Pular para o conteúdo principal

Universidade calcula que Covid-19 matou mais de 60 mil pessoas no mundo

Dados da Universidade Johns Hopkins divulgados neste sábado apontam que a pandemia de coronavírus já provocou a morte de 60.874 pelo mundo desde o registro dos primeiros casos, em dezembro.

Do total de mortes, três quartos ocorreram na Europa.

O país que acumula mais mortes é a Itália, com 14.681. Em seguida aparecem a Espanha, com 11.744, e a França, com 6.507.

A nação com maior quantidade de casos detectado são os EUA, com mais de 278 mil casos. 

A Espanha aparece em segundo, com 124.736 casos Ao todo, 1,14 pessoas no mundo foram infectadas pelo coronavírus.

Com informação das agências.




O dia em que Bill Gates, defensor da ciência, previu a pandemia, em 2015

Bolsonaro afirma a pastores que a pandemia 'não é isso tudo que estão pintando'

'Internet Segura' adverte para onda de golpes na quarentena

Cidade de Nova York improvisa necrotério fora de hospital

Psicóloga diz como é possível manter o equilíbrio emocional em tempo de pandemia

13 teorias da conspiração sobre o coronavírus. Ou: a bolsa ou a vida?

Microbiologista critica a negação à ciência e alerta que o Covid-19 mudou o mundo




Comentários

Posts + acessados hoje

Pregação criacionista abre evento científico da Universidade Federal do Mato Grosso do Sul

Robinho e Neymar se negam a ver crianças de lar espírita

90 trechos da Bíblia que são exemplos de ódio e atrocidade