Pular para o conteúdo principal

Novo ministro da Educação é pastor presbiteriano e militar da reserva

O presidente Jair Bolsonaro escolheu um pastor e militar da reserva para assumir o Ministério da Educação, em substituição a Carlos Alberto Decotelli, que nem sequer chegou a assumir a pasta por causa das mentiras em seu currículo.

Milton Ribeiro, o novo ministro, é pastor da Igreja Presbiteriana de Santos e integra a Comissão de Ética da Presidência da República.


Ele contou com o apoio da bancada parlamentar evangélica, mas não com os olavistas, que gostariam que o novo ministro pudesse dar continuidade à guerra cultural que vinha sendo promovida pelo ex-ministro Abraham Weintraub.

Diferentemente de Weintraub, Milton Ribeiro tem experiência como educador.

Ele é doutor em educação pela USP e mestre em direito constitucional pela Universidade de São Paulo.

A nomeação de Ribeiro para o ministério já foi publicada no Diário Oficial.

Com informação do Diário Oficial e de outras fontes.



Políticos adotam pregação de pastores, e Estado laico tende a desaparecer

Criacionista afronta o Estado laico ao autorizar grupo de orações na Capes

Governo Bolsonoro usa verba publicitária para pagar ‘dízimo’ às igrejas amigas

Fundamentalismo religioso de Bolsonaro é pior que o da Idade Média, diz Roberto Freire




Comentários

Postar um comentário

Posts mais acessados na semana

Igreja Católica da Alemanha admite que freiras forneciam crianças a padres pedófilos

Bolsonaro compra a novela 'Os dez mandamentos' da Record para a TV Brasil

Dona Religião é casada com sr. Atraso e têm vários filhos

Morre de Covid-19 apresentador bolsonarista de TV de Minas afiliada ao SBT

Transferência bilionária do Vaticano a pessoas físicas da Austrália intriga até bispos