Pular para o conteúdo principal

Senador morreu de Covid-19 por crer em Bolsonaro, não nos médicos, diz amigo

O senador evangélico Arolde Oliveira (PSD/RJ) morreu de Covid-19 porque inicialmente se medicou hidroxicloroquina, seguindo a pregação do presidente Jair Bolsonaro, e não as orientações de médicos.

A afirmação é do senador Otto Alencar (PSD/BH), que foi amigo e vizinho em Brasília de Arolde, que tinha 83 anos, sendo, portanto, do grupo de risco da doença.

Arolde morreu na noite de 21 de outubro, mas vinha se tratando da doença desde setembro.

“Ele me disse que testou positivo para a Covid e estava se tratando com hidroxicloroquina”, disse Alencar.  

“Arolde era o melhor amigo e defensor de Bolsonaro. Quando procurou o hospital, já estava complicado.”

Comentários

Paul Muadib disse…
Pagou com a vida a sua própria burrice.
Emerson Santos disse…
Espero que vários políticos tenham fé. No Bozo e não na ciência...
Anônimo disse…
A causa da morte foi a seleção natural, somente os mais aptos sobrevivem.

Posts + acessados hoje

Malafaia faz campanha contra vacina: ‘Não podemos ser cobaias de chinês’

Negro apanha por suspeita de estar roubando seu próprio carro

Para não pagar imposto, TJs alegam que máquina de passar roupa é essencial à religião