Malafaia ataca procurador com suspeita de haver cristofobia

Silas Malafaia e Jefferson Aparecido Dias
Malafaia disse que Dias aceitou uma denuncia infundada contra
ele e agora quer tirar a referência a Deus das cédulas do real
Silas Malafaia (foto), da Assembleia de Deus Vitória em Cristo, disse suspeitar que o procurador Jefferson Aparecido Dias (foto), do Ministério Público Federal em São Paulo, seja “cristofóbico” (aversão a Cristo e, consequentemente, ao cristianismo) por causa de suas atitudes.

O pastor lembrou que foi Dias quem aceitou uma denúncia “manipulada” por ativistas gays contra ele de homofobia e agora o mesmo procurador é autor de uma ação pela supressão da frase “Deus seja louvado” das cédulas do real.

Em um vídeo 13 minutos [ver trecho abaixo], Malafaia parece ter aproveitado a ação pela retirada da referência de Deus do real para um acerto de contas com o procurador.

Ele se referiu a Dias com deboche, chamou-o de “este senhor”, “este moço”, “sua excelência” e  “um cara que aceita uma denúncia esdrúxula de homofobia”. “Eu estou desconfiado que esse procurador não tem nada o que fazer”, disse

Malafaia discordou do argumento do Dias de que a referência a Deus no real é incompatível com o Estado laico. O pastor recorreu à explicação dada pelo Banco Central de que o “Deus” das células não se refere a uma religião específica, como a cristã, mas ao “Deus” da crença de cada pessoa.

O pastor desafiou o procurador a tirar o preâmbulo “Sob a proteção de Deus” da Constituição e a mudar o nome dos Estados de Santa Catarina, São Paulo e Espírito Santo. “Que tal também, senhor procurador, o senhor entrar com uma ação para cancelar tudo quanto é feriado [religioso]?”

Para Malafaia, há questões religiosas que estão entranhadas na cultura de um povo — como o crucifixo católico nas repartições públicas, no caso do Brasil — que não podem ser eliminadas.

"Em toda instituição tem gente ruim"

video

Íntegra do vídeo.

MPF quer que Silas Malafaia se retrate de afirmações homofóbicas
fevereiro de 2012

Silas Malafaia