Pular para o conteúdo principal

Senador morreu de Covid-19 por crer em Bolsonaro, não nos médicos, diz amigo

O senador evangélico Arolde Oliveira (PSD/RJ) morreu de Covid-19 porque inicialmente se medicou hidroxicloroquina, seguindo a pregação do presidente Jair Bolsonaro, e não as orientações de médicos.

A afirmação é do senador Otto Alencar (PSD/BH), que foi amigo e vizinho em Brasília de Arolde, que tinha 83 anos, sendo, portanto, do grupo de risco da doença.

Arolde morreu na noite de 21 de outubro, mas vinha se tratando da doença desde setembro.

“Ele me disse que testou positivo para a Covid e estava se tratando com hidroxicloroquina”, disse Alencar.  

“Arolde era o melhor amigo e defensor de Bolsonaro. Quando procurou o hospital, já estava complicado.”

Comentários

  1. Pagou com a vida a sua própria burrice.

    ResponderExcluir
  2. Espero que vários políticos tenham fé. No Bozo e não na ciência...

    ResponderExcluir
  3. A causa da morte foi a seleção natural, somente os mais aptos sobrevivem.

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Posts mais acessados na semana

90 trechos da Bíblia que são exemplos de ódio e atrocidade

Colégio adventista expõe réplicas de dinossauros em evento criacionista

Promotor nega ter se apaixonado por Suzane, mas foi suspenso