Pular para o conteúdo principal

Igreja Católica da Alemanha perde mais de 400.000 fiéis somente em 2019

O número de alemães católicos caiu de 23.002.128 em 2018 para 22.600.371 em 2019, ou seja, 401.752 a menos. A informação é de relatório da própria Igreja Católica.

Os números apurados pela DBK (Conferência dos Bispos da Alemanha) são consequências da secularização da sociedade, conservadorismo da Igreja e escândalos de padres pedófilos.


Embora a Alemanha seja um Estado laico, os cidadãos religiosos contribuem para as igrejas por intermédio de um imposto anual, que varia de 8 a 9% da renda.

Para deixar de pagar esse imposto, os alemães têm de se desligarem formalmente da religião.

Do total dos católicos, apenas 9,1% compareceram às missas, contra 9,3% de 2018. A frequências às igrejas nunca esteve tão baixa como agora.

Registrou-se queda nos casamentos, comunhões, crismas e funerais.

Em 2019, houve o ingresso e/ou readmissão de apenas 5.339 pessoas na Igreja Católica, com queda de 15% em relação ao ano anterior.

Igrejas estão cada
vez mais vazias








Igreja Católica do Brasil tem menos pedófilos do que outras?

Igreja Católica alemã perde fiéis, mas continua bilionária

Apoio da Igreja Católica a Hitler foi vergonhoso, admitem bispos da Alemanha

Número de católicos e protestantes da Alemanha cairá pela metade até 2060

Não é cobrança de taxa, mas a moral católica que afasta alemães da Igreja




Comentários

Emerson Santos disse…
Como diria o verdão ... UNBEDEUTENDER GOTT !!!

Posts + acessados nos 30 dias mais recentes

Morre de Covid-19 pastor bolsonarista que defendia uso da cloroquina

Hackers invadem conta de Malafaia e doam R$ 10 mil à Cruz Vermelha

Angolanos expulsam os pastores brasileiros de 30 templos da Universal

Edir Macedo amaldiçoa angolanos que expulsaram pastores brasileiros de templos

Bispo Edir Macedo é internado com suspeita de estar com Covid-19