Polícia prende pastor por abuso de meninas 'a mando de Deus'

Araújo diz que 
livrava as garotas 
da Pombagira
A Polícia Civil de Rio Branco, capital do Acre, prendeu o pastor Laudionor Siqueira de Araújo (foto), 43, sob a acusação de abusar sexualmente de pelo menos duas garotas, uma de 13 anos e outra de 16.

Ele pregava o evangelho ao longo de rodovias, como a AC 40, nas casas de fiéis que não têm templo por perto.

De acordo com o delegado Rafael Pimentel, Araújo, em diferentes ocasiões, levou as adolescentes para sua casa de modo a livrá-las da Pombagira Maria Padilha.

Durante a sessão de exorcismo, após untar o corpo da vítima, o pastor a violentava a mando de Deus, porque somente assim, segundo ele, o espírito demoníaco da Pombagira seria expulso.

O delegado disse que o pastor amedrontou as garotas com a possibilidade de, caso continuassem possuídas, serem atacadas por homens atraídos sexualmente pela Pombagira, e elas poderiam ser mortas.

Exames laboratoriais confirmaram que as adolescentes foram estupradas.

O pastor não se manifestou para dar a sua versão.  A polícia informou que ele já tinha cumprido uma pena por estupro.

Com informação e foto site O Rio Branco.