Pular para o conteúdo principal

Testemunhas de Jeová dizem que excluídos da religião têm doença contagiosa grave

A revista Sentinela, das Testemunhas de Jeová, edição de setembro de 2021, afirma que o fiel desassociado (expulso da congregação) "é como uma pessoa que tem uma doença grave altamente contagiosa".

Por isso, segundo a publicação, o desassociado precisa ficar em quarentena para impedir que os outros [os fiéis] fiquem doentes".

O que a religião fundamentalista chama de "quarenta" é uma discriminação que dura a vida toda, em flagrantes ofensa aos direitos humanos, porque detona famílias, impedindo o relacionamento entre país e filhos, por exemplo.

Em 2011, artigo publicado na versão da Grã-Bretanha da The Watchtower, revista das TJs, classificou os desassociados como "doentes mentais"

Fundamentalismo usa
metáfora do contágio
para discriminar ex-fiéis
 




Comentários

  1. Setembro de 2021? essa revista veio do futuro?

    ResponderExcluir
  2. as tjs tem um calendario esquisito...eles lançam as revistas com datas futuras.

    ResponderExcluir
  3. 1 Coríntios 5:11-13 diz.....
    Mas eu lhes escrevo agora que parem de ter convivência com qualquer um que se chame irmão, mas que pratique imoralidade sexual, ou que seja ganancioso, idólatra, injuriador, beberrão ou extorsor; nem sequer comam com tal homem.12Pois o que eu tenho a ver com o julgamento dos de fora? Não são vocês que julgam os de dentro,13ao passo que Deus julga os de fora? “Removam do meio de vocês a pessoa má.”
    Quem diz e a Bíblia e para o cristão a Bíblia e sagrada..... E a carta de Deus pra a humanidade.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obs. não torço para nenhum time, o "vai Corinthians" é só para tirar uma, é só ver a versão em inglês de Coríntios, já que citou... :-D
      "Silva" foi hilárico em dizer "a carta de Deus pra a humanidade"... Nem mesmo para os cristãos, pois uns são "mais escoceses" que outros! Há "n" vertentes e cada um se acha mais autêntico. Até a Bíblia há versões...
      O importante é a laicidade (ou laicismo, é só mimimi nos termos do fator laico). Nunca se pode construir uma sociedade justa tendo como referências Deus, Jesus Cristo, religiosidade, Oxalá, Xaman, Odin, Allah ou PataquáA4... Cada pessoa, como ADULTA, tem o direito em acreditar no que bem quiser, DESDE QUE FIQUE NA SUA.

      Excluir
    2. É isso mesmo que você disse, que cada um "fique na sua".

      Ao contrário de muitas religiões, as Testemunhas de Jeová (TJ) não fazem pressão sobre governos e autoridades para impor suas crenças e costumes à sociedade. Apenas querem viver pacificamente em harmonia com aquilo que acreditam.

      É verdade que as TJ são conhecidas por seu trabalho de divulgação bíblica. Mas isso está de acordo com os princípios mais básicos da democracia. Todo o cidadão pode usar sua liberdade individual para expressar suas ideias. Quem não estiver interessado, pode simplesmente ignorar.

      Excluir
    3. DESDE QUE não fiquem IMPORTUNANDO as outras pessoas!

      Excluir
    4. Você já viu uma Testemunha de Jeová perseguindo ou maltratando alguém? Claro que não. Se uma TJ fizesse tal coisa, seria excluída da religião e deveria ser punida judicialmente. Mas, se você se sente "importunado" pelo simples fato de nós, TJ, existirmos, então isso é outra questão.

      Há quem se sinta importunado com o som das igrejas porque invadem espaço público. Outros se sentem importunados porque a rua foi interditada por causa da parada do orgulho LGBT. Outros se sentem importunados porque um vendedor lhe tentou vender um sanduíche... etc, etc...

      É melhor reconhecer que, numa sociedade verdadeiramente democrática, todos são livres para se expressar. Quem não estiver interessado, é só dizer. Pessoas civilizadas respeitam os outros, mesmo que não concordem com suas práticas.

      Você já viu TJ pressionando governantes para impor suas normas de moral à sociedade? Não! Você nunca viu isso, nem nunca vai ver. Em contraste, existem denominações religiosas que fazem isso sistematicamente, violando os princípios de um estado laico. São esses religiosos que estão importunando todo mundo, não são as TJ.

      Excluir
    5. Se eu já vi uma Testemunha de Jeová perseguindo alguém? Sim.

      Excluir
    6. Caríssimo Paulo Lopes,
      Viu uma TJ perseguindo alguém? Então tal pessoa está agindo contrário às instruções recebidas.
      Denuncie às autoridades. É para isso que servem as leis.

      Excluir
  4. "Quem não tem pecado que atire a primeira pedra", "dê a outra face", "perdoa a ama ao teu inimigo", "não mate", "não roube", "ame a teus pais", "Pai, perdoa-os, porque eles não sabem o que fazem!", etc., são coisas boas assim a ser consideradas na Bíblia, são ensinamentos da única pessoa que realmente importou nessa história toda, todo o resto é questionável e veio do equívoco nomeado de 'ser humano', que já no princípio, o próprio Criador em toda a sua sabedoria se arrependeu de os ter criado. Gênesis 6:5

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. E quem determina que partes da Bíblia devem ser consideradas?
      Segundo os evangelhos, o mesmo que disse "Pai Perdoa-lhes", também disse muitas outras coisas.

      Por exemplo, Jesus ensinou que aqueles que não aceitam a disciplina da igreja devem ser considerados como "gentios e publicanos" (Mateus 18:15-16). Os discípulos de Cristo, por serem judeus, sabiam muito bem o que isso queria dizer. Os gentios e os publicados eram excluídos e colocados à parte.

      Então, quem decide se determinadas palavras de Jesus têm validade ou não?

      Excluir

Postar um comentário

Posts mais acessados na semana

Pesquisa confirma que o cristianismo está se desintegrando nos Estados Unidos

Presidente de Angola rejeita pressão de Mourão em defesa de interesses da Universal

Bolsonaro deixa hospital acompanhado pelo charlatão curandeiro Valdemiro Santiago