Pular para o conteúdo principal

Estado laico não admite invocação a Deus em Câmara Municipal, confirma Tribunal de São Paulo

Vereadores de Engenheiro Coelho vinham resistindo em obedecer às constituições federal e a estadual, adotando regimento interno teocrático cristão


O Tribunal de Justiça do Estado de São Paulo divulgou acórdão (decisão colegiada) confirmando que a Câmara Municipal de Engenheiro Coelho tem de respeitar o Estado laico, não podendo, portanto, iniciar suas sessões com a invocação sob "a proteção de Deus".

A decisão anunciada pela desembargadora Márcia Barone já era esperada porque no começo de 2023 o TJ já tinha declarado inconstitucional a obrigatoriedade a leitura de trechos da Bíblia pela Câmara. Barone foi a relatora dos dois casos.

• Justiça não tem 'bom senso' ao suspender leitura bíblica, diz vereador


Engenheiro Coelho fica a 167 km de São Paulo e possui cerca de 21 mil habitantes.

Os vereadores da cidade têm resistido em aceitar não só a Constituição Federal (artigo 9, inciso 1) mas também a estadual, que fixa no artigo 111 que "a administração pública direta, indireta ou fundacional, de qualquer dos Poderes do Estado obedecerá aos princípios de legalidade, impessoalidade, moralidade, publicidade, razoabilidade, finalidade, motivação, interesse público e eficiência.” O que não ocorre quando se privilegia uma crença religiosa em detrimento das outras.

Para Eduardo Banks, jornalista e ativista da laicidade, a importância de acórdãos, como este referente à Câmara de Engenheiro Coelho, é que eles servem para embasar a argumentação de advogados e o julgamento de juízes.

Comentários

CBTF disse…
Espero que dessa vez acabe o circo gospel, aqui em Artur Nogueira a palhaçada continua.

Post mais lidos nos últimos 7 dias

90 trechos da Bíblia que são exemplos de ódio e atrocidade

Veja 14 proibições das Testemunhas de Jeová a seus seguidores

Veja os 10 trechos mais cruéis da Bíblia

Terraplanista vai a Noruega, vê o sol da meia-noite e admite que a Terra é redonda

Bíblia tem mais de 2,5 milhões de mortes em nome de Deus

Ministro 'terrivelmente' evangélico decide que financiar monumento religioso é constitucional

Contar o número de deuses é difícil porque são muitos, dezenas de milhares, milhões

Trechos bíblicos cuja existência crente finge não saber

Igrejas católicas alemãs estão sendo derrubadas. É a demolição da própria religião

Padre autor do mosaico de Aparecida é acusado de invocar a Trindade para ter sexo a três