Pular para o conteúdo principal

Justiça da Noruega anula expulsão de mulher das Testemunhas de Jeová

Um tribunal de apelação da Noruega anulou a expulsão de uma fiel das Testemunhas de Jeová, em um julgamento sem precedentes.

Gry Helen Nygard foi desassociada em 2018 após ela contar a anciões (pastores) que fora vítima de estupro por um integrante da igreja. Os religiosos entenderam que ela foi conivente com o abuso e a expulsaram.

A Justiça determinou que as TJs paguem a Nygard indenização correspondente a R$ 60 mil e que assumam os custos do processo, em torno de R$ 500 mil.

As TJs estão recorrendo da decisão, que poderá ser seguida por outros países europeus.

Para Nygard, o importante não é a volta à religião, mas poder ter contato com seus dois filhos.

Inflexíveis e fundamentalistas, os Jeovás discriminam os desassociados, destruindo suas famílias, impedindo, em muitos casos, o relacionamento entre pais e filhos.

Gryn quer
ter os filhos
de volta





Comentários

Postar um comentário

Posts mais acessados na semana

Juiz condena Datena a pagar indenização por ofender ateus

90 trechos da Bíblia que são exemplos de ódio e atrocidade

Trechos bíblicos cuja existência crente finge não saber