Pular para o conteúdo principal

Jogo de ligar os pontos expõe a crueldade bíblica a filhos de Testemunhas de Jeová

PAULO LOPES   O que seria um jogo de ligar os pontos para destacar uma figura, um entretenimento de crianças, mostra um homem apontando uma faca pontiaguda para um bebê.

Trata-se da passagem da Bíblia em que o rei Salomão ameaça matar uma criança cuja maternidade era reivindicada por duas mulheres.

O jogo é um exemplo de como as Testemunhas de Jeová usam a crueldade bíblica para doutrinar as crianças.

Em um site de “divertimento” para filhos de fiéis, há outras ilustrações delirantes que causam medo, pavor, terror, com consequências, certamente, na saúde mental das crianças.

A pregação do terror como método de lavagem cerebral é usada desde sempre pelas Testemunhas de Jeová, para as quais o fim do mundo é sempre iminente. Os jogos de "entretenimento" infantil e desenhos animados que pregam homofobia já incomodam autoridades de alguns países.

Um levantamento recente revela que 1,2 milhão de pessoas romperam com essa religião fundamentalista em 10 anos, de 2006 a 2016.

Menos mal. Muitas crianças deixaram de ser aterrorizadas.




> Com informação e ilustração do site das Testemunhas de Jeová e de outras fontes. 

Como de Testemunha de Jeová me tornei ateu e fiquei livre do senso de manada 


Saiba por que a seita Testemunhas de Jeová é um paraíso para pedófilos

Comentários

  1. Quanta hipocrisia! Coisas muito piores acontecendo e vocês fazendo alarde de uma cena bíblica. Vamos arrancar então as páginas da bíblia onde são retratadas as violências.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Não é preciso isso. Basta proibir a Bíblia para crianças.

      Excluir
  2. Se as histórias da Bíblia incentivassem à violência, então as Testemunhas de Jeová seriam as pessoas mais violentas do mundo. No entanto, acontece exatamente o contrário. As Testemunhas de Jeová são conhecidas mundialmente como pessoas pacíficas. Não pegam em armas e, em muitos países, enfrentam severa perseguição por causa disso. Eu sei por conta própria que ser educado como Testemunha de Jeová não prejudica ninguém. Eu li as histórias da Bíblia desde a infância. Nunca me senti aterrorizado e nunca me senti induzido a agredir alguém. Hoje, aos 43 anos de idade, posso afirmar que nunca pratiquei um único ato de violência. Tenho tido uma vida normal e feliz. Por isso, a grande questão é: Será que a pessoa que escreve estes artigos caluniosos tem motivações pacíficas?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Para sua informação, as Testemunhas de Jeová é um verdadeiro reduto de pedófilos, só o fato de defender eles, já mostra um comportamento suspeito de sua parte.

      Excluir
    2. Na realidade, as Testemunhas de Jeová têm demonstrado 'tolerância zero' para com os abusadores de menores. Desde sempre, temos tomado medidas para proteger as nossas crianças. Você conhece alguma religião que divulgue a sua política interna para lidar com casos de pedofilia? As Testemunhas de Jeová fazem isso porque não têm nada a esconder. Uma simples visita ao nosso site oficial jw.org permitirá obter informações sobre as políticas adoptadas por nossa comunidade religiosa:

      https://www.jw.org/pt/noticias/casos-juridicos/recursos-juridicos/informacao/informacoes-posicao-biblica-testemunhas-de-jeova-protecao-de-menores/

      O documento acima, disponível para download, contém referências que remontam a várias décadas atrás, mostrando assim que a preocupação para com as crianças não é algo novo.

      Quem conhece as Testemunhas de Jeová sabe que não temos um ambiente propício à pedofilia. As nossas crianças nunca ficam sozinhas na companhia de adultos. Além disso, se algum membro da nossa comunidade se envolver em pedofilia, ele será expulso prontamente.

      Gostaria de lembrar que você não me conhece pessoalmente. Mesmo assim, você não hesitou em fazer insinuações sobre mim. Isso ilustra bem o preconceito e intolerância religiosa a que estamos sujeitos.

      Por fim, as pessoas que desejam saber a verdade sobre as Testemunhas de Jeová não ficam lendo as histórias que nossos opositores divulgam na internet. Quem deseja saber a verdade sobre nós, vai diretamente à fonte.

      Excluir

Postar um comentário

Posts mais acessados na semana

Colégio adventista expõe réplicas de dinossauros em evento criacionista

90 trechos da Bíblia que são exemplos de ódio e atrocidade

Promotor nega ter se apaixonado por Suzane, mas foi suspenso