Pular para o conteúdo principal

Morre brasileiro que era voluntário dos testes da vacina AstraZeneca/Oxford

A Anvisa foi informada pelos responsáveis pelos testes no Brasil da vacina da AstraZeneca e Oxford de que morreu um voluntário.

Não há informações sobre a causa da morte, se o voluntário tinha recebido a vacina ou o placebo.

“É importante ressaltar que, com base nos compromissos de confidencialidade ética previstos no protocolo, as agências reguladoras envolvidas recebem dados parciais referentes à investigação realizada por esse comitê, que sugeriu pelo prosseguimento do estudo. Assim, o processo permanece em avaliação”, disse a Anvisa.

“A Agência cumpriu, cumpre e cumprirá a sua missão institucional de proteger a saúde da população brasileira”, diz também a nota.

Testes prosseguem

Com informação da Anvisa.


Comentários

Posts mais acessados na semana

Maioria dos católicos dos Estados Unidos apoia a pena de morte; ateus rejeitam

Religião atua para perpetuar os detentores do poder e domesticar as mulheres, diz romancista

90 trechos da Bíblia que são exemplos de ódio e atrocidade