Pular para o conteúdo principal

Juiz nega pedido de ateus, e Bolsonaro pode usar TV Brasil para proselitismo religioso

O juiz federal Waldemar de Carvalho, do TRF-1 (Tribunal Regional Federal da 1ª Região), rejeitou o pedido da Atea (Associação Brasileira de Ateus e Agnósticos) para impedir o presidente Jair Bolsonaro de usar a TV Brasil com propósitos religiosos.

No domingo de Páscoa, 12 de abril, a emissora estatal transmitiu ao vivo mais de 2 horas e 9 minutos um encontro do presidente com religiosos, em sua maioria evangélicos.


Atea entrou com ação civil pública argumentando que o presidente desrespeitou o princípio constitucional de separação entre o Estado e a Igreja e que, por isso, deveria ser proibido de fazer  de novo proselitismo religioso na emissora estatal.

No entendimento de Carvalho, contudo, a laicidade do Estado “não requer a negação ou indiferença ao Deus criador ou mesmo impede a manifestação em sua crença por quem quer que seja, inclusive o presidente da República”.

Cabe recurso à decisão do juiz.

BOLSONARO COM
RELIGIOSOS NA
EMISSORA ESTATAL


Com informação do TRF-1.



Políticos adotam pregação de pastores, e Estado laico tende a desaparecer

Criacionista afronta o Estado laico ao autorizar grupo de orações na Capes

Governo Bolsonoro usa verba publicitária para pagar ‘dízimo’ às igrejas amigas

Fundamentalismo religioso de Bolsonaro é pior que o da Idade Média, diz Roberto Freire




Comentários

  1. Brincalhão esse juiz. Estado laico nao admite proselitismo de nenhuma religião.

    ResponderExcluir
  2. Para os ateus não ouvirem a palavra Deus, existem duas opções: matar os religiosos ou se matar. Se Deus não existe, não existe castigo eterno.

    ResponderExcluir
  3. Virou TV Gospel sustentada com nossos impostos, absurdo, vamos entrar com novas ações judiciais, o problema é que esse governo está demitindo até delegado da PF, é um governo interventor, do nível do governo Maduro.

    ResponderExcluir

Postar um comentário

POSTS MAIS LIDO EM 7 DIAS

Romualdo Panceiro cria a Igreja das Nações para concorrer com a Universal

Maitê recupera pensão de solteira apesar de união com empresário

Pastor diz que máscara é ‘frescurite’; fiel idosa e marido morrem de Covid-19







EDITOR DESTE SITE
Paulo Lopes é jornalista.Trabalhou
no jornal abolicionista Diario Popular,
Folha de S.Paulo, revistas da
Editora Abril e outras publicações.

Contato