Pular para o conteúdo principal

Número diário de mortos pelo Covid-19 volta a subir na Espanha, com 757 casos

O número de mortos em 24 horas na Espanha aumentou pelo segundo dia consecutivo. O país registrou mais 757 óbitos nesta quarta-feira, em comparação com 743 no dia anterior. 

As cifras são muito menores do que o recorde de 950 mortes registrado em 2 de abril, mas mostram que a crise do novo coronavírus ainda está longe de terminar no país.

Ao todo, a Espanha soma agora 14.555 mortos por Covid-19 – o segundo maior número do mundo, depois da Itália. Há suspeitas, no entanto, de que esse balanço oficial esteja subestimando uma realidade ainda mais traumática.


Em Madri, por exemplo, a diferença entre o número de enterros reportados nas últimas duas semanas de março e o número de mortos pelo vírus foi substancialmente maior do que o número de mortos no mesmo período em 2018. Isso sugere que algumas vítimas da pandemia podem não ter sido computadas no balanço oficial.

As infecções também seguem crescendo: foram mais de 6 mil casos confirmados nesta quarta-feira, elevando o total de infectados a 146.690. A Espanha tem mais casos do que qualquer outro país europeu. 

NO MUNDO, ESPANHA SÓ FICA ATRÁS DOS
ESTADOS UNIDOS, ONDE HÁ 400 MIL INFECÇÕES

Com informação das agências.




O dia em que Bill Gates, defensor da ciência, previu a pandemia, em 2015

Bolsonaro afirma a pastores que a pandemia 'não é isso tudo que estão pintando'

'Internet Segura' adverte para onda de golpes na quarentena

Cidade de Nova York improvisa necrotério fora de hospital

Psicóloga diz como é possível manter o equilíbrio emocional em tempo de pandemia

13 teorias da conspiração sobre o coronavírus. Ou: a bolsa ou a vida?

Microbiologista critica a negação à ciência e alerta que o Covid-19 mudou o mundo




Comentários