Pular para o conteúdo principal

Polícia do Rio prende pastor que pedia a mulheres fotos delas seminuas

Religioso dizia ter especialidade em sexologia

A Polícia do Rio prendeu preventivamente na quinta-feira (16) o pastor Sérgio Amaral Brito, 59, por ser acusado de pedir a pelo menos cinco mulheres fotos em que elas estejam seminuas.

"[Ele] me pediu para que eu lar a ele fotos minhas de calcinha e sutiã", disse uma das mulheres.

"Disse que, se eu preferisse, poderia trazer uma lingerie na próxima consulta e mostrar em meu corpo."

Sem habilitação profissional, Brito dava consulta psicanalista, sexólogo e terapeuta em Magé, na Baixada Fluminense. Obtinha credibilidade das pacientes com sua condição de pastor.

Pelos depoimentos da mulheres, os abusos ocorreram nos últimos anos. Uma comerciantes, por exemplo, sofreu assédio em 2013.

A mulheres têm perfil semelhante. São morenas, cabelos longos e sofreram abuso quando tinham entre 16 e 27 anos.

Elas criaram um grupo do WhastApp para trocar informações. A expectativa da polícia é surjam mais denúncias.

Em um dos casos, o pastor conseguiu que os responsáveis por uma jovem orassem para que ele não voltassem a cometer abuso.

Pastor Brito foi denunciado
por cinco mulheres

> Com informação da Polícia do Rio de Janeiro e de outras fontes.

Polícia prende pastor por abuso de meninas 'a mando de Deus'





Comentários

Post mais lidos nos últimos 7 dias

Cientistas brasileiros e mexicanos descobrem pequena espécie de morcego

90 trechos da Bíblia que são exemplos de ódio e atrocidade

Veja 14 proibições das Testemunhas de Jeová a seus seguidores

Um em cada 4 brasileiros não tem acesso à coleta de esgoto, mostra IBGE

Padres afirmam que rezam para que papa Francisco vá logo para o céu

Veja os 10 trechos mais cruéis da Bíblia

Padre autor do mosaico de Aparecida é acusado de invocar a Trindade para ter sexo a três

Quatro séculos tentando provar a existência de Deus. E fica cada vez mais difícil

'Matem todos porque o Senhor conhece aqueles que são seus!' França, 22 de julho de 1209

Igrejas católicas alemãs estão sendo derrubadas. É a demolição da própria religião