O vídeo sim. Presumo que você não prestou atenção ao que vem escrito embaixo do vídeo:

      O documentário vai até por volta do tempo 2h35min, após isso, ele reinicia do começo novamente.

      Excluir
    45. Hélio
      >> "Você confunde ateísmo com militância ateísta."

      Não. Ele não gosta de ateus, sejam eles ateus comuns ou militantes.

      >> "Você conclui isso por conta própria sua. Se eu falo "defendo o direito das pessoas vestirem camisetas vermelhas ou amarelas", não estou com isso excluindo as outras cores."
      Foi o que eles disseram:
      "Nossos objetivos principais : (http://conservadoresateus.blogspot.com.br/p/a-sociedade-coservadores-ateus.html)
      I) Defender o direito ao ateísmo e a fé cristã;
      II) Defender os princípios morais fundamentais à preservação da célula da sociedade: a família;
      III) Combater o avanço do secularismo radical.
      E qto ao direito aos outros credos religiosos? E qto ao direito de ser agnóstico, deísta, panteista, etc?
      Eu sou atéia, mas sou a favor o direito das pessoas acreditarem em deuses ou não, em serem agnósticas, em elas terem o credo religioso de sua escolha, tanto faz se esse credo for o cristianismo, satanismo, wicca, budismo, judaismo, hinduismo, umbanda, candomblé, islamismo, etc. Eu não sou a favor apenas o direito ao ateísmo e a fé ---------- (coloque qualquer uma aqui). Eu sou a favor desse direito pra todos os credos religiosos e todos sistemas de não-crença.
      >> "Talvez você não saiba, mas você é de esquerda sim."

      Como eu me conheço há 29 anos e me conheço melhor do que ninguém, eu tenho certeza que não sou de esquerda.
      >> "Mas eu presumi que como você tem tempo de escrever comentários e mais comentários neste blog, poderia ver em vídeo algumas evidências de que Hitler não era católico."

      Mas eu não fico na internet por horas seguidas todos os dias. Tem dia que eu estou tão cansada que qdo tento entrar na net acabo dormindo em cima do pc e 10 minutos depois tô desligando td e indo deitar. E além do emprego, eu tenho vida social. Não é todo dia que eu fico sentada na frente do pc.
      >> "Sei lá, talvez 10 ou 20 minutos do seu dia não iria te prejudicar."

      Se eu tivesse tempo. Só pra vc ter uma idéia tem uma lista enorme de filmes e episodios de seriados gravados na Sky que eu reservei pra assistir e não tive tempo até hj. Comecei a trabalhar em fevereiro e tem filme que foi gravado nesse mês que ainda não vi por falta de tempo.

      Excluir
    46. "Não. Ele não gosta de ateus, sejam eles ateus comuns ou militantes."

      Nosso debate deu uma volta boa, rs. Agora estamos discutindo se o Júlio Severo gosta ou não de ateus comuns.

      Só perguntando para ele mesmo.

      Mas deixa pra lá, não vou entrar no mérito. Afinal de contas isso é indiferente para o ponto centro do nosso debate "Hitler era católico ou não?"

      "E qto ao direito aos outros credos religiosos? E qto ao direito de ser agnóstico, deísta, panteista, etc?"

      Mas eles não são contra ao direito de outros credos religiosos, tanto é que escreveram:

      "Cumprimentamos a todos os livres-pensadores, ateus, agnósticos, céticos, deístas e teístas que promovem valores éticos e morais para a consecução de uma sociedade cada vez mais saudável e civilizada".

      E:

      "A Sociedade Conservadores Ateus é uma sociedade filosófica composta majoritariamente por ateus e agnósticos, idealistas que reconhecem o ceticismo enquanto premissa para a abordagem filosófica ..."

      Se eles não defendem o direito ao agnosticismo, por que congregariam na sociedade agnósticos?

      E tem mais:

      A Sociedade Conservadores Ateus denuncia o proselitismo agressivo, o charlatanismo e o fanatismo, acontecem no meio religioso ou secular. O direito de não ter religião é igual ao direito inalienável de crer, deixar de crer, mudar de crença ou volta a crer, sem medos, perseguições ou constrangimentos.

      Ao mesmo tempo que eles disseram que defendem o direito ao ateísmo e a fé cristã, afirmam também que "mudar de crença" é um "direito inalienável".

      Eles disseram que possuem como objetivo principal a defesa de ser ateu e cristão. Isso, conforme demonstrado, não exclui o outros credos e nem o agnosticismo. E eu entendo por que eles afirmam isso. De todas as religiões existentes no globo terrestre, o cristianismo (que é o credo majoritário entre a população brasileira) é o mais odiado pelos militantes ateus tupiniquins. Com isso eles deixam claro que não são anticristãos e de que é possível a convivência pacífica entre ateus e cristãos.

      "Como eu me conheço há 29 anos e me conheço melhor do que ninguém, eu tenho certeza que não sou de esquerda."

      Beleza...

      "Se eu tivesse tempo. Só pra vc ter uma idéia tem uma lista enorme de filmes e episodios de seriados gravados na Sky que eu reservei pra assistir e não tive tempo até hj. Comecei a trabalhar em fevereiro e tem filme que foi gravado nesse mês que ainda não vi por falta de tempo."

      Tranquilo, Michelle.

      Eu não acredito que analisar evidências de que Hitler não era católico seja mais importante do que o seu trabalho e o momento de descanso e lazer que você tem fora dele.

      Até mais.

      Excluir
  28. O trabalho era sobre Cultura e não sobre religião afrobrasileira, portanto tua analise esta completamente equivocada, quem levantou a restrição sobre religião foram os evanjegues que levantando esse argumento quiseram invalidar todo o trabalho.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Claudio Alfonso

      E porventura não existe dentro da dita cultura afrobrasileira aspectos de cunho religioso?

      Tentar desassociar o aspecto religioso da cultura africana é de uma fraude intelectual incrível.

      Você seria capaz de provar que dentro da cultura africana a tradição religiosa existente na mesma é irrelevante?

      Excluir
    2. Religião faz parte da cultura. Se o tema era cultura afro-brasileira, então os alunos tinham por obrigação fazer o trabalho conforme os pré-requisitos do mesmo, do contrário, que não fizessem e arcassem com as consequências de quem se recusa a cumprir com as obrigações acadêmicas, simples assim.

      Excluir
    3. Religiosos já passaram de todos os limites com essa história de "não vou cumprir com os deveres impostos pelo estado laico, pois são contra a minha religiosidade".

      Excluir
  29. "Virus olavete detectado!"

    Brilhante argumentação do anônimo.

    ResponderExcluir
  30. Valeu,olavete você um aluno super dedicado nota 10!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. "Valeu,olavete você um aluno super dedicado nota 10!"

      Além de apresentar excelentes argumentações, o anônimo apresenta um português brilhante.

      Excluir
    2. Falsa dicotomia? Só poderia vir do calvinista, chauvinista, hipócrita e discípulo do filózofo astrólogo (sic)!

      Excluir
  31. Argumentação não existe no seu dicionário,se existisse você não seria crente,inté olavete!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. "Argumentação não existe no seu dicionário,se existisse você não seria crente,inté olavete!"

      rs. Essa foi boa. Você ganhou o debate, parabéns!

      Excluir
    2. Virou pombo enxadrista, foi?

      Excluir
  32. Minhas argumentações:

    Se em alguma escola deste pais determinado professor mandasse os alunos fazerem um trabalho sobre a cultura judaico-cristã, sua contribuição para o desenvolvimento das nações ocidentais (...)

    "Argumentações" do anônimo:

    "Virus olavete detectado!", "Valeu,olavete você um aluno super dedicado nota 10!", "Argumentação não existe no seu dicionário,se existisse você não seria crente,inté olavete!"

    E o pombo enxadrista sou eu (risos).

    O nível de debatedores deste blog está no *ápice.

    *ápice
    [Do lat. apice.]

    Substantivo masculino.

    1. O ponto mais elevado; vértice, cume, cimo.
    2. O mais alto grau; apogeu.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Só a porra da religião consegue fazer um sujeito aparentemente letrado, num defensor inescrupuloso de idéias sectaristas.
      Hélio= Português 10
      Raciocínio crítico 0.

      Excluir
    2. Uma dúvida:
      O que o avatar do Hélio tá chupando?
      Seria....?

      Excluir
    3. Coletânea de argumentações racionais, céticas e cientificas dos comentaristas do site Paulo Lopes (volume 1):

      - Virus olavete detectado!
      - Valeu,olavete você um aluno super dedicado nota 10!
      - Argumentação não existe no seu dicionário,se existisse você não seria crente,inté olavete!
      - Chora mais crentalhao falacioso.
      - Para de fumar esse bong, olavete.
      - Só a porra da religião consegue fazer um sujeito aparentemente letrado, num defensor inescrupuloso de idéias sectaristas.
      - Uma dúvida:
      O que o avatar do Hélio tá chupando?
      Seria....?


      Volume 2 em breve...

      Excluir
  33. Por trás de tudo isso há um "pastor" guiando/manipulando sus ovelhinhas. Apenas um oportunista espertalhão manipulando esses fantoches. Pobre povo, escravo, ignorante.

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Busca neste site