Pular para o conteúdo principal

Deus está de quarentena com medo de pegar coronavírus


Paulo Lopes / Notas de um ateu   Alguns bordões religiosos, que nunca fizeram sentido, agora revelam que são sintomas de um delírio.

Exemplo: ‘Deus está no controle’, como dizem os cristãos, principalmente os pentecostais.

Se é assim, por que ele está permitindo a matança pela peste? 

O melhor, para os crentes, seria aposentar esse refrão porque, assim, eles não teriam de responder a  essa pergunta embaraçosa. 



Outros refrões do delírio religioso são “Deus sabe o que faz”, “Deus tem um plano” e "Deus é fiel".

É mesmo? Fiel a quem? E qual é o plano dele no momento?

Criar um vírus para matar milhões de pessoas, principalmente idosos e pobres?

Que Deus bonzinho!

Eu acho que a crença em Deus nunca vai acabar porque a ideia de um pai todo-poderoso conforta as pessoas, ajuda a amortecer as dores existenciais.

É melhor falar a uma pessoa que um ente querido que morreu foi para o Céu ou para o Pai do que dizer a verdade, que é assim mesmo, tudo tem um começo e um fim. Esse é destino até do universo.

O problema é quando a crença religiosa sai dos templos para contaminar as instituições, como tem ocorrido no Brasil nos últimos anos.

Aí então o delírio religioso pode se tornar um pesadelo coletivo, porque o Estado perderá contato com a realidade, com a ciência, com a verdade da matemática, com a racionalidade, o antídoto da loucura. Reduzirá o investimento na ciência e aumentará os privilégios dos líderes religiosos.

Frente ao coronavírus, qual tem sido a serventia do slogan de Bolsonaro “Deus acima de todos”? 

Se fosse um alienígena com algum nível de consciência, o Covid-19 estaria dando gargalhada de Bolsonaro e de sua turma de crentes. Quem está acima de todos é ele, o coronavírus.

Stephen Hawking dizia que a ciência funciona e por isso ela vai vencer a religião, menos ou mais dia.

Eu tenho dúvidas disso, mas o fato é que, neste momento, precisamos com urgência da ciência, de uma vacina, antes que os idosos sejam extintos, para o gozo de loucos como o Bolsonaro.

Deus é uma farsa e sempre será. Tanto que ele deve estar de quarentena, para não pegar coronavírus.








Governador de Goiás veta lei que obrigava leitura da Bíblia nas escolas

Religião na escola estimula a intolerância, diz antropóloga

Ensino confessional enfraquece Estado laico, afirma Karnal

Aluna candomblecista será indenizada por ter de rezar, decide TJ-SP



Comentários