Pular para o conteúdo principal

Pede perdão o pastor que chamou a mulher de 'imbecil' sem saber que estava ao vivo

Um pastor pediu perdão a sua mulher por tê-la xingado em uma transmissão pela internet — ele não sabia já estava ao vivo.

Diz baixo, mas dá para ouvir ele falar “imbecil” para a mulher que não aparecia no vídeo.

A frase completa teria sido "que saco, merda. Arruma as coisas direito, imbecil. Arruma o negócio direito."

Antes, o pastor Edson Araújo, da igreja Deus é Amor, em São Paulo, faz um movimento brusco e se ouve um barulho semelhante ao de um tapa.

Agora, no vídeo em que tenta dar uma explicação, ele afirmou ao lado de Débora, sua mulher, que naquele momento tinha caído um celular para transmissão de hino.

“Nós estávamos em cima do horário de fazer o culto, e não tínhamos uma posição correta do equipamento, então eu simplesmente me levantei e fui tentar arrumar, e ai acabou derrubando outro aparelho de celular que faz a transmissão de hinos", disse.

"Eu quero aqui, de antemão, primeiro a Deus, eu quero pedir o meu perdão publicamente e perdão a minha esposa Débora, pela minha atitude, erro e falha. Quero pedir perdão para o meu pastor, Elias e a minha família e a dela e a todos os pastores que confiaram e permaneceram confiantes no meu trabalho."

Uma pesquisa feita em 2016 apurou que as evangélicas representam 40% do total de mulheres de São Paulo que sofrem violência doméstica.

Pesquisas recentes indicam que a violência contra as mulheres aumentou na pandemia do coronavírus.



Com informação da revista Marie Clarie e da rede social.

Comentários

Emerson Santos disse…
Ahhhh o amor cristão ... desde sempre incentivando os psicopatas e sociopatas ...

Posts + acessados hoje

Derrota de Crivella abala projeto de poder de Bolsonaro e o de Edir Macedo

Igreja do 'santo' Maradona tem altar, cultos e mandamentos

'Penha me transformou em monstro', afirma ex-marido